Colesterol: o que é, como controlar e valores de referência

Laura Hoffmann

Você sabia que quatro em cada dez brasileiros possuem índices de colesterol acima do recomendado? Por isso é bem provável que você conheça alguém que tenha colesterol alto, ou talvez você já tenha passado por essa situação.

Mas, afinal, para que ele serve? A verdade é que esse composto tem várias funções no nosso corpo e uma delas é a formação de hormônios. Porém, ele traz riscos à saúde quando está em excesso.

Para o manter nos níveis adequados, é vital fazer os exames na frequência certa e manter um estilo de vida saudável. Se você quer saber mais sobre o que é o colesterol, quais são as formas de controlar e os valores normais, continue lendo esse texto!

O que é colesterol?

É um composto parecido com uma cera, que circula no nosso sangue, e o órgão responsável por produzir a sua maior parte é o fígado. O restante vem dos alimentos de origem animal, como carnes, leite integral e queijo.

Apesar de todos nós termos colesterol no sangue, cada pessoa produz e processa esse composto de uma forma única. Por isso, de acordo com a genética, com a atividade física e com a alimentação, os níveis podem ser mais altos ou mais baixos.

Importância do colesterol

Por mais que os seus níveis altos sejam um motivo de cuidado, ele é vital para o corpo na quantidade certa.

Isso se justifica porque o colesterol é o precursor para produzir a vitamina D e vários outros hormônios. Ou seja, podemos dizer que ele é o “ingrediente principal” para termos o cortisol, a testosterona e o estradiol, por exemplo.

Além disso, ele participa da produção dos ácidos biliares, que nos ajudam a digerir as gorduras. Da mesma forma, também ajuda a formar a estrutura das nossas células.

Tipos de colesterol

abacate e colesterol

Quando olhamos os resultados de um exame de sangue, temos os níveis de colesterol total e as suas frações: LDL, HDL e VLDL. No entanto, a verdade é que temos um só colesterol no organismo.

A explicação para isso é a seguinte: ele não consegue circular sozinho no sangue. Por isso, ele precisa estar ligado a transportadores, que chamamos de lipoproteínas

Então, conforme a lipoproteína, temos os diferentes tipos que são dosados.

LDL

O colesterol LDL é transportado pelas lipoproteínas de baixa densidade, que o levam para os tecidos.

Durante o transporte, essas proteínas podem fazer com que o colesterol se acumule na parede dos vasos sanguíneos. Por isso, ter LDL alto é um fator de risco para as doenças cardiovasculares.

HDL

O HDL, por sua vez, está ligado às lipoproteínas de alta densidade

Essas proteínas removem o colesterol dos tecidos e as levam de volta para o fígado. Dessa forma, ele pode ser processado e eliminado do corpo. 

Portanto, ter um bom nível de HDL é um ponto positivo para a saúde do coração.

VLDL

O VLDL está ligado às lipoproteínas de muito baixa densidade

Essas proteínas carregam um pouco de colesterol e uma quantidade maior de triglicerídeos. Por isso, sua maior função é levar triglicerídeos para os tecidos do corpo.

Total

O total é a quantidade total de colesterol no sangue, incluindo o HDL e o LDL. 

De forma geral, os valores desse indicador são mostrados em mg/dl. Ou seja: quantas miligramas de colesterol estão presentes em um decilitro de sangue.

Qual é o colesterol “bom” e o “ruim”?

Costumamos chamar o HDL de “bom”, porque ele remove o colesterol das artérias. Logo, ele ajuda a reduzir o risco de doenças.

Já o LDL é conhecido como o “ruim”. Afinal, ele se acumula nos vasos sanguíneos, onde pode ser oxidado e formar placas.

Contudo, é bom lembrar que os dois tipos de colesterol são necessários no corpo. Então, o LDL não vai ser o “vilão” se estiver dentro dos valores normais.

E, se você está precisando de ajudar para entender ainda mais sobre esse tema, a Eurekka pode te ajudar! Nossos nutricionistas e médicos vão te ajudar a entender como está a sua saúde física e a montar uma dieta saudável que se encaixe na sua rotina e no seu bolsto!

banner nutri

Valores de referência por tipo de colesterol: LDL, HDL, VLDL e total

Para saber se o seu colesterol está no nível normal, você pode comparar com os valores de referência de cada um dos tipos. 

Não se esqueça:  busque sempre a orientação do seu médico para interpretar os exames da melhor forma!

Qual é o valor normal para mulheres?

Para homens e mulheres com mais de 20 anos, os valores normais são os mesmos:

  • Total: menor que 190 mg/dl
  • HDL: maior que 40 mg/dl
  • VLDL: até 30 mg/dl

Para o colesterol LDL, os valores dependem do risco de doenças cardíacas. Então, o médico precisa fazer essa análise de forma individual no paciente. As medidas de risco são:

  • Baixo: menor que 130 mg/dl
  • Intermediário: menor que 100 mg/dl
  • Alto: menor que 70 mg/dl
  • Muito alto: menor que 50 mg/dl

Qual é o valor normal para homens?

Para os homens, os níveis normais são iguais aos indicados para as mulheres. Então, é só verificar os valores citados acima.

Qual é o valor normal para crianças e adolescentes?

Para crianças e adolescentes, os valores normais são os seguintes:

  • Total: menor que 170 mg/dl
  • HDL: maior que 45 mg/dl
  • LDL: menor que 110 mg/dl

Como calcular o valor do colesterol total?

Podemos calcular por uma fórmula bem simples: colesterol total = HDL + não-HDL. Nesse caso, o colesterol não-HDL é equivalente ao valor do LDL e do VLDL.

Se você não tiver o valor do VLDL, não se preocupe! É só dividir o valor dos triglicerídeos por 5 para obter o total de VLDL.

Sintomas de colesterol alto

De forma geral, o colesterol alto não tem sintomas. Por isso, é essencial acompanhar esses índices nos exames.

No entanto, quando fica elevado por muito tempo, podem surgir os primeiros sintomas de doenças do coração. A exemplo disso, algumas pessoas podem sentir falta de ar, dor no peito e palpitações.

O que o colesterol alto pode causar?

Quando temos níveis altos de colesterol LDL, ele pode se acumular na parede das artérias e ser oxidado. Então, ele forma placas, que impedem o sangue de circular bem.

Por isso, o colesterol alto aumenta o risco de várias doenças cardiovasculares, como a aterosclerose, o infarto e o AVC.

O que aumenta o colesterol?

Vários motivos podem causar o aumento. Por causa dos genes herdados da família, algumas pessoas podem produzir uma quantidade mais alta de colesterol.

No entanto, o ambiente e os hábitos de vida também influenciam para isso. Uma alimentação com excesso de calorias, rica em açúcares e em gorduras saturadas ou trans, faz com que o corpo produza mais dessa substância.

Além disso, a obesidade, a inatividade física, o fumo e o diabetes são outros fatores que aumentam esses níveis.

Por que controlar o colesterol

Com o colesterol adequado, temos menos risco de doenças cardíacas, e assim podemos ter melhor qualidade de vida.

Algumas pessoas precisam de cuidados especiais com o colesterol, por apresentarem outros fatores de risco. Então, o controle é vital quando existem casos de colesterol alto ou doenças cardíacas na família.

Da mesma forma, acompanhar o colesterol é vital para as pessoas que tenham pressão alta, diabetes ou que tenham o hábito de fumar.

Como abaixar o colesterol

colesterol na alimentação saudável

Para reduzir os níveis de colesterol, é vital que você faça uma mudança no estilo de vida. Então, ter uma alimentação saudável e praticar exercício físico são hábitos que você precisa incluir na rotina.

Algumas pessoas respondem muito bem a esses hábitos saudáveis, e conseguem controlar o colesterol somente com essa medida. No entanto, outras pessoas têm uma resposta menor. Isso pode acontecer pelo uso de alguns remédios ou pela genética, por exemplo.

Nesses casos, mesmo com uma alimentação equilibrada e exercício regular, os níveis de colesterol podem continuar altos. Assim, o médico poderá recomendar o uso de medicamentos.

Os remédios mais usados para baixar o colesterol são aqueles do grupo das estatinas, como a sinvastatina. Além disso, existem outros remédios disponíveis, como a ezetimiba e a colestiramina.

Exame de colesterol

De modo geral, analisamos os níveis de colesterol a partir da coleta de sangue

Este costuma ser um exame de rotina, que a maior parte das pessoas deve fazer a cada 5 anos. Para quem tem algum fator de risco, a frequência muda para uma vez por ano. 

Dependendo do local e das análises que serão feitas, você vai precisar ficar algumas horas em jejum. Depois de fazer o exame, poderá voltar à rotina normal e conferir o resultado em poucos dias.

Dicas de alimentação saudável

Se o seu colesterol estiver alto, é vital manter uma alimentação saudável na sua rotina.

Um dos pontos mais importantes é reduzir a ingestão de gorduras saturadas e gorduras trans. Além disso, é importante reduzir a quantidade de carboidratos refinados e álcool. 

Então, é melhor evitar as carnes mais gordurosas, embutidos, frituras, sorvetes, biscoitos e salgadinhos, por exemplo.

Ao invés disso, você pode optar pelas gorduras mais saudáveis: castanhas, sementes, abacate, azeite de oliva… Esses alimentos ajudam a diminuir o colesterol LDL e aumentar o HDL.

Consumir uma boa quantidade de fibras solúveis também ajuda a reduzir o colesterol. Por isso, você pode incluir mais frutas, feijões, aveia e linhaça na sua alimentação. 

Nutricionista da Eurekka

sede presencial eurekka

Se você precisa reduzir o seu colesterol, ou busca ter uma alimentação mais saudável para evitar problemas no futuro, é vital pprocurar a ajuda de um nutricionista.

Nós da Eurekka sabemos da importância de uma alimentação saudável, tanto para a saúde física quanto para a saúde mental. Por isso, a nossa equipe também conta com nutricionistas que podem te ajudar a montar o seu plano de refeições de uma forma fácil e prática para que você.

Então, se você sente que tem negligenciado a sua alimentação, seja por falta de tempo, conhecimento ou criatividade, nós podemos te ajudar! Não perca tempo e marque já uma consulta online com um nutricionista da Eurekka e, assim, sinta-se com mais disposição e feliz ao longo do seu dia.

Curtiu o texto? Para acessar mais conteúdo gratuitos como esse, clique na rede social que preferir: FacebookInstagram e Youtube ou através de nosso Aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Laura Hoffmann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *