Como superar um término de relacionamento com 6 passos

Luise Kohler

Após o fim de um namoro ou casamento, é normal se sentir vazio ou sem rumo, com pensamentos do tipo “como vou seguir sem o amor da minha vida?” O período após o fim do relacionamento é bastante doloroso, e não existe uma fórmula mágica que faça a dor sumir. É por isso que tantas pessoas se perguntam como superar um término de relacionamento.

Antes de tudo, é preciso entender um término de relacionamento é um processo de luto, então não se apavore se sentir tristeza, raiva, ou perceber uma sensação de confusão e receio. O que você precisa é estar perto de pessoas que apoiem você, se esforçar e mudar algumas atitudes.

Apesar do sofrimento, é possível superar este processo. Pensando nisso, a Eurekka preparou algumas dicas ótimas que vão te ajudar a lidar melhor com isso. Confira!

6 passos de como superar um término de relacionamento

O término pode não ter sido escolha sua, mas é real e não há o que fazer. Este processo, por mais doloroso que seja, vai ensinar muito você sobre si mesmo. Pode ser que você esteja até mesmo se sentindo de um jeito diferente — chorando, se autossabotando, desanimado.

Porém, saiba que é neste momento que sua rede de apoio deve estar mais presente. Ou seja, busque pessoas de confiança para estar ao seu lado.

Saiba que pedir ajuda é um sinal de força, coragem e confiança. Além de seus amigos, nesta hora, profissionais podem ajudar, então não hesite em buscar a psicoterapia.

1. Garanta que você tem certeza da decisão

Você pode estar pensando: “Mas não fui eu que terminei!” Mas, mesmo assim você precisa entender sua nova realidade: você está solteiro. Além disso, você pode decidir como vai escolher continuar sua vida.

Por isso, aposte em planos para o seu futuro. Tente se enxergar daqui uns anos, onde quer estar? O que quer fazer? Faça projetos para você e curta cada momento dessa nova fase.

como superar um término

2. Converse com pessoas de confiança

Neste momento, é vital aceitar e buscar ajuda de sua rede de apoio. Ao falar sobre certa situação para o outro, você não só se conscientiza dela, como também se escuta. Isso ajuda a organizar o pensamento, ou seja, te faz entender o que fazer daqui para frente.

Estar com familiares e amigos pode ajudar você a ver o quanto a vida tem de bom para oferecer.

Afinal, eles podem dar momentos agradáveis, te trazer alegria, além de ajudarem a perceber que você não está sozinho, por mais que o sentimento de solidão ou abandono esteja ali.

3. Remova gatilhos do seu ambiente físico e virtual

Sabe as fotos de vocês juntos, os presentes, as recordações e as lembrancinhas? Essa é a hora de deixar pra trás o que passou. Para isso, você deve abrir mão destas lembranças: apague as fotos e elimine os gatilhos. 

No primeiro momento, é vital se privar do contato com o ex. Afinal, o contato pode aumentar sua carência e dificultar o processo de superação. Nesse sentido, busque se ocupar com outras atividades, descubra hobbies novos, coloque sua mente e corpo para trabalhar. É aqui que começa a ressignificação.

4. Não se apegue ao passado

Deixe o passado onde deve estar: para trás. É normal, após o término de um relacionamento, que sua mente se lembre apenas dos momentos bons que vocês tiveram. Nessa hora, é importante colocar os pés no chão e começar a lembrar ou até anotar as coisas ruins que aconteciam e te fizeram chegar ao término — às vezes, existem mais coisas ruins do que boas!

Isso serve para que você amenize a dor de sair de um relacionamento, ao enxergar que nem tudo foi tão bom quanto você estava pensando.

5. Distância das redes sociais

Procurar seu ex nas redes sociais, ou tentar causar inveja para afetar o outro, não é a melhor maneira de lidar com a situação. Tire este tempo para se desconectar das redes e se reconectar consigo mesmo. Aprenda a amar sua solitude, apreciando sua própria companhia. A solitude é muito diferente da solidão.

Ninguém tem a vida perfeita nem consegue ser a pessoa perfeita ou o casal perfeito, então não acredite em tudo que vê nas redes sociais. 

Se você passou por um término, não busque suprir sua carência ou tristeza com outra pessoa, mas sim, comece a buscar de novo por você.

6. Entenda que o término é um luto

O fim de um relacionamento, para o nosso cérebro, é como a morte de outra pessoa. Apesar do ex-parceiro ainda estar vivo, tudo que você construiu — sonhos, planos, conversas — com aquela pessoa muda de uma hora para outra, e o seu cérebro não lida bem com isso.

O luto tem 5 fases: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. É muito importante conhecer cada uma delas, para que você entenda a melhor forma de amenizar as dores e os impulsos que podem surgir por conta do término.

Quanto tempo demora para superar o término?

Como dito, toda perda é um processo de luto, pois o rompimento ou fim de um relacionamento é perder a pessoa a quem você dedicou seu tempo, energia e recursos (sejam físicos ou mentais).

Portanto, não existe um tempo certo para você superar este término. Cada um tem seu tempo e mecanismos para lidar com as situações. Nesse sentido, procure entender ou descobrir qual sua maneira de lidar com este processo. E tente não se comparar com outras pessoas, pensando que “eles superaram mais rápido que eu”. Cada um tem seu próprio tempo, respeite o seu.

sono

O que fazer depois do fim de um relacionamento?

Não é errado se sentir triste, mas sim negligenciar o que sente. Respeite seu tempo, seu espaço, e suas decisões, assim como é vital buscar pessoas que ajudem você a se cuidar e respeitem o momento.

Muitas vezes, temos a ideia de que encontraremos no outro o que falta em nós. Mas, entenda que sua felicidade não está na outra pessoa e nem depende dela, apenas de você.

Abaixo, veja algumas dicas que vão ajudar você a lidar com o término:

Aceitação das emoções

Entenda que você está enfrentando uma perda. Portanto, muitos sentimentos virão à tona e fugir deles não é a solução. Reprimir o que você está sentindo não te faz “resolver o problema”. No momento em que você reprime o que sente, tudo se aloja no inconsciente, mas não é “jogado fora”.

Então, alguma hora, os sentimentos voltam e você terá que lidar com eles. Com isso, é bom que você abrace sua dor, aceite o sofrer. Viva esse momento, sem negar seus sentimentos, combinado? Sem aceitar seus sentimentos, você não pode encerrar esse ciclo.

Autocuidado

Não abandone você. É bom ressaltar, neste tópico, que autocuidado é cuidar da sua saúde mental e do seu corpo. Você pode fazer isso comendo bem, fazendo exercício físico, entre outros. Invista em mudanças, seja de aparência, de atitudes ou escolhas.

É necessário que se comprometa a cuidar de você, sem se martirizar com um viés de negatividade, mas buscando formas de se cuidar.

Este pode ser o momento ideal para investir em uma psicoterapia, como forma de cuidado e amor próprio. E a Eurekka tem os melhores psicólogos do Brasil, que podem te ajudar a praticar o autocuidado e superar o término, para que você seja alguém mais feliz e pleno. Para saber mais sobre a terapia Eurekka, clique no banner.

banner terapia

Apoio emocional

Este momento de término de relação não é fácil, e como já citado acima, é vital buscar apoio emocional. Mas este apoio precisa começar por você. Encare os ocorridos, lide com os processos e aceite ajuda e apoio de outros. Buscar apoio, seja de amigos ou familiares, trará forças para continuar neste caminho. 

Ajuda profissional

No processo de superação de um término, há altos e baixos. Por isso, alguns dias são mais fáceis que outros.

Portanto, receber apoio de um profissional para encarar este momento pode ajudar não só a ressignificar e se estabilizar na parte psicológica, como a ter um novo olhar sobre si e ajudar a achar a sua melhor versão. Assim, você desenvolve também amor próprio e autocuidado.

Pelo fato de estar vivenciando uma perda, este sofrimento pode gerar depressão, ansiedade, debilitar seu sistema imunológico, causar insônia, etc.

Lidar com estas questões não é brincadeira. Sendo assim, esteja ciente da importância de se cuidar e aceitar ajuda, pois negar a situação e camuflar sentimentos prejudica o seu equilíbrio emocional. Porém, na terapia, você vai achar apoio.

A terapia é um apoio especializado, focado em você, em suas atitudes, entendimentos e, em especial, em suas emoções. Isso tudo sem julgamentos ou opiniões, apenas buscando ver você melhor. Afinal, entender como lidar com tudo isso é o melhor caminho para a superação.

indo embora após término

Mudanças na vida

Algumas mudanças na nossa vida fogem do nosso controle, mas escolher como lidar com o término e o que aprender com isso, depende de você.

Está em suas mãos decidir procurar entender o que você espera de uma nova relação. Este é o seu momento de virar a chave e engatar em uma nova fase, com novas ideias, propostas e planos.

Lembre-se de que sonhar e planejar ajuda você a não estagnar em uma fase, fazendo crescer seu desempenho e desenvolvimento.

Pense em quais foram os erros e acertos. O que você pode tirar como lição desta relação? O que você não quer que se repita, ou em como pode mudar de atitude diante de certa situação? Deixe bem fixadas suas convicções e aproveite este momento de solitude para realinhar seus planos e expectativas.

Carregue boas lembranças do relacionamento que acabou

Ficar falando mal do que viveram ou sentir raiva não irá ajudar, pelo contrário, pode até atrapalhar. Portanto, se apegue aos aprendizados que extraiu deste relacionamento, no quanto cresceu e evoluiu. 

Busque enxergar este momento como uma nova oportunidade de se conhecer, se aceitar e se amar. Afinal, sempre há algo para aprender.

Como superar um término de um relacionamento muito longo

O tempo de relacionamento não faz a dor ser maior ou menor, pois cada relação pode impactar as pessoas de uma forma diferente. Existem casais que ficaram anos juntos e o término foi tranquilo, e aqueles que duraram poucos meses mas o término foi difícil. O que importa aqui é a sua capacidade de lidar com isso. O primeiro término pode ser o mais difícil justamente por ser algo novo, que você nunca passou antes.

Por outro lado, vemos que o tempo faz com que criemos memórias e vivências, e elas desenvolvem o apego. Sendo assim, muito tempo com alguém faz com que o casal seja mais próximo um do outro e muitas coisas sejam feitas de um jeito similar.

Mesmo assim, a perda não vem com um livrinho de regras a serem seguidas. A resposta está em buscar por um reencontro pessoal e colocar em prática tudo que você deixou de lado, mas que era feito antes de se relacionar.

Em resumo, dedique-se ao autocuidado e respeite o tempo e a sua dor.

sede eurekka

Saiba como superar um término de relacionamento com a Eurekka!

Por fim, vale ressaltar a importância de ajuda profissional, neste caso, a psicoterapia.

O término é visto pela a psicologia como uma perda. Ou seja, um processo de luto. E o terapeuta é o profissional indicado para ajudar nesta caminhada. 

A psicoterapia, além de ajudar a organizar suas emoções e entender seus sentimentos, faz você refletir sobre suas ações e entendê-las. Assim, você vai não só entender como superar um término, mas vai colocar o que aprendeu em prática para superar isso aos poucos.

Pode não ser um processo rápido, pois isto depende de cada sujeito, mas coloca você no caminho para achar as respostas em si.

A equipe Eurekka possui profissionais escolhidos a dedo para ajudar a passar por este momento, por isso não hesite em buscar ajuda na psicoterapia e lembre-se de que passar por este processo depende de você!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.06

Luise Kohler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.