Como lidar com críticas

Equipe Eurekka

A crítica já chega causando burburinho, porque, na maioria das vezes, não é vista com bons olhos. A própria palavra parece soar forte, intransigente e provocadora. No entanto, a gente quer te dizer que não é necessário esse pavor todo não, porque nem sempre as críticas vêm para oprimir ou humilhar. Por isso, a dica de ouro está em como lidar com as críticas e como tirar delas algum proveito.

A primeira sensação diante da crítica é de raiva, frustração e estresse, porque o comum do ser humano é ser aprovado e não reprovado. Diante disso, temos que aprender a lidar com nossas emoções, tornando o momento da crítica mais leve, como se a gente conseguisse filtrar o que foi dito e entender a posição do outro.

Tá achando difícil agir assim? E você tem razão, porque não é uma tarefa fácil mesmo! Então, continue lendo para aprender como se manter tranquilo diante das críticas que você recebe.

O que são críticas construtivas?

Se a crítica é construtiva, é porque a intenção é mostrar outros caminhos, é alertar e expressar algo que pode ser melhorado.

Nesse sentido, cabe a quem recebe a crítica construtiva refletir sobre o que está ouvindo e entender que o outro não está atacando a pessoa, mas está expressando uma opinião sobre as atitudes, a obra, o trabalho, o texto escrito, enfim…

O que fazer para não se abalar com as críticas?

Desde pequenos, passamos por fases em que recebemos críticas e talvez elas não sejam bem construídas. Por isso, há tanta resistência na fase adulta.

Por exemplo, na infância e na adolescência, é normal que os adultos não se preocupem tanto com a maneira como comunicam as coisas aos filhos. E isso pode provocar prejuízos mais adiante.

É possível que os pais exageram nas críticas aos pequenos em relação ao desempenho escolar, aos comportamentos e às preferências. Depois, na adolescência, além de todos esses aspectos, há as críticas relacionadas à imagem ( espinhas, cabelo, corpo, roupas).

Por esses e outros motivos, vamos entender um pouquinho como não nos abalarmos com as críticas. Continue lendo!

Como se defender de uma crítica?

Se a crítica for negativa, ofensiva e sem cabimento, capriche nos argumentos e mostre à outra pessoa que as colocações dela são infundadas. Procure fazer isso num tom de voz baixo, sem provocar discussões e atritos desnecessários.

Se a crítica for construtiva, não se abale no primeiro momento e dê um tempinho pra pensar sobre o que foi dito. Isso é importante para que você não aja com raiva e por impulso.

Uma dica bacana é dividir a crítica em pequenas partes, para que você entenda que nem tudo está em desacordo com você. Filtre aquilo que é irrelevante e foque no que pode ajudar você a melhorar.

Se você começar a ouvir as críticas como uma forma de aprimoramento, esses momentos ficarão mais leves e você passará a entender que a outra pessoa não quer atacá-lo, mas ajudá-lo.

como a seleção brasileira lida com críticas

Como os jogadores fazem para lidar com críticas na Copa?

Um exemplo de como lidar com as críticas é o desempenho da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de 2022.

Os brasileiros estavam muito confiantes na atuação dos atletas e a eliminação nas quartas de final provocou uma enxurrada de críticas aos jogadores e ao treinador. Imediatamente as redes sociais foram tomadas por frases e textos criticando a falta de gols dos jogadores e as escolhas do treinador para bater os pênaltis.

Mas e daí…como se lida com isso?

A verdade é que os jogadores também ficaram abalados com o resultado e, com certeza, foram impactados pelos comentários dos torcedores. Assim, eles devem lidar com as críticas como qualquer outra pessoa: refletir sobre o que aconteceu, entender o posicionamento do torcedor e avaliar junto com a comissão técnica as mudanças.

Além disso, como se trata de uma das maiores seleções de futebol do mundo, que influencia muitas pessoas e mexe com as emoções do torcedor, é importante ter uma liderança no momento da derrota. Isso é necessário para unir o grupo, acolher e manter a calma.

Saiba mais: Por que o Brasil perdeu a copa?

E se você fosse o Neymar?

Neymar poderia ter sido essa liderança e por não ter assumido essa posição, foi muito criticado pelos torcedores. 

O atleta tem um histórico de defensivas diante de críticas, ou seja, não tem o hábito de aceitar com facilidade e costuma expor a sua insatisfação com os comentários.

No caso do jogo da Copa do Mundo, no entendimento do torcedor, Neymar deveria ter se oferecido para bater o pênalti no lugar de Rodrygo, atleta inexperiente em Copas do Mundo. 

No entanto, a sequência de jogadores para bater os pênaltis foi combinada com o treinador e o atleta apenas obedeceu.

De toda forma, Neymar deve sim fazer uma boa análise do que aconteceu e dar um retorno para o público torcedor numa próxima oportunidade, mostrando que, além de excelente jogador, é um grande líder.

Mas para além da polêmica do último jogo do Brasil na Copa, também podemos aprender com Neymar que as críticas são algo comum e que, hora ou outra, vão chegar até nós. E, o que podemos fazer é analisar o que faz sentido e buscar sempre melhorar, não deixando de lado nossas habilidades mas, ao mesmo, buscando sempre se aprimorar.

mulheres conversando

Como lidar com críticas: 5 ideias práticas

Na prática, lidar com as críticas é um exercício das emoções, ou seja, é bom a gente se preparar e criar estratégias para viver esses momentos.

Por exemplo: é comum que no final do ano ( ou de outros períodos), os gestores chamem alguns colaboradores para dar feedback. Você já sabe disso, portanto, pode pensar em como vai reagir e que argumentos pode usar.

A gente preparou 5 dicas pra você usar no momento da crítica. Dá uma olhada:

1. Não é sobre você (mas sobre suas atitudes)

Pessoas confiantes sabem identificar quando a crítica é pessoal, sobre suas habilidades e comportamentos e quando é sobre o seu trabalho, por exemplo.

Então, trate de fortalecer a sua autoconfiança, para que você tire proveito das observações dos outros e não leve as críticas para o lado pessoal.

Se alguém fala pra você que você escreveu um texto muito bom e completo, mas que o vocabulário poderia ser mais simples, essa pessoa não está criticando a sua habilidade de escrever e nem está ofendendo a sua personalidade. Ela está indicando que talvez o público que lê os seus textos seja mais simples e precise de termos mais diretos.

2. Mantenha a mente no presente

Ficar remoendo comentários passados e nutrindo a raiva não é nada saudável pra sua mente.

Então, foque no momento e tente aperfeiçoar o seu trabalho, o seu estudo, a sua vida. O que foi comunicado a você deve ser levado em conta pra melhorar e não pra fazer você sofrer.

3. Filtre os comentários

Não leve tudo ao pé da letra, ou seja, filtre as críticas e divida em pequenas partes o que dizem pra você.

Por exemplo: se seu professor disse pra voltar a ser caprichoso com os trabalhos da escola significa que você era mais cuidadoso e o professor notou um certo relaxamento. Então, pense que ele foi observador e se preocupou com uma característica que você tinha e agora não tem mais. 

Veja o lado bom das coisas e foque naquilo que merece atenção.

4. Dê ouvidos a quem merece

Antes de se morder de raiva diante de uma crítica, veja se a pessoa que está te comunicando algo tem gabarito pra isso, se ela conhece você, o seu trabalho e a sua vida.

Observe se ela tem experiência no assunto e se ela está com boas intenções. Afinal, a gente percebe direitinho quando alguém quer agregar alguma coisa ou apenas quer zoar.

Há pessoas que dizem coisas por dizer e nem sequer elaboram um pensamento. Então, você precisa avaliar bem antes de dar ouvidos a qualquer um.

5. Busque melhorar todos os dias

Na vida, em qualquer setor, a gente nunca tá pronto e isso é maravilhoso, porque temos a chance permanente de melhorar.

Diante de críticas construtivas, foque naquilo que pode ser modificado e tente sempre ver o amor, a dedicação e a preocupação da outra pessoa com você. Portanto, sinta-se valorizado!

sede da eurekka

Descubra como lidar com críticas na Eurekka

As nossas reações diante das críticas estão ligadas ao nosso autoconhecimento. Se você não conhece as suas emoções e não tem controle sobre a raiva e o estresse, por exemplo, as chances de sofrer por causa de críticas, sejam elas negativas ou construtivas, são maiores.

Quando você cuida dessas emoções, você vive melhor em todos os sentidos da sua vida e aproveita mais as oportunidades que ela te dá. No entanto, a maioria das pessoas não consegue fazer isso sozinha e precisa de uma ajudinha.

E a ajudinha está na equipe de psicólogos da Eurekka. É um time que trabalha sob medida e que tem como objetivo principal o bem-estar do paciente. Então, se você sente que tem áreas da sua vida que precisam melhorar e questões com que você precisa aprendar a lidar melhor, marque uma Conversa Inicial com de nossos terapeutas!

Assim você vai descobrir como funciona a terapia, vai falar com um psicólogo experiente e vai ouvir o que ele tem para dizer sobre as dificuldades que você tem passado! Clique aqui e marque já!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.