Teste de relacionamento abusivo: descubra se seu parceiro é tóxico!

Eurekka Psicólogos

Relacionamentos tóxicos e abusivos muitas vezes se desenrolam sem que a vítima perceba o seu sofrimento ou o que está acontecendo. Para isso, criamos um teste de relacionamento abusivo que ajuda a avaliar a qualidade de uma relação.

Afinal, muita gente sofre em relações, seja por meio de abusos físicos, psicológicos, sexuais, patrimoniais ou morais. E identificar isso pode ser muito difícil e doloroso.

Por isso, no texto de hoje, vamos falar tudo que você precisa saber sobre esse tipo de relação: como saber se você está em um, quais são os principais aspectos e como um parceiro tóxico se comporta, no geral.

Por isso, continue lendo para descobrir tudo isso e fazer o teste no final!

O que é um relacionamento abusivo?

No geral, em um relacionamento abusivo, o modo de agir de um dos parceiros da relação é excessivo, danoso e violento. No entanto, não estamos falando apenas de violência física, afinal, também pode ocorrer abuso psicológico, sexual, patrimonial ou abuso moral.

Saiba quais são os tipos de abuso.

Nos casos em que não há violência física, as questões abusivas são menos visíveis e óbvios. Por isso, é muito comum as pessoas ficarem em dúvida se o que estão vivendo é abusivo ou não.

esposa precisa de teste de relacionamento abusivo

Como saber se estou em um relacionamento abusivo

Se você está suspeitando que possa estar em um relacionamento abusivo, é crucial começar a notar os sinais da relação. Muitas vezes pode ser difícil fazer isso, afinal, é comum que o abusador tenha atitudes graves e afirme que isso é para o seu bem ou para o bem da relação.

Por isso, no momento em que for analisar a situação em que está vivendo, tente ver os fatos em si. Assim, não considere as justificativas que ele ou ela dá para tais ações, afinal, isso também é uma característica do abusador.

Para te ajudar, temos uma lista com algumas características e ações que quase todo o abusador tem em uma relação abusiva. Você pode começar a refletir a partir desses pontos, e se for te ajudar, pode chamar alguém de confiança para avaliar junto com você e te dar suporte nessa fase difícil.

Características do parceiro abusivo

Como já dissemos, esses são alguns comportamentos gerais encontrados em quase todas as relações abusivas. Então, se independente do gênero, a pessoa que está com você faz essas coisas, fique atento:

  • Coloca você para baixo e faz você se sentir mal;
  • Agride você fisicamente ou com palavras;
  • Diz coisas maldosas para você em casa ou na frente de qualquer pessoa;
  • Xinga você nas redes sociais;
  • Monitora suas redes sociais e pega seu celular com frequência;
  • Quebra suas coisas;
  • Proíbe você de ver seus familiares ou amigos e atitudes como essas.

Você vai ver em nosso teste de relacionamento abusivo mais adiante que para ser tóxica, a pessoa não precisa gabaritar todas essas ações. Apenas uma basta para surgir as suspeitas e avaliar o parceiro com quem você está compartilhando a vida nesse momento.

Características de um relacionamento abusivo

Assim como o abusador tem algumas ações tóxicas dentro do relacionamento, também é comum que a interação entre os dois seja bastante conturbada nos seguintes sentidos:

  • Um dos parceiros, ou os dois, sentem medo do outro com frequência;
  • Há hierarquias ou desigualdade de direitos: uma pessoa pode tudo, mas a outra tem que obedecer uma série de regras limitantes;
  • É comum monitorar e controlar, há invasão de privacidade, uma pessoa quer saber tudo da outra a todo momento, e a outra pessoa se sente sufocada e presa;
  • Acontece agressão física, psicológica (dizer coisas como “você nunca vai achar outra pessoa, então precisa ficar comigo” ou “só eu aguento você”), sexual (pressão para fazer atos sexuais que a outra pessoa não deseja), patrimonial (quebrar as coisas do outro, como o celular; riscar o carro; jogar roupas fora) ou moral (diminuir a pessoa perto de amigos, espalhar mentiras ou segredos íntimos);
  • Um parceiro parece ficar feliz em ver o outro mal; desestimula que o parceiro busque ajuda ou apoio social.

Teste relacionamento abusivo para identificar se a sua relação é tóxica

Se você chegou até aqui, já deve ter entendido quais são os sinais de uma relação tóxica e se isso está ocorrendo com você agora. Mas, se ainda há dúvidas sobre a sua interação com o seu parceiro, nós vamos te ajudar.

Com o teste de relacionamento abusivo que nossos psicólogos fizeram você vai conseguir identificar mais fácil as ações tóxicas que o seu parceiro pode estar tento com você.

Por isso, responda o teste com sinceridade, e não sinta medo de admitir que algo está errado. Aqui, você está em um ambiente seguro e livre de julgamentos, está bem? Dito isso, vamos começar:

Fiz o teste de relacionamento abusivo e descobri que minha relação é tóxica. E agora?

Sentimos muito que você tenta identificado que isso está acontecendo com você. A dor e o desconforto que está sentindo devem ser muito assustadores nesse momento. Mas saiba que é possível se livrar de tudo isso e voltar a ter uma vida saudável e feliz, tá bem?

A primeira coisa que você precisa fazer nesse momento é terminar seu relacionamento. Só acabando com o mau pela raiz é que você vai conseguir recomeçar. E não se engane caso o abusador diga que vai mudar: essa é uma promessa comum que eles fazem para tentar manter o controle sobre você, mas a tendência é que tudo fique bem pior no decorrer do tempo.

Se você está com medo de fazer isso, pode chamar alguém de confiança para estar ao seu lado e te apoiar. E, caso você sinta que possa ser agredido(a) de alguma forma, não hesite em se proteger. Denuncie às autoridades competentes para que eles possam te ajudar com tudo o que for preciso.

Além disso, depois que conseguir dar um ponto final nessa situação, saiba que ainda terão algumas feridas emocionais dentro de você, e que por mais que elas doam agora, é possível curar. Então, busque apoio de pessoas que te amam e faça terapia para se reencontrar consigo mesmo(a).

Você pode, inclusive, contar com a nossa ajuda para isso. É só clicar aqui que estaremos a disposição para te ajudar e amparar com tudo o que precisar durante esse processo.

conheço alguém em um relacionamento abusivo

Como ajudar alguém que está em um relacionamento abusivo?

Alguém já relatou para você algumas ações que você acredita que indiquem uma relação abusiva? Então é hora de ajudar essa pessoa antes que as coisas piorem.

Você pode começar conversando com essa pessoa, falando abertamente o que você tem identificado e como isso tem feito mal à ela sem que ela perceba. Você também pode mandar esse texto para que ela faça o teste de relacionamento abusivo e tire suas próprias conclusões.

Nós temos também outros conteúdos sobre relacionamento aqui no nosso blog e em nosso aplicativo, e alguns livros sobre o assunto que você pode presentear a pessoa clicando aqui.

No entanto, se os sinais são bem graves e ameaçam à vida e a saúde desse conhecido, é bom tomar atitudes mais drásticas. Tente tirar a pessoa da presença do abusador, a proteger e, se preciso, denunciar ou incentivar que ela faça uma denuncia o quanto antes!.

E para aprender mais sobre saúde mental e psicologia, conheça nossas redes sociais:

Este artigo te ajudou?

0 / 3 2.49

Eurekka Psicólogos

A Eurekka é uma Clínica de Psicologia especializada em terapia online que atende pacientes de todo o mundo. Os Psicólogos da equipe são treinados para aplicar a Terapia Cognitivo Comportamental de última geração nos mais diversos problemas: ansiedade, depressão, traumas, fobias, autoestima, disciplina, relacionamentos e muito mais.

12 replies on “Teste de relacionamento abusivo: descubra se seu parceiro é tóxico!”

Vivo muitos momentos bons e muitos momentos ruim, mais o ruim são rodeados de gritos, ofensas na frente do filho que só tem 9 anos, palavras que machucam como vagabunda, pega um monte de homem, chega de mal humor por que foi mal comida.
Não posso falar nada dentro da minha casa por que ele grita que eu não tenho nada lá, que tudo é dele que não tenho amor de ninguém da família, que todos me aturam.
Enfim, enfatizei essas palavras por que são as faladas dentro de casa diariamente
Me sinto franca como se nadasse a vida toda e morresse na praia
Estou em uma fase de aceitação, aceitando que eu sou tudo isso que ele fala, não vou conquistar nada na vida, que não mereço nada que tenho que meu filho não me ama, que eu devo ser o pior ser humano na face da terra.
tudo que eu penso é tirar minha vida, não por amor a ele mais por tristeza mesmo aliviar a família dessa pessoa horrível que eu sou.

Meu marido vive me dizendo que eu nao sou submissa,ele nao gosta que o contrarie e tire a sua autoridade. Nunca teve um momento de compreensão quando digo as coisas que ele fa que me entristece,não tenta se colocar no meu lugar. Ele diz que tenho que aprender a me calar. Ele não gosta quando eu choro ,diz que isso é fraqueza. Sugeri terapia ,ele fala que não precisa,quem precisa sou eu. Ele também já falou que vai me domar. Eu nao sei nem quanto ele recebe,e ele diz que nao fica com mulher que nao trabalha Acho que Meus olhos estão se abrindo

Olá, Fernanda.

Sentimos muito que esteja passando por essa situação. Não é nada fácil quando começamos a perceber que estamos em um relacionamento abusivo, não é mesmo? Bom, o conselho que os psicólogos da Eurekka dão nesse caso é que, se o seu parceiro não aceita fazer a terapia de casal, você mesma comece a fazer sozinha.

Afinal, por mais que você não possa mudar o outro, você pode mudar a forma como reage a essa situação tóxica. Então, se quer começar agora mesmo a receber o tratamento adequado, clique aqui e marque uma Conversa Inicial com um de nossos terapeutas!

Garantimos que você será acolhida e ouvida, sempre de modo humanizado e sigiloso.

Espero você, ta bem?

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Olá, sou casada a 15 anos e meu casamento é diferente dos outros não fazemos nada juntos. Moro distante do meu pai e quando vou visita lo na maioria das vezes preciso ir de ônibus e meu pai é quem me leva, sendo que meu marido tem carro. Meu marido sempre ao discutir comigo me coloca para baixo, faz brincadeiras que me diminui perto dos meus parentes, sempre diz que não sei cozinhar, me agredi com palavras. Não me proíbe de nada, mas me agredi com palavras. Todo final de semana ele tem algo para fazer, programa de ir no futebol…. o final de semana é dele. Seria um relacionamento abusivo ou tóxico?

Olá, Priscila!

No caso, não há diferença entre relacionamento abusivo e tóxico! Mas, ao ler o seu relato, pensamos que a terapia de casal poderia ser muito eficaz para salvar o seu relacionamento. Se quiser saber como funciona, basta clicar aqui!

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Estou namorando um rapaz a 3 meses que mora a 600 km ,e nos vemos pessoalmente de 15 em 15 dias…Nossas discursões acorre devido ele desligar o telefone em diversos momentos que normalmente conversamos, ele conheceu minha família neste mês e ficou na minha casa, neste ultimo domingo desligou o telefone novamente, depois de ligar mais de 10 vezes pra ele desliguei o meu também e sai com minhas amigas, tudo está nas redes sociais…um dos fatos da insegurança minha é, porque ele não me adiciona nas redes socias, dele…não faz questão.. não peço mais. Agora me acusa de traição, sendo que não o trai…e me culpou terminando…o que vcs fariam..o fato é q sou apaixonada e fico atrás dele..já terminou comigo antes….

Tenho 22 anos me relaciono a 4 anos já teve agressão física psicológica emocional e sexual Mais ele não me deixar sair do relacionamento a principal chantagem é nossa filha pequena Não aguento Mais isso preciso de ajudar .tenho ficado triste chorado calado as vezes tenho pensamentos de suicídio Mais lembro da minha filha eu era alegre sempre auto austral agora vivo me lamentando chorando não consigo men mãos disfarça (estou chorando esse exato momento escrevendo ) me Ajudem

Ei, Xaiane. Sentimos muito pela sua situação. A melhor coisa a se fazer no momento é receber auxílio e tratamento psicológico para que você consiga tomar atitudes necessárias em favor da sua vida e bem-estar.

Caso queira conversar com um psicólogo da Eurekka, basta clicar aqui e marcar uma sessão. Mas caso queira um atendimento gratuito e instantâneo, ligue 188 para conversar com um profissional do Centro de valorização da Vida (CVV), a chamada é sem custos. Além disso também pode clicar aqui para conversar com o CVV via chat.

Abraços e espero que fique bem,

Gabi da Equipe Eurekka.

A vcs 3 eu digo q quem pelo menos gosta não chama de piranha, não usa palavras duras p te deixar p baixo e ponto. E eu nem disse amor…amor é querer bem em todos os aspectos. Se achar culpada e com a confiança p baixo é pq ELE te provoca isso. Provoca pq não gosta d vc. Tá c vc pq vc está doente e ele tb. Dois q precisam aprender sobre amor, eespeito, limite e se impor. Uma dica: se fizer sofrer não é amor. Amar dói mas não por raiva mas por querer bem o outro. O outro! Aprendam limites e revisitem o q aprenderam sobre relacionamento na infância d vcs…

Meu namorado sempre joga na minha cara que já fiquei com várias pessoas, que só ele me amou e me respeitou de verdade, em um momento ele disse que eu sou piranha. Eu já flertei por mensagem com um cara namorando ele, e fui para uma festa sem ele e desde então ele vive jogando isso na minha cara, e sempre arruma um jeito de dizer o quão errada eu sou. Mas por outro lado ele cuida muito de mim, se importa e me dá muito amor e carinho. Sinto que ele é tóxico mas penso que a culpa pode ter sido minha por dar motivos para que ele dissesse essas coisas. Eu estou errada?

Bom, eu só não concordo com o fato de ver as redes sociais como um ato abusivo, porquê assim, no meu caso, antigamente eu senti muito ciúmes, era bem possessiva, e depois eu me acalmei, nisso, há 2 meses algo me disse, “veja o celular dele”, vi mensagens tranquilas até com relação a outras mulheres, pois era sobre o trabalho e que ele precisa trocar informações, mas, ai veio outra voz na cabeça dizendo, “baixa o tinder e tenta logar no número dele”, fiz isso e para a minha surpresa havia uma conta dele ativa, e mensagens trocadas com uma garota, na hora eu surtei, me senti traida, de certa forma foi uma traição, me pergunto se eu não tivesse descoberto, será que o proximo passo era a mensagem dele a chamando para sair? Bem, às vezes temos medo de perder o amado, e olhamos o celular dele, é uma forma de cuidar do que é teu e descobrir se ele tem caráter. Eu perdooei o meu boy, mas, a confiança a cada dia que passa tá cada vez mais la em baixo. Eu o amo, mas por culpa de alguns problemas psicológicos, eu estou muito tóxica com ele, eu não era assim, me tornei rancorosa, invejosa, brigo toda hora, choro toda hora na briga, xingo ele quando me provoca sabendo que estou irritada. Outra coisa que me deixa triste e eu já falei para ele é esse negócio de amiguinha, coleguinha e sair curtindo foto delas e conversando com elas como se fossem casados. Eu odeio, me sinto traida.

Olá! Primeiramente, sentimos muito por sua situação! Esperamos que tudo fique bem! E, em segundo lugar, talvez seja hora de você avaliar seus sentimentos, pensar se realmente vale a pena estar nessa situação. Atitudes tóxicas são ruins tanto para você, quanto para ele, talvez seja o momento de vocês conversarem com sinceridade e calma, para então decidir o que é melhor para ambos.

Abraços, Gabi da Equipe Eurekka.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *