Levar um susto é perigoso? Descubra os efeitos de se assustar 

Equipe Eurekka

Você já parou para pensar em quais são os efeitos do susto no seu corpo e como ele é processado no seu cérebro? 

É provável que você já tenha sentido um frio na barriga ao se deparar com uma situação imprevista. Neste momento de medo, o susto é espontâneo e seu corpo tem uma função: proteger você!

Neste texto, vamos falar, não apenas sobre como o susto funciona no organismo, mas também quais são seus perigos e se ele pode ser bom de alguma forma. Continue a leitura para descobrir!

O que é susto? 

O susto é uma reação natural do corpo ao medo que surge após alguma situação que apresente perigo, sendo uma forma de autoproteção do ser humano ao se deparar com possíveis ameaças. 

Barulhos altos, tropeços inesperados, notícias ruins, filmes de terror ou situações específicas, como assaltos, podem provocar o susto, que é automático. Sendo assim, vamos explicar para você como essa reação acontece no seu cérebro!  

Aprenda tudo sobre o medo com este texto!

O que acontece no cérebro na hora do susto? 

Imagine que você esteja assistindo a um programa de televisão no conforto do seu quarto. De forma inesperada, algum parente empurra a porta e começa a gritar. Você, que estava focado no assunto a que estava assistindo, toma um susto. Então, o que acontece depois?

Assim, a informação sobre o que aconteceu no momento chega de forma rápida no cérebro, em uma estrutura conhecida como sistema límbico, onde as emoções são processadas. 

Assim, o sistema límbico ativa as glândulas suprarrenais, que liberam adrenalina em grande quantidade, um hormônio que prepara o corpo para momentos de ameaça

Dessa forma, o organismo tem várias reações no momento que a adrenalina está no sangue. Vamos contar para você quais são elas! 

Como o corpo reage ao levar um susto? 

Imagine que, de repente, abordam você com uma arma e exigem que você passe o seu celular ou outros objetos de valor. Você irá tomar um susto e, além disso, com o instinto de se defender, seu corpo irá reagir de maneiras que você possa ter energia para enfrentar a ameaça que, no caso, seria o ladrão. 

A situação pode ser uma ameaça real (assalto) ou suposta (grito proposital de um amigo ou cenas de filme de terror). Porém, tanto uma quanto a outra geram as mesmas reações no corpo, entre elas estão: 

  • Maior transpiração; 
  • Tremores involuntários;
  • Mudanças nas expressões do rosto; 
  • Aceleração nos batimentos cardíacos; 
  • Dilatação das pupilas e olhos arregalados; 
  • Contração dos músculos, gerando “pulinhos”.

homem correndo após levar susto

Sintomas psíquicos ao se assustar

Ao tomar um susto, você pode ter sensações de medo, ansiedade, mal-estar e vontade de chorar. Caso seja uma falsa sensação de ameaça ou um susto gerado por meio de brincadeiras, é possível que você se sinta aliviado após a situação, voltando ao estado anterior ao susto. 

Dependendo da situação, o impacto emocional do susto pode ser diferente em cada um, assim como também pode variar de intensidade, em que a pessoa pode rir após o momento ou, até mesmo, desenvolver um trauma. 

Vamos supor que você esteve muito próximo de sofrer um acidente de carro. O susto foi tão grande que você desenvolveu um trauma psicológico. 

Dessa maneira, qualquer situação parecida, como ouvir buzinas ou estar em uma avenida com muitos transportes, pode causar em você as mesmas sensações do momento em que quase foi atropelada. 

Se você desenvolveu algum trauma após uma experiência negativa e isso afeta as suas atividade diárias ou te faz fugir de certas situações, é importante procurar ajuda. Os psicólogos da Eurekka vão ouvir as suas dores em um ambiente de respeito e com sigilo total. Por isso, agende sua conversa inicial clicando no banner abaixo!

banner terapia saúde mental com a eurekka

Qual o perigo do susto? 

O susto, por si só, não é perigoso uma vez que nos prepara para luta ou fuga, se necessário. Isto é, enfrentar ou fugir do que pode prejudicar você de alguma forma. 

Porém, por gerar aceleração dos batimentos cardíacos por conta da adrenalina, pessoas com problemas no coração têm uma chance maior de morrer de susto, devido ao fato de poderem ter uma arritmia (desordem no ritmo dos batimentos) ou infarto.

Além disso, algumas pessoas não possuem tantas habilidades para controlar o próprio emocional. Logo, ao levar um susto, os sintomas físicos e psíquicos podem ser mais intensos e causar um impacto negativo na vida da pessoa. 

criança tomando um susto

Susto na gravidez 

Quando se trata de tomar sustos no período de gestação, é importante mencionar que a liberação de alguns hormônios podem causar riscos ao bebê caso haja muito estresse

Esse estresse pode influenciar de forma negativa tanto na mulher, quanto no feto, como baixo peso do bebê, sangramentos, aumento da contração e, por consequência, nascimento precoce – caso o bebê já esteja formado. 

Assim, mulheres grávidas devem evitar ao máximo situações que possam causar tensão e, se possível, praticar atividades prazerosas e exercícios físicos para manter a calma e o organismo em equilíbrio

Levar um susto pode ser bom? 

Se você parar para pensar, o susto tem uma função importante: nos proteger de situações inesperadas. Por mais que levar sustos não seja uma sensação confortável, em determinados momentos, é necessário agir de forma rápida diante de uma ameaça.

Além disso, se você tem o prazer em assistir filmes de terror, é provável que você goste de ser induzido aos sustos. Este gênero costuma causar tensão e medo de forma intencional. Ou seja, o susto pode ser bom quando você espera que ele aconteça em algum momento. 

livros do clube para psicoeducação

Mais curiosidades nos livros

Gostou de saber mais sobre esse tema? E se eu te contasse que você pode descobrir muito mais nos livros da Eurekka?

Desenvolvidos por psicólogos, cada livro tem um tema diferente que serve como um guia para uma determinada área da sua vida. E isso vai desde relacionamentos e autoconhecimento, até trabalho e saúde financeira!

Quer descobrir todas as opções e escolher o que você mais precisa no momento? Clique aqui e descubra!

Este artigo te ajudou?

0 / 3 3

Equipe Eurekka

10 replies on “Levar um susto é perigoso? Descubra os efeitos de se assustar ”

Olá . Eu me assusto mt facilmente com qualquer barulho ( buzina , latido de cachorro …) não sei dizer pq isso acontece mas sou assim desde de criança .
Isso tem piorado é afetado meu cotidiano pq por medo de me assustar fico o tempo todo tensa , com o coração acelerado . Isso pode ser algum tipo de ansiedade? Melhoraria se eu tomasse remédio ou fizesse terapia ?

Ei, Karolayne! Bom dia!

Sim, pode ser algum tipo de ansiedade. E, com certeza, melhoraria com a ajuda da terapia. Quanto ao uso dos remédios, cabe fazer uma avaliação para que o profissional entenda se é realmente necessário.

Você pode clicar aqui e marcar sua primeira consulta online com um psicólogo da Eurekka para começar a fazer esse acompanhamento!

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Olá
Eu passei por alguns traumas em uma família narcisista e uns 3 meses atrás sofri uma tentativa de assalto (um cara de bike tentou puxar minha bolsa, e brigamos por ela). Ele saiu correndo e minha bolsa ficou toda rasgada.
Eu não dei muita atenção naquele momento, mas agora toda vez que levo algo susto ou alguém não bate na porta, eu entro em crise de pânico
Estou fazendo terapia e tomando medicação, mas é muito ruim

Boa noite!
Tenho um bebé de 2 meses que tomou um susto muito grande devido um grito de (gol) do meu marido que assistia a um jogo. O susto foi tão grande que ele chorava compulsivamente e foi difícil de acalmar… depois desse dia meu bebé ficou 4 dias sem defecar, durante esses dias ele tem andado muito agitado e fez um coco verde ( mito ou não dos antigos?) e muito mal cheiroso. Isso tem haver com o susto ou foi só uma coincidência?
Atentamente
Edileide Silva

Boa noite!
Tenho um bebé de 2 meses que tomou um susto muito grande devido um grito de (gol) do meu marido que assistia a um jogo. O susto foi tão grande que ele chorava compulsivamente e foi difícil de acalmar… depois desse dia meu bebé ficou 4 dias sem defecar, durante esses dias ele tem andado muito agitado e fez um coco verde e muito mal cheiroso. Isso tem haver com o susto ou foi só uma coincidência?

Olá, Edileide!

O psicológico pode sim afetar o físico, com certeza. Porém, para esse caso em específico, é necessário que um médico avalie todos os sintomas do seu bebê e dê um diagnóstico levando em consideração todos os fatores.

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

Olá, boa noite!! Meu nome é Walquiria! Levo susto atoa, vendo jogos de futebol, luta ou algum filme, depois de uma ligação de madrugada que uma tia muito queria tinha falecido, eu assusto com qualquer notícia, o coração acelera, e uma queimação no peito. Eu preciso procurar por ajuda psicológica?

Olá, Walquiria!

Sentimos muito por isso, receber uma notícia dessas realmente pode deixar marcas profundas. A recomendação que damos é a seguinte: se você sente que essa situação tem atrapalhado o seu dia a dia e te causado sofrimento psicológico, o ideal é que você procure sim a terapia.

E se quiser conversar e contar todos os detalhes para um de nossos psicólogos, ele poderá orientar melhor sobre a necessidade ou não de um tratamento! Para isso, é só clicar aqui e marcar uma Conversa Inicial online.

Abraços,

Gabi da Equipe Eurekka

meu filho tem dtah e ansiedade e brincado com amiguinho na casa da tia bateu em algo derrubou o espelho e ficou entreis cacos no outro dia ele começou vomitando e a noite percebi ele muito medroso só dormia agarrado a mim ele tem 4 anos

Olá, sentimentos muito por isso. Realmente não é nada fácil para os responsáveis saber como lidar com situações como essa da forma certa, por isso recomendamos que você receba ajuda de um profissional da saúde mental. Se seu filho ainda não faz o acompanhamento com um psicólogo, seria muito bom que ele começasse. Assim, ele vai poder aprender a lidar melhor com os sintomas do TDAH e ansiedade, além de também aprender mais sobre as emoções, dentre elas o medo, e como reagir a isso de forma saudável.

Atenciosamente,

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *