Como desconectar do trabalho? Psicólogo traz 4 técnicas

Henrique Souza

Já percebeu que é difícil se desconectar do trabalho mesmo quando você não está trabalhando? Fica o tempo todo checando os e-mails ou as mensagens no grupo da empresa? Nós vamos conversar hoje sobre como desconectar do trabalho no fim de semana e no tempo livre e conseguir descansar de verdade. 

não sei como desconectar do trabalho

Veja os dois lados

O maior problema é que muita gente não entende que descansar é diferente de não fazer nada. Ou seja, você pode descansar fazendo algo que desconecte você do trabalho. Por exemplo, cozinhar, arrumar o jardim, pedalar, ler, assistir a um filme.

É normal que se olhe apenas o lado do colaborador, que parece ser explorado, sugado e cobrado pelo chefe e, por causa dessa situação, não consegue se desligar do trabalho, pensa no que tem pra fazer o tempo inteiro.

No entanto, na Eurekka, atendemos colaboradores e líderes, e a reclamação é mesma do lado dos gestores. Estão exaustos, levam trabalho pra casa e não se desligam da empresa no tempo livre. 

Portanto, a questão não é o cargo que se ocupa, mas as atitudes que temos diante do que temos para fazer no emprego. Por isso, é necessário aprender como mudar hábitos que prejudicam a nossa saúde mental no trabalho. Assim, é mais fácil saber como desconectar do trabalho.

O líder precisa se importar com o colaborador

Então, a gente sabe que, quando o líder olha para o seu colaborador, nem sempre o olhar dele é um olhar de “como é que eu vou explorar essa pessoa?”. É um olhar diferente, um olhar de “como que eu sei que essa pessoa realmente se importa com a minha empresa?” 

Por outro lado, como fazer para cuidar dessa pessoa para que ela não exploda com uma síndrome de burnout e não dê um problema de produtividade ainda maior? Afinal, é claro que o líder se importa, mesmo que ele não seja a pessoa mais empática do mundo. Ele sabe que um funcionário com a saúde mental abalada não é bom pra empresa.

Quando isso tudo não está claro para as partes, é preciso parar e procurar ajuda. O psicólogo pode ajudar colaboradores e gestores a entenderem melhor o mundo do trabalho, mostrando para a liderança como conduzir a produtividade dos seus funcionários e os trabalhadores, por sua vez, devem se livrar da culpa de não pensar no trabalho no final de semana.

Como desconectar do trabalho?

Quando você está cansado, e se sente sobrecarregado mesmo na folga ou no tempo livre, a solução é a seguinte: entender que descansar é diferente e não fazer nada. Então, assistir à TV sem nenhum propósito e ficar rolando a tela do celular não é descansar.

Existe uma diferença entre descanso ativo e descanso passivo. No descanso passivo, você está com o corpo largado, mas seu cérebro está ativo, mesmo que você não esteja focando em nada em específico. 

É isso que acontece quando você fica nas redes sociais bisbilhotando fotos e recebendo anúncios aleatórios. Você acha que está descansando, mas, na verdade, está sendo superestimulado. Já o descanso ativo permite que você relaxe, desligue as preocupações e foque em atividades de baixa intensidade.

Não adianta só descansar; importa também o jeito como você descansa. O que eu estou dizendo é que a gente precisa ter mais descanso ativo e menos descanso passivo. Vou contar para você um experimento que mostra bem a diferença entre esses dois tipos de descanso. 

eurekka saúde mental para empresas

Estudo sobre produtividade

Existe um estudo famoso feito por alguns psicólogos sobre métodos eficazes de estudo. O cenário era o seguinte: dois grupos de estudantes estudando por uma hora seguida. 

Depois dessa uma hora, eles colocaram o grupo 1 para passear num parque sozinhos, sem conversar uns com os outros. Passados cinco ou dez minutos, eles voltavam aos estudos.

Já no grupo 2, nesses 10 minutos de descanso, em vez de passear no parque, eles podiam fazer o que quisessem. E é claro que a maioria deles fazia o quê? O que todo mundo faz: pegava o celular e ficava vendo as redes sociais.

O estudo mostrou que os estudantes que caminharam no parque durante esses 10 minutos em vez de mexer no celular tiveram uma performance muito melhor na próxima sessão de estudo. Aumentaram a capacidade de concentração e de lembrar o conteúdo.

A diferença entre esses grupos é que o grupo 1 fez descanso ativo, enquanto o grupo 2 fez um descanso passivo. Ou seja: o jeito como você descansa importa. Então, opte por descanso ativo durante os dias de trabalho.

Como desconectar do trabalho no final de semana?  

O celular pode ser o grande vilão do seu final de semana e atrapalhar muito o seu descanso. Afinal, o celular tira o sono, mas não é só isso que ele pode fazer de ruim para você.

Se o celular está parado no canto, ninguém está podendo te vender nada. Você não está usando nenhum aplicativo e, assim, não está entregando seus dados de uso para alguém melhorar o produto. Você não está sendo útil para o celular. 

O que o celular faz, então, é disparar notificações, porque são elas que fazem com que você abra o celular. E, abrindo o celular, você está mais vulnerável, pois aí o aplicativo pode apitar, te notificar, fazer barulho. Então, a gente tem que desligar as notificações. 

No entanto, a maioria de nós tem uma relação complicada com o e-mail ou whatsapp. Afinal, o trabalho chega por meio desses veículos. Você acorda e vê que chegou um monte de notificações e resolve dar uma olhada. Pronto! Por causa dessa demanda, é normal que algumas pessoas queiram trabalhar no final de semana para adiantar algumas tarefas.

Então, vamos ver agora 4 dicas para ficar mais focado no seu descanso ativo e não se impressionar com as notificações do trabalho:

como desconectar do trabalho

1. Desligue as notificações

Desligue as notificações do e-mail, do Whatsapp ou do aplicativo que você usa para trabalhar. Assim, você nem vai saber se ele está zerado ou não. Ou, ainda, esconda o ícone do seu celular quando você estiver no fim de semana. Se você quiser, em algum momento do dia, entrar lá e zerar o e-mail, perfeito. Faça isso. Mas não dê essa oportunidade para que o celular faça isso por você. 

2. Permita-se desconectar

Muitas vezes, você está querendo tanto “mostrar serviço” que se permite falar sobre trabalho fora do horário de trabalho. Isso é muito nocivo, piora o estresse no trabalho e depende apenas da sua mudança de atitude. Por isso, corte esse hábito.

Aceite a demora para responder os outros e aceite a demora do outro para te responder. Para deixar mais claro para os outros a sua atitude, você pode mudar o seu status do WhatsApp ou do aplicativo que vocês usam no trabalho para “respondo em 24 horas; se for urgente, ligue”. 

3. Planeje atividades sem tela

Planeje 4 atividades sem tela amanhã. Assim, você bota em prática o descanso ativo, sem usar o celular como descanso. Coloque na sua lista de tarefas qualquer coisa do gênero, algo que você queira fazer e não envolva telas. Esse já é um primeiro passo para o descanso ativo.

4. Faça escrita terapêutica

Por fim, faça 25 minutos de escrita terapêutica sobre o trabalho. Isso é ótimo se você tem questões com o trabalho que vão além de não conseguir descansar. Então, você precisa ter essa conversa, mesmo que seja uma conversa com você mesmo. Afinal, este é um ótimo jeito de organizar sua cabeça, organizar suas ideias.

Então, coloque um alarme para tocar 25 minutos depois e escreva sobre o que você está sentindo. Se você se sente estressado, sobrecarregado, se você quer xingar o seu chefe, não importa. Ninguém precisa ler isso além de você. 

Só se certifique de fazer isso em um espaço que seus colegas de trabalho não terão acesso acidentalmente. Muitas pessoas fazem a escrita terapêutica em casa e, depois, rasgam o papel e jogam fora. É uma ótima opção!

Como você desconecta do trabalho? Conte aqui nos comentários!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.86

Henrique Souza

Henrique é psicólogo pela UFRGS, atuando na clínica com a Abordagem Analítico-Comportamental, apaixonado por criatividade e comunicação e co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer mais de 3000 sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos

Leave a Reply

Your email address will not be published.