Como escolher um bom psicólogo? Faça a escolha certa

Carolina Barreto Rago

Você decidiu fazer terapia. Então, abre as redes sociais e começa a pesquisar pessoas oferecendo seus serviços. Contudo, você não faz ideia de quem são aquelas pessoas, não sabe se pode confiar e muito menos sabe se o valor que elas cobram é justo. Como escolher um bom psicólogo assim?

Calma, meu amigo! Neste texto, você vai encontrar características que demonstram que aquele é um bom psicólogo. Além disso, vamos te mostrar o que você pode fazer para facilitar ainda mais a sua busca. Vamos te ajudar a fazer a escolha certa para você. Boa leitura!

O que faz um psicólogo?

O psicólogo é o profissional que cuida da saúde mental dos pacientes. Ou seja, ele vai te ajudar a entender melhor os seus pensamentos, sentimentos e emoções. Além disso, com a psicoeducação que o psicólogo te dá, você consegue saber mais sobre o que você quer de verdade e ir atrás dos objetivos que são os melhores para você.

Contudo, é sempre bom lembrar que a psicoterapia online ou presencial nunca é um processo passivo. Ou seja, o psicólogo não resolve a sua vida por você. O trabalho do psicólogo é  ajudar a trilhar seu próprio caminho pela terapia.

Quando escolher um psicólogo ou psiquiatra 

O psicólogo costuma ser a porta de entrada para resolver problemas de saúde mental. Quando você se sente um pouco ansioso ou quando passou por algo traumático. Como, por exemplo, se precisa saber como superar um término ou como lidar com o luto.

Já o psiquiatra, é o melhor para diagnosticar transtornos mentais ou distúrbios de personalidade. Ele tem formação médica, portanto, pode receitar remédios, o que o psicólogo não pode fazer. 

Características do bom profissional

Se você já decidiu que quer ir atrás de um psicólogo, agora chegou a hora de saber como escolher um bom profissional. Os primeiros sinais que você precisa procurar quando está na primeira sessão de terapia são os seguintes.

como escolher um bom psicólogo

Empatia

É importante você sentir que o psicólogo se importa com você, está interessado no que você tem a dizer e nos problemas que você tem para resolver. Isso tem tudo a ver com empatia. Esta é uma qualidade ótima de se ter, não importa a sua profissão. Quando falamos do psicólogo, no entanto, esse é um sinal vital de um bom profissional.

Foco prático na resolução de problemas

Um bom psicólogo presta atenção a sua demanda, ou seja, ao problema principal que você levou para resolver na terapia. Com isso, não tem muitos rodeios: logo pensa em jeitos práticos de resolver a situação. Assim, ele cuida dos sintomas, mas também vai se atentar para as causas mais para frente na terapia.

Por exemplo, se você se sente ansioso, é provável que o bom psicólogo vai, primeiro, te ensinar o que é ansiedade, como lidar com ela e como reduzir os níveis dela. Depois que você já souber cuidar melhor disso, vocês vão começar a investigar o que faz sua ansiedade aumentar e desde quando isso ocorre.

Confiabilidade 

É claro: já que você vai contar seus segredos e medos a alguém, você precisa confiar nessa pessoa. Então, se sentir confortável, não ser interrompido na sessão por terceiros e perceber que ele está prestando atenção ajudam a aumentar a confiabilidade no profissional. 

Paciência 

A paciência é uma virtude que poucos têm. Os psicólogos, no entanto, têm que exercer a paciência durante a formação, para poder respeitar os diferentes tempos das pessoas. Há pessoas que já chegam contando tudo na primeira sessão. E outras, que demoram várias sessões até se sentirem confortáveis para falar de grandes problemas.

Não importa o seu estilo, o psicólogo precisa ter paciência e fazer você se sentir confortável em ser quem você é. Se o psicólogo te apressa ou se ele te pressiona muito para falar, procure outro profissional.

banner produtividade

Zero julgamentos

Por fim, um ambiente sem julgamentos é um requisito para uma boa sessão de terapia. Um bom psicólogo encara tudo de forma natural, sem julgar você por suas escolhas ou pelo modo como você encara a vida.

Por isso, costumamos dizer que a terapia é um lugar acolhedor e livre de julgamentos, em que você pode ser quem você quer ser e falar tudo que vem à sua mente.

Como escolher um bom psicólogo? Pontos para se considerar

Muito bem. Então, você já viu tudo que o psicólogo precisa ter para ser um bom profissional. Assim, você não cai em nenhuma cilada. Agora, vamos ver o que você precisa fazer para que tenha o match perfeito entre você e o psicólogo!

1. Analisar sua disponibilidade financeira

É vital que você organize suas finanças antes de começar a terapia. Afinal, este vai ser um novo gasto mensal, e que deve durar algum tempo. Veja o quanto você consegue investir por mês na sua saúde mental. Feito isso, busque profissionais que estão dentro do seu orçamento.

Há muitos psicólogos que atendem de graça pelo SUS. Além disso, se você tem plano de saúde, os planos costumam dar 10 sessões inclusas no valor que você já paga. Por fim, há apps de saúde que oferecem terapia por um preço mais em conta. 

Se você busca os melhores profissionais, mesmo que não sejam os mais baratos, pode procurar clínicas reconhecidas pela eficiência, como a Eurekka. Nós ainda temos um valor mais baixo comparado com outras clínicas online, e nosso atendimento sempre recebe muitos elogios.

2. Checar as credenciais do profissional

Todo profissional de psicologia tem um CRP. Ou seja, um Cadastro Regional de Psicólogo. Para ter esse cadastro, a pessoa precisa ter cursado Psicologia, se graduado e recebido essa credencial.

Então, para você saber se a pessoa que você conheceu é mesmo um psicólogo apto, é só pedir o número do CRP e fazer uma pesquisa na internet.

3. Saber qual o seu objetivo da terapia

Muitas pessoas começam a terapia sem ter certeza do que querem ou precisam. Deixa eu explicar melhor: para começar o tratamento na psicoterapia online ou presencial, você precisa ter uma demanda específica e levar ela para o psicólogo.

Dessa forma, vai demorar muito mais para você sentir qualquer tipo de progresso, pois você vai ter que descobrir na própria terapia no que você quer ajuda. Então, o melhor é você refletir, ainda em casa, o que está te incomodando. Anote em um papel e leve no dia da primeira sessão. 

4. Descobrir o perfil do profissional

Cada abordagem e especialização leva o psicólogo para uma área diferente. Então, vamos pensar em um exemplo bem extremo: imagine que você, no auge dos seus 20 anos, quer fazer um teste vocacional para saber que rumo seguir. E, então, você encontra um psicólogo, vai fazer a primeira sessão e descobre que ele tem foco em depressão na terceira idade. Nada a ver, certo?

Para evitar erros desse tipo, é só você pesquisar sobre o psicólogo antes de marcar a sessão. Você pode pesquisar as redes sociais do profissional, que, hoje em dia, é a “vitrine” mais comum; pode perguntar antes de marcar a sessão sobre a abordagem e o foco; ou pode perguntar para quem te indicou o profissional.

pesquisando abordagens como escolher um bom psicólogo

5. Pesquisar qual linha da psicologia mais combina com você 

Além de conhecer o perfil do psicólogo, é bom você conhecer mais sobre as áreas da psicologia. Como, por exemplo, Gestalt, Psicanálise, Behaviorismo, Construtivismo e por aí vai. Assim, você consegue entender melhor como cada área trabalha e qual parece fazer mais sentido para você.

Na terapia cognitivo comportamental, por exemplo, focamos na demanda e, em algumas sessões, você deve conseguir resolver o seu problema. Muitas terapias comportamentais não passam de um ano. Já na Psicanálise, é comum o paciente ficar um período maior fazendo terapia com o mesmo psicólogo, já que essa linha da Psicologia entende o tratamento de outra forma.

6. Pedir indicações

Por fim, este é o jeito mais fácil de escolher um bom psicólogo para você. Se você conhece pessoas que fazem terapia, pode pedir indicações de profissionais. Assim, você faz toda essa análise que te ensinamos em um grupo já seleto de psicólogos, o que facilita para você.

Mas lembre-se: um mesmo psicólogo não deve atender pessoas muito próximas, como você e sua mãe, você e seus irmãos ou você e seu namorado. O que se acredita é que isso interfere de forma negativa no processo da terapia.

Como escolher um bom psicólogo na Eurekka? Terapia com a gente 

Se você quer poupar esforços, saiba que a Eurekka já seleciona profissionais escolhidos a dedo para te proporcionar um atendimento humanizado e livre de julgamentos. Todos os nossos psicólogos são analisados, suas credenciais também, e está tudo pronto para receber você.

Clique aqui para marcar uma conversa inicial com um de nossos psicólogos e comece a sua caminhada terapêutica com a gente!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Carolina Barreto Rago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *