Maturidade: você não é uma pessoa madura e aqui está o porquê

henrique souza fundador da eurekka

Henrique Souza

Você se acha uma pessoa madura? Sabia que grande parte das pessoas que se acham maduras, na verdade, não são? Isso porque hoje em dia, a maioria de nós não tem a noção do que é a maturidade. Por isso, vamos explicar a fundo para você o que é a maturidade psicológica.

Assim, hoje vamos aprender o que é a maturidade e uma pessoa madura de verdade, quais são os tipos de maturidade que existem e os sinais de que alguém é maduro. Então, leia até o final para saber como ser uma pessoa madura de verdade.

Boa leitura!

O que é maturidade?

A maturidade é a capacidade que temos de lidar com as situações da vida, demonstrando responsabilidade, autocontrole e empatia. No entanto, diferente do que muitos podem pensar, a maturidade não tem um ponto final: podemos e precisamos ir melhorando nossa maturidade ao longo da vida.

O que é ser uma pessoa madura?

Então, uma pessoa madura é aquela que já consegue definir quais são os seus desejos, as suas emoções, mas ao mesmo tempo, pondera como agir para chegar ao lugar certo. Afinal, uma pessoa madura também sabe dizer quais são suas prioridades e princípios e agir de acordo com eles.

Vamos deixar mais didático para você entender na prática como funciona: há coisas que a gente quer, que a gente sente e que a gente faz, certo?

Numa pessoa imatura, essas três coisas estão desalinhadas. Assim, ela quer uma coisa, mas ela faz outra que não vai levá-la a isso que ela quer, e, por consequência, sente uma outra muito diferente.

Então, uma pessoa madura é aquela que integra a vontade, as emoções e as ações, de uma forma que ela consiga ir evoluindo em todas as áreas da vida.

plantas atingindo sua maturidade

Tipos de maturidade

Para te ajudar, vamos dividir a maturidade em dois grandes grupos: emocional/social e profissional. Vamos falar um pouco sobre cada um deles:

Maturidade emocional/social

É a capacidade de perceber e entender as próprias emoções (autoconhecimento) e a dos outros e, assim, controlar suas emoções e comportamentos nas diversas situações. Nesse contexto, você consegue ser sincero, mas com sensibilidade e empatia, sempre levando o outro em consideração.

Além disso, a maturidade emocional está ligada à capacidade de confiar nas suas decisões sabendo que nada é perfeito (lidar com o perfeccionismo), e também tolerar opiniões com as quais você não concorda sem criar intrigas. Afinal, você entende que percepções diferentes vêm de contextos e visões diferentes.

Maturidade profissional

Ter maturidade profissional é ter confiança em si mesmo com relação às suas contribuições profissionais e saber valorizar as suas habilidades e conquistas profissionais. Mas, ao mesmo tempo, reconhecer o que pode ser melhorado a partir de você.

É também conseguir conviver com diferentes colegas, ou seja, ter um bom relacionamento interpessoal no trabalho.

Quando esses dois lados estão unidos, você não vive se comparando e competindo com outros, pois você sabe seu valor e o valor das pessoas que trabalham com você!

Quais são os sinais de maturidade?

Agora vamos ver de uma forma mais específica os diferentes sinais que indicam em quais direções e contextos a maturidade pode se desenvolver. Você vai ver que todos esses sinais estão relacionados aos dois tipos de maturidade que citamos antes.

Educação

Ser educado é um grande sinal de maturidade. Assim, o ato de cumprimentar, ser gentil, pedir perdão e licença, falar ”por favor”, agradecer e respeitar a fala do outro, mesmo que não concorde, te faz uma pessoa mais madura. 

Adaptação

Quando uma pessoa atinge um certo grau de maturidade, ela se comporta de uma forma adequada nos diversos lugares que frequenta, respeitando as normas e as pessoas. Ou seja, ela consegue se adaptar mesmo em ambientes diferentes com pessoas diferentes.

Além disso, uma pessoa madura consegue demonstrar um bom autocontrole diante de grandes e pequenos eventos da vida, como mudar de emprego, de cidade, se casar, entre outros.

Humildade

Ser maduro é saber o que pode ser melhorado, reconhecer suas imperfeições e querer aprender sempre. Inclusive, uma pessoa madura pede e aceita ajuda e conselhos de familiares, amigos e colegas de trabalho, ou seja, pessoas importantes para você e que querem te ver crescer.

Dessa forma, uma pessoa madura que exerce a humildade no dia a dia não age como se fosse alguém inatingível, pois isso demonstra arrogância e prepotência, que são sinais claros de imaturidade.

Reflexão

Uma pessoa madura sabe refletir os prós e contras antes de tomar decisões maiores em sua vida, pois ela pensa no longo prazo e nos objetivos a serem alcançados. Assim, quando se é maduro, aprendemos a esperar a hora certa de agir, cultivamos a paciência e a resiliência, ou seja, evitamos ser impulsivos.

Compreensão

Uma pessoa madura não julga o livro pela capa, ou seja, ela não faz julgamentos alheios. Muito pelo contrário: ela busca ouvir e entender o outro para, assim, medir as palavras que dará como resposta com a intenção de ajudar, acolher e ver o outro crescer.

Além disso, ela também é compreensiva consigo mesma, e não fica se martirizando por coisas que aconteceram no passado. Na verdade, quando algo dá errado ela reflete racionalmente sobre a situação e busca formas práticas de melhorar na próxima. Ou seja, a chave aqui não é o passado, mas sim o futuro e a evolução que buscamos em nós.

Honestidade

Em situações em que você terá que falar algo que a outra pessoa não queira ouvir ou admitir limitações, é vital ser corajoso e verdadeiro, afinal, esconder mentiras por medo de lidar com a verdade indica que você é imaturo.

Mas lembre-se que a honestidade e maturidade não têm nada a ver com falar coisas que irão magoar o outro, mas sim saber conversar e chegar a uma solução. Sempre de modo educado e amigável e nunca com acusações. Tudo a ver com a educação e compreensão que falamos antes hein!

Mais ação

Uma pessoa madura sabe quais são suas prioridades e objetivos, e diante disso, ela não fica esperando o universo agir ou os outros fazerem as responsabilidades por ela. Uma pessoa madura sabe o que precisa ser feito, vai lá e faz!

Então, ser uma pessoa madura é lidar também com a procrastinação, por isso todos os mecanismos psicológicos e mentais são tão cruciais para ser maduro.

evoluindo a maturidade em 4 passos

Quatro atitudes diárias para desenvolver a maturidade psicológica

Agora que você já sabe identificar uma pessoa madura, vamos falar sobre dicas práticas para ser essa pessoa com grande nível de maturidade. Então, as quatro atitudes abaixo são ações que você precisa praticar para você ser uma pessoa cada vez mais madura. Confira!

1. Saber esperar

A primeira das atitudes é perceber quando a poeira está alta e deixar ela baixar. O que acontece com uma pessoa imatura é a dificuldade muito grande com o verbo esperar.

A pessoa imatura tem que fazer tudo agora. Então, alguém incomodou você e você tem que responder agora. Você ficou frustrado com o negócio e você tem que chorar agora, já que não sabe como lidar com a frustração.

Enquanto isso, a pessoa madura consegue, primeiro, olhar para a emoção que ela está sentindo e aceitar. “Pô, estou mesmo sentindo raiva, tô P da vida agora” ou “eu estou muito triste” ou “eu estou com muita vontade de comer sushi”.

Contudo, isso não vai determinar cem por cento das atitudes dessa pessoa. Afinal, ela não é um bichinho. Pode estar sentindo fome, raiva, tristeza, mas vai esperar a poeira abaixar para, depois, tomar a sua decisão.

2. Não surtar com tudo

Uma pessoa imatura tem o costume de explodir diante de qualquer situação que a tire de sua zona de conforto. Afinal, ela não sabe como lidar com suas emoções e não mede suas reações.

Infelizmente, esse tipo de comportamento, além de tudo, é bastante egoísta, pois ao agir de acordo com o SEU sentimento, você não pensa nos sentimentos DOS OUTROS. Então, o seu surto pode ferir os que estão a sua volta.

Assim, uma pessoa que surta com tudo busca sempre a justiça para si mesma, e decreta que todo o mundo está contra ela. Dessa forma, uma pessoa imatura, quando está “surtando”, tende a falar mal dos outros, julgar, fazer fofocas, humilhar e magoar.

Então, se você quer saber como ser uma pessoa madura nesse sentido, busque sempre respirar fundo e entender qual é a adversidade que está acontecendo em sua vida e como você consegue lidar com isso de uma forma leve, que não prejudique a si e nem aos outros.

3. Saber priorizar

A terceira atitude não tem nada a ver com a sua relação com os outros, mas com a sua relação com você mesmo.

Saber priorizar tem a ver com a noção clara das tarefas mais importantes, seja do seu ano, da sua semana ou do seu dia, e como você organiza a sua rotina saudável, levando em consideração as três dimensões da maturidade: vontade, emoção e ação.

No caso de uma pessoa imatura, por um lado, ela até tem a vontade de ter um dia produtivo. Mas ela tem emoções que vão contra esse dia produtivo: desânimo, preguiça, distrações. E o que acaba acontecendo? Ela acaba seguindo muito mais essas emoções, porque é mais fácil se render a elas.

No entanto, ela não consegue concretizar a vontade mais elevada dela, a mais nobre, que é de ter um dia produtivo. E assim, ela não consegue nunca chegar em seu objetivo final, e por isso se sente um fracasso, uma perdedora.

Enquanto isso, a pessoa madura foca no que é mais importante e sabe com precisão quais são as top missões daquele dia. Por isso, ela termina o dia sentindo que andou 10 quilômetros na direção do que mais importa.

4. Saber usar as expressões mágicas

Por fim, o último sinal e um dos mais legais e simples de todos. Ele tem a ver com três expressões que a pessoa madura usa com frequência e sabe usar com sabedoria. Porque a quarta atitude diária para tornar você uma pessoa mais madura é saber usar as palavras por favor, me desculpe e obrigado.

.Afinal, a verdade é que, se você quer ter uma relação profunda com qualquer pessoa, você tem que saber pedir por favor, agradecer e pedir desculpas. São habilidades básicas de qualquer relação. Amizades verdadeiras são construídas com base nessas palavrinhas mágicas.

Como ser maduro nas suas decisões

Como vimos, a pessoa madura aprendeu a integrar emoções, vontade e ações de uma forma que, mesmo tendo um monte de coisa puxando a sua atenção, ela escolhe as quatro ou cinco tarefas que vão ter o maior impacto no que mais importa. E, assim, ela foca só naquilo no dia.

Agora, se você está se sentindo culpado ou triste, pois você até agora “pontuou” muito mais do lado imaturo do que do lado maduro, fique tranquilo. Todos nós temos dias mais maduros e mais imaturos e a gente vai construindo esses hábitos que formam a nossa maturidade.

E o primeiro passo que você pode dar em direção a sua maturidade é cuidar da sua saúde mental começando o seu tratamento terapêutico o quanto antes! Mas se você pensou “mas eu não consigo pagar por isso agora”, você está no caminho da maturidade. Afinal, ter consciência da sua vida financeira é crucial.

Mas nós também podemos te ajudar nesse aspecto, afinal, você pode fazer nossa terapia com valor social. Assim, você cuida da sua saúde mental e da sua vida financeira ao mesmo tempo! E clicando na imagem abaixo você agenda sua conversa inicial hoje mesmo. Com o senso de urgência você marca mais um ponto da sua trajetória madura hein!

Terapia com valor social

Como uma pessoa madura resolve os problemas

Uma pessoa madura resolve problemas mantendo a calma e controlando suas emoções. Ela analisa a situação de maneira lógica, assume responsabilidade por suas ações e reconhece suas limitações, buscando apoio quando necessário.

Assim, é vital buscar soluções práticas, aprender com as experiências desafiadoras e considerar as necessidades dos outros para tomar uma boa decisão.

Além disso, se comunicar de forma clara, objetiva e sincera, ser persistente diante dos desafios e pensar nas implicações de longo prazo são a chave para tomar decisões maduras.

O primeiro passo para a maturidade

Como vimos ao longo do texto, uma pessoa madura é aquela que definir as suas prioridades e ser firme nos seus objetivos.

E esse é o primeiro passo a se tomar porque se você definir que a maturidade é a sua prioridade no momento e seguir firme e constante dessa trajetória de ser maduro, o resto das dicas irão vir por consequência.

Então, se você está cansado de ser considerado infantil, imaturo pelas outras pessoas, e se sente desconfortável com as suas ações hoje, está na hora de lidar com isso da forma mais responsável possível.

Nós, como psicólogos aqui da Eurekka, indicamos que você comece essa trilha em busca da maturidade fortalecendo a sua saúde mental. Assim, você terá todas as ferramentas necessárias para se tornar alguém maduro.

E, se você não sabe onde aprender mais sobre saúde mental, faça parte da Academia Eurekka! Afinal, com essa Netflix de saúde mental, você vai aprender a melhorar todas as áreas da sua vida, e se aplicar tudo o que aprender, irá ser uma pessoa mais madura rapidinho.

Quer conhecer a Academia Eurekka? Então clique aqui!

Este artigo te ajudou?

0 / 3 2.69
henrique souza fundador da eurekka

Henrique Souza

Henrique é psicólogo pela UFRGS, atuando na clínica com a Abordagem Analítico-Comportamental, apaixonado por criatividade e comunicação e co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer mais de 5000 sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, franquia para Psicólogos e outros produtos tanto para quem busca mais saúde e uma vida com propósito, quanto para psicólogos querem alavancar sua carreira.

3 replies on “Maturidade: você não é uma pessoa madura e aqui está o porquê”

No momento o que mais preciso é ser alguém maduro nas minhas decisões, não estão sendo fácil em ambiente de trabalho. Você ter a oportunidade de crescer e as pessoas terem que inventar mentiras ao seu respeito se irá se igualar ou procurar deixar pra lá e o tempo de Deus não falha. Mais preciso ter paciência, não está sendo fácil mais também não preciso me igualar e me rebaixar a esse nível sou melhor que isso.

Eu gostei de mas dessa leitura de como se tornar uma pessoa madura, afinal de contas é disso que eu preciso, obrigado

Ei, Ronaldo! Ficamos felizes em saber que nosso conteúdo foi útil para você!

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *