É difícil controlar a raiva? Descubra 6 dicas para lidar com essa emoção

Equipe Eurekka

É difícil controlar a raiva? Aprenda 6 dicas agora!

Quem nunca passou por um momento de raiva, né? Aquela hora quando sua cabeça se enche de palavras ruins, você tem vontade de explodir e para de pensar de forma racional por conta dessa emoção.

A raiva é uma emoção que causa muitos problemas no dia a dia e pode, inclusive, piorar até a saúde mental! Mas o que é exatamente a raiva? Como descrever essa emoção? Quais as suas características? 

Neste artigo, você vai saber tudo que precisa para lidar melhor com a raiva, como aprender a se acalmar e como identificar os sinais de que alguém está ficando irritado!

O que é a raiva?

A raiva é uma das emoções básicas dos seres humanos, como a alegria ou o medo. Por isso, ela está ligada com o instinto de sobrevivência humano.

A raiva causa estresse, frustração e irritação, e está relacionada com o sentido de lutar por algo. No entanto, essa luta não é apenas dar socos em algo ou alguém, mas também lutar por direitos ou novas leis, por exemplo.

Dessa forma, quase sempre existe um gatilho ─ racional ou irracional, que causa a raiva. Perder o emprego ou terminar o namoro, por exemplo.

Portanto, a raiva é uma resposta natural do corpo humano, que não causa danos em doses normais. Afinal, todo mundo sente raiva em algum momento da vida, ora com uma leve irritação, ora com muito ódio..

Porém, o problema está quando a raiva acontece em excesso durante a vida e afeta o seu relacionamento com outras pessoas.

Características da raiva

Quanto sentimos raiva, nosso corpo passa por algumas mudanças biológicas e fisiológicas. Além disso, também há mudanças externas, que podem ser vistas por outras pessoas e que podem indicar raiva.

Entre essas mudanças, temos:

  • Mais energia
  • Punhos fechados
  • Pressão sanguínea elevada
  • Batimentos rápidos
  • Picos de adrenalina e noradrenalina
  • Suor em excesso
  • Tremedeira
  • Corpo mais quente
  • Músculos mais tensos

Vale lembrar que, apesar de as mudanças internas serem as mesmas para todos, os sinais externos variam de pessoa para pessoa.

Atitudes relacionadas com a raiva

Além disso, algumas pessoas podem ter certos hábitos e atitudes que funcionam como um gatilho para a raiva. Certos traços de personalidade podem ser ajustados com a Terapia Cognitivo-Comportamental, o que irá diminuir a frequência da raiva.

Algumas dessas atitudes podem ser:

  • Egocentrismo
  • Foco em coisas fora do seu controle
  • Ameaças
  • São vingativos
  • Foco excessivo na culpa
  • Pouca tolerância ao desconforto
  • Ego frágil
  • Tendência a interpretar coisas como ofensa
  • Culpa os outros pelos seus erros
  • Não aceita outros pontos de vista

Por isso, fique atento caso note que você ou outra pessoa toma alguma dessas atitudes ao ficar com raiva. E, para ajudar as pessoas a lidar com esse problema, a Eurekka criou formas de auxiliar você por meio da psicoterapia online que oferecemos para qualquer lugar do Brasil. Clique no banner abaixo e agende sua sessão.

banner terapia

6 dicas para lidar com a raiva

Não é tão fácil assim ter uma boa inteligência emocional. Desse modo, para lidar com a raiva da melhor forma possível e evitar que ela cause problemas à sua saúde, é importante saber alguns truques que são eficazes no controle dessa emoção.

Por isso, vamos te dar 6 dicas que com certeza vão mudar a forma como você enxerga essa emoção e ainda vão ajudar você a ter mais controle para não explodir.

Tenha um sono regular

Você sabia que ter um sono de baixa qualidade faz você se irritar muito mais fácil? Portanto, é importante ter uma boa higiene de sono para garantir que o tempo que você passa dormindo seja o melhor.

Tente sempre dormir, pelo menos, 8 horas todos os dias. Dessa forma, você vai estar sempre descansado e vai conseguir manter a calma nas horas difíceis. 

Antes de dormir, fique longe do celular e de luzes brancas, faça uma alimentação leve e sempre deixe um copo com água por perto. Assim, você tem a melhor condição para ter um sono ótimo.

balão de pensamento

Interprete de outras formas

É muito difícil manter o controle quando algo te provoca, como quando alguém responde pra você de uma maneira rude, por exemplo. 

No entanto, nós podemos ter um pouco mais de controle ao enxergar a situação de modo diferente. Antes de sair por aí acusando outras pessoas, se pergunte quais evidências você tem para afirmar algo.

No caso da pessoa que respondeu de forma grosseira, você poderia pensar duas coisas: “ela não gosta de mim e por isso me tratou mal” ou “ela pode estar em um dia ruim e não viu outra forma de se expressar”. Qual delas parece melhor? 

Se você respondeu a segunda, está certo. Não veja tudo como uma ofensa pessoal. Afinal, ninguém é capaz de controlar as atitudes das outras pessoas.

Respiração diafragmática

Essa é uma técnica de relaxamento que é muito boa para se acalmar em momento de muito estresse. A Eurekka pode te ensinar a usar essa técnica, é só clicar aqui.

Ela consiste em usar o seu diafragma para puxar e soltar o ar várias vezes para acalmar o seu corpo. Dessa forma, você relaxa bastante nas horas mais tensas e consegue manter o controle. 

Faça isso várias vezes ao dia e com certeza será mais fácil para você se manter calmo conforme vai treinando essa técnica.

Entenda que ficar com raiva é algo normal

Muitas pessoas enxergam a raiva como algo ruim, como se fosse algo que não deveria ser sentido. Mas não acredite nisso.

Existem momentos em que sentir raiva não apenas faz sentido, como também é a coisa certa a se fazer. Por exemplo, se você foi tratado de forma injusta, se foi provocado, ou algo do tipo, é lógico que você deve ficar com raiva.

Mas não confunda sentir raiva com ser agressivo. Em momentos de ânimos alterados, mantenha a forma assertiva de falar com os outros, e se expresse da maneira certa.

Meditação

A meditação é uma ótima maneira de ter mais inteligência emocional e controlar suas emoções. Dessa forma, a meditação da bondade-amorosa ou a zen podem ser ótimas aliadas para aliviar a raiva. 

A prática constante de meditação traz muitos benefícios para sua saúde mental e ensina para você a atenção plena, que é muito útil para ser mais focado e produtivo.

Evite os gatilhos

Saiba quais são as coisas que  deixam você com raiva muito fácil e tente evitar essas situações. Além disso, caso necessário, peça ajuda para outras pessoas, a fim de identificar esses gatilhos. 

Ao mesmo tempo, vá melhorando a sua forma de reagir aos gatilhos até aprender a lidar com eles. Dessa forma, você evita a raiva frequente.

menino com raiva

Transtornos que causam raiva

Existem algumas condições que podem ter a raiva como sintoma e isso pode causar muitos problemas na vida da pessoa.

Vamos mostrar três transtornos em que isso acontece. Por isso, se você se identificar com algum desses, é uma boa ideia procurar um médico para avaliar sua condição.

Transtorno Explosivo Intermitente

Esse transtorno é uma desordem de controle dos impulsos, que se caracteriza por explosões repetidas de raiva. Além disso, essas explosões podem ser tanto verbais como físicas, e também são capazes de gerar danos. 

Um detalhe importante é que a raiva desse transtorno se expressa de forma muito exagerada, em uma proporção muito maior do que o normal.

Transtorno Desafiador Opositor

O transtorno opositor desafiador é uma desordem de comportamento disruptivo, que envolve expressões de raiva e irritação, além de atitudes vingativas ou desafiadoras. 

Pessoas que têm essa condição se estressam com mais facilidade, atacam outras pessoas, discutem com autoridades, seja a mãe, seja um policial, culpam os outros e não obedecem a ordens.

Transtorno de Personalidade Borderline

O transtorno Boderline se caracteriza pela impulsividade e instabilidade, incluindo impulsos violentos e agressivos.

Além disso, quem tem essa desordem tem medo do abandono e sempre são muito próximos de algumas pessoas, pois precisam se sentir validados pelo outro. 

Ainda, pequenas mudanças podem causar tristeza profunda em quem sofre com o transtorno, além de paranoia, sentimento de negligência e mudanças bruscas de comportamento.

sede da Eurekka

Domine a sua raiva com a Eurekka

A raiva é uma emoção que não deve ser tratada como ruim. Ela é um importante mecanismo de defesa e é necessária para ter uma boa saúde mental.

No entanto, descontar sua raiva em outras pessoas, expressar essa emoção de maneira errada ou até guardar tudo para si mesmo, aumenta o seu risco de adoecer.

Se você percebeu que tem problemas para controlar a sua raiva, não deixe isso de lado.

A Eurekka tem psicólogos de alta qualidade, prontos para atender você. É a chance que você precisa para ter mais autocontrole de uma vez por todas. Clique aqui para agendar a sua primeira sessão e melhore a sua vida para sempre!

E para mais conteúdos gratuitos nos siga nas nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.