Testosterona baixa no homem: como identificar e aumentar?

Larissa Kelly

Depressão, dificuldade de concentração, perda de cabelo, excesso de peso, osteoporose, libido baixa são sintomas da baixa testosterona. Este é um problema pouco conhecido e que é comum em homens mais velhos.

Ficou curioso e quer saber um pouco mais? Então, vem comigo na leitura desse texto! 

O que é testosterona?

A testosterona é um hormônio que o corpo humano produz. Nos homens, os testículos são quem produzem este hormônio. É o hormônio que ajuda na puberdade, fase que ocorre crescimento de pelos, engrossamento da voz e desenvolvimento sexual masculino.

Além disso, esse hormônio estimula a produção de esperma, bem como o impulso sexual do homem. Aliás, ela também ajuda na massa muscular e óssea.

A produção deste hormônio, em geral, reduz com a idade. Essa redução pode levar a uma condição clínica conhecida como Testosterona Baixa, que pode levar a uma série de problemas e, por fim, reduzir a qualidade de vida do homem.

testosterona libido baixa casal

Sinais de testosterona baixa no homem                           

A baixa testosterona pode ter efeitos reais e importantes para a saúde, em especial na vida sexual do homem, já que, com testosterona baixa, o homem pode ter problemas de ereção. Além disso, desejo de fazer sexo (libido) também reduz. Por fim, isso pode afetar o relação amorosa com o parceiro.

Mas se engana quem pensa que níveis baixos do hormônio afetam apenas a libido sexual. Afinal, pode causar outros sintomas também. Se você estiver com testosterona baixa, além de redução da libido, irá notar alguns dos seguintes sintomas:

Exames que medem a testosterona

Se você disser ao médico que está sentindo disfunção erétil, libido baixa, perda de pelos corporais ou redução do tamanho dos músculos, ele, com certeza, irá pedir um exame para medir este hormônio em você.

Para identificar a testosterona baixa, o médico pede um exame que se chama teste de testosterona sérica. Assim, ele vai poder medir o valor do hormônio a partir do sangue retirado. 

Quais os valores normais para testosterona em homens?

Os valores normais para este hormônio ficam entre 300 a 1.000 miligramas por decilitro de sangue. 

Assim, se o seu teste resultou em valores menores que esses, pode significar que seu hormônio está baixo e você precisa de cuidados médicos. 

teste depressão sintomas

Riscos de testosterona baixa

A testosterona desempenha várias funções no nosso corpo. Por isso, quando se encontra baixa, pode causar efeitos graves e de longo prazo no corpo.

Assim, em homens com níveis muito baixos, os ossos podem ficar fracos, causando osteoporose ou pode até prejudicar o  coração, levando a problemas cardíacos.

Sobre esses e outros problemas, falaremos um pouco mais adiante.

Desequilíbrio metabólico

Em geral, são mulheres que apresentam osteoporose quando ficam mais velhas. Porém, essa condição também atinge homens com baixa testosterona, porque este hormônio ajuda a fortalecer os ossos. Portanto, homens com baixa testosterona, em especial os mais velhos, têm uma volume ósseo menor e são mais suscetíveis a fraturas ósseas

Além disso, o hormônio baixo tem ligação com doenças como diabetes, obesidade e síndrome metabólica. Na obesidade, as células de gordura mudam este hormônio para estrogênio e, assim, reduzem os níveis de testosterona no sangue. Com esse raciocínio, deduz-se, por fim, que homens obesos têm maior chance de apresentar níveis baixos deste hormônio.  

Perda de libido

Homens com testosterona baixa sentem uma redução no desejo sexual (libido). A redução do desejo sexual ocorre de forma natural com o passar dos anos e aumento da idade, mas quando a causa é a testosterona baixa, o homem vai notar uma grande redução no desejo por sexo. 

Além disso, a testosterona baixa reduz o tamanho do testículo, e prejudica a fertilidade, pois reduz o volume de sêmen

cansado homem

Falta de energia e cognição

A baixa testosterona pode levar a níveis reduzidos de energia, à fadiga e ao esquecimento. Mesmo após um bom descanso, a pessoa pode se sentir cansada, por isso pode não ter interesse algum em fazer exercícios ou se movimentar.

Tanto os níveis deste hormônio quanto as funções cognitivas – em particular, a memória – reduzem com a idade. Como resultado, admite-se que níveis mais baixos do hormônio podem contribuir para a redução da memória.

Perda de massa muscular

A testosterona ajuda na construção dos músculos. Por isso, em geral, os homens com a baixa deste hormônio notam uma redução na massa muscular. Apesar dessa redução, relatos indicam que a força do músculo continua a mesma. 

Ao mesmo tempo em que ocorre a perda muscular, ocorre também o aumento de gordura no corpo. Acredita-se que esse efeito ocorra devido a um desequilíbrio entre a testosterona e o estrogênio.

Problemas no coração

Como falamos lá em cima, a testosterona baixa está ligada a problemas com insulina, obesidade e diabetes. Cada um desses problemas aumenta o risco cardiovascular. Homens com diabetes e testosterona baixa também têm mais problemas de endurecimento das artérias (aterosclerose).

Este hormônio também tem um efeito bom nas artérias. Por isso, ela pode ser necessária para ter artérias saudáveis, pois ela é convertida em estrogênio, um outro composto que protege as artérias contra danos. 

Como aumentar a testosterona baixa em homens?

A melhora dessa condição vai ocorrer quando o hormônio for reposto através de remédios. Existem cinco maneiras diferentes de tomar testosterona: pela pele, injeção muscular, pela boca, pelo nariz e por adesivo sob a pele. Nenhum método é melhor do que outro. 

ejaculação testosterona

A escolha de como tomar o hormônio deve ser baseada no que é melhor ou mais útil para você. Em alguns casos, seu médico pode decidir qual irá usar para as terapias deste hormônio que são fornecidas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) ou pelo plano de saúde. Converse sobre as escolhas com seu médico.

Lembre-se de que cada pessoa é única e cada corpo responde de maneira diferente ao tratamento. Você precisará de exames de rotina para ver se seu nível de testosterona permanece normal. Em alguns pacientes, os testes de laboratório devem ser feitos de 6 em 6 meses; em outros, a cada ano.

Se você está acima do peso, tente reduzi-lo para o peso que seu médico recomenda. O aumento da atividade física pode ajudar a perder peso e a aumentar os níveis de testosterona.

Por fim, para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no aplicativo e em nossas redes sociais: Instagram,  Facebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Larissa Kelly

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.