Ansiedade: o guia completo com tudo que você precisa saber

Equipe Eurekka

Sabia que a ansiedade é algo comum na vida de todos? É verdade. Se sentir ansioso, nervoso ou com expectativas em relação a algo do futuro é normal e é saudável, pois nos faz planejar para aquilo que nos causa esse sentimento.

No entanto, quando a ansiedade começa a surgir em níveis muito elevados ou até incontroláveis, que afetam a sua rotina diária, podemos dizer que surgiu um transtorno de ansiedade. Isso pode acontecer por uma gama de fatores e a incapacidade de lidar com esse problema causa grandes prejuízos para a vida.

Neste texto, você vai ler informações completas sobre o tema, desde o que é, seu surgimento, sintomas e causas, até remédios e como tratar. Depois dessa leitura, você vai ter muito mais conhecimento do tema e vai entender mais sobre esse problema. Acompanhe a leitura.

O que é ansiedade?

A ansiedade é uma resposta natural do corpo contra o estresse. Além disso, ela sempre está ligada a situações que ainda irão acontecer. Então, coisas como aquela palestra semana que vem, a entrevista de emprego daqui 3 dias, ou o encontro com a paquera hoje à noite, por exemplo, podem causar ansiedade.

Tudo isso pode causar medo e nervosismo em qualquer pessoa, afinal, é a hora de colocar à prova o seu valor. No entanto, se essa ansiedade é frequente e dura por muito tempo, a ponto de afetar o seu dia a dia, então podemos dizer que  se tornou um transtorno.

Resumindo, a ansiedade comum acontece vez ou outra e não afeta a sua rotina, enquanto a ansiedade como transtorno pode parar a sua vida por completo e até levar a outros problemas, como a depressão. Podemos dizer que a ansiedade saudável vira uma ansiedade tóxica.

Existem muitos fatores que podem causar ansiedade, e ao longo desse texto, vamos ver alguns deles.

Por exemplo, o medo é um fator que pode causar ansiedade. Então, lidar com essa emoção pode ajudar a aliviar a ansiedade. O excesso de medo, além da ansiedade, também pode causar fobias, por exemplo. Além disso, a fobia social é um grande obstáculo para quem tem ansiedade social.

Leia mais: O que é ansiedade?

Como saber se estou com ansiedade?

Agora que você já sabe que não dá pra excluir a ansiedade da sua vida, também precisa saber como identificá-la.

Não obstante, é muito necessário saber quando se está passando por uma crise de ansiedade para poder ajudar ou ter ideia de como agir durante esses casos. Uma crise de ansiedade pode ser muito grave, pois  tende a aumentar cada vez mais caso a pessoa não perceba que está passando por isso.

Além disso, saber quando você tem um transtorno de ansiedade ou um nível de ansiedade alto também é muito importante, pois ela possui sintomas diversos que podem deixar você confuso, achando que está doente.

As informações corretas sobre esse problema tornam a pessoa cada vez mais capaz de lidar com esse problema e pode ajudar, não só a si mesmo, mas também outras pessoas que irão passar por esses problemas ao longo da vida.

mulher com ansiedade colocando as mãos na cabeça em uma expressão de nervosismo sentada em frente ao seu computador

Tipos de ansiedade

Existem vários transtornos que apresentam a ansiedade como um forte sintoma. Vale lembrar que apenas um profissional da saúde, como o psicólogo ou psiquiatra, por exemplo, são capazes de analisar cada caso e definir se existe um transtorno ou não.

Transtorno de Ansiedade Generalizado (TAG)

A TAG é um transtorno de ansiedade que causa preocupação excessiva em todas as áreas da vida da pessoa, mesmo que não haja uma razão para isso. Esse é um dos tipos mais frequentes de ansiedade encontrados, e não existe apenas um fator que pode levar a esse caso. 

Ansiedade Social 

A pessoa que tem ansiedade social, diferente da que possui TAG, sente muito medo e preocupação apenas em situações sociais. É como se a pessoa pensasse que está sendo julgada e criticada a todo momento pelos outros, o que prejudica sua vida. Em alguns casos, isso pode se tornar tão forte que a pessoa para até mesmo de sair de casa!

Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)

Esse transtorno pode causar muita ansiedade por conta das obsessões e compulsões que a pessoa tem. Caso elas não sejam realizadas ou saciadas, a pessoa entra num estado de ansiedade até que seus desejos e vontades sejam satisfeitos.

Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

Esse problema surge quando a pessoa passa por um evento ou situação que causou trauma e deixou marcas profundas. Assim, a pessoa começa a evitar qualquer tipo de coisa que a relembre do que aconteceu. Além disso, só o pensamento de passar por aquilo de novo pode ser um gatilho que leva a crises de ansiedade.

Síndrome do Pânico

Podemos dizer que a ansiedade levada ao extremo causa a síndrome do pânico. Esse problema leva a pessoa a ter crises de pânico do nada, que pode começar por conta de um gatilho. Durante esse momento, quem está em crise tem uma gama de sintomas físicos e emocionais que a deixam em um estado de muito medo e terror.

Agorafobia

A agorafobia pode se desenvolver por uma crise de pânico, mas não se limita a isso. Essa fobia surge por conta do medo de estar em locais onde não haja ajuda, que a façam sentir pânico, vergonha ou impotência, e não exista um local para fugir caso uma crise de pânico aconteça.

Os manuais de saúde mental, como o DSM-5, definiram vários outros transtornos de personalidade além desses. Como você viu, apesar de a ansiedade ser um dos fatores principais, os transtornos em si apresentam características únicas.

Além disso, por conta do diagnóstico não ser tão simples, dizemos que a ansiedade é uma doença multifatorial, ou seja, que tem diversos fatores envolvidos.

Aplicativo ajuda a controlar a ansiedade?

Existem alguns aplicativos que têm o propósito de ajudar quem está passando por momentos de muito estresse e ansiedade a se acalmar. Eles funcionam e podem ser uma boa alternativa para os momentos nos quais você não conta com a ajuda de algum profissional de saúde ou pessoas próximas para ajudar.

Inclusive, a Eurekka tem uma página com vários exercícios para  ajudar nesses momentos, sabia? Dê uma olhada na nossa Constellation!

Existe algum teste pra ansiedade?

Resposta curta: sim, existe. Hoje em dia, temos uma grande variedade de testes que são usados para avaliar diversos problemas: ansiedade, depressão, estresse, felicidade, gratidão, etc. Eles podem te dar um panorama para avaliar, de modo bem leve, como está a sua saúde mental em relação a algum fator.

Mesmo assim, a melhor recomendação que podemos dar para você é: consulte um bom profissional da saúde mental. Afinal, apenas um psiquiatra ou psicólogo pode fazer uma análise mais profunda do seu caso e avaliar se você está com algum tipo de distúrbio.

A Eurekka tem atendimento médico com várias especialidades, inclusive psiquiatras! Além disso, se o seu interesse é cuidar da saúde mental por meio da psicoterapia, com profissionais humanizados, dê uma olhada na terapia Eurekka!

banner terapia

Leia mais sobre os testes: DASS-21: faça o Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse!

Teste de ansiedade feito por psicólogos: você é ansioso?

Sintomas de ansiedade

Existe uma enorme variedade de sintomas de ansiedade. Cada pessoa pode sentir alguma coisa diferente e é por esse motivo que, às vezes, as pessoas acham que estão com problemas gastrointestinais, sedentarismo, asma, ou algum outro problema. 

Sim, a ansiedade pode fazer você sentir essas coisas e te confundir caso você não investigue ou não faça ideia de que, na verdade, são problemas mentais que estão causando sintomas físicos.

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), feito em 2017, comprovou que o Brasil é o país com a maior prevalência de transtornos de ansiedade do mundo, com 9,3% da população sofrendo com esse problema.

Alguns sintomas causados pela ansiedade podem ser:

  • Palpitação
  • Formigamento
  • Suor excessivo
  • Falta de concentração
  • Tremedeira
  • Preocupação excessiva
  • Dificuldade para respirar
  • Diarreia
  • Insônia
  • Angústia
  • Entre vários outros

É por esse motivo que uma crise de ansiedade pode ser confundida de modo tão fácil com um infarto, afinal, os sintomas são parecidos.

É por isso, também, que os profissionais de saúde mental estão sempre buscando informar a população sobre ansiedade, depressão e outros problemas da mente.

A importância de saber reconhecer que apenas os sintomas não são indicativos de uma doença específica, mas sim um conjunto de vários fatores, é muito necessário para que haja uma atenção cada vez maior à saúde mental.

Além disso, outro sintoma que pode surgir por conta da ansiedade são as compulsões alimentares. Assim, a pessoa pode descontar seu medo e ansiedade na comida, se alimentando em excesso mesmo sem sentir fome. 

ansiedade mulher meditando para se acalmar

Como controlar a crise de ansiedade?

Se você tem ansiedade ou conhece alguém que sofre com isso, deve saber que as crises de ansiedade podem vir com muito mais frequência do que em uma pessoa saudável. Por isso, é importante saber como controlar a crise de ansiedade. 

Existem algumas técnicas, como a respiração diafragmática, a meditação guiada, o relaxamento progressivo ou algum exercício físico. Tudo isso ajuda a aliviar essa energia caótica dentro de você.

Além disso, prevenir é melhor do que remediar. Por isso, tente evitar fazer coisas que causam mais ansiedade em você, caso seja possível. Então, reduza a cafeína, tenha um sono com mais qualidade, pratique exercícios físicos com frequência, tente reduzir o estresse e faça terapia com um psicólogo que usa a TCC (Terapia Cognitivo Comportamental).

Dessa forma, as chances de você ter uma reação de crise de ansiedade vão ser bem menores, acredite.

Ansiedade tem cura?

Ao longo desse texto, é provável que você já tenha entendido que ansiedade é uma emoção natural do ser humano. Desse modo, não podemos nos livrar da ansiedade para sempre. No entanto, podemos manter a ansiedade em níveis saudáveis, que não impedem que o seu dia a dia fique prejudicado.

Então, não existe cura para a ansiedade, mas existem formas de impedir que ela se torne tóxica.

Mesmo assim, existem transtornos e doenças que causam ansiedade, e esses sim, podem ter alguma chance de ser tratados e curados. É por isso que a psicoterapia é tão importante.

No entanto, se você já faz psicoterapia, talvez você ou seu psicólogo ache que há necessidade  de medicamentos para  auxiliar no tratamento. É por isso que a Eurekka conta com psiquiatras padrão-ouro, escolhidos a dedo, para te atender de uma forma humanizada e que entendem as suas dores! Então, agende sua primeira consulta.

banner psiquiatria na Eurekka

Terapia ajuda a ansiedade?

Algumas vezes, pode ser que você tenha dúvidas se a psicoterapia realmente funciona ou não. Podemos dizer que o modelo de saúde ideal é o biopsicossocial, ou seja, envolve fatores biológicos, psicológicos e sociais. 

A medicina ainda é muito focada apenas na parte biológica e não dá muito destaque para os outros fatores — que são importantes em igualdade

Por isso, a saúde plena é a ideia de estar bem com o corpo, com a mente e com as relações sociais. O psicólogo é o profissional que vai ter um foco maior nas outras duas áreas, o mental e o social. 

Através de um processo de escuta ativa, ele vai ouvir, analisar tudo que está acontecendo e propor técnicas e ferramentas para que você mude comportamentos ou pensamentos inadequados.

Assim, o paciente traz suas dores e queixas para o psicólogo, e é o profissional quem vai oferecer os meios para que essa dor seja melhorada, aos poucos, até ser curada ou controlada. Além disso, a terapia é um processo que deve ter fim, então nada de ficar pra sempre com o psicólogo. 

Em certo ponto, você pode receber alta, o que significa que você é capaz de lidar com os problemas de forma plena e entender como cada coisa afeta a sua mente.

Existem várias abordagens da psicologia, então decida qual agrada mais você e inicie o seu processo de cura!

Como vencer a fobia social?

Você pode vencer a fobia social com algumas atitudes simples, como desenvolver suas habilidades sociais, se expondo de modo gradual ao que te causa medo ou entendendo quais as razões que te deixam tão ansioso em situações sociais. 

Existem outras técnicas que podem ajudar nesse processo, como o relaxamento ou a meditação. Elas podem te acalmar antes de você participar de um evento ou situação social importante e vai permitir que você maneje melhor as suas emoções.

Como vencer o medo de falar em público?

A glossofobia é um problema na vida de muitas pessoas. Às vezes, está relacionada com a ansiedade social. Assim, da mesma forma como se cura a fobia social, a exposição gradativa pode ser a melhor opção para ajudar quem tem medo de falar em público.

Funciona assim: você vai descrever todas as situações que te deixam desconfortável, da mais fraca até a mais forte. Então, você vai começar a participar da situação mais fraca, até se acostumar com ela e não te causar mais nenhum desconforto. Dessa forma, você vai subindo para o próximo nível, até chegar aonde deseja e superar o medo.

Essa é uma técnica muito usada nas terapias baseadas na abordagem comportamental, e é muito efetiva para tratamento de medos e fobias.

Remédio para ansiedade: quais são?

Existem remédios que são usados para o tratamento dos transtornos de ansiedade. Não obstante, esses medicamentos só devem ser receitados por um médico psiquiatra, que irá avaliar cada caso e decidir qual a melhor opção para você.

Os remédios psiquiátricos são como uma muleta: eles vão te ajudar a lidar com os sintomas do problema, mas não vão ajudar com a causa. Por isso, sempre recomendamos que os remédios sejam usados junto com o acompanhamento de um psicólogo. Assim, você trata o sintoma enquanto lida com a causa.

Dessa forma, aos poucos, você vai parando de tomar o remédio e depende menos dele para resolver as suas dores.

Confira os materiais que temos sobre os medicamentos para ansiedade:

FluoxetinaAnsiolíticos
DiazepamAlprazolam
Escitalopram

sede eurekka

A Eurekka tem a solução para te ajudar com a ansiedade

Se você tem transtorno de ansiedade, deve ser difícil passar os dias com esse medo e nervosismo constantes. 

A gente sabe que, algumas vezes, você até deve se sentir perdido, sem rumo, perdendo as esperanças.

A ansiedade tóxica é um problema muito grave e que não pode ser encarado como algo leve. Esse transtorno pode levar a várias outras complicações e piorar ainda mais o seu quadro.

Mas a gente pode te ajudar e somos mais do que capazes de fazer isso. A Eurekka é uma clínica de saúde mental que realiza mais de 5000 sessões todos os meses. Várias dessas sessões são sobre ansiedade e depressão, então, acredite, nós somos mestres nisso.

Nossos psicólogos atuam com as Terapias Contextuais Comportamentais, que são muito eficazes para resolver medos, fobias, transtornos e comportamentos irregulares. 

Você confia na gente pra te ajudar? 

Agende a sua primeira sessão com um de nossos psicólogos e não se preocupe, nós vamos fazer você superar isso e ter uma vida mais plena.

Para mais conteúdo gratuito, nos siga no Youtube, Instagram e Facebook.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.