Autoaceitação: o que é, como melhorar e para que serve

Equipe Eurekka

O processo de autoaceitação pode assustar algumas pessoas, porque há uma ideia de ser muito difícil de alcançar por completo. Mas, se vista como um hábito, pode se tornar mais fácil, pois, para construção de um hábito, sabemos que precisamos apenas de constância e persistência.

Na psicologia, a aceitação e a autoaceitação são abordadas na Terapia de Aceitação e Compromisso (mais conhecida como ACT). E essa teoria trabalha com 3 pilares: aceitação, escolha e ação.

A aceitação daquilo que não se tem controle, como sentimentos e pensamentos; a escolha daquilo que vai ser feito, considerando o que é importante para você, e, por fim, a ação de colocar as escolhas feitas em prática. 

E a Eurekka quer ajudar você a iniciar o processo de autoaceitação. Por isso, leia este texto para saber por que ela é tão importante e receba 12 dicas de autoaceitação.

O que é autoaceitação?

Autoaceitação é ver tudo aquilo que você é, com qualidades e defeitos, erros e acertos. É aceitar com compaixão o seu jeito de ser por completo. Portanto, é aceitar tudo aquilo que faz de você uma pessoa única

A autoceitação é um processo ativo. É a ação de tomar as rédeas de sua própria vida. É ter a oportunidade de se abrir para experiências internas de autoconhecimento

Veja bem: não é você apenas aceitar o que chega a você, mas buscar a sua melhor versão.

Isso envolve você reconhecer o que passou até chegar a quem você é hoje. Quando você se aceita, fica mais fácil de enfrentar e resolver questões internas que te causam desconforto.

Autoaceitação e autoestima tem diferença?

Apesar de a autoaceitação e a autoestima terem muito a ver uma com a outra, elas não têm o mesmo significado.

Autoaceitação fala sobre você se ver como é. Sabendo de todas as partes, aceitando coisas boas e ruins.

Autoestima é o quanto você se gosta e qual o valor que você se dá. É a opinião/sensação que se tem sobre si.

menina feliz com a autoaceitação

Para que serve a autoaceitação?

Serve para que se viva uma vida mais feliz, leve e livre. Pois aceitando quem você é, há menos preocupações com as opiniões alheias. 

Aceitar também traz um maior autoconhecimento. Porque, ao se dispor a olhar para a sua existência como um todo, com suas falhas e conquistas, pode se ter um maior crescimento pessoal. 

Além disso, a autoaceitação ajuda a entender quais são as suas reais necessidades. E, mais importante ainda, quais são seus valores de vida.

Autoaceitação incondicional

A autoaceitação incondicional fala sobre se aceitar sem limites ou restrições. É sobre conseguir acolher quem você é sem julgamentos. 

Como desenvolver a autoaceitação?

É vital lembrar que a autoaceitação é um processo lento, com altos e baixos. Por isso, mergulhar no autoconhecimento e ter persistência vai fazer toda a diferença. A longo prazo, é sempre bom lembrar dos benefícios que essa evolução vai trazer para a sua vida.

Uma boa pergunta que você pode se fazer ao longo do tempo é: “O que aprendi com o que já me aconteceu e como isso pode ajudar a melhorar meu futuro?”. Retomando, assim, a posição ativa desse processo de autoaceitação.

Na ACT, existem os 3 A’s que podem ajudar na autoaceitação de situações difíceis. O primeiro é “aknowledge”, ou seja, reconhecer aquilo que você deixou de lado por um tempo, quando você ainda não estava pronto para trabalhar. 

Depois, “allow” fala sobre permitir que essa experiência difícil permaneça na sua vida, com o objetivo de ensinar você a lidar com situações complicadas de maneira consciente.

Por fim, se pontua sobre acomodar. É encontrar uma maneira confortável de ver essa situação difícil como parte de sua história.

As técnicas de mindfulness ajudam muito nesse processo!

12 maneiras de praticar a autoaceitação

A seguir, vamos mostrar 12 dicas para praticar a autoaceitação no dia a dia. Lembre que é um processo longo e, às vezes, difícil, mas que vai trazer muitas vantagens.

Entender que todo mundo erra

Assim como você olha para os erros dos outros com mais compaixão, precisamos que você tente fazer isso com os seus.

Você é um ser humano e terá, durante a vida, erros e acertos, afinal, este é o curso natural da vida. Lembre que erros só são cometidos quando você se coloca em uma posição ativa e decide viver novas experiências.

Por isso saiba se perdoar e aprender com os seus erros.

Busque pontos positivos – até nas coisas negativas!

Tentar olhar as situações de sua vida com mais cuidado e com um olhar positivo vai fazer muita diferença. 

Porque, afinal, coisas negativas acontecem e conseguir ver pontos positivos nelas ajuda muito a lidar melhor com essas situações. Veja quantos aprendizados você teve através de experiências assim!

Às vezes é difícil ver o lado bom de algo, mas tente sempre lembrar das coisas pelas quais você é grato!

Escreva frases ou use apps para se manter positivo

Escrever palavras ou frases que te motivem e colar onde você sempre possa ver ajuda você a lembrar das coisas boas que você é e tem. Você pode usar post-its e colar na parede do quarto, ter uma agenda e usar aplicativos — até mesmo o bloco de notas do celular.

Além disso, hoje em dia, há aplicativos que ajudam na tarefa de motivar as pessoas. Eles trazem mensagens de motivação aos seus usuários todos os dias. 

Fique perto de pessoas que te aceitam e acreditam em você

Estar rodeado por pessoas que te fazem bem e acreditam no seu potencial é vital. Pois o apoio deles também é necessário.

Às vezes, é a partir do olhar dessas pessoas que começa o processo de construção de uma visão melhor de si mesmo. Ou seja, é quando se inicia o processo de autoaceitação. 

amigas conversando

Fale sobre seus sentimentos

Saber nomear seus sentimentos e buscar reconhecê-los nas suas reações no dia a dia é vital para qualquer processo de crescimento pessoal. 

Além disso, na prática da autoaceitação, falar sobre os sentimentos bons e ruins que passam por você faz com que você se conheça mais. Faz também com que você consiga aceitar o que é da sua personalidade e entender o que gostaria de evoluir.

Não esqueça que você está dando o seu melhor

Lembre-se de que, em cada época da sua vida, você tem limites diferentes. Por isso, não é interessante se comparar às suas antigas versões com o conhecimento que você tem hoje e não tinha antes. E menos ainda se comparar com os outros. 

Ademais, compreenda que, ao longo do processo de autoaceitação, você está dando o melhor que pode naquele momento! Então, preste atenção nos seus limites e respeite.

Tenha uma lista de metas e objetivos concluídos para rever

Cada pessoa tem seu método para escrever suas metas e objetivos concluídos. 

Ter essa lista anotada em uma agenda ou até no celular faz toda a diferença. Assim, você pode acompanhar a sua evolução e aquilo que busca. 

Além disso, construir metas bastante específicas as tornam mais palpáveis e facilitam o seu cumprimento. Rever seus objetivos concluídos ajuda muito também. Pois fazem você lembrar de tantas conquistas que já teve. Isso dá maior motivação para seguir.

Quer conhecer aplicativos para ajudar a manter o foco? Clique aqui!

Pratique a meditação da bondade amorosa

Essa meditação dura apenas 15 minutos. Ela busca expandir o amor, desejos de felicidade e bem-estar. 

No início, é pedido que você, de olhos fechados, imagine pessoas que você ama e que amam você à sua volta. Ao fazer isso, você se sente acolhido e amado, mandando de volta também desejos de boas coisas. 

Portanto, essa meditação pode ajudar a buscar acolhimento de momentos mais delicados. Você vai poder lembrar de quem realmente importa, de quem você quer bem e te apoia!

Aprenda a se perdoar

Praticar o perdão não é uma tarefa fácil! Ainda mais quando estamos falando de perdoar a nós mesmos.  

Mas a autoaceitação passa — e muito — por aprender essa habilidade. Pois errar em determinada situação é natural e vai ocorrer algumas vezes durante a vida. 

Nesses momentos, é vital olhar para si com mais compaixão e amor. Para que você possa se perdoar e aceitar a experiência, use essas situações para crescer e evoluir no seu processo de autoaceitação!

Faça terapia

Às vezes, a dificuldade de autoaceitação está em questões mais profundas da sua história pessoal. Portanto, procurar ajuda de um psicólogo facilita muito o processo de várias pessoas. 

Uma das opções de psicoterapia é a ACT, que tem como base a aceitação. Essa teoria traz à tona, de forma gradual, situações que foram encobertas, porque causam desconforto e você evita entendê-las e aceitá-las. 

Por fim, a psicoterapia baseada em ACT, assim como todas as outras, tem como foco você e que você tenha uma vida com menos auto cobrança e mais felicidade.

banner terapia saúde mental com a eurekka

Entenda que é normal se lamentar

Aceitar que as lamentações existem e vão ser um comportamento seu em algum momento é vital.

Como elas estarão presentes em situações diversas, você deve acolher esse sentimento, mas sem deixar que te paralise. Para além, busque novos olhares sobre a situação vivida com o objetivo de continuar tendo um papel ativo na sua vida.

Celebre as suas qualidades

Faça questão de olhar suas qualidades e conquistas durante o seu processo de autoaceitação! Você precisa aceitar também os defeitos, mas se orgulhar dos seus valores.

Além disso, é através desse exercício que você vai encontrando suas forças. E vai conseguindo, cada vez mais, acolher as situações difíceis, entendendo que são passageiras e também podem ajudar na sua evolução.

sede da Eurekka

A Eurekka vai te ajudar com a autoaceitação

Se você sente que o seu processo de autoaceitação está sendo mais difícil do que esperava, a Eurekka pode te ajudar! Nosso trabalho de psicoterapia, tem também como base as terapias contextuais, dentre elas, a ACT. Então, se você sente que precisa se conhecer melhor e se amar mais, clique aqui e marque sua conversa inicial com um de nossos psicólogos!

Além disso, nós temos também a Academia Eurekka que tem aulas sobre aceitação que podem ser bastante úteis para você! Outros temas presentes na Academia que conversam com isso são autocrítica, autoconhecimento e autocompaixão.

Ficou interessado? Então clique aqui e saiba mais!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.33

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.