Resiliência: tipos e 10 dicas práticas para aumentar a sua

Eurekka Psicólogos

Resiliência” não é apenas uma palavra bonita para tatuar. Apesar de aparecer bastante em redes sociais, a resiliência não é tão bem explicada e seu significado parece não importar para algumas pessoas.

Para você não ser como elas, descubra o que é resiliência, quais os tipos de resiliência que existem, por que você não é tão resiliente quanto gostaria e como ser mais resiliente. Vem conferir!

O que é resiliência?

De acordo com o dicionário da Oxford Languages, o sentido figurado de resiliência é “capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças”. A palavra tem relação com “elasticidade”.

Tudo isso quer dizer que resiliência é a sua capacidade de lidar com problemas e situações difíceis, sem se render à elas, superando esses obstáculos. É uma qualidade mega positiva e muito útil para o indivíduo – principalmente no momento incerto em que vivemos atualmente.

Tipos de resiliência

Como foi dito, a resiliência é a força que temos para superar obstáculos. Isso pode se encaixar em diversas áreas da sua vida.

Emocional

Capacidade de suportar fortes emoções, sejam elas negativas ou positivas, e também de superar eventos traumáticos.

Acadêmica

Capacidade de suportar pressões como prazos, grande quantidade de matéria e de entregas valendo nota ou falar em público, mesmo que te cause frustração ou medo.

Social

Capacidade de lidar com desavenças, brigas ou términos com mais leveza, superando mais rapidamente, sem remoer ou se afastar por um longo período. 

10 dicas práticas para ter mais resiliência

mulher com resiliência

Para você ser mais resiliente, ter confiança ajuda muito. A resiliência não é fortalecida do dia para a noite – exige tempo, esforço e dedicação. A maior parte desses esforços é psicológico, já que a nossa capacidade de suportar e de deixar os problemas passarem por nós dependem da nossa força psicológica e emocional

Confira algumas dicas que separamos para você sobre como mudar algumas questões da sua vida já farão uma grande diferença na sua resiliência!

Aceite que a mudança faz parte da vida

Muitas das retrações e negações que temos surgem porque nós não conseguimos aceitar que a vida é feita de fases e momentos, e que isso é algo padrão da natureza – não é um karma em cima de você, mas a forma natural de tudo se relacionar.

Tenha flexibilidade

Como não podemos impedir as mudanças que acontecem em nossa vida, resta ter flexibilidade, ou seja, estar aberto às novas possibilidades, às novas opções de amigos, empregos, aulas – enfim, de tudo!

Aprenda com os erros do passado

Tudo bem errar, isso faz parte do nosso aprendizado. Mas a pior coisa que pode acontecer é não aceitar que aquilo foi um erro, e não aceitar que mudanças precisam ser feitas. Permita-se evoluir aprendendo pelo seu passado!

Construa uma rede de apoio

A rede de apoio é muito importante para que a gente tenha amparo no momento das nossas mudanças e, principalmente, para apontar nossos erros e ajudar a melhorar. Portanto, ter amigos e familiares com quem contar, além do terapeuta, é essencial para criar e manter resiliência.

Cuide de você mesmo

O autocuidado permite que você se conheça melhor, saiba seus limites e seus desejos, e aja a favor disso. Não deixe de cuidar de si mesmo, de se dar carinho e atenção para poder ouvir o que seu corpo precisa.

Mantenha bons hábitos

Nem só de mudanças emocionais vive a resiliência! Bons hábitos como 150 minutos de exercício físico por semana e alimentação saudável também interferem positivamente na sua resiliência, porque te ajudam a manter a força física necessária para situações de estresse e ansiedade – e, além disso, ajudam a liberar hormônios que aumentam sua felicidade e sua calma.

Desenvolva uma atitude positiva

Pensar positivo te ajudará a agir positivamente, “enganar” o seu cérebro para que a situação ruim não te cause pânico ou raiva, mas seja uma oportunidade de agir de maneira criativa para sair daquilo ou, pelo menos, não ficar remoendo o que aconteceu.

Sorria

É cientificamente comprovado que o sorriso libera hormônios como a endorfina, que é responsável pelo bem-estar. Isso significa que até mesmo o sorriso forçado – que podemos também chamar de “sorriso amarelado” – pode te fazer ficar feliz e relaxado de verdade.

Tenha jeitos de aliviar a tensão

A Eurekka publica vários métodos de amenizar tensões e estresses do dia a dia. Assim, você pode tentar uma meditação ou então um relaxamento progressivo – dois métodos que podem ser feitos em qualquer lugar, mesmo rodeado de pessoas, e mesmo com pouquíssimo tempo disponível!

Se esforce nas suas metas e objetivos

Por fim, mais importante do que estabelecer metas, é batalhar todos os dias para que essas metas e objetivos serem alcançados. Estabeleça micropassos que te ajudem a manter as metas vivas.

A Eurekka ajuda a ter resiliência

sede porto alegre

A Eurekka têm profissionais muito dedicados na Terapia para te ajudar a se comprometer mais e mais com seus objetivos, ou até mesmo descobrir quais são os objetivos que você quer manter na sua vida! Ademais, recomeçar a criar novos hábitos pode ser uma tarefa difícil e, por isso, é muito legal ter um apoio para dar os primeiros micropassos. Clique aqui para marcar uma consulta.

Além disso, contamos com médicos de diversas especialidades, inclusive psiquiatras. Para saber mais é só clicar aqui.

Por fim, você pode acompanhar nossos conteúdos gratuitos sobre mudanças de hábitos, aceitação e autoconhecimento: é só baixar o app da Eurekka ou então nos seguir nas redes sociais:  Instagram Facebook e YouTube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Eurekka Psicólogos

A Eurekka é uma Clínica de Psicologia especializada em terapia online que atende pacientes de todo o mundo. Os Psicólogos da equipe são treinados para aplicar a Terapia Cognitivo Comportamental de última geração nos mais diversos problemas: ansiedade, depressão, traumas, fobias, autoestima, disciplina, relacionamentos e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *