TCC para borderline: abordagem que pode ajudar no tratamento

Equipe Eurekka

O Transtorno de Personalidade Borderline pode bagunçar a vida pessoal e profissional de quem tem esse diagnóstico. Por isso, é tão importante dar espaço para a Psicologia ajudar. E a TCC para borderline é uma das abordagens mais indicadas para este transtorno.

A Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) é muito útil quando o foco é analisar e mudar ações do nosso dia a dia que podem estar atrapalhando. E no borderline, que também chamam de Transtorno Limítrofe, isso é ainda mais comum.

Então, descubra com a gente um pouco mais sobre esta abordagem, como ela funciona e como os psicólogos trabalham na terapia para borderline. Boa leitura!

O que é TCC?

A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é uma abordagem psicológica e o psicólogo mais famoso dessa área é Skinner; você já deve ter ouvido falar dos experimentos com ratos em caixinhas. Ele é o psicólogo que teve essa ideia!

A TCC tem como foco a mudança de comportamentos e pensamentos automáticos que são inadequados ou não trazem nenhum benefício para a pessoa. Dessa forma, ocorre uma transformação saudável e positiva com o tempo.

Para isso, ela faz perguntas e busca respostas junto com aquele que está sendo atendido em sessão de terapia. Dessa forma, o terapeuta pode conhecer o paciente e ter mais facilidade de indicar mudanças.

Para quais demandas a TCC pode ser útil?

Como a TCC está voltada para mudar ações e pensamentos do dia a dia, a pessoa só precisa estar pronta para aceitar essas mudanças. De resto, a TCC não tem “contraindicações”!

Contudo, esta abordagem é comum para tratar casos de:

  • transtorno bipolar
  • depressão, 
  • transtorno borderline, 
  • TEPT, 
  • TOC e fobias em geral,
  • síndrome do pânico, entre outras questões. 

Afinal, muitos diagnósticos têm a ver com pensamentos e ações que estão sendo disfuncionais no nosso dia a dia. Por isso, a Terapia Cognitivo-Comportamental pode servir em ocasiões muito diversas.

menina deitada no sofá da terapia

Como funciona a TCC para borderline?

A Terapia Cognitivo-Comportamental trabalha pensamentos, emoções e ações que podem estar atrapalhando a pessoa com borderline de ter uma vida plena. 

Por isso, a TCC foca em entender e analisar estes sinais, fazendo uma troca com o paciente, para que a pessoa com o transtorno consiga avaliar o que é bom e o que não está sendo benéfico nas suas atitudes.

Assim, a TCC para borderline pode ajudar a pessoa com este diagnóstico a ter o humor mais controlado, ter respostas mais sutis para situações do dia a dia e manter relações de forma mais natural.

Quais os passos que a TCC usa para tratar borderline?

A seguir, vou te mostrar algumas técnicas que são trabalhadas na TCC para borderline que ajudam muito a atenuar os sintomas!

Mas lembre-se: o transtorno borderline não tem cura, podendo apenas ter um trabalho intenso para que os sinais sejam menos nocivos para a vida pessoal, afetiva e profissional da pessoa.

1. Psicoeducação

A psicoeducação é vital para que a pessoa entenda quais características suas podem trazer prejuízos à sua vida. Além disso, é assim que a pessoa com borderline vai entender as causas de afastamentos de relações e amarguras no dia a dia.

Então, a TCC para borderline foca em explicar, de forma didática e respeitosa, como funciona o comportamento assertivo, por exemplo, para cultivar amizades verdadeiras e relações que durem.

2. Treinar a forma como se expressa

Voltando para o assunto do comportamento assertivo, indicar técnicas para reavaliar o modo de agir da pessoa com borderline costuma ser muito útil!

Assim, o paciente vai aprendendo a reconhecer respostas assertivas — ou seja, saber se expressar de forma direta e de fácil compreensão; mas, claro, sem ser agressivo ou desrespeitoso!

Dessa forma, a pessoa consegue evitar atritos que, por sua vez, costumam causar grandes rompantes emocionais. Pode parecer algo simples para alguém sem o transtorno, mas para alguém com o diagnóstico borderline, esse treino é vital e pode salvar as relações.

3. Uso da Régua do Humor

A Régua do Humor é uma prática terapêutica que os psicólogos costumam usar nas sessões de terapia. Com ela, a pessoa com o transtorno consegue avaliar suas mudanças de humor e quais foram os gatilhos daquelas mudanças.

Essa régua costuma ser feita como uma tabela que a pessoa vai preenchendo ao longo do tempo, conversando sempre com o terapeuta sobre as anotações. Fazer essas reflexões é importante para que se entendam também as causas do transtorno, que podem variar de caso a caso.

4. Revisão de acontecimentos atuais e passados

Como dissemos antes, a reflexão é importante para se tratar o transtorno borderline. Por isso é tão bom para o paciente entender os seus pensamentos e suas ações assim que ele começa as sessões.

Usando esta técnica, a pessoa pode, aos poucos, entender quando estava tendo ações agressivas, impulsivas ou explosivas. Isso serve para ressignificar discussões e desencontros do passado. Assim, isso não vai se repetir no presente.

Quais são os resultados esperados?

Como já falamos ao longo do texto, espera-se que a TCC para borderline trate, em especial, de ações e pensamentos que atrapalham o dia a dia da pessoa com o diagnóstico e aqueles ao seu redor. 

Então, após algumas sessões de terapia, o que se espera é que seja possível ver mudanças no comportamento da pessoa, sendo mais compassiva, sensível e paciente. Contudo, é bom lembrar que nada ocorre do dia para a noite, certo? 

É preciso ter paciência e sempre conversar com o psicólogo para ter feedback sobre o processo e, também, dar feedback sobre a abordagem e o caminho percorrido.

Afinal, a pessoa estará experimentando uma nova forma de ver o mundo e aprendendo outras formas de se relacionar e de lidar com as situações do dia a dia.

Se você ficou interessado e gostaria de saber mais sobre a TCC para borderline, saiba que na Eurekka temos muitos psicólogos que são especializados na abordagem comportamental e podem te guiar neste caminho.

Para saber mais sobre os profissionais e marcar uma conversa inicial com um deles, clique no botão abaixo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.