Você é feliz? Aprenda a medir a felicidade e faça o teste!

Equipe Eurekka

Hoje em dia, temos uma vida tão corrida e vivemos tanto tempo no automático, que acabamos deixando de lado questões importantes, como nosso bem-estar e saúde mental. Por isso, o assunto de hoje é: você é feliz?

Pode ser bem difícil responder, ainda mais quando temos pouco tempo para pensar sobre nossas emoções, ou estamos tão confusos que parece impossível chegar a uma resposta.

Então, se você quer tirar esse tempo para refletir e entender mais sobre o assunto, leia este texto até o final e saiba como medir sua felicidade.

Boa leitura!

O que é ser feliz?

O conceito de felicidade é diferente para cada pessoa, certo? Afinal, o que faz uma pessoa feliz pode ser chato para você.

Existem pessoas que são felizes casadas, outras preferem estar solteiras. Algumas se sentem mais felizes quando estão viajando, outras quando estão descansando em casa.

E isso é o que chamamos de “felicidade subjetiva”.

Por isso, ser feliz não é um modo de vida específico, mas é sentir que as áreas da sua vida estão equilibradas e que, por mais que nada seja perfeito, você tem conseguido ser coerente com quem você é e com seus valores.

Ou seja, ser feliz é ser capaz de gerir sua vida de forma coesa, realizar atividades que são importantes para você, ter bons relacionamentos e, na hora dos momentos difíceis, ter inteligência emocional para lidar com eles da melhor forma.

Então, você sabe que é feliz quando tem: equilíbrio emocional + satisfação com a vida que você leva. 

Bem-estar emocional

A inteligência e o equilíbrio emocional são a peça-chave para ter bem-estar emocional, que, por sua vez, é essencial para ser feliz.

O bem-estar emocional, ao contrário do que muitos pensam, não é estar contente o tempo todo, mas é se conhecer o suficiente para entender suas emoções e lidar com elas da melhor forma possível.

É saber como agir nos momentos de felicidade, mas também saber como lidar com os momentos difíceis. Ou seja, não é ser exagerado em nada e saber como equilibrar seus sentimentos de forma saudável. 

É estar tão em paz consigo mesmo que, quando acontece algo ruim, você não se culpa por isso, sabe como se acolher e procura meios de melhorar para a próxima vez que ocorrer algo parecido. 

Outra questão muito importante do bem-estar emocional é resolver o passado. É se perdoar pelos seus erros, conversar com quem precisa conversar e deixar tudo às claras. Pode ser difícil, mas também é libertador. 

A importância de se relacionar

Nós somos seres sociais, por isso, por mais que existam personalidades diferentes, todos nós precisamos do outro.

Assim, para medir sua felicidade, é essencial que você perceba se você tem amizades boas, que te façam rir, que apoiem seus sonhos e que sejam parecidas com você. 

Saia de casa, veja amigos e crie laços saudáveis! Isso é muito importante para que você se sinta feliz e pertencente a um grupo!

Ah! E é claro que você não precisa forçar situações. Por exemplo, se você não gosta de festas, você não precisa se forçar a ir. Procure amizades que gostem de levar o mesmo estilo de vida que você, assim fica mais fácil conciliar as coisas!

mulher sorrindo feliz

7 princípios de uma pessoa feliz

Agora que você já entendeu o que é ser feliz, confira 7 princípios práticos de uma pessoa feliz!

Resiliência

A resiliência é a capacidade de prosseguir mesmo depois de um momento muito difícil. É compreender a situação, senti-la, mas depois seguir em frente.

Ser resiliente é não ficar preso ao passado e conseguir se adaptar às diversas mudanças da vida.

Pessoas resilientes são felizes, porque não ficam presas às dores. Elas se adaptam ao momento atual e conseguem pensar no próximo passo sem bagagens desnecessárias. 

Autoconhecimento

É impossível ser feliz sem autoconhecimento. Afinal, se você não sabe do que gosta, como vai saber o que precisa fazer para se sentir feliz?

Parte essencial da felicidade é saber que sua vida está ganhando a forma que você deseja e que combina com você. Por isso, é preciso se conhecer para começar a traçar planos, alcançar objetivos e inserir práticas no dia a dia que trazem a sensação de felicidade!

Ter objetivos de vida

Esse princípio está muito ligado com o que falamos acima. É impossível ser feliz se você não sabe aonde quer chegar, pois assim você fica apenas vagando e não consegue chegar a realizações que te façam feliz e traga o sentimento de orgulho. 

E não estamos falando que você precisa ter um objetivo imenso e super claro, como ser o CEO de uma multinacional. Estamos falando de pequenos objetivos, como: começar a trabalhar, juntar tal quantia de dinheiro, viajar para aquele lugar que sempre sonhou, se formar na faculdade, enfim… Aquilo que fizer sentido para você!

Comece a traçar pequenos objetivos e planos do que fazer para chegar até eles, assim cada micropasso que você der, fará com que você se sinta mais feliz e orgulhoso! 

Empatia

Sabia que, quando você distancia o olhar de si mesmo, para olhar para o outro, você se sente mais feliz? Isso porque você se afasta um pouco das suas próprias questões e esquece, por um tempo, daquelas coisas que estavam incomodando você.

Além disso, pessoas empáticas têm mais disposição para ajudar o outro, o que também gera uma sensação de bem-estar e alegria. Saber que ajudou o outro, nem que seja um pouquinho, é essencial para termos uma vida mais feliz e tornar a caminhada das outras pessoas mais leve também.

Saiba mais sobre empatia aqui!

Equilíbrio emocional

Medir o seu equilíbrio emocional é uma ótima forma de saber se você é feliz. Isso porque o exagero é muito ruim, seja na felicidade ou na tristeza.

Pessoas que vivem sempre no 8 ou 80 acabam se sentindo cansadas e ansiosas o tempo todo, afinal é como se estivessem sempre com as emoções ligadas no 220. 

Ter equilíbrio emocional faz com que a pessoa veja todas as situações com mais clareza e faz com que seja mais calma. Além de evitar arrependimentos por atitudes impulsivas, as quais afetam muito a saúde mental.

Por isso, pessoas felizes são aquelas que mantêm o equilíbrio em todos os momentos, sejam eles bons ou ruins.

Paciência 

A falta de paciência faz com que a pessoa desista no primeiro obstáculo, deixe seus sonhos de lado porque “estão demorando muito” e afastam pessoas queridas por não conseguirem lidar com as diferenças.

Por outro lado, pessoas que desenvolvem a paciência têm mais perseverança, mais constância, são mais realizadas e têm mais amigos e relações saudáveis, por isso são mais felizes.

Você é feliz? Descubra no teste de felicidade subjetiva

Outra forma muito legal para saber se você é feliz é fazer o teste de felicidade subjetiva aqui da Eureka!

Ele é gratuito e muito útil para descobrir como anda seu emocional e o que pode fazer para se sentir mais feliz! 

Clique no banner e faça o teste!

Não me sinto feliz, e agora?

Se você sente que a felicidade é algo muito distante, o resultado do seu teste não deu muito legal e que você se sente sempre triste, talvez seja hora de procurar ajuda!

É claro que ninguém é feliz o tempo todo, mas estar sempre pra baixo pode ser um sinal de depressão ou outro tipo de transtorno. Por isso, conversar com um profissional humanizado e experiente é essencial para que você seja acolhido e receba orientações voltadas para o seu caso.

E se você quer que seja um psicólogo Eurekka a acompanhar você, clique aqui e marque uma Conversa Inicial! Nossa equipe está esperando por você!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.