Quais os tipos de dores de cabeça? Sintomas e causas

Eduarda Maria Baldi

A dor de cabeça é uma fonte de incômodo que todos encaramos mais cedo ou mais tarde. Apesar disso, muitas pessoas entendem pouco sobre os diferentes tipos de dores de cabeça. Saber quais são as suas causas e classificações permite que você encare esse problema de uma forma mais assertiva e, assim, melhore a sua qualidade de vida como um todo.

E, para te ajudar com esse assunto, escrevemos esse guia completo sobre os diferentes tipos de dores de cabeça. Dessa forma, ao final desse texto, você terá um embasamento melhor para reagir na próxima vez que sua cabeça quiser começar a complicar o seu dia!

Existem mais de 200 tipos de dores de cabeça

As dores de cabeça – ou cefaleias – são um dos motivos mais comuns pelos quais as pessoas procuram atendimento médico e pode ser um fator que acarreta vários prejuízos no dia a dia da pessoa, por esse motivo, precisa ser bem avaliado e tratado.

Monitorar os sintomas para identificar a causa 

Como as dores de cabeça podem ter inúmeras causas, é importante monitorar as características dessa dor da seguinte maneira: 

  • Como foi o início da dor (súbito ou gradual);
  • Sente dor em apenas um ponto da cabeça ou essa dor “caminha”;
  • Qual a intensidade da dor em uma escala de 1 a 10;
  • Se a cefaleia vem acompanhada de algum outro sintoma;
  • Qual a frequência da cefaleia (todos os dias, nunca ocorreu antes ou possui algum gatilho)
  • Tem algum fator de piora ou de alívio da dor

Identificar esses sintomas e o padrão da dor é muito importante para estabelecer a causa da cefaleia. 

Os tipos de dores de cabeça

Tipos de dores de cabeça no trabalho

A cefaléia pode ser primária, ou seja, nenhum outro problema causou a dor, ou então secundária, que ocorre quando outro fator ou lesão desencadeia a dor de cabeça, como por exemplo um traumatismo craniano. 

Enxaqueca 

A enxaqueca é uma das cefaleias primárias mais comuns. Normalmente é uma dor que “pulsa” e lateja. Pode ocorrer em apenas um lado da cabeça ou em todo o crânio. Além disso, é muito comum que ela tenha vários fatores de piora, como barulhos altos, luz, atividade física e até mesmo alguns odores. Por esse motivo, as pessoas costumam ficar em lugares escuros e silenciosos para aliviar a dor. 

A enxaqueca pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum no início da adolescência ou na vida adulta e costuma diminuir após os 50 anos. Esse tipo de dor de cabeça normalmente é genética, por isso é comum que pais e filhos desenvolvam enxaqueca. 

Cefaleia Tensional 

A cefaleia tensional é conhecida como “dor de cabeça do dia a dia”. Ela é comum após um dia estressante e cansativo, ou então quando o  sono da noite anterior foi ineficiente. Normalmente ela começa no final do dia e é descrita como “um aperto na cabeça”, principalmente na região da testa e nas laterais do crânio.

Normalmente esse tipo de cefaleia costuma melhorar com o alívio da tensão ou então com exercícios que ajudam a pessoa a relaxar, como massagens, meditação, ioga ou um exercício aeróbico de baixa a média intensidade. 

Cefaleia em Salvas 

A cefaleia em salvas causa uma dor intensa e súbita nas têmporas e geralmente acompanha coriza e congestão nasal. Existem períodos de crises, em que essas dores acontecem com uma maior frequência e períodos em que elas não acontecem. As crises duram cerca de três meses. 

Não é um tipo de cefaleia muito comum e acomete mais homens do que mulheres. Além disso, o uso excessivo de tabaco e álcool podem agravar as crises. 

Uso excessivo de medicações 

A automedicação e o uso abusivo de analgésicos podem agravar as dores de cabeça. O que acontece é que o uso excessivo de algum medicamento pode causar um aumento de substâncias que causam ou pioram as dores de cabeça. 

Quando isso ocorre, deve-se realizar um acompanhamento médico, de preferência com um neurologista, para avaliar se aquela medicação deve ser retirada ou substituída. Nesse sentido, após interromper o uso da medicação, as dores melhoram dentro de algumas semanas. 

Meningite 

A meningite é uma inflamação das camadas que recobrem o cérebro e a medula (localizada na coluna) e requer tratamento imediato. 

Devido a inflamação dessas camadas, a dor de cabeça em casos de meningite é bem comum e normalmente está associada a uma rigidez na nuca. Também pode ocorrer febre. Caso esses sintomas estejam presentes, o médico deve ser consultado com urgência.

Cervicogênica 

Esse tipo de dor está relacionado com uma tensão muscular, seja por estresse, má postura ou até mesmo hérnias na região do cervical (atrás do pescoço). A tensão muscular gera contraturas que podem desencadear a cefaleia cervicogênica. 

Nesses casos, deve ser tratado o problema de origem para melhorar a dor de cabeça.

Pós traumática 

As dores de cabeça pós traumáticas são um tipo de cefaleia secundária, pois surgem devido a outro fator, como uma pancada na cabeça. Esse tipo de dor pode começar logo após a batida ou até algumas horas depois. 

É necessário procurar atendimento médico caso sinta dor de cabeça após um trauma ou após uma “sacudida” forte na cabeça, a fim de verificar se ocorreu uma lesão dentro do crânio. 

Sinusal 

A cefaleia sinusal ocorre devido a uma obstrução nas cavidades que existem na nossa cabeça. Inflamações bacterianas que produzem secreções podem causar esse tipo de problema. 

Quando isso ocorre, a pressão dentro dessas cavidades aumenta e isso pode causar a dor de cabeça. Por esse motivo é tão incômodo quando temos dor de cabeça “de sinusite”, já que ela só será aliviada quando diminuir a secreção dessas cavidades. 

Tumor ou Aneurisma Cerebral 

Dores com o início intenso e súbito, normalmente referidas como “a pior dor de cabeça da vida” estão associadas com um AVC, ou seja, quando um aneurisma cerebral se rompe. Essas dores costumam ser muito fortes e faz com que a pessoa que está sentindo procure atendimento médico. Nesses casos, o tratamento depende muito de cada caso, podendo ser cirúrgico ou não. 

Tumores também podem causar cefaleia, isso porque quando um tumor cresce dentro da cabeça, ele pode comprimir algumas estruturas e aumentar a pressão dentro do crânio, causando bastante desconforto. 

Se você se identificou dentro de algum desses quadros, ou se ainda não sabe de onde vem as suas dores de cabeça, marque uma consulta com a EurekkaMED para que os nossos médicos capacitados e humanizados possam te ajudar a entender melhor a causa das suas dores! Para isso, basta clicar no banner abaixo.

banner eurekka med

Causas da dor de cabeça 

Além de existirem diversos tipos de dores de cabeça, a fonte delas também são variadas. Entender de onde está vindo a sua dor de cabeça pode ajudar a lidar melhor com ela mas, principalmente, prevenir e cuidar para que ela não volte a acontecer e resolver o seu problema pela raíz.

Estresse e Ansiedade 

O estresse e a ansiedade prejudicam a qualidade do sono e dos momentos de descontração das pessoas. Assim, ficamos sempre em estágio de alerta, com pensamentos e atividade cerebral exageradamente elevados. A dor de cabeça nessas situações é como um aviso do próprio corpo na tentativa de evitar uma fadiga crônica e as suas consequências no organismo. 

Esgotamento cerebral 

Após longas jornadas de trabalho ou alguma outra atividade que exige atenção, o nosso cérebro pode atingir um limiar em que nada a partir desse ponto terá a mesma produtividade que antes. É como um velocímetro de um carro, se você alcançar seu limite e se mantiver nesse limite por muito tempo o combustível acabará mais rápido e devido a essa alta potência e, dessa forma, o motor do carro pode ser afetado. 

É isso que acontece em casos de esgotamento cerebral, você chega no seu limite e, se não parar por um período para descansar, alguns problemas podem ocorrer, como a dor de cabeça. 

Autoexigência ou perfeccionismo 

A autoexigência e o perfeccionismo geram estresse e ansiedade, que, por sua vez, causam dor de cabeça. Esse é um ciclo clássico de autocobrança. Uma vez que a pessoa se cobra muito e exige perfeição, ela fica ansiosa e ao longo do tempo começa sentir dor de cabeça e precisa parar. Ao parar para descansar, ela se cobra e todo ciclo começa novamente. 

Barulho

Qualquer estímulo em excesso pode ser mal interpretado pelo cérebro e desencadear uma resposta desequilibrada, como a dor. Além disso, a exposição prolongada a algum ruído intenso pode trazer danos à audição e causar estresse, acarretando assim a dor de cabeça.  

Dieta desequilibrada

Uma má alimentação e desidratação também podem causar crises de dor de cabeça. Isso ocorre porque a falta de alguns micronutrientes desencadeia esse tipo de dor. É como se o seu corpo estivesse pedindo ajuda. 

Além disso, alergias alimentares também podem causar cefaleia, como por exemplo a ingestão de lactose ou glúten por pessoas que são alérgicas a esses componentes. 

Privação de sono 

Por fim, a privação de sono é um dos motivos mais comuns pelos quais as pessoas têm crises de cefaleia. Nesse sentido, o sono é um mecanismo fisiológico extremamente importante para fazer reparos no nosso corpo. Dessa forma, quando estamos dormindo, o nosso corpo elimina toxinas que foram acumuladas ao longo do dia e nos prepara para um novo ciclo. 

A privação de sono impede que tudo isso ocorra e, além de acumular substâncias tóxicas, ficamos mais irritados e esgotados mentalmente, ou seja, mais vulneráveis às crises de cefaleia. 

Resolva todos os tipos de dores de cabeça com a Eurekka

A EurekkaMED é o serviço perfeito para que você possa identificar e, dessa forma, resolver as suas dores de cabeça. Temos uma equipe de médicos capacitados assim como humanizados prontos para te atender. Ou seja, se você vem sofrendo com dores de cabeça e ainda não sabe o que está acontecendo, não perca tempo e marque já a sua consulta!

Por fim, se você gostou desse texto e quer saber mais sobre o assunto, siga a gente nas redes sociais! Estamos no Instagram,  Facebook e YouTube, além de termos um aplicativo lindo para você! E para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar o nosso blog, clicando nesse link.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Eduarda Maria Baldi

One reply on “Quais os tipos de dores de cabeça? Sintomas e causas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *