Felicidade: o que é, tipos e valores para a felicidade

Equipe Eurekka

Sempre que alguma coisa boa acontece na sua vida, você se sente feliz, animado, alegre… mas sabia que felicidade não é só isso?

É óbvio que você sabe dizer quando está sentindo felicidade, afinal, esse estado positivo faz a gente notar as mais diversas boas emoções que existem. No entanto, a maioria das pessoas não consegue definir a felicidade em palavras. Pelo menos não da forma correta.

A psicologia positiva surgiu para tentar explicar tudo que envolve a felicidade, desde como surge até como alcançar.

Neste texto, você vai descobrir coisas que você não sabia sobre a felicidade, e vamos ajudar a ter mais momentos de prazer na sua vida. Vamos nessa?

O que é a felicidade?

Se você fizer essa pergunta para 10 pessoas diferentes, é muito provável que cada uma delas diga uma coisa diferente, como “é estar com minha família”, “é ter muito dinheiro”, “curtir os bons momentos”, e por aí vai.

Por essa razão, a ciência decidiu definir a felicidade como “bem-estar subjetivo”. Faz sentido, né? Afinal, a felicidade depende de como as pessoas enxergam o mundo.

No entanto, a psicóloga Sonja Lyubomirsky, em seu livro “The How of Happiness”, descreve a felicidade como “uma experiência de alegria, contento e bem-estar positivo, aliado ao senso de que a vida é boa, tem uma razão e vale a pena.”

Sendo assim, pode-se dizer que a felicidade tem dois aspectos básicos:

  • Equilíbrio emocional: ter emoções, sentimentos, e estados, tanto bons como ruins. 
  • Satisfação com a vida: quão satisfeito você está nas várias áreas da sua vida: trabalho, amor, família, conquistas, amigos, entre outras coisas.

Contudo, é importante deixar claro que a felicidade não é um estado constante de muita alegria, porque é impossível ser feliz o tempo todo. Felicidade é a ideia de que você sente mais coisas positivas do que negativas.

Como saber se sinto felicidade?

Como você viu, a ideia de felicidade não é uma só. Porém, existem alguns fatores essenciais para medir e avaliar a felicidade.

E alguns desses fatores são: 

  • Sentir que está vivendo a vida que deseja
  • Se sentir bem com a vida
  • Sentir que você está atingindo (ou atingiu) suas metas.
  • Sentir que as suas condições de vida (saúde, dinheiro, segurança, etc.) são boas
  • Ter mais emoções positivas do que negativas

Se você se identifica com algum deles, parabéns, você sente felicidade! Mas isso não impede que você, vez ou outra, sinta raiva, tristeza, tédio, frustração, ou tenha outro sentimento.

Mesmo assim, pessoas que têm mais felicidade em suas vidas são mais capazes de ser otimistas, lidam mais fácil com os problemas e acreditam que o tempo ruim vai passar.

Existem outros sinais que também demonstram que você é uma pessoa feliz, como:

  • É humilde e paciente
  • Não se sente superior aos outros
  • Pratica a gratidão e compaixão
  • Não guarda mágoas
  • Não se incomoda com problemas pequenos
  • Fica feliz por outras pessoas
  • Não é grosso ou ignorante
  • Pratica o autocuidado

Todos esses sinais indicam que a felicidade está bem perto de você! Felicidade não tem nada a ver com aquelas férias nas Maldivas, ou com um novo iPhone. A verdadeira felicidade está nas pequenas coisas, como passar a tarde com os amigos, fazer carinho no seu gato, e meditar no pôr do sol, por exemplo.

mulher no campo de girassois

Tipos de felicidade

A psicologia, baseada nos estudos de Aristóteles, definiu dois tipos de felicidade: prazer (hedonia) e significado (eudaimonia)

A hedonia, ou prazer, tem a ver com o que nos faz sentir bem. Portanto, é o autocuidado, realizar desejos, as relações sexuais, o senso de satisfação, entre outras coisas.

Já a eudaimonia, ou significado, tem a ver com os valores e esferas da vida. Ou seja, sentir que a sua vida tem um significado, um sentido. Também diz respeito a responsabilidades, planos para o futuro e ideais, por exemplo.

Além disso, existem algumas outras formas de felicidade, como:

Alegria

A alegria é um sentimento que surge rápido e que você sente no momento em que algo bom acontece. Sabe quando você se perde no tempo e fica admirando algo que está acontecendo? Isso é alegria. 

Quando você faz coisas de que gosta, ou tenta praticar novas coisas, você também sente alegria.

Entusiasmo

O entusiasmo também é um sentimento rápido, apesar de durar um pouco mais que a alegria. Além disso, ele está muito ligado à motivação e pode te fazer ser mais produtivo quando começa algo novo, como um outro emprego, por exemplo.

Faça o teste: antes de uma viagem ou férias, tente focar nesse sentimento por um tempo, pois isso vai fazer o prazer dessa data futura durar por mais tempo do que o normal.

Gratidão

A gratidão é um tipo de felicidade que precisa de foco para se manter. Por isso, praticar o mindfulness é uma opção que ajuda a nutrir esse sentimento. Pessoas que sentem gratidão com frequência são mais felizes e saudáveis. 

É fácil cultivar essa felicidade: você pode ter um jornal de gratidão, praticar a meditação da bondade amorosa, ou dizer para seus amigos que você é grato por tê-los na sua vida. Faça isso com frequência, e assim, a felicidade estará batendo à sua porta.

mulher sentindo felicidade no trabalho

Orgulho

Antes de mais nada: nós não estamos falando de ser convencido, nem de tentar esconder seus sentimentos.

Mas estamos falando de outro tipo de orgulho, que vem de atingir metas, conquistar objetivos, e desenvolver suas habilidades. É uma gratidão voltada para si mesmo. 

Portanto, você pode ter orgulho da sua família, da sua vida, do seu emprego, ou da sua casa nova, que você comprou com os seus 15 anos de salário.

Para sentir esse tipo de felicidade, você pode colocar suas conquistas pessoais em um caderno. Não precisa ser algo muito difícil. Você pode sentir orgulho de coisas mais fáceis também, como “tenho uma rotina de sono melhor”, ou “comi filé de frango e salada ao invés de um hambúrguer”, por exemplo. 

Sentir orgulho desses micropassos e apreciar uma melhor versão de você é uma ótima forma de se sentir feliz e, sendo assim, é muito eficaz para combater a depressão!

Otimismo

O otimismo tem a ver com “enxergar o copo meio cheio”. É o foco nas possibilidades da vida, o orgulho das suas habilidades. Além disso, o otimismo está ligado com uma grande fé em si mesmo e na capacidade de fazer tudo que quiser dar certo.

Pessoas otimistas tendem a analisar momentos ruins, vendo onde erraram e como podem melhorar, evitando que aquilo aconteça de novo.

Contentamento

Estar contente significa estar feliz com o que se tem. Pessoas contentes reagem melhor aos problemas da vida e agradecem pelo que já conseguiram. Dessa forma, é um sentimento de aproveitar os ganhos que o trabalho duro deu a você.

Quais os seus valores para a felicidade?

Cada pessoa tem diferentes valores para os diversos aspectos da vida. Essa diferença afeta a maneira como cada um vive sua vida. 

De fato, quando você sabe quais aspectos da felicidade você mais considera, fica mais fácil priorizar as coisas que darão esse sentimento. 

O Berkeley Well-Being Institute fez uma pesquisa para entender melhor os valores de felicidade das pessoas. Em resumo, eles descobriram que a maior parte das pessoas pode ser classificada em 1 de 3 tipos:

Tipo 1: buscador de Energia

Os que buscam energia dão mais valor a emoções como paixão, entusiasmo, confiança, e também gostam de se sentir fortes, inspirados e triunfantes.

Além disso, esse grupo adquire felicidade planejando eventos futuros, tendo novas experiências e discutindo sobre temas de interesse.

mãe e filha conversando com felicidade

Tipo 2: buscador de Conexão

Quem busca conexão dá mais valor ao amor, paixão, apreciação, estar interessado em algo ou alguém, ou se sentir seguro.

Essas pessoas se sentem felizes conversando e escutando outras pessoas, abraçando, fazendo coisas boas para os outros e estando em relacionamentos

Tipo 3: buscador de Metas

As pessoas do tipo 3 valorizam ser produtivos, inspirados, satisfeitos com algo, se sentirem confiantes e orgulhosos.

Por isso, elas alcançam a felicidade cumprindo objetivos, definindo metas, fazendo tarefas, sendo organizados e proativos e celebrando as pequenas conquistas.

A pesquisa também definiu que uma parte menor das pessoas se identifica com mais de um tipo, podendo ter alguns traços de um tipo e outros de um segundo tipo.

sede da Eurekka

Seja mais feliz com a Eurekka

Depois desse texto, esperamos que você entenda melhor o que é felicidade e quais são as maneiras de ficar nesse estado tão bom.

A felicidade não é uma coisa difícil de ter, você só precisa saber em que direção ir e, a partir disso, correr atrás.

Mas, às vezes, isso não depende só de você. Você pode sentir que está se sentindo muito deprimido, ou que precisa de ajuda para sentir, realmente, felicidade verdadeira.

E a Eurekka consegue ajudar, porque somos a maior clínica de saúde mental online do Brasil e nossos psicoterapeutas são especialistas em ajudar pessoas como você a se tornarem mais saudáveis. 

Agende a sua primeira sessão agora! Clique aqui e trace os primeiros objetivos da vida que você sempre sonhou.

Nos siga nas redes sociais, tem muita coisa legal lá: Instagram, Youtube e Facebook.

Por fim, deixe o seu comentário, ajuda muito!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.5

Equipe Eurekka

3 replies on “Felicidade: o que é, tipos e valores para a felicidade”

Adorei a matéria! Texto muito explicativo, claro e objetivo. Obrigada 🙂

Oi Patrícia! Muito obrigado, ficamos felizes que tenha gostado do texto 😀

– Pedro, da Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.