Como parar de sentir tristeza profunda? Psicólogos explicam!

Equipe Eurekka

Na nossa sociedade, a alegria e o bom humor têm que surgir a qualquer custo. Contudo, você pode ficar bem tranquilo, pois a tristeza é uma das 6 emoções naturais universais que todo ser humano tem, e é normal senti-la. Até aí, tudo bem! Agora, se você sente tristeza profunda, talvez seja melhor buscar ajuda pra tentar entender o que está acontecendo.

Por isso, entenda um pouquinho mais sobre o assunto e aprenda a combater a tristeza profunda e iniciar um tratamento . Boa leitura!

O que é a tristeza profunda?

Quando a sua tristeza for profunda, você sentirá dor emocional, ficará angustiado, terá sensação de cansaço e culpa e se sentirá muita solidão. Nesse caso, é comum a pessoa se sentir incapaz de lidar com a sua vida, com a sua rotina saudável, sem contar que a autoestima é muito baixa. 

A boa notícia é que a tendência da tristeza profunda é passar com o tempo, pois ela pode estar ligada a uma perda significativa, como a morte de uma pessoa querida, ou a uma decepção. Nesse caso, ela não é considerada um transtorno mental.

No entanto, se essa tristeza não passar, pode ser um sinal de depressão e aí a situação é diferente, pois com quadro depressivo não se brinca.

Sintomas da tristeza profunda

Em resumo, os sintomas são angústia, sensação de cansaço e culpa e solidão. A pessoa sente dor emocional, que é um incômodo provocado por algo de fundo psicológico. A mais conhecida é a famosa dor no peito, como se estivesse apertando músculos e ossos. 

tristeza profunda

Diferença entre tristeza profunda e depressão

A tristeza profunda passa com o tempo, mas se ela não passar, pode ser um sinal de depressão, e se não for tratada, não passará. Pelo contrário, a tendência é se agravar.

Imagine que a pessoa perdeu o emprego sem esperar. Ela fica muito triste, porque, afinal, várias pessoas dependem dela, as contas vencerão e ela não terá como pagar. Sem falar que ficará ansiosa, pois arrumar outro trabalho não é tão fácil assim. Então a tristeza, nos primeiros momentos deste luto, é normal e até mesmo saudável, para que ela viva o momento e recomece.

Quando a tristeza profunda pode se tornar uma depressão?

Agora, imagine a mesma pessoa perdendo o emprego, fica muito triste, passa a dormir até tarde, não abre mais a janela do quarto, está sem apetite, não responde às mensagens no whatsapp, e nem cogita a ideia de fazer contatos para arrumar outro trabalho. 

É provável que essa pessoa tenha ficado triste por algumas semanas, não reagiu, perdeu a esperança, a luz no fim do túnel ficou fraca e ela pensou “não tem jeito, não vou conseguir, se não me quiseram lá naquela empresa, por que outra empresa vai me contratar?”

Isso se prolonga por um período maior e a gente percebe que a pessoa não consegue mais sair desse emaranhado de pensamentos negativos sozinha. O viés de negatividade tomou conta.

Dicas para combater a tristeza profunda

Criar hábitos bons na sua rotina é fundamental pra combater a tristeza. Lembrando que você não precisa combater a tristeza com todas as forças, pois ela é um sentimento natural e todos, sem exceção, ficam tristes em algum momento. A questão é não dar muita corda pra essa emoção e tentar ter o controle da situação sempre que acontecer algo desagradável.

Confira alguns desses hábitos:

banner terapia

Entender a causa da tristeza

É comum que as pessoas fiquem tristes pois não atacam a causa da sua tristeza, então não ignore o que está deixando você triste. Às vezes, pode ser um estresse no trabalho, a doença grave de uma pessoa querida, a perda do emprego, uma mudança brusca ou a separação do companheiro/a. 

Não importa a causa, ela precisa ser enfrentada para que um ciclo se feche e você possa abrir outro. Você está cada dia mais triste com o seu trabalho, sente uma dor no peito quando se dirige pra lá e chora quando chega em casa à noite? Talvez seja a hora de mandar currículos e trocar de empresa.

Praticar a aceitação desse sentimento

Quando se vive um luto, uma das partes deste processo é a aceitação, ou seja, você entende que não há o que fazer. Esse é o caso de uma morte, por exemplo. Infelizmente, a morte é definitiva. Você até queria que aquilo não fosse verdade e se revolta porque perdeu aquela pessoa. Isso é natural, mas você tem que seguir e se livrar da tristeza profunda, porque ela pode virar uma depressão.

Nesse momento, se você sentir muita dificuldade de controlar suas emoções, não espere muito para buscar ajuda profissional de um psicólogo.

Retomar atividades que te dão prazer

A dica é fazer isso aos pouquinhos e não se culpar porque não foi mais aos encontros do grupo de jovens, porque cancelou o futebol ou porque não respondeu mais aos amigos do whatsapp.

Faça contato com seus amigos, explique a situação e retome as atividades. Você não precisa chegar no jogo de futebol e mostrar que superou tudo, mas que está disposto a seguir em frente e voltar a ser alegre.

Conectar com amigos e família

Somos seres coletivos e não conseguimos viver fora de grupos, sejam eles quais forem. Então, num momento de tristeza profunda, chame pelo menos uma pessoa e conte o que está acontecendo. Quando você compartilha uma emoção, tudo fica mais leve e a outra pessoa poderá ajudar.

tristeza profunda tira apetite

Manter uma alimentação saudável

É normal perder o apetite quando ficamos muito tristes, parece que nada nos atrai. Mesmo assim, coma sem vontade, force um pouquinho e não dê margem para comidas prontas, de pacote, daquelas que você só esquenta no micro-ondas ou come sentado no sofá.

Quando você estiver muito triste e se sentir ameaçado pela falta de apetite, chame um amigo ou uma pessoa da família e peça pra ela cozinhar pra você. A gente tem certeza que ela vai se sentir muito feliz por poder ajudar.

Alimentos saudáveis dão energia e têm vitaminas essenciais para combater a tristeza e a depressão.

Desenvolver autoconhecimento

Autoconhecimento é saber lidar com nossas próprias emoções. Quando conseguimos isso, diante de uma tristeza profunda, é quase certo que reagiremos e tentaremos contornar a situação. Saberemos esperar o momento mais difícil passar e respeitaremos o luto. No entanto, saberemos se uma tristeza está se transformando em depressão, porque nos conhecemos e conseguimos assumir o controle de emoções como esta.

Exercitar-se regularmente

Os psicólogos costumam dizer que a atividade física é o antídoto natural contra a ansiedade tóxica e a depressão. Então, quando a tristeza atacar, reaja colocando seu corpo para funcionar. Se não está com ânimo para ir à academia, ponha uma roupa bem confortável e faça uma caminhada de 30 minutos próximo a sua casa. Quando você voltar, tomará um banho e ficará mais animado, pois você está praticando o autocuidado.

Praticar meditação

Exercícios de atenção plena, como o mindfulness, ajudam a pessoa a diminuir o estresse, pois ela foca na emoção presente e se concentra no momento. A meditação também é uma forma de as pessoas ajustarem as suas emoções, porque conseguem pensar sobre elas e as experiências que elas provocam.

Então, quando você estiver muito triste, coloque uma música calma, sente num lugar tranquilo e, num exercício de você com você mesmo, olhe para a tristeza e analise da forma mais simples possível essa emoção e o que está provocando ela.

Buscar ajuda profissional

A tristeza é uma das emoções naturais universais do ser humano. Ou seja, todas as pessoas, sem exceção, passarão por um período triste e essa tristeza pode ser profunda. No entanto, você não precisa cultivar essa dor por não saber como reduzi-la. Afinal, a psicologia é a área da saúde que ajuda as pessoas a entender suas emoções e a trabalhar na prática para se livrar de sentimentos emocionais que causam dor.

terapia para depressão

O psicólogo pode te ajudar a superar essa fase

A busca por um psicólogo pode ser logo quando surgem os primeiros sintomas. Assim, ele vai ajudar você a passar pelo luto. Lembrando sempre que o profissional não tira a sua dor com a mão e devolve a alegria em poucos instantes. Afinal, quem administra as suas emoções é você. Mas ele sabe como orientar você da maneira correta.

Se você percebeu que algumas semanas se passaram e a sua tristeza não passou, o psicólogo vai ajudar você a sair disso e a evitar a depressão. Em qualquer uma das situações, buscar um profissional da psicologia é recomendado, pois a sua saúde mental merece um cuidado especial e ela é a base para que a sua rotina seja saudável.

Então, se quiser marcar uma conversa inicial com um de nossos psicólogos da Eurekka, clique aqui. Estamos prontos para te ajudar no que for preciso para tratar sua tristeza profunda ou outras questões emocionais.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.36

Equipe Eurekka

2 replies on “Como parar de sentir tristeza profunda? Psicólogos explicam!”

Mudei de país , morava perto de meus dois filhos . Hj estamos em uma distância de 1000km de um e do outro . Ambos tem família . As vezes sinto culpada por estarmos longe .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.