Alucinações: aprenda o que são de uma vez por todas!

Equipe Eurekka

Você já teve alucinações? Já escutou alguém chamando, e quando perguntou pra pessoa, ela disse que não falou nada? Ou sentiu algum gosto estranho na boca, mesmo não tendo comido nada? 

Já sentiu que algum inseto estava andando pelo seu corpo, e quando olhou, não encontrou nada?

Saiba que todas essas sensações são alucinações, e são mais comuns do que você pensa! Neste texto, vamos explicar tudo que você precisa saber sobre alucinações.

O que são alucinações?

Alucinações são experiências sensoriais que parecem muito reais, mas são só criações do seu cérebro. Elas podem afetar todos os nossos cinco sentidos de várias maneiras, e todo mundo já teve pelo menos uma experiência assim.

Portanto, essas sensações de outro mundo podem aparecer por vários motivos, como doenças, abuso de álcool e outras drogas, efeitos colaterais de medicamentos, entre vários outros.

Você pode visitar um psiquiatra ou neurologista para saber mais. O tratamento para essas condições inclui tomar outros medicamentos, mudança de comportamentos, e mais.

A Eurekka tem médicos de excelência que podem ajudá-lo a tratar esse problema! Agende uma consulta clicando aqui, e aumente sua qualidade de vida já!

Causas comuns de alucinação

Geralmente, alucinações surgem dos seguintes fatores:

crise de enxaqueca

  • Doença de Alzheimer: causa mudanças no cérebro que podem gerar alucinações.
  • Esquizofrenia: A maior parte das pessoas com essa doença apresentam alucinações visuais ou auditivas, algumas também sentem cheiros imaginários.
  • Enxaqueca: Algumas pessoas com enxaqueca podem ter alucinações visuais no formato de aura, que parece uma luz que não desaparece nunca e vem junto com uma forte crise de enxaqueca.
  • Epilepsia: As crises que acompanham a doença fazem com que seja mais provável ter alucinações.

É sempre importante lembrar que, apesar desses casos terem alucinações como um possível sintoma, isso não significa que você tenha alguma dessas doenças. Por isso, pessoas com a saúde normal também podem ter alucinações.

Se você desconfia que tem alguma condição anormal, agende uma consulta com seu médico.

Alucinação e delírio são a mesma coisa?

Muitas pessoas confundem alucinação com delírios, afinal, são casos muito semelhantes e fáceis de serem confundidos.

Apesar disso, alucinações e delírios não são a mesma coisa, porque existem algumas diferenças entre as duas. Apesar de as duas serem uma realidade falsa, uma alucinação é uma percepção dos sentidos, enquanto o delírio é uma crença falsa, sendo um sintoma de uma alteração da mente.

Por exemplo, uma alucinação é você ver alguém na sua frente, quando não tem ninguém ali. Um delírio é você pensar que alguém está te vigiando, quando, na verdade, ninguém está.

Delírios são afirmações de coisas que não são reais. Na verdade, qualquer pessoa pode ter um delírio, e quem tem, acredita nisso, mesmo que já tenha sido provado que não é real, sem ligar com o que os outros pensam ou dizem. 

Alguns tipos comuns de delírio são:

  • Perseguição (ter certeza que alguém está atrás de você)
  • Infidelidade (inventar que seu namorado ou parceiro está te traindo)
  • Grandeza (pensar que é superior a outras pessoas)
  • Culpa ou falta de merecimento (estar certo de que não merece nada de bom)
  • Delírios religiosos

Existem mais tipos de delírios além desses, e a pessoa também pode ter mais de um delírio, o que é chamado de transtorno delirante misto. Pessoas esquizofrênicas, com transtorno bipolar ou transtorno delirante costumam ter episódios de delírio.

Contudo, a terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é um método eficaz para tratar delírios. Então, se você acredita ter delírios e deseja melhorar dessa condição, agende agora uma consulta com os terapeutas humanizados da Eurekka!

banner terapia saúde mental com a eurekka

Tipos de alucinação

Como já falado acima, alucinações são casos comuns, que todo mundo pode ter, já que são percepções sensoriais. Portanto, elas são classificadas em 5 tipos, uma para cada sentido do nosso corpo.

Alucinações visuais

Aqui, envolvem enxergar coisas que não são reais. Podem ser objetos, pessoas, luzes e outras coisas. Por exemplo, você pode enxergar uma pessoa que não está ali ou ver algum objeto voador que não existe.

Alucinações olfativas

Essas têm a ver com os cheiros. Você pode sentir que seu corpo não cheira bem quando, na verdade, está normal, ou sentir um odor desagradável quando você estiver andando pela rua, por exemplo. Ou também, sentir o cheiro de uma comida que não está por perto, mas que você está com muita vontade de comer.

Alucinações gustativas

Sendo muito próximas das alucinações olfativas, as alucinações gustativas estão relacionadas com o gosto das coisas. Suponhamos que você vá fazer um ovo e, ao comer, sente um gosto estranho, mas ao comer de novo, o gosto voltou ao normal. Se isso aconteceu, então você teve uma alucinação!

Alucinações auditivas

Essas são o tipo mais comum de alucinação. Você pode ouvir a voz de alguém chamando seu nome, gritando, pedindo alguma coisa, entre outras variações. Também inclui escutar barulhos repetidos, como alguém andando ou pequenas batidas.

Alucinações táteis

Por último, elas envolvem o toque ou movimento do seu corpo. Por exemplo, se você vê um enxame de abelhas, pode sentir que elas estão andando no seu corpo, quando não estão. Também é possível sentir o toque falso de outra pessoa em você.

O que causa alucinações

Como já foi dito, alucinações são comuns, e uma pessoa saudável pode passar por isso, mesmo que em um nível menor.

No entanto, algumas doenças ou condições podem causar alucinações também, de maneira moderada ou grave.

Condições mentais

São algumas causas de alucinação: Esquizofrenia, Demência, Depressão, Alzheimer, Borderline, Síndrome do Pânico, entre outras.

Uso de drogas

Mais uma causa comum de alucinações são as drogas. Pessoas que fazem consumo abusivo de álcool, por exemplo, podem sofrer alucinações. Além disso, o uso de drogas como cocaína, heroína, maconha e LSD, por exemplo, também são responsáveis por causar esse efeito.

alucinações menina

Falta de sono

Por mais que dormir algumas horas a menos de vez em quando não cause tantos problemas, o sono é uma parte essencial da nossa vida e ter um sono de qualidade todas as noites é a receita para ser mais produtivo e melhorar sua atenção!

Ficar dias sem dormir ou passar longos períodos com um sono de baixa qualidade, dormindo 5 ou 6 horas, pode causar alucinações de maneira fácil.

Além disso, é possível experimentar alucinações antes de dormir, chamada de alucinação pré-sono, ou após acordar também, conhecida como alucinação pós-sono.

Medicamentos

Remédios para epilepsia, parkinson, psicoses e depressão também podem causar sintomas alucinatórios.

Outras condições

Além disso, outros fatores como febre alta, enxaqueca, isolamento social, cegueira ou surdez, e algumas doenças terminais, como câncer e insuficiência renal e hepática, também podem causar alucinações.

Diagnóstico

O diagnóstico de alucinações é feito pelo médico, e ele irá perguntar seus sintomas e passar alguns exames, como, por exemplo, sangue e urina. Ainda, é possível que ele recomende um eletroencefalograma (EEG), para analisar a atividade cerebral, ou um exame de ressonância magnética, para buscar outros problemas.

É fundamental que você se mantenha por perto de uma pessoa com suspeitas de alucinações, afinal, esse estado pode causar medo e paranoia, que podem levar a comportamentos perigosos.

Ajude a pessoa, vá com ela ao médico e responda a algumas perguntas caso seja necessário. 

Tratamento

O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com cada caso, e um diagnóstico preciso é muito eficaz para auxiliar na resolução do problema.

O aconselhamento psicológico também é recomendado, com destaque para a terapia cognitivo-comportamental (TCC), que pode ajudar o paciente a cuidar melhor de seus sintomas.

Ajuda para tratar alucinações na Eurekka

psicólogo comportamental na eurekka

Se você suspeita que tem algum tipo de problema, ou que está tendo alucinações frequentes e gostaria de investigar mais sobre o assunto, fale com a gente!

A Eurekka é um centro de saúde com vários profissionais ótimos, que podem ajudá-lo a resolver seus problemas e a ter mais controle da sua vida! Marque uma consulta com nossos médicos clicando aqui!

Além disso, se você acredita que a terapia vai ajudar você a sair por cima desses sintomas, faça sua consulta com um de nossos terapeutas de excelência que utilizam a TCC.

Por fim, visite o nosso aplicativo e nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.