Filmes sobre saúde mental: 6 dicas para refletir sobre o tema

Equipe Eurekka

Se você ama cinema e não perde uma oportunidade de assistir a uma obra cinematográfica, você precisa conferir esses filmes sobre saúde mental. 

Essas obras são bem legais de assistir e todas têm estilos diferentes, desde romance, drama baseado em história real, até suspense! 

Vem pegar essas dicas pra assistir no seu tempo livre e ainda aprender mais sobre saúde mental! 

A importância da saúde mental 

Antes das indicações de filmes, vamos falar um pouco sobre a importância da saúde mental?

É muito comum as pessoas se preocuparem com a saúde física, mas se esquecerem da saúde mental. E esse é um erro muito grave, porque, quando não se cuida bem da mente, todo o seu emocional e também todo o seu corpo ficam doentes. 

Por isso, é sempre importante estar atento aos sinais de que sua mente não está saudável como deveria. Sendo assim, pode ser que você esteja muito estressado, não tenha dormido direito, sinta muita vontade de estar na cama o dia todo, se sinta triste com muita frequência, entre outras coisas. 

Se você ignorar os sintomas de uma mente doente, eles podem se tornar mais graves. Portanto, é importante estar sempre atento a comportamentos e sinais negativos, para que eles sejam tratados e você possa viver bem fisicamente e mentalmente. 

6 filmes sobre saúde mental

Agora que você sabe um pouco sobre saúde mental, esses 6 filmes que vamos te passar vão ajudar muito você a entender um pouco mais sobre isso, além de serem muito divertidos para assistir com amigos ou família!

1. Como eu era antes de você

“Como eu era antes de você” conta a história de Louisa Clark, que é jovem, divertida, com uma personalidade única e que vem de uma família muito simples. E, por questões financeiras, ela aceita ser cuidadora de Will. 

Will Traynor é um jovem muito rico e bonito. Mas depois de um acidente que o deixou tetraplégico, ele perdeu totalmente a vontade de viver, se tornou amargo, triste, mal-humorado e passou a apresentar um quadro depressivo

E, em casos como o de Will, a ação de um psicólogo é essencial para que a pessoa passe corretamente pelo processo de superação e aceitação do ocorrido. De modo que ela possa continuar a querer viver, mesmo depois de uma situação trágica. 

Desse modo, o filme mostra a importância de saber lidar com as tragédias, a necessidade de aceitar amar e ser amado, a importância da saúde mental e dilemas da medicina e da psicologia, como a eutanásia.

familia assistindo filme

2. Fragmentado 

Se você gosta de um bom suspense, essa produção é para você! Esse filme é uma história fictícia, mas com base em um distúrbio real da mente humana: o Distúrbio Dissociativo de Identidade.

No filme, o personagem Kevin tem 23 personalidades muito diferentes que se alternam a todo momento. Contudo, por causa desse distúrbio, ele sequestra e aprisiona 3 jovens. 

Esse filme trata de um problema na mente que afeta muitas pessoas e muitas das vezes elas não conseguem receber um tratamento psicológico adequado.

Um exemplo desse distúrbio na vida real, foi o caso de Billy Milligan. Ele foi a primeira pessoa a ter seus crimes absolvidos por causa de um diagnóstico de Distúrbio Dissociativo de Identidade. Assim, foi comprovado que Billy tinha 24 personalidades. 

3. Depois a louca sou eu

Essa produção brasileira é baseada em um livro da escritora Tati Bernardi, sendo que o filme adotou o mesmo nome do livro.

Essa obra conta a vida de uma escritora que, por traumas da infância e pelo modo como foi criada, desenvolveu vários distúrbios mentais.

Aliás, na história, podemos ver como ocorrem as crises de pânico, ansiedade, depressão, vício em remédios e os efeitos do uso de medicamentos sem receita médica e fora da dosagem correta.

Portanto, esse filme mostra como a família pode afetar o psicológico de uma pessoa e como pode ser muito perigoso procurar meios não científicos para lidar com problemas da mente.

Além disso, podemos perceber a importância de não ignorar os sintomas de problemas psicológicos, pois, se a personagem tivesse recebido o tratamento adequado, ela não teria passado por situações tão trágicas. 

4. Divertidamente

Sim, esse desenho também fala sobre saúde mental! Nele, podemos ver como as emoções funcionam e como as experiências de vida são importantes na construção da identidade.

Na história, Riley passa por um momento muito difícil: ela precisa mudar com seus pais para uma cidade nova.

E nesse enredo, o foco principal está nas emoções de Riley e como cada emoção age nas diferentes situações da vida. 

O desenho teve ajuda de um grande estudioso das emoções humanas: Paul Ekman. Ele viajou o mundo e elaborou uma pesquisa, que durou mais de 50 anos, a respeito das emoções humanas universais.

E o que o desenho pode ensinar sobre saúde mental? Bom, ele mostra que as emoções são impulsos biológicos do ser humano e que esses impulsos refletem não apenas na linguagem corporal, como no modo de agir e até mesmo na voz do indivíduo. 

Ou seja, as emoções são impulsos normais que você vai ter durante a vida, e cada uma dessas emoções têm uma função

No desenho, você pode observar que o medo alerta sobre o perigo;  a raiva, na medida certa, impulsiona a justiça;  a tristeza sinaliza que é preciso pedir ajuda;  a alegria, por exemplo, é responsável pela felicidade e ânimo, e o nojo (desgosto) evita qualquer tipo de situação desagradavél.

Porém, você deve saber como lidar com essas emoções para que todas possam agir de maneira certa e controlada.

E isso se chama inteligência emocional, que é quando você consegue: reconhecer suas emoções, consultá-las e saber regular essas emoções na medida certa. 

Portanto, se você acha que precisa desenvolver a sua inteligência emocional e aprender a ter mais controle das emoções nos momentos mais importantes, comece a terapia com os os terapeutas humanizados da Eurekka! Clica no banner aqui embaixo pra agendar sua primeira sessão!

banner terapia saúde mental com a eurekka

5. Dá pra fazer 

Você já pensou como uma pessoa com distúrbios mentais pode se integrar à sociedade? 

Depois que os manicômios e hospitais psiquiátricos foram fechados na Itália, foram criadas muitas cooperativas para receber as pessoas com distúrbios mentais. E por mais que fosse um tipo de ajuda, essas pessoas ainda se encontravam longe de ter uma vida na sociedade. 

Mas tudo muda quando o sindicalista Nello decide conseguir um trabalho para essas pessoas, de acordo com a capacidade de cada um. E o fato de ter algo com o que se ocupar realmente ajudou aquelas pessoas com problemas na mente.

Essa história mostra a importância de integrar essas pessoas na sociedade e não tratá-las como incapazes, pois comprova como ter um trabalho e um objetivo é essencial para melhorar a saúde mental.

6. Nise – O coração da loucura

Esse filme sobre saúde mental se baseia na história real da psiquiatra Nise da Silveira. Ela foi uma mulher que contribui muito para que os pacientes com distúrbios mentais recebessem um tratamento adequado e humanizado

Na época em que a história aconteceu, os médicos usavam métodos desumanos, e que não eram eficazes, para tratar pacientes com esquizofrenia e outros problemas na mente. 

Então, Nise começa a trabalhar em um Hospital Psiquiátrico e lá ela inicia um trabalho na área da Terapia Ocupacional com os pacientes. Ela realizava atividades que estimulavam o movimento, a criatividade e o cuidado físico e mental. 

E, a partir dessas técnicas inovadoras, ela obteve resultados muito positivos, de modo que pacientes que eram considerados “casos perdidos” mostraram uma melhora muito grande. 

Esse filme mostra a importância de se receber um tratamento psicológico adequado, humanizado e científico. 

Como cuidar da saúde mental 

A partir desses filmes sobre saúde mental, você pôde perceber como ela é importante e como é necessário sempre receber tratamentos adequados e praticar bons hábitos, certo?

Então, agora confira algumas dicas de atitudes saudáveis para que você possa cuidar da sua saúde mental no dia a dia e de forma bem simples!

mulher se exercitando

Faça atividade física 

Fazer exercícios físicos beneficia, tanto sua saúde física, quanto mental. 

Isso porque, ao se exercitar, você evita uma série de problemas no corpo, como colesterol alto e doenças cardiovasculares. Além de produzir serotonina, endorfina e neurotransmissores que reduzem o estresse e a ansiedade, os exercícios geram a sensação de bem-estar e aumentam a autoestima.

Portanto, não perca tempo e inclua já o exercício físico na sua rotina.

Desenvolva autoconhecimento

Você já sentiu que a vida passa rápido demais e às vezes você não tem tempo nem de pensar sobre como você está se sentindo? 

Uma dica para sair desse ritmo automático é: tire um tempo para pensar em como você está se sentindo, reflita sobre sua vida e se você está satisfeito com o rumo dos acontecimentos. 

Foque nas suas emoções e seja sincero com você mesmo. Se conhecer e sair do automatismo é muito importante para sua saúde mental. 

Passe tempo com quem você ama

Sabia que socialização é uma forma de prevenir vários distúrbios mentais, como a depressão?

Mesmo que talvez você veja sua família, amigos, namorado, cônjuge todos os dias, é muito comum que seja tudo tão automático que você não sinta de verdade a presença dessas pessoas e não curta o momento como deveria.

Então, a partir de hoje reserve um momento exclusivo para passar um tempo de qualidade com essas pessoas queridas. Deixe o celular e as preocupações de lado e esteja 100% presente nesse momento precioso. 

Tenha atividades de prazer e maestria 

Fazer algo que você ama e se dedicar a essa ação faz com que você se sinta mais realizado e mais feliz consigo mesmo!

Se você já tem um passatempo, como a escrita, pintura, leitura, meditação e outros, invista mais nessa atividade e tire um tempo do seu dia só para isso. 

Mas, caso você não tenha, você pode pensar em coisas que você gostaria de fazer, mas ainda não teve coragem de começar! Pense que você pode descobrir um novo talento muito prazeroso para você!

Mas lembre, essa atividade deve ser algo que gere prazer e felicidade e não que gere mais cobranças na sua vida! Busque passatempos que deixem você feliz e realizado, aumentando, assim, seu bem-estar e melhorando sua saúde mental. 

sede eurekka

Faça terapia com a Eurekka 

Não adianta só assistir filmes sobre saúde mental, mas não tomar uma atitude sobre a sua própria saúde mental.

Se você tem sentido que algo não está bem na sua mente e quer descobrir o que tem gerado esses problemas, peça ajuda para um dos nossos psicólogos e receba o tratamento adequado para cuidar da sua saúde mental. 

É só clicar aqui para saber como funciona e marcar um horário! Priorize seu bem-estar e sua mente! 

Para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.