Entenda o que é o pessimismo e como lidar com a negatividade

Equipe Eurekka

Você já se perguntou por que algumas pessoas só enxergam o lado ruim das coisas? Ou por que você mesmo acha difícil ser positivo? Já se percebeu tendo medo de tentar algo novo porque tem certeza que não vai dar certo? Assim costumam ser as pessoas tomadas pelo pessimismo.

E, quando uma pessoa é muito pessimista, isso acaba afetando os outros, o seu dia a dia, sua maneira de pensar e agir, e, acima de tudo, ela mesma. Afinal, pessoas pessimistas demais sofrem por ser assim, já que é difícil estar bem quando sua mente lembra você de coisas que podem dar errado sempre.

Mas calma! Não é preciso ser pessimista pra sempre. Neste texto, você vai descobrir o que é pessimismo e seus impactos bons e ruins. Além disso, vamos dar dicas você aprender a lidar com o pessimismo em excesso.

Então, vem com a gente!

O que é pessimismo? 

No dicionário de Oxford, pessimismo aparece como a tendência de um sujeito a sempre esperar o pior, ou seja, o resultado com as consequências mais graves.

Então, o pessimismo é uma visão do mundo, que sempre tende pro lado negativo. É a disposição da pessoa a só perceber, ou reparar mais, coisas ruins que acontecem ou que existem na sua vida.

E, nesses casos, o sujeito pode até deixar de ver o que aconteceu de bom, ou ver o lado positivo como menos importante. 

Além disso, o pessimismo se liga a um conceito chamado desamparo. Desamparo é quando a pessoa desiste de se colocar em situações novas e de tentar melhorar a sua vida e seu meio. É uma renúncia que vem de acreditar que todo esforço é inútil e em vão. Então, pra que tentar? 

Desse modo, o pessimismo pode ser uma forma de evitar as situações da vida. Acreditando que tudo sempre vai dar errado, a pessoa pessimista pouco se arrisca e deixa de aproveitar oportunidades. Assim, a pessoa fica numa zona de conforto (mas acredite, não é nada confortável, só estagnado). 

Como saber se sou pessimista? 

Você se identificou com o que falamos até agora? Costuma ver o copo sempre meio vazio? Tende a deixar de tentar coisas novas porque acha que não vai dar certo? Então talvez você seja uma pessoa pessimista. 

E, para ter certeza se você se identifica com traços pessimistas, confira alguns sinais pessimistas que são fáceis de perceber, como: 

  1. Mal-humor; 
  2. Autossabotagem; 
  3. Se achar azarado;
  4. Quase nunca se arrisca;
  5. Encontra empecilhos para toda situação; 
  6. Tem menos motivação. 

Além disso, pessoas pessimistas tendem a se frustrar com mais facilidade. Parece estranho, já que são elas que esperam coisas ruins, não é? Mas o limite de frustração em pessoas pessimistas costuma ser mais baixo.

E isso acontece por causa da tendência ao desamparo, que te leva a acreditar que o esforço não vale a pena. Então, mesmo quando a pessoa pessimista tenta algo, costuma desistir com mais facilidade, por já não acreditar que vai dar bons frutos. 

Outro ponto importante é que, uma pessoa pessimista, ao enfrentar uma situação ruim, acredita que ela seja duradoura e vá se repetir e costuma se culpar por isso. Já, quando algo bom acontece, tende a achar que vai passar logo, que só aconteceu por acaso e que não vai acontecer de novo. 

Mas vale lembrar que todos esses traços podem aparecer em vários momentos da vida, com qualquer pessoa. Afinal, até mesmo a pessoa mais positiva e esperançosa pode agir e pensar de forma pessimista quando passa por eventos muito difíceis e frustrantes. 

O pessimismo se torna um problema quando é crônico, independe do contexto, e afeta fortemente sua vida e relações. Ou seja, quando o pessimismo deixa de ser um estado passageiro e passa a dominar sua vida.

pessoa segurando balão feliz

Como lidar com o pessimismo? 

Você reconheceu que tem pessoas pessimistas na sua vida? Ou talvez essa pessoa seja até você mesmo. E agora, o que fazer? Tem algum jeito de lidar?

Bom, primeiro passo é o enfrentamento, ou seja, quando você enfrenta situações desconfortáveis. Assim, o ideal é que o pessimista se exponha ao medo, para que seu corpo e sua mente passem a aceitar, cada vez mais, uma situação difícil e saiba lidar com isso. 

Uma pessoa pessimista, que teme o resultado e acha que vai dar errado, pode tentar algo novo que não traga tantos riscos. Pode até ser algo pequeno, como provar um sabor novo de sorvete. 

Afinal, o pessimismo está por toda parte e pequenas atitudes já ajudam a melhorar. Com isso, a pessoa pessimista começar a ver que nem sempre as coisas vão dar errado, e mesmo se houver falhas, não é o fim do mundo.

Além disso, assim o sujeito também trabalha a resiliência, que é a capacidade de continuar tentando e vivendo mesmo quando tudo dá errado. O importante é sair aos poucos da zona de conforto e não seguir o caminho da evitação.

Outra forma de lidar com o pessimismo é mudar o ponto de atenção. Se o foco da pessoa pessimista é o lado ruim, é importante que ela tente reparar mais nas coisas boas da vida. 

A positividade pode ser um grande desafio para a pessoa pessimista, mas ela é um hábito que pode ser desenvolvido. Algumas dicas são: fazer uma lista de gratidão, se relacionar com pessoas bem-humoradas, ser prestativo, e até mesmo usar mantras são boas formas de ser mais positivo. 

Existe um lado bom para o pessimismo? 

Apesar de tudo, não queremos com essas dicas acabar com o pessimismo. Primeiro, porque é impossível, pois qualquer um, em algum contexto mais desanimador e frustrante, pode ser pessimista. Segundo, e mais importante, porque o pessimismo é muito útil pro ser humano!

Pense no cenário de milhões de anos atrás, em que aconteceu a maior parte da evolução do ser humano. Era um mundo muito diferente, hostil ao máximo, em que um passo em falso podia levar à morte. Nesse meio, o ser humano não podia se dar ao luxo de se arriscar demais, e de esperar coisas boas; precisava tomar muito cuidado e ser precavido

Então, o viés negativo, nesse contexto, nos protegeu e nos salvou. Afinal, evitava que o ser humano entrasse em situações de risco a não ser que fosse essencial, e assim a espécie sobreviveu.

O pessimismo como mecanismo de proteção existe até hoje. Ele é vital para que não sejamos muito ingênuos e nos ajuda a nos proteger de perigos físicos, financeiros, emocionais, etc. Uma pessoa muito otimista pode ser presa fácil para os riscos do mundo moderno, pois o pessimismo nos ajuda a calcular riscos com mais cautela. 

Nesse sentido, o viés negativo extremo pode ter tido uma função para as pessoas pessimistas. Uma pessoa que cresceu em um meio tóxico, por exemplo, com pais abusivos e reativos, pode usar o pessimismo para se defender.

Então, vivendo em um ambiente de risco, ela calcula o que pode dar errado e foge de punições, prevendo as reações negativas do meio. Desse modo, pode acabar levando essa forma de ver e lidar com o mundo por toda a vida.

Os problemas do excesso de pessimismo

Ok, um pouco de pessimismo é importante, e para algumas pessoas pode ter sido essencial durante a vida. Contudo, quando a dose é alta demais, as pessoas pessimistas sofrem e acabam tendo prejuízos.

Então, confira agora os problemas do pessimismo em excesso!

Contribui para a ansiedade 

Ansiedade é uma palavra cada vez mais comum no dia a dia. Todo mundo sente ansiedade, porque ela é da natureza do ser humano. Na verdade, ela é um aviso de que algum perigo se aproxima e daí ela prepara o nosso corpo para reagir.

Mas a ansiedade vira um problema quando começamos a nos sentir muito ansiosos em um meio que não oferece perigo. É um medo e uma preocupação além do normal, antecipada, e que traz sofrimento.

E o que isso tem a ver com pessimismo? Uma parte vital da ansiedade é pensar em todas as possibilidades e sentir que até mesmo as piores podem acontecer a qualquer momento.

E, levando em conta que a pessoa pessimista tem o viés negativo forte, ela acaba vendo cada vez mais cenários ruins. Então, uma pessoa pessimista alimenta essa sensação, pois como sempre espera que o pior aconteça, aumenta o estado de alerta e, logo, a ansiedade.  

Uma pessoa ansiosa pode acabar deixando de viver uma vida plena e feliz, de modo que ela vive sempre tensa e deixe de fazer muitas coisas que trariam alegria e satisfação. Por isso, se você sente que a ansiedade tem tomado conta de você, marque já uma consulta com a Eurekka e melhore sua vida através da terapia! É só clicar no banner abaixo!

banner terapia saúde mental com a eurekka

Contribui para a Depressão

A depressão é um transtorno mental que resulta da soma de vários fatores: genética, estilo de vida, situações traumáticas e alguns gatilhos. A pessoa com depressão apresenta vários sinais e sintomas, em especial, o humor deprimido, a apatia e a redução de prazeres e interesses na vida.

E a depressão se liga ao pessimismo, pois ser pessimista alimenta os sintomas depressivos. Afinal, quando tudo vai dar errado, para que ser feliz? O que tem para ser feliz?

Assim, há um aumento no humor cabisbaixo e na apatia. Além disso, o pessimismo, que já tira a motivação, pode se juntar à depressão e acabar com a vontade de lutar para sair da situação.

Dessa forma, há um risco de desamparo permanente, ou seja, a pessoa perde a força para tentar. A vida já parece muito difícil sem sequer haver uma tentativa de mudar, imagina quando há o esforço? E pior, se o esforço parece inútil? Desse modo, a depressão e o pessimismo minam a resiliência.

Mais estresse 

O estresse surge quando há um excesso para sua mente e seu corpo, uma carga que passa do seu limite. Pessoas pessimistas pensam sempre em todas as formas que uma situação pode dar errado, o que pode sobrecarregar a mente, ao imaginar todos esses cenários.

Assim, o pessimismo e seu viés negativo deixam a pessoa sem energias e estressada mesmo na estagnação. Desse modo, a pessoa pessimista sofre e se estressa por antecipação

Além disso, uma situação nova já tende a ser fonte de estresse, pois o seu cérebro está tendo que lidar com mudanças. Se a pessoa é pessimista e acha que tudo sempre vai dar errado, a tendência é que o estresse seja maior. Afinal, em toda situação diferente e que possa dar uma recompensa, ela tende a esperar o pior e vai sofrer antes mesmo que isso aconteça. 

Não saber lidar com problemas 

Pessoas pessimistas têm um limite reduzido para a frustração, pois enxergarem as coisas ruins mais facilmente do que os bons resultados. Assim, quando surge um problema, a reação mais rápida da pessoa é desistir e fugir da situação. Desse modo, o sujeito tende a continuar na zona de conforto, evitando chances de evoluir.

Podemos voltar aqui ao conceito de desamparo, ou seja que o esforço do sujeito é inútil. Pessoas pessimistas têm um desamparo mais forte, e têm que se esforçar muito mais para se arriscar.

E se o esforço não dá resultado e traz problemas, a situação logo parece não ter solução, e o sujeito não consegue lidar com as questões. Mesmo quando o indivíduo sabe que há chances altas de dar certo, e que pode melhorar sua vida, os problemas tendem a o fazer desistir. 

Afeta o bem estar

Como foi falado, o pessimismo pode disparar a depressão, ansiedade e alimentar o estresse. E isso em si já traz muitos prejuízos, certo? Mas o pessimismo tem outros impactos na vida das pessoas com essa forma de ver e lidar com o mundo.

Pessoas pessimistas tendem a buscar menos coisas novas, mesmo que estas sejam boas para si. Assim, os níveis de estresse e a negatividade acabam por afetar o funcionamento do corpo, prejudicando órgãos como o coração, o estômago e até a pele.

Além disso, a raiva e o estresse, ligados ao pessimismo, podem enfraquecer o sistema imunológico, aumentando as chances de se ter alguma doença e não se recuperar com tanta facilidade. Até por isso, estudos apontam que pessoas pessimistas têm expectativas de vida mais curtas. Claro que pensamento positivo não é cura para tudo, mas, com certeza, o pensamento negativo deixa marcas na saúde.

Dicas para lidar com o pessimismo 

Mas calma! O pessimismo em excesso não é uma sentença para toda a vida. É possível contornar o problema e ser mais otimista, indo em direção a uma visão de mundo mais equilibrada.

Aliás, o primeiro passo para deixar o pessimismo de lado é acreditar na sua capacidade de mudança. Pois, essa já é uma boa forma de trabalhar o próprio otimismo e pensamento positivo. 

menina cruzando os dedos e sendo contra o pessimismo

Torça para que dê tudo certo, mas se planeje caso algo dê errado 

Use esse pessimismo ao seu favor! É importante pensar em cenários que tudo dá errado, mas tente encarar isso de outra forma: o que eu posso fazer se isso de fato acontecer? Como eu posso reduzir os problemas e lidar com as consequências? 

Um dos fatores que contribui para o pessimismo é que as consequências de quando as coisas dão errado parecem muito ruins. Mas se você se planejar para que a melhor situação não aconteça, costuma ficar mais tranquilo. Afinal, se você tem um plano B, o que impede de tentar o plano A? O pior que pode acontecer você já prevê, agora pode se precaver.

Além disso, outra parte importante é aumentar e fortalecer sua rede de apoio. É essencial ter pessoas que deem suporte, que incentivem você a continuar, a celebrar suas conquistas, e, acima de tudo, amparem você caso algo dê errado. Se você tem tudo isso, pode apostar que as consequências de se arriscar vão dar menos medo, e você vai ver mais fácil o lado positivo. 

Aprenda que nada é perfeito 

Se a situação não se aproxima do ideal, pessoas pessimistas costumam focar ainda mais nos defeitos e falhas e achar que isso corresponde ao todo.

Mas quando você entende que, mesmo no melhor cenário possível, ainda haverá problemas, isso liberta, e dá coragem. Afinal, se não precisa ser perfeito para dar certo, é possível, então vale mais a pena o esforço.

Uma parte importante para ser uma pessoa menos pessimista é ver o lado bom das pequenas coisas. Assim, você trabalha o seu viés atencional, que sai do negativo para o positivo e começa a ter mais felicidade no dia a dia. Se você é grato e aprecia as pequenas coisas, o cenário ruim não afeta tanto, pois muitas dessas coisas boas continuarão. 

E se você quer receber uma dica valiosa sobre isso, escute o que um dos fundadores da Eurekka diz sobre isso, é só clicar aqui!

Todo mundo erra, inclusive você 

Nesse sentido, também é importante não ter expectativas muito altas nos outros, e ainda mais em você mesmo. Uma pessoa pessimista acha que tudo dá errado com ela e quase sempre por alguma culpa dela. Mas mesmo que seja verdade, mesmo que tenha sido um erro seu, não é o fim do mundo!

Vale dizer que isso não quer dizer ignorar os seus erros e seus defeitos, mas não se deixar definir por eles, afinal, a vida de todos, sem exceção, é de erros e acertos.

Imagine que um amigo seu esteja passando por uma situação de erro. Você vai dizer a ele que não há mais solução, que ele deve abandonar o barco e desistir? É isso que você quer ouvir dos seus amigos quando estiver numa situação de frustração, de erro, de fracasso?

Tenha mais autoconhecimento

O pessimismo também pode ser um sinal de insegurança e falta de confiança no mundo. Uma forma de driblar isso é prestar atenção e melhorar seus pontos fortes. Desse modo, você vai se expor a situações com que sabe lidar e isso vai dar confiança e aumentar sua positividade. Afinal, se você tem confiança nas suas capacidades, você se sente apto para resolver outros problemas e enfrentar situações ruins. 

Além disso, outra maneira de trabalhar o pessimismo é se monitorar. Em que momentos ele vem à tona? Quais os cenários que disparam seu pessimismo? O que você tem mais medo que aconteça? Como você age e o que você evita quando está pensando com o viés negativo?

Pensar em sua reação diante do pessimismo é um bom jeito de tentar diminuir seu impacto em você. Afinal, a melhor forma de lidar com uma coisa é conhecê-la e conhecer sua relação com ela. Não basta só fingir que o pessimismo não afeta você, é preciso entendê-lo

sede da Eurekka

Aprenda a ser menos pessimista com a Eurekka

Se você acredita que o seu pessimismo prejudica demais e que não consegue lidar com ele sozinho, fale com a gente! Um psicólogo da Eurekka pode tornar essa missão tão difícil um pouco mais fácil e guiar você no caminho certo para ter mais equilíbrio e ser mais positivo. Marque uma conversa inicial conosco!

A Eurekka é a maior clínica de psicologia online do país. E nós estamos aqui dispostos a atender o seu chamado e buscar a melhor forma de lhe dar uma vida que valha a pena ser vivida e com bem-estar! Então, clique aqui e conheça os benefícios da terapia Eurekka!

E, para mais conteúdos gratuitos, siga a Eurekka nas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook!

Por fim, fique de olho nos posts do blog para ter acesso a conteúdo sobre saúde mental, física e emocional!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.