Teste de depressão feito por psicólogos: descubra se você está depressivo

Júlio Frota

Você já se perguntou se a tristeza ou o desânimo que você sente podem ser uma depressão? É muito comum achar que a tristeza e o desânimo não são nada demais, que são outras doenças ou sentimentos passageiros. 

Mas o perigo disso é grande: pode ser que você esteja desenvolvendo um transtorno depressivo! Por isso, hoje você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre o assunto e vai ter acesso a um teste de depressão feito por psicólogos.

O que é depressão?

A depressão é uma doença que se caracteriza por desânimo e pela perda de interesse em atividades do dia a dia, que normalmente eram prazerosas para você. Assim, há uma espécie de redução da sua vitalidade.

No dia a dia, a gente fala sobre estar deprimido ou não de maneira super espontânea e despretensiosa. E isso não quer dizer que você não deva estar atento a se você está triste há vários dias ou a se, a longo prazo, você perdeu um pouco de interesse nas atividades que antes gostava.

Agora, para saber se você está mesmo desenvolvendo uma depressão, você precisará ser avaliado por um profissional da saúde — um psicólogo ou um médico. Os testes para depressão que você encontra na internet não podem e não devem te dar um diagnóstico absoluto de depressão.

O teste que eu quero apresentar para você pode, sim, ajudar a identificar as chances de você estar ou não com uma depressão. Como dito, esse teste serve para que você veja se há necessidade de ir ao psiquiatra ou psicólogo investigar mais.

Como saber se eu estou com depressão?

mulher com depressão

A verdade é que a gente utiliza um Manual de Diagnósticos Internacional, chamado DSM-5, para poder avaliar se os seus sintomas são só algo que é corriqueiro, de uma fase ruim, ou se eles realmente podem ser chamados de depressão.

Para que o diagnóstico da depressão possa ser feito, a gente vai observar o que aconteceu nas suas últimas duas semanas. Porque a ideia não é pegar as suas flutuações de humor recentes, como em um dia que você estava muito triste. Mas, efetivamente, ver se existe um padrão!

Pensando nessas últimas duas semanas, serão feitas perguntas para você relativas a nove principais sintomas. Esses perguntas têm a ver com a sua saúde física, o seu sono, apetite, pensamentos, entre outros. Ou seja, se você está tendo muitos pensamentos ao mesmo tempo, se está ruim de se concentrar ou se você tem pensamentos suicidas.

Também, várias delas serão relativas a como você está se sentindo; se está perdendo a vontade de se engajar em atividades do seu dia a dia, se tem sentimentos de culpa o tempo inteiro etc.

Nos dois testes, você vai poder avaliar tudo isso e ter uma ideia mais próxima!

Contudo, repito: você precisa de um profissional da saúde para ter certeza se isso que você tem é, ou não, uma depressão. O teste te ajuda a aumentar a sua percepção de “probabilidade de uma depressão” e a se conscientizar de que talvez esteja na hora de marcar uma hora com o psicólogo.

Durante o tratamento é importante que você esteja consciente de que o progresso, por mais que pareça bom e rápido de início, pode travar – ou até mesmo regredir. E isso é normal, afinal, para chegar ao topo da montanha, também existem declives.

Causas da depressão

A próxima pergunta que sempre vem junto é: quais são as causas da depressão? O que faz com que eu me torne deprimido? A depressão é um conjunto de fatores:

1. Predisposição genética

O primeiro deles é a presença de predisposição genética. Ou seja, algo genético, que fala do quão o seu organismo está suscetível a entrar numa depressão. Quanto a isso, não tem muito o que a gente possa fazer, é um traço do seu corpo.

Alguns de nós vão ser mais suscetíveis e vão ter depressão de um jeito mais forte, e outros não vão ser nada suscetíveis — e talvez nunca desenvolvam uma depressão.

2. Estilo de vida

A segunda principal razão para alguém desenvolver uma depressão está ligada ao estilo de vida. Por exemplo, se você tem um estilo de vida que tem seu sono regrado, meditação como uma prática frequente, exercício físico, bastante contato social, alimentação controlada e nenhum abuso de álcool e drogas, você já tem um estilo de vida protetivo.

Inclusive, corrigir o seu estilo de vida vai ser parte do tratamento, se você tiver depressão,

3. Evento marcante ou desgaste diário

O terceiro fator da depressão, que costuma ser o que a gente enxerga como causa, muitas vezes, é um evento marcante na sua vida. Esse evento é algo traumático: pode ser a perda de um emprego, o fim de um relacionamento importante, um assalto ou um trauma muito forte. Dessa forma, de repente, você tem que encarar tudo isso de uma vez e acaba desmoronando.

Mas também, muitas vezes, o estresse acumulado e pequenos desgastes diários vão desanimando você e tornando a sua vida cada vez mais difícil de encarar. Até que, enfim, chega no seu limite de corrosão e você entra em depressão.

Teste de Depressão confiável para identificar a doença

Os dois testes de depressão estão liberados na plataforma da Eurekka e você pode acessar clicando aqui! Esse testes foram construídos por psicólogos e psiquiatras. Eles ajudam você a ter uma boa ideia se você pode ou não estar com depressão.

Vale lembrar, novamente, que é importante um profissional avaliar o seu caso, porque você pode pontuar muito alto nesse teste e na verdade ter um transtorno diferente, mas com sintomas similares. Afinal, o teste de depressão ajuda a dar uma luz, mas não é equivalente ao diagnóstico de um profissional, certo?

teste de ansiedade

Teste DASS-21 e PHQ de depressão

Um dos testes que você tem à sua disposição é um teste de depressão, ansiedade e estresse chamado DASS-21, que vai ajudar você a avaliar não só a depressão, mas também a ansiedade e o estresse.

Já o outro teste de depressão se chama PHQ-9 (clique no nome para acessar) e vai ajudar você, com nove questões ligadas aos grandes sintomas da depressão, a avaliar se está com depressão.

Eu sugiro que você faça os dois e leia o conteúdo disponível sobre os graus possíveis de depressão e o que você pode fazer a respeito disso. Ou seja, se você deve procurar um profissional ou não!

Você também pode saber mais sobre a terapia da Eurekka e dar início ao seu tratamento de depressão. E para acessar mais conteúdos gratuitos como esse sobre psicologia e saúde emocional, clique na rede social que preferir: Instagram, Facebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 3.22

Júlio Frota

Julio é formado em psicologia e em direito pela UFRGS, e doutor em psicologia pela mesma instituição. É fascinado pelo estudo do comportamento humano através da ciência. Não só pela saúde, mas também por assuntos como criatividade, produtividade e felicidade. É co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer milhares de sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos.

12 replies on “Teste de depressão feito por psicólogos: descubra se você está depressivo”

não tenho coragem de flr pra minha mãe,pois ela já tem muita coisa com que se preocupar. alguém me dar um conselho do que posso fazer?

Olá, Luana! Lembre-se que apenas um médico capacitado pode dar o diagnóstico final de depressão ou outras doenças, portanto, visite um psiquiatra.

O próximo passo ─ e um dos mais importantes ─ é falar com seus pais ou pessoas próximas sobre isso. Demonstrar que precisa de ajuda e quer descobrir se tem a doença é muito importante e não é fraqueza, isso requer muita coragem! Por isso, converse com alguém e veja se na sua cidade existem psicólogos que atendam crianças, e se não tiver uma boa condição, procure um que atenda por preços sociais.

Esperamos que você consiga melhorar dessa situação, vai ficar tudo bem :)! Obrigado por ler o texto!

– Pedro, da Equipe Eurekka

Eu me sinto inutíl vontade de chorar todos os dias as vezes penso em fugir de casa sempre fico nervosa e quando quero chorar eu me tranco no banheiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.