Venlafaxina: o que é e como ela age no cérebro

Equipe Eurekka

A venlafaxina, ou cloridrato de venlafaxina, é um fármaco usado no tratamento da depressão e da ansiedade. Pode se encontrar pelos nomes comerciais de: Venlaxin, Venforin, Efexor, Alenthus e outros.

Neste artigo, você vai entender o que é a venlafaxina, para o que ela serve e como é a sua ação no cérebro. Além disso, você vai conhecer os efeitos colaterais e as contraindicações do seu uso. Afinal, o quão seguro é tomar venlafaxina?

O que é cloridrato de venlafaxina e para o que é indicado

Venlafaxina

A venlafaxina está em uma classe de remédios inibidores seletivos que impedem a recaptação da serotonina e da noradrenalina.

Se utiliza esse grupo no tratamento da depressão, incluindo a depressão com ansiedade associada, Transtorno da Ansiedade Generalizada (TAG) e Transtorno de Ansiedade Social (TAS).

Como a venlafaxina age no cérebro?

Antes de entender como a venlafaxina atua, precisamos entender como nosso cérebro funciona. Os neurônios liberam neurotransmissores, que possuem uma vida útil limitada. Ou seja, eles quebram no fim da sua vida, processo que chamamos de “recaptação”.

Há muitos tipos de neurotransmissores. Mas os mais conhecidos são a serotonina e a noradrenalina, pois geram uma sensação de bem-estar, regulam o humor e reduzem os sintomas de ansiedade.

Nas pessoas com depressão, ou ansiedade, essas substâncias podem estar desreguladas. Então, a função dos remédios inibidores seletivos é aumentar os neurotransmissores no corpo e no cérebro. E esse aumento faz com que haja uma melhora dos sintomas da depressão.

Efeitos esperados da venlafaxina

Após o início do tratamento, se espera que a venlafaxina melhore os quadros de depressão a partir de 3 a 4 dias.

Efeitos colaterais da venlafaxina

Venlafaxina pilulas

Os efeitos colaterais mais comuns são dor de cabeça, fadiga, redução do apetite, constipação e náusea. Mas, além desses, o paciente também pode sentir sonolência, calafrios, tontura e sensação de formigamento. É vital que você fale com o seu médico em caso de efeitos colaterais muito fortes.

Contraindicações e precauções

Não se recomenda esse remédio para pessoas que sejam alérgicas a algum componente da fórmula e pacientes que fazem uso de antidepressivos do tipo que inibem a monoaminoxidase (IMAO).

Principais IMAO:

  • Iproniazida
  • Isocarboxazida
  • Tranilcipromina
  • Fenelzina
  • Clorgilina

Ademais, não se indica para pessoas com menos de 18 anos. Também, não se deve interromper o uso da venlafaxina de uma vez. O correto é reduzir a dose aos poucos, sempre de acordo com as instruções do seu médico.

As cápsulas contém pequenos grânulos que podem não ser absorvidos pelo organismos. Então, se pode observar sua eliminação nas fezes.

Durante o tratamento com o cloridrato de venlafaxina, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas até que as funções motores fiquem normais. Pois ele pode ter sonolência, tontura ou falta de coordenação motora no início do uso do remédio.

banner eurekka med

Uso na gravidez e durante amamentação

Não se recomenda que mulheres grávidas ou lactantes façam uso de venlafaxina. Porém, se deve conversar tudo com o seu médico. Ele pode julgar que os benefícios são maiores que os riscos e, então, que é melhor é seguir com o remédio.

Caso a paciente e médico optem por continuar com o tratamento, o bebê deve ser observado durante o pré- natal e após o seu nascimento.

Como usar a venlafaxina?

Venlafaxina

Se recomenda que se tome o cloridrato de venlafaxina junto com alimentos e, mais ou menos, no mesmo horário todos os dias. Se deve ingerir as cápsulas com algum líquido e se deve dividi- las, trituradas, mastigadas ou dissolvidas.

Interações com outros medicamentos

O uso da venlafaxina com medicamentos que podem aumentar a predisposição a sangramentos e pode causar sangramentos espontâneos. Além disso, seu uso com outros antidepressivos pode causar reações de inquietação, rigidez muscular e até mesmo risco de morte. Por isso, você sempre deve informar seu médico quanto ao uso de outros remédios que você faz.

Nomes comerciais

Além disso, pode se encontrar cloridrato de venlafaxina nos nomes comerciais de Venlaxin, Venforin, Efexor, Alenthus, e outros.

Duração do tratamento com venlafaxina

Por fim, o tempo de tratamento e a dosagem correta devem ser ajustados com o seu médico, só ele vai saber o jeito certo para você.

Tratamento psiquiátrico com a Eurekka

sede porto alegre

A Eurekka é uma clínica de psicologia que oferece terapia online e presencial. Além disso, tem consultas médicas online para todo o Brasil e também de forma presencial, em Porto Alegre. Clique aqui para saber mais!

Por fim, você também pode acompanhar nossos conteúdos sobre saúde, é só baixar o app da Eurekka ou então nos seguir nas redes sociais:  Instagram Facebook e YouTube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 3.91

Equipe Eurekka

One reply on “Venlafaxina: o que é e como ela age no cérebro”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.