Você já ouviu falar das 6 emoções básicas? Saiba tudo sobre o assunto

Equipe Eurekka

As emoções básicas acompanham você durante toda a sua vida. Quando você chora ao assistir um filme, o momento de alegria ao ver aquela pessoa que você ama muito, quando você fica triste ou com raiva por alguma situação ruim na sua vida, enfim! O fato é que as emoções estão sempre presentes. 

E, por ser algo tão comum no dia a dia, você não concorda que é importante saber o que são as emoções e como lidar com elas de maneira correta? 

Neste texto, nós vamos explicar tudo sobre o que é uma emoção, quais as emoções básicas e, no final, você vai descobrir como desenvolver inteligência emocional para lidar bem com as suas emoções!

Pronto para descobrir como sua mente funciona? Então vamos lá!

O que é uma emoção?

A emoção é uma resposta neural para eventos externos. Ou seja, é um impulso biológico que funciona como uma reação a situações que acontecem na sua vida.

E, além de ser um processo cognitivo, a emoção também se manifesta de forma fisiológica e comportamental. Ou seja, quando você sente determinada emoção, o seu corpo reage de modo visível e seu modo agir muda.

Por exemplo, quando o seu time de futebol perde, é comum que você sinta raiva e, assim, pode ser que você xingue, seu coração acelere, os músculos fiquem tensos e tenha até suor em excesso!

 Ou quando acontece algo muito bom e você se sente tomado pela alegria, não conseguindo parar de sorrir! 

Percebe como as emoções são respostas naturais do seu organismo a fatores externos?

Mas não para por aí! Cada emoção tem uma função e elas são importantes até mesmo para sua sobrevivência! Sabe como? Aqui vai uma explicação bem simples: imagine que você esteja andando sozinho na rua à noite, de repente você vê alguém muito suspeito e começa a andar o mais rápido possível para se afastar dali.

A emoção que você sentiu ali foi a do medo e foi ela que fez com que você reagisse rápido o suficiente para escapar de uma situação que poderia te prejudicar. E isso acontece também quando você sente medo de altura, de entrar no mar revolto e todas as outras situações que poderiam colocar sua vida em risco.

Mas não é só com o medo que isso acontece, já que todas as outras emoções também são importantes. E nós vamos conferir sobre elas agora!

O que são as emoções básicas? 

As emoções básicas são as mais comuns, de fácil percepção e universais. Ou seja, são as principais emoções dos seres humanos ao redor do mundo. De modo que elas existem, no geral, em todos, independente da cultura, local de nascimento e história de vida.

Um grande estudioso das emoções e responsável pela classificação das 6 emoções básicas universais foi Paul Ekman. Esse psicólogo viajou o mundo para estudar e categorizar essas emoções.

Ele fez vários testes sobre a linguagem facial das emoções e quais eram as mais comuns. Dessa forma, Ekman elaborou um método para analisar e interpretar microexpressões faciais causadas pelas emoções que a pessoa sentia no momento. 

E, no próximo tópico, vamos mostrar para você quais foram as 6 emoções básicas listadas por ele!

Quais são as 6 emoções básicas?

Nós já falamos sobre o que são as emoções, o que são emoções básicas e agora vamos explicar para você quais são essas 6 emoções básicas e como elas acontecem!

Vamos lá?

Alegria

Quem não gosta de se sentir alegre, não é mesmo? Essa emoção é um impulso induzido por algum momento bom, como conseguir um emprego, ver os amigos, atingir metas, enfim. 

E a função da alegria é gerar felicidade e ânimo, sentimentos que são muito importantes para que você continue a viver de forma plena e siga tendo vontade de realizar suas atividades!

Mas vale lembrar que a alegria é uma emoção que surge rápido em resposta a algo prazeroso. Assim, a alegria não é um estado contínuo, mas sim um impulso gerado por uma situação.

Ou seja, o fato de você não sentir alegria o tempo todo não significa que você não é feliz, ok? Porque, na verdade, ninguém sente a mesma emoção 24h por dia.

Tristeza

A tristeza, por mais que seja um pouquinho incômoda, também é muito necessária! Afinal, é ela que indica que algo não está bem, impulsiona você a procurar ajuda e faz com que você pense em maneiras de mudar uma situação que está afetando sua saúde mental e física. 

E esse impulso da tristeza é causado por situações que quebram suas expectativas, aquele famoso sentimento de “perder o chão”. Como por exemplo, o término de um namoro, a morte de alguém querido, desemprego, grandes mudanças e muitos outros!

Mas vale lembrar que, assim como as outras emoções, a tristeza é normal se durar apenas por um curto período de tempo. Se essa emoção continuar de modo forte, por 2 ou mais semanas pode ser o início de um quadro depressivo. 

Por isso, se você, ou alguém próximo, se encontra nessa situação de tristeza contínua procure ajuda de um profissional da saúde, ok? E se deseja o atendimento de um psicólogo Eurekka, clique no banner abaixo!

banner terapia saúde mental com a eurekka

Medo

Como falamos no início do texto, o medo é a emoção gerada pelo estímulo do perigo. E muitas pessoas têm a ideia errada de que o medo é sempre algo ruim e deve ser destruído, mas não é bem assim!

O medo, na medida certa, ajuda você a se preparar e a reagir em situações que podem ser prejudiciais. Por exemplo: se você não tivesse medo do choque elétrico, você encostaria seu dedo em um fio de alta tensão desencapado sem se preocupar com os danos sérios que isso causaria. 

Mas não precisamos ir tão longe! O medo também se manifesta em situações comuns do dia a dia, como mudar de escola ou começar um novo emprego. E isso não é um problema, é uma reação normal.

O medo só se torna um problema quando ele paralisa e impede você de fazer coisas que não apresentam perigo real, como sair com os amigos. Nesse caso, pode ser que não se trate mais da emoção normal do medo, mas sim um tipo de ansiedade.

Nojo

O nojo é a emoção causada por algo que parece desagradável. Assim, ao ser impulsionada por algo externo que pareça suspeito, essa emoção será ativada e irá ajudar você a não entrar em um tipo de situação deplorável.

Raiva

Você já vivenciou uma situação que deixou você muito nervoso? Viveu um momento em que se sentiu injuriado e ficou muito bravo por isso? Pois é, tudo isso vem da raiva!

E isso acontece, porque essa emoção, na dose certa, acaba por impulsionar o seu senso de justiça, fazendo com que você não aceite situações injustas com você ou com os outros. 

Mas a raiva deve ser sempre controlada, uma vez que essa emoção não deve ser forte e descontrolada a ponto de prejudicar você e o outro. 

Se você quer saber mais sobre essa emoção e aprender a controlá-la, clique aqui!

Surpresa

A surpresa é uma reação causada por um acontecimento que não fazia parte dos seus planos. E ela pode ser tanto positiva, negativa ou neutra.

Por exemplo, uma surpresa positiva seria receber um presente fora de datas comemorativas. Uma surpresa ruim seria ver seu namorado/namorada com outra pessoa. E uma surpresa neutra seria algo que não afeta você nem de modo positivo, nem de modo negativo, como uma curiosidade aleatória na internet. 

cubo com figuras de emoções

Existem outras emoções básicas? 

Talvez você ache que seis emoções básicas não são o suficiente para definir o turbilhão de pensamentos, reações e sensações que você já teve, certo?

E você está certo! No total, existem 27 emoções básicas, sendo que elas são divididas entre primárias e secundárias.

As emoções primárias são essas que citamos para você no tópico anterior (alegria, tristeza, medo, nojo, raiva e surpresa), ou seja, elas são as mais simples, estão presentes em todos os seres humanos, salvo algumas excessões, e não variam de acordo com a cultura e vivência da pessoa.

Já as emoções secundárias, são as mais complexas e podem variar de acordo com o local em que a pessoa vive, sua história, cultura e outros fatores. Como o ciúmes, culpa, vergonha e admiração.

E aqui nós vamos citar a lista completa dessas 27 emoções:

  • Admiração
  • Adoração 
  • Apreciação estética
  • Alívio
  • Anseio
  • Ansiedade
  • Arrebatamento 
  • Confusão
  • Calma
  • Dor empática
  • Desejo sexual
  • Espanto
  • Estranhamento 
  • Excitação
  • Horror
  • Inveja
  • Interesse
  • Júbilo 
  • Medo
  • Nostalgia
  • Nojo 
  • Raiva
  • Romance
  • Satisfação 
  • Surpresa
  • Tédio 
  • Tristeza

E, se você quer saber como estão suas emoções, clique aqui.

O que é Inteligência Emocional? 

Ao longo do texto, nós falamos algumas vezes sobre como é importante que as emoções ocorram na medida certa, não é mesmo? E a Inteligência Emocional está muito ligada a essa questão.

Ser inteligente emocionalmente é saber que as emoções são normais, mas não se deixar ser controlado por elas e sim saber como controlá-las.

Ou seja, a Inteligência Emocional é um conjunto de habilidades que permitem que você entenda que emoção você está sentindo, porque está sentindo e como pode lidar com ela da melhor forma possível.

Por exemplo: se você está sentindo muita raiva de algum familiar seu, ao invés de gritar com ele, quebrar coisas, bater as portas e discutir, você irá refletir qual emoção está tomando conta (raiva), depois você irá pensar no porquê dessa emoção ter aparecido e depois você irá pensar em qual a melhor forma de agir.

Entenda que não é errado sentir a emoção, mas sim deixar que ela cegue você e você acabe por tomar atitudes irresponsáveis. Toda emoção, na medida certa, é útil, você apenas deve perceber quando essa emoção está tomando mais lugar do que deveria. 

Além disso, sabia que a Inteligência Emocional não é só sobre suas emoções? Isso porque, ela também engloba a sua capacidade de enxergar qual emoção o outro está sentindo e como pode ajudá-lo quando for necessário. 

Ou seja, é sobre perceber e lidar com suas emoções, mas também praticar a empatia e saber qual emoção o outro está sentindo!

E algumas dicas para desenvolver a Inteligência Emocional são: praticar técnicas de mindfulness, começar a escrita terapêutica, treinar a empatia e fazer terapia!

Ah! Se você é responsável por alguma criança e quer saber como ensinar sobre emoções, descubra aqui desenhos que ensinam sobre as emoções e receba outras dicas valiosas!

sede da Eurekka

Controle suas emoções básicas com a Eurekka 

A gente entende que nem sempre é fácil lidar com as emoções. Ainda mais em momentos de muita instabilidade, onde você se sente perdido e frágil.

Por isso, nós aqui da Eurekka queremos muito ajudar você a ter mais Inteligência Emocional e caminhar com você até um lugar de plenitude e autoconhecimento.

Então, se você tem interesse em receber essa ajuda para viver de forma melhor, clique aqui e saiba como marcar uma conversa inicial com um de nossos psicólogos! A partir dessa conversa, ele vai saber qual o maior empecilho na sua vida e como ajudar você a melhorar!

E, para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.67

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.