DASS-21: faça o Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse!

Bárbara Stein

O DASS-21 é um Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse, um método rápido e fácil para você saber até que ponto consegue se manter bem e quando as coisas estão saindo do controle.

Ao longo da sua semana, você já deve ter reparado, inúmeras vezes, pensamentos como: “eu não vou conseguir dar conta, pois o prazo já está acabando!”. Ou ainda “eu não sou capaz de lidar com isso”. E esses pensamentos, no geral, acompanham sentimentos negativos e, até mesmo, sensações físicas desconfortáveis.

Incômodos como esses são comuns na nossa vida diária. O problema é quando isso passa a comprometer nosso bem estar de modo significativo. Podendo, até mesmo, desenvolver distúrbios como depressão, ansiedade e estresse. Por isso, acompanhe abaixo mais sobre o teste DASS-21 e saiba como fazer!

Tudo sobre o Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse

O DASS (Depression, Anxiety and Stress Scale) é um conjunto de três questionários utilizados para medir os níveis de depressão, ansiedade e estresse, além de correlacionar seus sintomas. Cada questionário é composto por 14 itens, que totalizam 42 afirmativas. Além dele, existe uma versão mais breve, portanto, mais rápida. No DASS-21, cada um dos três questionários é composto por 7 itens, totalizando 21 afirmativas.

As afirmativas do DASS dizem respeito às sensações físicas e emocionais, pensamentos ou comportamentos que encontramos na maioria das pessoas com depressão, ansiedade e estresse. Deste modo, para cada afirmativa, você deve responder o quanto ela se aplica, nos últimos dias, a você ou não. Ou seja, é um teste de autoanálise.

O resultado do DASS pode ser avaliado assim que você terminar de responder o teste. Assim, altos níveis nas respostas das afirmativas indicam um grande sofrimento e prejuízo no seu cotidiano. Neste caso, você deve buscar um auxílio psicológico. 

teste de ansiedade

Teste DASS-21

A seguir, veja o que cada escala do DASS avalia e as características gerais das pessoas que têm grandes pontuações no teste.

Ansiedade

A ansiedade é uma emoção normal do nosso organismo. Dessa forma, ela foca em problemas que podem vir a acontecer, ou seja, é cem por cento sobre acontecimentos futuros. O problema começa quando essa ansiedade se torna tóxica. Isso acontece quando você não consegue usar os alertas dela para se preparar e tomar atitudes sobre uma situação de perigo real, como uma prova da faculdade, por exemplo.

No teste, a escala de ansiedade busca avaliar quatro critérios:

  • Excitação autonômica: acontece em situações que você sente que perdeu o controle e começa a imaginar muitas coisas em relação ao futuro;
  • Tensões musculares;
  • Ansiedade situacional: quando ela esta associada a eventos, objetos ou situações;
  • Experiência subjetiva de afeto ansioso.

O perfil de pessoas que pontuam níveis elevados de ansiedade costuma se caracterizar como apreensivo, trêmulo, com sensações de boca seca, dificuldades respiratórias, taquicardia e suor nas mãos. Além de apresentar uma alta preocupação com o desempenho pessoal e uma possível perda de controle.

Estresse 

estresse é um fenômeno fisiológico que age como uma defesa do organismo a uma ameaça. Assim, ele é o responsável pela sobrevivência dos seres humanos e dos animais por muito tempo. Nos dias atuais, a maioria das pessoas passa por situações estressantes, que trazem consequências para o corpo e para a mente.

A escala de estresse diz respeito aos níveis de excitação crônica inespecífica, dificuldade em relaxar e a excitação nervosa. Bem como a percepção de estar facilmente chateado, agitado, irritado, muito reativo e impaciente.

Portanto, uma pessoa que demonstra altos níveis de estresse pode se apresentar como tensa, incapaz de relaxar, sensível, nervosa, inquieta e intolerante a interrupções ou atrasos.

Depressão

depressão é um transtorno psicológico. Por isso, é importante ressaltar que não existe um único teste ou exame de laboratório que indique que alguém tem, ou não, depressão. Portanto, a presença do transtorno é algo que os profissionais concluem quando observam um conjunto de vários sintomas emocionais e, também, físicos.

A escala de depressão avalia a disforia (estado de ansiedade, depressão e inquietude), desesperança, desvalorização da vida, autodepreciação, falta de interesse, anedonia (perda da capacidade de sentir prazer) e inércia. Logo, as pessoas que possuem altos níveis de depressão no DASS, no geral, são desanimadas, pessimistas sobre o futuro, se sentem incapazes de sentir prazer ou se interessar pelas coisas, além de uma falta de iniciativa.

Posso confiar no diagnóstico do Teste DASS-21?

O diagnóstico apresentado pelo DASS-21 é dado em níveis de depressão, ansiedade e estresse. Assim, os níveis baixos são compreendidos como sintomas leves e que estão presentes na maioria da população. O que não caracteriza, portanto, um transtorno psicológico. Enquanto isso, níveis altos em qualquer uma das escalas indica grande sofrimento e que necessitam de atenção clínica

Deste modo, o diagnóstico fornecido pelo teste, de forma isolada, não é válido, por si só, como um diagnóstico clínico, como ocorre em outros testes psicológicos. No entanto, o DASS-21 é um ótimo instrumento para avaliar a necessidade de buscar um auxílio especializado ou ainda para confirmar dúvidas diagnósticas. 

Resumindo: você pode confiar no diagnóstico do DASS-21, mas deve sempre buscar outras fontes profissionais para apoiar o resultado.

banner terapia

Instruções e como fazer o Teste DASS-21

O Teste DASS-21 é de rápida e fácil aplicação. Você deve ler com cuidado cada afirmação e pensar o quanto ela te descreve nos últimos sete dias. Para isso, utilize uma escala numérica que corresponda de maneira correta a cada questão de acordo com sua autoanálise, conforme indicado a seguir: 

  • 0: não se aplicou de maneira alguma;
  • 1: se aplicou em algum grau ou por pouco tempo;
  • 2: se aplicou em um grau considerável ou por uma boa parte do tempo;
  • 3: se aplicou muito ou na maioria do tempo.

Mas não se esqueça: os resultados não são determinantes. Portanto, se você está com dificuldades no seu dia a dia, peça ajuda a um profissional! Clique aqui para marcar uma conversa inicial com um de nossos psicólogos na Eurekka.

E por fim, para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Bárbara Stein

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *