3 filmes de terror psicológico para entender a mente humana

Equipe Eurekka

Você é uma pessoa que se assusta fácil? Ou você pode assistir a todos os filmes de terror psicológico sem sentir nenhum pavor? Qual o motivo de algumas pessoas gostarem tanto desse gênero de filmes?

Independente do modo como você reage a situações de muito terror, você deve ter algumas dúvidas sobre esse tema, né? Neste texto, nós vamos explicar como o medo funciona, para que serve e como os filmes de terror psicológico agem no seu cérebro! 

Então, se você ama ─ ou odeia ─ esse tipo de filme e está curioso para entender como ele afeta a mente, descubra agora essas curiosidades incríveis sobre o terror do ponto de vista psicológico.

De onde vem o medo?

Estudos da psicologia mostraram que o ser humano tem cinco emoções básicas: a alegria, o nojo (desgosto), a raiva, a tristeza e o medo

Ou seja, o medo é uma emoção natural do ser humano e ele vem através de impulsos do sistema nervoso simpático. Funciona assim, seu cérebro tem uma área chamada de amígdala e é ela que percebe grande parte das informações do exterior, como imagens, sons e cheiro.

Então, quando a amígdala percebe algo exterior que representa perigo, ela manda sinais para a coluna espinhal e esse processo faz com que seu corpo reaja de modo automático. 

Além disso, o alerta produzido pela amígdala também chega à parte do seu cérebro chamada hipotálamo. Nessa área é produzido o cortisol, conhecido como hormônio do estresse, e é ele que faz com que você tenha reações ligadas ao medo, como a respiração mais rápida, aumento da frequência cardíaca e outros. 

E toda essa reação corporal varia de pessoa para pessoa, uma vez que a maioria das coisas que representam perigo para você estão ligadas com suas experiências de vida. 

Por exemplo, talvez seu corpo reaja com sintomas de medo ao ver uma barata, porque a sua experiência faz com que seu cérebro, ao ver esse inseto, sinalize perigo. Mas pode ser que outra pessoa não interprete a barata como ameaça, portanto o corpo dela não irá reagir da mesma forma.

Leia mais sobre o tema: Medo: você sabe o que essa complexa emoção causa?

A utilidade do medo

O medo, como falamos antes, é uma reação natural do corpo e ele é muito útil! Muitas pessoas interpretam errado essa emoção e a veem apenas como um fator limitante, mas, na verdade, o medo também é muito necessário. 

Quando estamos em uma situação que pode nos fazer mal, é o medo quem nos alerta sobre isso. Por exemplo: se vemos alguém suspeito andando na rua deserta, é o medo que faz com que andemos mais rápido. Ou seja, o medo funciona como um instinto de sobrevivência. 

E essa reação, ao sentir que algo pode representar perigo, pode tanto vir de experiências pessoais, como o fato de você já ter sido perseguido na rua, ou a partir de exemplos que outras pessoas deram, como, algum dia, seu pai ou sua mãe alertaram você que é perigoso andar por ruas desertas durante a noite. 

Portanto, o medo na medida certa é o que nos faz fugir de situações ruins e perigosas. É ele que estimula ações para prevenir danos a você. Então, se você tem cuidado ao cortar alimentos com uma faca, é porque você tem medo de que possa se machucar. 

filme de terror psicologico lugar abandonado

Por que vemos filmes de terror psicológico?

Por mais que pareça estranho gostar de algo que gere medo, os filmes de terror sempre fizeram muito sucesso. Como, por exemplo, o clássico filme O Iluminado, baseado no livro de um dos mestres do terror, Stephen King.

Segundo a doutora em sociologia, Margie Kerr, um dos principais motivos que faz com que as pessoas assistam a filmes de terror é a curiosidade. Em entrevista para a Revista Flavorwire, a socióloga afirma que é natural do ser humano ser curioso e investigar as coisas ao seu redor, ainda mais as coisas que são proibidas.

E podemos perceber isso muito bem ao longo da nossa vida. Afinal, é provável que seus responsáveis já proibiram ou aconselharam você a não assistir a filmes de terror quando era criança, certo?  

E esse gosto pelo que é proibido e misterioso é o principal motivo que faz com que pessoas mais jovens assistam a filmes de terror. E faz também com que essas pessoas quando velhas sintam vontade de continuar a investigar esses filmes misteriosos e que causam terror. 

O próprio Stephen King fala no livro Sombras da Noite sobre a grande vontade do ser humano em dar uma espiada naquilo que causa medo e aversão. Então, um acidente de carro ou notícias de crimes, por exemplo, chamam muito a atenção.

Razões além da curiosidade

Estudos têm comprovado que, ao vivenciar o medo em filmes de terror, e ocorrer toda a liberação de hormônios e neurotransmissores presentes nesse processo, a pessoa que está assistindo tem uma sensação de alívio. Isso ocorre quando ela percebe que está segura em sua casa e que nada daquilo é real.

E essa sensação de prazer e calma, após um momento de tensão, pode ser uma das razões que levam as pessoas a assistirem esse tipo de filme. 

Mas tudo isso depende da pessoa que está assistindo ao filme e como ela reage aos estímulos. E é sobre isso que vamos falar no próximo tópico!

Se você tem problemas sérios com suas emoções e sentimentos, é sempre importante consultar um psiquiatra para analisar o seu caso. Por isso, a Eurekka conta com psiquiatras de alta qualidade, prontos para te atender e ajudar a melhorar o seu caso. Para agendar sua consulta, é só clicar no banner!

banner psiquiatria na Eurekka

O que o filme de terror psicológico faz no cérebro?

Você lembra que falamos sobre como o medo é uma reação que acontece na amígdala e que isso pode variar de pessoa para pessoa? Então, o mesmo acontece com filmes de terror.

Existem pessoas que não têm medo nenhum de assistir filmes de terror. Isso significa que no cérebro delas o sistema límbico, responsável pelas memórias emocionais e comportamentos, não é afetado por estímulos de medo dos filmes.

E, por causa disso, a amígdala não manda sinais de perigo para as demais partes do corpo envolvidas no processo de reação ao medo. Fazendo com que a pessoa não se assuste e consiga manter a calma durante todo o filme. 

Já nas pessoas que têm predisposição ao medo, quando veem filmes de terror, a amígdala interpreta aquele estímulo visual como algo perigoso. Então, o corpo libera hormônios e neurotransmissores pela coluna espinhal e pelo hipotálamo. Ativando, dessa forma, todas as reações de perigo. 

E, como foi falado no tópico acima, essa reação física ao medo promove a liberação de substâncias como endorfina, adrenalina, dopamina e cortisol, que fazem, não só com que seu corpo reaja ao perigo, mas com que você sinta prazer e bem-estar quando a situação de medo passa. 

É por isso que, além dos motivos citados acima, os filmes de terror nunca saem de moda, por mais medonhos que eles possam ser. 

mulher com olho preto e lagrimas de tinta

3 filmes de terror psicológico

Agora que você já sabe como o medo funciona e como os filmes de terror agem no seu cérebro, que tal conferir alguns filmes de terror psicológico e ver como o medo age na mente humana? 

1. Repulsa ao sexo

Esse filme conta a história de Carol, uma manicure que sente total repulsa por atos sexuais. O que faz com que ela desaprove em absoluto o namoro de sua irmã. 

Por causa de tal situação, Carol entra em profunda depressão em seu apartamento e começa a ter visões horríveis e alucinadas sobre estupro, violação e violência. 

Quem dirigiu o filme foi Roman Polanksi, um dos grandes mestres do terror psicológico. E essa obra faz parte de uma trilogia de filmes que se passam em apartamentos urbanos. A ideia do autor era mostrar que os distúrbios e horrores podem acontecer onde menos se espera. 

Os outros dois filmes da trilogia são: O Bebê de Rosemary (1968) e O Inquilino (1976). 

2. Um corpo que cai 

Basearam essa obra dos cinemas em um livro francês chamado D’entre Les Morts, escrito por Boileau Narcejac. 

Esse filme de terror psicológico conta a história de Scottie, um detetive que descobre que tem medo de altura (acrofobia) e que, por causa desse medo, acaba causando a morte de seu colega.

Porém, esse medo terá que ser enfrentado, mais uma vez, quando Scottie recebe um pedido de ajuda de um antigo conhecido, que pede a ele que investigue sua esposa Madeleine, pois ela parece estar possuída por um espírito de um antepassado.

Nessa situação, Scottie terá que enfrentar de novo seu medo de altura para salvar a mulher por quem ele acaba se apaixonando. 

Alfred Hitchcock, um grande produtor de filmes de terror psicológico e suspense, foi o diretor do filme.

3. Entre segredos e mentiras 

Nesse filme, a ambição do pai e o peso do seu sobrenome cercam o protagonista David, que se vê obrigado a ser um grande empresário, mesmo contra a sua vontade.

Mas, tudo muda quando ele se apaixona por Katie e eles começam um relacionamento mesmo contra a vontade do pai de David. Os dois se casam e vão morar no interior, tendo uma vida tranquila em família.

Porém, quando o pai de David ressurge e os obriga a voltar para Nova York, o casal começa a passar por problemas conjugais. David passa a ser agressivo, mostra que tem grandes problemas emocionais, medos não tratados e muda por completo a sua personalidade. 

E tudo fica ainda pior quando Katie desaparece e seu marido passa a ser o principal suspeito do caso. 

psicólogo comportamental na eurekka

Aprenda a controlar seus medos com a Eurekka 

Nesse texto, você pôde ver como o medo é importante para nos livrar de situações perigosas, mas sabia que ele também pode atrapalhar você a viver bem?

Um sinal de que o medo está agindo de forma negativa na sua vida é quando ele impede você de agir. Por exemplo, você não consegue viajar por medo da estrada, não consegue frequentar certos lugares, para de se relacionar com as pessoas e muitas outras situações. 

Então, se você sente que sua vida está sendo prejudicada pelo medo, é hora de lidar com esse problema com a Terapia Eurekka!

Nossos profissionais experientes estão disponíveis para ajudar você a lidar com seus medos e a viver melhor. Não deixe que o medo paralise a sua vida, clique aqui e comece já seu tratamento para lidar com esse problema. 

E para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.