Liderança: 12 dicas para se tornar um líder de sucesso

Eurekka Psicólogos

Embora muito se ouça sobre liderança hoje em dia, a maior parte das pessoas não sabe o que é “liderança”, e muito menos sabe como aplicá-la. Por isso, nada mais comum no mundo corporativo do que achar colaboradores sendo gerenciados por um “líder” que não tem liderança nenhuma. 

Se você perguntar aos seus pais ou avós qual o conceito de liderança para eles, você deve se deparar com uma definição bem conservadora. Até pouco tempo atrás, o “líder” era aquele superior de fala firme e impositiva. 

Mas a verdade é que o conceito de liderança acompanha o desenvolvimento da sociedade. E como, cada vez mais, buscamos ser conscientes com nossas ações, o conceito de “líder” também vem evoluindo.

Então, se você quer entender mais sobre o conceito de “liderança” no mundo atual e ainda receber dicas de como ser um bom líder, continue lendo este post.

liderança

O que é liderança?

Na teoria, liderança é a capacidade de guiar um grupo de pessoas, fazendo com que elas trabalhem em equipe na direção de um interesse mútuo. Mas, na prática, liderança vai muito além disso.

Um líder consegue motivar e influenciar aqueles que ele lidera. Assim, garante que seus liderados contribuam de forma voluntária e com entusiasmo para cumprir as metas da equipe e da organização.

Nesse processo de motivar seus liderados, o verdadeiro líder também garante explorar os pontos mais fortes de cada membro da equipe. Ele pode, então, promover a sinergia, para que o trabalho de um complete o do outro.

Mas, além dessas qualidades técnicas, um líder também precisa saber fazer uma boa gestão de sua emoções. Dessa forma, ele pode desenvolver os membros de sua equipe, atendendo suas expectativas pessoais e também as da empresa. 

Todas essas práticas de um “líder” podem ser desenvolvidas ao longo do tempo. Portanto, se você não se sente um líder hoje, não quer dizer que você não seja capaz de se tornar um. Só não desenvolveu as habilidades necessárias ainda.

A liderança aparece de formas diversas, em pessoas com personalidades variadas. E é por isso que não temos um perfil único de liderança, com características que ou você tem, ou não tem. 

Podemos dividir liderança em inúmeros perfis diferentes, de acordo com as personalidades que líderes podem ter. Abaixo vamos listar quais são esse perfis. Portanto, fique de olho para identificar o seu!

Quais são os tipo de liderança?

Durante a Segunda Guerra Mundial, um psicólogo alemão chamado Kurt Lewin desenvolveu uma teoria que mudaria para sempre o conceito de “liderança”, a Teoria dos Estilos de Liderança. Ele apresentou a teoria por volta de 1935, e ela aponta 3 principais estilos de liderança. O Líder Autocrático, o Líder Democrático e o Líder Liberal (ou Laissez-Faire).

Abaixo, listamos os principais tipos de liderança nos dias de hoje:

Liderança autocrática

O líder autocrático é um líder que ama intervir. Ele tem como característica ser bom em dar ordens, mas acha difícil ouvir os membros de seu grupo. Costuma ser um líder muito controlador. Isso dá muito certo em grupos capacitados e motivados, mas que costumam ter dúvidas sobre a aplicabilidade de suas tarefas.

É perigoso que, por sua tendência ao controle, esse líder desmotive grupos muito preparados e confiantes. Isso ocorre pois sua liderança envolve pouca ou nenhuma participação dos funcionários nas decisões, sendo ele quem define os objetivos de seus liderados e os métodos de trabalho.

O líder autocrático se sente superior em relação às pessoas que lidera, um traço muito perigoso para a saúde mental no trabalho.

Apesar desse tipo de liderança garantir tomadas de decisões mais rápidas e processos de trabalho mais simples, suas desvantagens são maiores. Quando vira uma prática constante da gestão, as decisões da empresa podem se tornar arbitrárias.

banner produtividade

Liderança democrática

O líder democrático prioriza a participação e o bem-estar coletivo. Essa pessoa busca melhorar o desenvolvimento de seus liderados e a qualidade de vida no trabalho. A comunicação com esse tipo de líder é fácil, já que ele busca ser um membro regular do grupo, com um canal aberto para diálogo.

Ele também é aberto às ideias, oferece feedbacks e busca a opinião da equipe. Dessa forma, envolve o grupo desde a etapa de planejar as metas até a conquista dos resultados.

Enquanto o líder autocrático adora delegar funções, a gestão democrática inclui os liderados nas decisões. Além disso, incentiva sua participação ativa na busca por soluções e na divisão de tarefas e impulsiona a busca por resultados individuais e por aprender.

É um bom líder para grupos preparados, mas com pouca motivação. Ouvir o grupo pode remediar a falta de motivação, o que aumenta o interesse dos envolvidos, tanto pelo trabalho como pelos objetivos. 

Apesar das vantagens, uma liderança democrática precisa cuidar do equilíbrio. Os colaboradores não podem confundir a autonomia de tomar decisões e compartilhar ideias com falta de controle. Também é vital muita maturidade dos liderados para que consigam tirar proveito da experiência em grupo.

liderança liberal e equipe feliz

Liderança Liberal

A ideia central desse tipo de liderança é garantir liberdade para a equipe. O líder liberal não participa das tomadas de decisões, deixando seus liderados livres para escolherem as soluções para os problemas da empresa.

Ele atua dessa forma baseado em sua confiança na competência de seus liderados. Essa confiança se põe no lugar da supervisão direta, sendo a figura do líder quase nula.

Você pode pensar que toda essa liberdade é muito boa. Mas a verdade é que ela pode implicar em sobrecarga para os membros da equipe, que ficam sem orientação nem feedback. Portanto, ficam sem saber se a qualidade de seus serviços está sendo reconhecida. Esse fator pode prejudicar o desempenho dos membro e também limitar seu crescimento profissional.

Se você é este tipo de líder, lembre-se de ficar atento ao andamentos das atividades de sua equipe. Assim, você garante que sua gestão funcione.

Liderança carismática

A liderança carismática tem “uma influência que se baseia no carisma pessoal do líder em um ambiente igualitário. Portanto, alguém com carisma tende a ser mais capaz de influenciar os outros do que alguém sem esse traço”, de acordo com os autores Ricky W. Griffin e Gregory Moorhead. Eles trazem, ainda, três qualidades vitais do líder carismático: a previsão, a energização e a capacitação. 

Estes líderes podem construir uma grande força em qualquer ambiente organizacional. Afinal, eles têm a habilidade de comunicar novas visões de uma organização. Eles também podem ser chamados de líderes “transformacionais”, pois despertam em seus liderados a importância do trabalho e dos objetivos do grupo. Dessa forma, fazem com que as pessoas ultrapassem seus interesses pessoais. 

Também convencem seus seguidores da importância da visão do líder, e dos perigos de não acatar esta visão, aumentando as apostas no desempenho da equipe.

Embora o carisma seja algo difícil de identificar em termos operacionais, pesquisas do carisma revelaram que ele está ligado com a eficácia do líder.

Liderança situacional

Esse tipo de líder sabe avaliar a maturidade profissional da sua equipe. Além disso, sabe se adequar a diferentes cenários, o que mostra uma liderança muito adaptativa.

Seus traços principais são: rapidez, agilidade, estratégia, inteligência e assertividade. Assim, esse líder consegue direcionar suas ações de acordo com o que a equipe e a empresa precisam.

O líder situacional precisa saber identificar o nível profissional, comportamental e emocional dos seus liderados. Assim, vai saber atribuir as tarefas do jeito certo, avaliando os diversos contextos de cada atividade. Para que esse tipo de liderança dê certo, depende-se tanto da capacitação quanto da motivação do liderado. 

banner felicidade no trabalho eurekka

Por que uma boa liderança é importante?

Saber liderar é um das qualidades mais respeitadas no mercado de trabalho. Quem exerce esse papel ajuda a maximizar a eficiência e a alcançar os objetivos organizacionais. O líder também garante um ambiente de qualidade para os colaboradores.

Ser um bom líder envolver transmitir os valores e a missão da empresa aos membros da equipe. Além disso, é sobre garantir que eles saibam que são vitais como indivíduos para a organização.

Uma equipe que responde para um bom líder tem melhores resultados, tanto em relação à produtividade, quanto em relação à satisfação dos membros. 

Alguns dos diferenciais presentes em uma equipe que tem um bom líder são: 

  • pessoas motivadas a produzirem mais e melhor
  • relações interpessoais com mais diálogo e cumplicidade
  • colaboradores estimulados a desenvolverem sua habilidades
  • autoridade conquistada e não imposta
  • manejo assertivo de conflitos e do estresse

12 dicas para ser um bom líder

Agora você já sabe da importância de desenvolver uma boa liderança, e sabe que a liderança não é uma qualidade inata, mas sim uma habilidade que pode (e deve) ser desenvolvida. Então, aqui vão 12 dicas para você começar a despertar o líder que está aí dentro:

Saiba criar boa metas

As metas apontam o caminho e as diretrizes a serem seguidos pela empresa. Isso deixa o trabalho dos colaboradores mais fácil e direcionado. A liderança é um peça chave tanto no processo de desenvolver boas metas, que levem em contata os interesses da empresa e dos colaboradores, quanto na instrução para colocar as metas criadas em prática.

bom ouvinte

Seja um bom ouvinte

A habilidade de ouvir é mais importante que o talento de líder. Essa habilidade inclui a capacidade de evitar fazer pré-julgamentos e ter disposição para abrir a mente a novos pensamentos e ideias, ouvir com atenção. Além disso, saber ouvir ajuda a gerar uma relação de confiança entre os líderes e seus liderados, e garante que os membros da equipe tenham suas opiniões respeitadas.

Saiba se relacionar

O autor do best-seller “O Monge e o Executivo”, James Hunter, define liderança como “a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem visando atingir os objetivos identificados como sendo para o bem comum”. E, para que um líder consiga atingir estes objetivos, é necessário que ele seja capaz de relacionamento e de comunicação.

Encoraje os outros

Um bom líder age na motivação dos seus liderados. É vital que o líder saiba manter sua equipe engajada e encorajada a resolver os problemas e bater as metas, tanto as metas pessoais quando as da empresa. Para encorajar sua equipe, você precisa demonstrar que tem confiança na capacidade dos membros, e se disponibilizar a ajudar caso haja dificuldades.

Compartilhe conhecimento 

Uma dos principais traços de um líder é saber como desenvolver os membros de sua equipe da melhor maneira possível; é investir tempo e conhecimento nestes membros. Portanto, não deixe de dividir com sua equipe tudo que você aprendeu até hoje; desenvolva seus membros para que tenha uma equipe mais produtiva e feliz.

Esteja sempre atualizado

É vital que o líder se mantenha atualizado, mesmo depois de terminar os principais cursos que pretendia fazer. Mesmo que todos os membros da equipe sejam bem capacitados para exercer as tarefas, é bom que o líder se instrua e entenda as etapas a serem feitas.

Essa dica se encaixa bem na área da tecnologia. Você precisa saber quais as plataformas e softwares que são novos e melhores no mercado. Por isso, é preciso estar sempre atualizado quanto às tecnologias informáticas, como também a de maquinários que envolvem o processo.

Tenha motivação e saiba motivar

Um líder é responsável por motivar seu grupo e indicar as direções a serem seguidas. Assim como metodologias a serem adotadas e mudanças a serem feitas.

Por isso, é vital que o líder exerça um papel de exemplo aos seus liderados e os influencie de forma positiva.

Não tente se impor pelo poder

Liderar através do poder que seu cargo oferece não é ser um bom líder. Esse tipo de lidar, autoritário e impositivo, desmotiva a sua equipe e, assim, extingue o potencial de inovação da mesma.

Conheça sua equipe

Para ser um bom líder, é preciso conhecer a fundo quem você está liderando. Por isso, busque conhecer as pessoas da sua equipe e entender quais são seus valores e necessidades. Dessa forma, você melhora sua relação e aprende o que motiva seus liderados e como extrair o melhor do potencial individual deles.

Admita os próprios erros

Nada pior do que responder a alguém que não aceita estar errado. Esse tipo de relação leva os membros da equipe a se sentirem desvalorizados.

Se você cometer um erro, você deve admiti-lo e corrigi-lo. Afinal, um bom líder não foge de suas responsabilidades e precisa ser humilde para reconhecer as próprias falhas.

Não faça críticas públicas

Você não deve passar feedbacks negativos em público. Caso precise repreender um colaborador, converse direto com ele e faça as cobranças e avaliações necessárias em particular.

Dê bons feedbacks

Por fim, o feedback tem um papel vital na garantia da saúde da equipe. Ele mantém uma boa gestão de pessoas por ser um ferramenta para correção de falhas e para elogiar acertos.

Sempre dê seus feedbacks de forma individual e leve em consideração dados concretos que provem o que você está avaliando.

Materiais gratuitos

sede porto alegre

O acompanhamento psicológico pode te ajudar a trilhar o melhor caminho para sua carreira. Assim, você vai desenvolver as habilidades que precisa para que você chegue onde deseja!

A Eurekka tem psicólogos escolhidos a dedo para te ajudar a melhorar sua qualidade de vida. Clique aqui para marcar uma consulta.

Além disso, contamos com médicos de diversas especialidades, inclusive psiquiatras. Para saber mais é só clicar aqui.

Por fim, somos uma clinica de psicologia e estamos sempre postando novos conteúdos em nossas redes sociais. Clique nos links para saber mais: InstagramFacebook e Youtube. Se você preferir também temos um Aplicativo.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Eurekka Psicólogos

A Eurekka é uma Clínica de Psicologia especializada em terapia online que atende pacientes de todo o mundo. Os Psicólogos da equipe são treinados para aplicar a Terapia Cognitivo Comportamental de última geração nos mais diversos problemas: ansiedade, depressão, traumas, fobias, autoestima, disciplina, relacionamentos e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.