Empatia: o que é, para que serve e como desenvolvê-la

Eurekka Psicólogos

Empatia é a habilidade de se colocar no lugar de outra pessoa. Mas você sabia que essa capacidade pode ser desenvolvida?

Sentir empatia é bom tanto para a pessoa que tem essa capacidade quanto para o mundo à sua volta. Isso porque, se você sabe como os outros se sentem ou o que pensam, fica mais fácil desenvolver relações saudáveis e tomar atitudes enérgicas para si e para o grupo. Assim, é uma habilidade de líderes e pessoas de sucesso.

Neste texto, você vai entender melhor o que é empatia, para que serve e o papel dela para ser bem sucedido. Por fim, vai ver dicas de como ser uma pessoa mais empática no dia a dia.

O que é empatia

A empatia é a capacidade humana  de sentir pelo outro e muitas vezes até mesmo sentir como o outro está sentindo.

A neurociência revela que a mesma região do nosso cérebro que fica ativada quando realizamos determinadas ações também é ativada quando observamos outros fazendo as mesmas ações. Esses circuitos foram batizados de neurônios-espelho. 

Através dessas células, o ser humano consegue espelhar movimentos, humor, intenções, sentimentos e emoções de outras pessoas inconscientemente. Isso explica por que ficamos tristes quando vemos um amigo querido triste ou por que ficamos alegres ao chegar a um lugar em que todos estão alegres.

Para que serve a empatia

Agora que você já sabe o significado de empatia, é importante entender que ela serve para conectar as pessoas. Ela faz com que a sociedade se respeite mais, faz com que o trabalho fique mais leve, com que as famílias estejam mais unidas, com que amigos se aproximem e faz com que as pessoas no geral tenham mais lealdade uma com as outras.

Um sociopata consegue cognitivamente entender o que o outro sente, mas não consegue sentir a dor do outro. E se ele não consegue sentir, ele não consegue entender isso emocionalmente. Assim, é muito fácil causar sofrimento. 

Já se todo mundo conseguisse sentir e viver com empatia, a felicidade das pessoas seria maior. Há inclusive estudos que demonstram uma relação direta entre felicidade e empatia. Isso porque a empatia começa com a conexão com o outro, mas termina na compaixão, que é aquele nível de empatia que te motiva a agir para ajudar o outro.

Papel da empatia no sucesso pessoal e profissional

A empatia é uma habilidade que compõe a conhecida inteligência emocional. E assim como as demais habilidades da inteligência emocional, a empatia está diretamente relacionada ao sucesso pessoal e profissional. Além disso, é uma capacidade que normalmente está presente em líderes.

Ser empático é ficar triste ao ver na TV o depoimento de uma mãe que acabou de perder o filho ou ficar feliz ao quando um amigo passa no vestibular. Entretanto, esses são apenas os sinais mais notáveis da empatia. 

A empatia também pode ocorrer de forma mais sutil e ser usada para melhorar nossas interações. Pode nos fazer pessoas melhores e mais felizes e ainda contribuir para nosso sucesso profissional.

Empatia e felicidade

Empatia entre amigos

Como dito anteriormente, a empatia tem muito a ver com a felicidade, porque vem daquele sentimento de que a pessoa está cumprindo uma missão. Ou seja, não é somente conexão. Ao se conectar com o outro, você entende o que ele sente porque você já sentiu aquela dor. Além disso, você consegue sair do lugar onde está para ir ajudá lo.

Portanto, aqueles que estão buscando sua missão e o sentido da sua vida têm que se conectar, buscar empatia, e entender o outro. Quando falamos nisso, não é apenas no sentido coletivo. 

Trata-se de se colocar no lugar dele mesmo para sentir a dor. E sentir a dor é importante porque é o que vai fazer você sair de onde está para ajudar o outro.

Empatia e liderança

Na área profissional, a empatia é capaz de fortalecer muito as relações de trabalho. Melhora a comunicação entre as pessoas, o comprometimento, a sensação de pertencimento e, principalmente, o trabalho em equipe. As pessoas mais empáticas se tornam profissionais que apresentam resultados muito melhores, com mais produtividade.

Enquanto isso, a falta de empatia nas relações de trabalho, principalmente por parte da liderança, gera medo, omissão de informações, distanciamento, queda de produtividade, estresse, baixo comprometimento e clima ruim de trabalho. 

Como praticar a empatia no dia a dia

A era em que vivemos é marcada pelo individualismo. Apesar de a tecnologia ter facilitado a comunicação e a troca de informações, ela também propiciou um contato mais superficial entre as pessoas. Isso porque muitas vezes esse contato é feito por intermédio de um smartphone ou de um computador. 

Assim, as habilidades sociais e a empatia estão em escassez. Aqueles que as possuem tendem a se destacar e a se tornar líderes.

A empatia é uma capacidade maravilhosa que a gente pode escolher o tempo todo se quer usar ou não. Então, se você deseja desenvolver a empatia no dia a dia, siga estas dicas: 

1- Não julgue

Lembre-se de que cada pessoa tem uma perspectiva única da vida, com pontos de vista próprios. Todo mundo tem histórias distintas e interações únicas. Uma pessoa pode ter valores totalmente diferente dos que você possui, pois a história de vida dela é diferente da sua. As diferenças se devem às diferentes histórias e experiências que cada pessoa possui, além do meio em que ela vive e foi criada. 

Todos nós somos seres humanos, com sonhos, medos, tristezas e alegrias que os outros não necessariamente sabem. Todo mundo está lutando uma batalha individual silenciosa que os outros não conseguem ver. Lembre sempre que a vida de ninguém é fácil o tempo todo.

Por isso, não julgue a forma de pensar do outro. Esteja aberto. Assim fica mais fácil se colocar no lugar da outra pessoa, compreender e até sentir o que ela sente.

2- Escute de verdade 

Tente realmente compreender o que as pessoas dizem a você. Somente escutando de forma sincera você poderá entender não apenas as palavras, mas também os gestos e a linguagem corporal. Não é fácil, até porque as interações superficiais estão arraigadas na nossa cultura.

Então, é preciso um esforço para deixar de lado os próprios problemas (e o smartphone) para dar atenção total a uma outra pessoa no momento da interação. Demonstre interesse e curiosidade sobre ela e preste atenção no que ela tem a dizer.

3- Tente expressar empatia nas palavras

Psicologia e empatia

Quando você tenta expressar empatia, as pessoas tendem a se abrir mais, o que faz com que seja mais fácil você de fato se sentir no lugar da outra pessoa. Use frases como “eu também me sentiria assim se estivesse no seu lugar”. Ou então: “Quero entender como você está se sentindo. Você pode me explicar melhor?”. 

Compreender o que os outros sentem e pensam fica mais fácil quando as pessoas sabem que estão sendo compreendidas e te explicam detalhadamente pelo que estão passando.

4- Duvide de suas verdades

Ter valores fortes pode limitar você, limitar seu contato com os outros e até cercear sua capacidade de empatizar com alguém. Considere que suas crenças e valores podem possuir falhas e podem ser colocados à prova. Assim, você irá julgar menos os valores e pensamentos dos outros.

Além disso, considere sempre a possibilidade de estar errado. Só dessa maneira aceitará que os outros podem pensar diferente e que está tudo bem. E então você terá abertura para se colocar no lugar deles.

5- Procure por características em comum com os outros

Isso pode não só melhorar sua empatia como também evitar conflitos. É comum, em discussões políticas ou religiosas, as pessoas ressaltarem suas diferenças e o porquê de estarem certas e a outra parte errada. 

Se focassem no que possuem em comum, essas discussões levariam a soluções práticas e rápidas. É muito mais fácil se colocar no lugar de alguém que é parecido conosco. 

Ou seja, ressaltar as nossas similaridades em detrimento das diferenças melhorará e muito nossa capacidade de empatia, além de melhorar a qualidade de nossas relações interpessoais.

Materiais gratuitos da Eurekka

sede presencial da Eurekka

A Eurekka que publica diariamente conteúdo gratuito sobre saúde mental e bem estar no seu site e nas redes sociais. Os materiais podem ser encontrados no YouTube, Telegram, Facebook e Instagram! 

Além disso, a Eurekka é a maior clínica de psicoterapia online do Brasil! E ainda que os atendimentos na modalidade presencial estejam temporariamente suspensos, os atendimentos online permanecem a todo vapor! Nós queremos te ajudar a passar por essa fase e te ajudar a ter a vida que você sempre quis. Para conhecer a psicoterapia da Eurekka e marcar uma conversa inicial com um de nossos terapeutas, clica aqui!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Eurekka Psicólogos

A Eurekka é uma Clínica de Psicologia especializada em terapia online que atende pacientes de todo o mundo. Os Psicólogos da equipe são treinados para aplicar a Terapia Cognitivo Comportamental de última geração nos mais diversos problemas: ansiedade, depressão, traumas, fobias, autoestima, disciplina, relacionamentos e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.