Viés de negatividade: o que é e como evitar?

Ronald Freitas

Você já reparou que algumas pessoas têm o costume de recordar mais os acontecimentos negativos do que os  positivos? E já se perguntou o motivo de uma notícia negativa impactar mais essas pessoas do que um acontecimento agradável? Pois é! O ser humano tem o hábito de se apegar a momentos difíceis e isso tem a ver com o viés da negatividade.

Que tal entender do que se trata esse viés de negatividade? E, para início de conversa, do que se trata um viés? E principalmente: aprender como fugir dele. Então, continue a leitura pois esse texto foi escrito para você!

O que é um viés?

Você já deve estar aí, relembrando momentos negativos e dizendo a si mesmo que não deve dar atenção a esses pensamentos. Também já começou a entender o conceito que há por trás do viés de negatividade. Mas o que, de fato, é um viés?

O dicionário pode ajudar nessa resposta! Nele, a palavra viés significa “que tende a seguir certo caminho ou a agir de certa maneira“. Mas você pode trocar esse tanto de palavras apenas por “tendência“. Assim, um viés representa uma tendência de fazer determinada coisa em prol de outra. Ou seja, você dá mais atenção a A do que a B.

Viés de negatividade

No viés de negatividade, a tendência é a de focar nos momentos negativos, nas situações difíceis. Por exemplo, naquela tarefa que parece ser impossível de ser solucionada, e é aí que mora o perigo!

Embarcar no viés de negatividade pode te prender nesse movimento circular de apenas pensar em tragédia e te impedir de enxergar como resolver o problema. Mas calma! Se você identificou a presença do viés de negatividade na sua personalidade, tudo o que você precisa fazer é aprender sobre ele e entender como isso afeta a sua vida. E, claro, buscar fugir dele.

Por que o viés de negatividade existe?

A explicação para a tendência de focar na negatividade vem dos nossos antepassados. Pode ser curioso, mas a evolução humana mostra que eles desenvolveram o viés da negatividade como instinto de sobrevivência.

Afinal, reviver os momentos difíceis era uma estratégia para tomar decisões eficazes em um momento de risco. A constante exposição ao perigo fez com que o cérebro de nossos antepassados se adaptasse para prestar mais atenção ao negativo por segurança. Porém, a boa notícia é que você não precisa continuar vivendo dessa maneira!

banner psico

Como o viés de negatividade afeta a sua vida?

Percebe que o viés de negatividade possui uma função? Infelizmente, essa função traz uma série de efeitos colaterais e você precisa conhecer eles para que possa enfrentar cada um.

O viés de negatividade vai afetar todo seu processo de tomada de decisão. Pois, apesar de ser pruedente reconhecer os riscos aos quais você pode estar exposto, essa preocupação em excesso faz com que você espere o pior dos outros e das situações sem todos os momentos.

Além disso, o viés de negatividade faz você acreditar, com maior facilidade, em notícias falsas que vemos na mídia. Percebe o motivo das fakes news ganharem tanta visibilidade?. Ainda, pode levar você a formar valores atrelados à segurança, te impedindo, muitas vezes, de se arriscar, inovar e de ser criativo.

Como fugir disso e superar o viés de negatividade?

O viés de negatividade é algo muito poderoso que chega a criar raízes tão fortes a ponto de formar valores nas pessoas. E, por mais que ele favoreça uma busca por segurança, também atrapalha a sua capacidade de mudança. Por isso, em alguns momentos, precisamos fugir dele.

E para escapar desse viés, a melhor forma é sempre refletir sobre a sua tendência em cada situação. Assim, questione o motivo de estar indo pelo caminho A e não pelo B. Lembre: em cada decisão que você toma, o viés de negatividade existe e que está exercendo certo controle sobre a sua escolha. Portanto, tente exercitar mais a autoconsciência.

Focar na positividade ajuda?

Se você leu até aqui, merece receber a dica de ouro para superar esse viés: foque na positividade. Se concentre em cada decisão para observar os aspectos positivos. Preste atenção no que é importante em cada situação e, por mais que o seu organismo esteja treinado a ver o lado negativo, reface essa programação em você, aos pouquinhos.

E, nos dias em que parece ser impossível ser grato, se lembre dos motivos que você tem pra agradecer. Por exemplo: sua relação com a família, amigos, seu emprego, sua saúde, sua casa, refeições que você fez no dia.  Fique atento, pois quando o viés da negatividade aparece, nos esquecemos de todo o resto. Lute contra isso!

E para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Ronald Freitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *