Spirulina: o que é, benefícios e como tomar

Laura Hoffmann

A spirulina faz parte da alimentação humana há vários séculos. Uma vez que está presente na cultura de diversas civilizações antigas. 

Hoje em dia, é consumida na forma de um suplemento nutricional. Ele vem sendo bastante utilizado pelo seu alto valor nutritivo e seus benefícios à saúde, como os efeitos antioxidantes, o controle do colesterol e a redução da glicemia. 

Assim, vamos falar nesse texto um pouco mais sobre esse suplemento, como ele atua no organismo e quais os possíveis benefícios de consumi-lo.

O que é spirulina?

comida vegetariana

A spirulina é um suplemento nutricional produzido a partir de cianobactérias, que pertencem a um grupo de organismos conhecidos também como microalgas. As cianobactérias são alguns dos organismos mais antigos existentes na Terra, formados por apenas uma célula. Também são capazes de fazer fotossíntese.

Assim, esse suplemento vem de ambientes aquáticos e se caracteriza por sua coloração azul-esverdeada. Além disso, possui vários nutrientes na sua composição. Dessa forma, contém carboidratos, proteínas, gorduras insaturadas, fibras, vitaminas e minerais.

Para que serve a spirulina?

placa vegetariana

Devido à sua composição, a spirulina é normalmente consumida na forma de suplemento, adicionando mais nutrientes na alimentação cotidiana. Por seu conteúdo de ferro e proteínas, se usa em especial por pessoas que seguem uma dieta vegetariana.

Além disso, existem outras aplicações possíveis para esse composto. A spirulina possui uma coloração bastante característica. Por isso se usa como um corante azul natural, substituindo os corantes artificiais. Da mesma forma, alguns compostos retirados da spirulina são usados na indústria para produção de alimentos, medicamentos e cosméticos.

Spirulina emagrece?

Os resultados da spirulina na perda de peso ainda não estão bem definidos. Porém, de uma forma geral, pode-se dizer que esse suplemento colabora para uma leve redução no peso. Uma vez que tem um efeito no aumento da saciedade e na metabolização das gorduras. 

Por outro lado, deve-se ressaltar que o mais importante em um processo de emagrecimento é a adoção de hábitos saudáveis. Como, por exemplo, uma alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos. Portanto, os resultados da spirulina não são obtidos de forma isolada: ela deve ser usada como um tratamento adicional, dentro de uma dieta saudável.

Efeitos e benefícios do uso:

Recentemente, descobriu-se diversos efeitos positivos para a saúde a partir do consumo regular da spirulina, em associação com uma alimentação equilibrada. Alguns desses benefícios são: 

Redução de peso e saciedade

spirulina emagrece

A spirulina possui proteínas e fibras em sua composição, o que contribui para manter a saciedade por mais tempo. Além disso, alguns estudos mostram que esse suplemento estimula a atividade de algumas enzimas responsáveis por metabolizar gorduras.

Ao mesmo tempo, outros possíveis efeitos positivos da spirulina são a melhora do rendimento no exercício físico. Bem como sua atividade antioxidante e anti-inflamatória, que tem um efeito positivo no tratamento da obesidade. Em conjunto, todos estes fatores ajudam na redução de peso de forma saudável, quando associados a uma dieta balanceada.

Controle da glicemia

O consumo regular de spirulina acrescenta gorduras insaturadas e fibras na dieta. Além disso, melhora a secreção da insulina e o transporte da glicose do sangue para os tecidos. Dessa forma, resulta em um efeito hipoglicemiante, ou seja, ajuda a diminuir os níveis de glicose no sangue.

Por isso, esse suplemento colabora para diminuir a glicemia em jejum e também após as refeições. Ainda pode ajudar a reduzir os níveis de hemoglobina glicada.

Rica em proteínas

A spirulina contém uma boa quantidade de proteínas. Estas são fundamentais para diversos processos do organismo, desde a estrutura de células e tecidos até a defesa do corpo.

Além disso, essas proteínas possuem alto valor biológico, ou seja, possuem todos os aminoácidos de que o corpo precisa, e têm uma fácil absorção.

Dessa forma, esse suplemento pode ajudar a complementar a dieta com proteínas, em especial, para as pessoas que seguem uma alimentação vegetariana.

Fonte de antioxidantes

O consumo de antioxidantes é muito importante para combater os radicais livres, que são moléculas instáveis que podem causar danos às células do organismo. 

Quando temos um aumento de radicais livres no corpo se estabelece uma situação chamada de estresse oxidativo. Assim, acontece um desequilíbrio entre a produção dos radicais livres e a capacidade do corpo de combatê-los. Esses radicais livros podem aumentar por conta de fatores como uma alimentação desequilibrada ou a exposição à radiação e à poluição,

No entanto, a spirulina possui diversos compostos antioxidantes, incluindo as vitaminas C, A e E, que ajudam a combater as reações de oxidação no organismo e evitam que se estabeleça o estresse oxidativo. Dessa forma, ela auxilia a prevenir diversas doenças, como o diabetes e as doenças cardíacas.

Controle do colesterol

O consumo de spirulina pode ajudar a controlar o colesterol e melhorar o perfil lipídico. Ou seja, esse suplemento ajuda a diminuir os níveis de triglicerídeos e colesterol LDL (conhecido também como “colesterol ruim”). Também ajuda a aumentar os níveis de colesterol HDL (“colesterol bom”) por meio de sua atividade antioxidante e da presença de gorduras insaturadas.

Melhora a imunidade

saúde com spirulina

Outra importante função da spirulina é sua atuação na imunidade. Além de fornecer vários nutrientes importantes, o que colabora para melhorar as defesas do organismo, vem sendo estudado o papel desse suplemento para diminuir a proliferação dos vírus e também para agir na reparação dos tecidos.

Sistema imunológico

Ademais, a spirulina pode estimular a atividade das células do sistema imunológico. Portanto, esse suplemento colabora para que o organismo possa se defender das infecções. 

Da mesma forma, outro efeito positivo acontece na prevenção e no tratamento de alergias. Sendo assim, a spirulina pode ajudar a controlar a liberação de histamina, uma substância que está envolvida na resposta imune e que aumenta em processos alérgicos.

Fonte de ferro

A composição da spirulina inclui uma boa quantidade de ferro, que é um mineral essencial para a saúde. Ele age, em especial, no transporte de oxigênio do sangue para os tecidos. Além disso, contribui para uma boa absorção do ferro no organismo, o que reduz o risco de anemias.

Melhora a pressão arterial

Os efeitos antioxidantes desse suplemento fazem com que aumente a dilatação dos vasos sanguíneos, o que ajuda na circulação do sangue. Dessa forma, outro benefício de tomar a spirulina é a diminuição da pressão arterial. O que, por sua vez, ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas.

Contraindicações do uso

O consumo de spirulina é geralmente considerado seguro para a maior parte das pessoas. No entanto, podem acontecer alguns efeitos colaterais bastante raros, como enjoo, dor de cabeça, dor muscular, suor aumentado, problemas na pele, entre outros. Nestes casos, se recomenda interromper o consumo.

Ademai, pessoas que possuem fenilcetonúria estão contraindicadas de tomar spirulina, pois ela tem o aminoácido fenilalanina na sua composição. Da mesma forma, a segurança não está bem estabelecida para gestantes ou lactantes, bem como para pessoas que passam por tratamento com medicamentos imunossupressores. Por isso, se recomenda conversar com um médico antes de iniciar o consumo.

Por fim, é importante que se adquira a spirulina de fontes certificadas, para diminuir o risco de contaminação e assegurar a segurança no consumo. Caso aconteça a contaminação com outras espécies de cianobactérias, por exemplo, esse suplemento pode conter algumas substâncias tóxicas, prejudiciais à saúde.

banner eurekka med

Como tomar spirulina?

Os suplementos nutricionais de spirulina estão na forma de comprimidos ou em , e podem ser tomados antes das refeições ou junto com os alimentos.

Geralmente, a dose consumida varia entre 1 e 5 gramas por dia, de acordo com o objetivo da suplementação. Porém, a dose ideal de spirulina varia de pessoa para pessoa. Por isso, deve-se procurar a recomendação de um profissional para  adequar o consumo da melhor forma.

Receitas para consumir spirulina

Shake de spirulina

O sabor da spirulina é um pouco forte por algumas pessoas. Dessa maneira, uma alternativa para consumi-la é por meio de receitas, incluindo outros ingredientes para obter novos sabores. A exemplo disso, uma receita para utilizar esse suplemento é o smoothie proteico de banana e spirulina.

Smoothie saudável proteico de banana e spirulina

Ingredientes:

  • 2 bananas congeladas
  • 1/4 xícara de leite de coco
  • 1 colher de sopa de coco ralado
  • Amoras congeladas
  • 1/2 colher de chá de spirulina

Modo de fazer: Bata no liquidificador as bananas, leite de coco e a spirulina até ficar bem homogêneo. Finalize com as amoras e o coco ralado. Sirva em seguida!

Por fim, acesse outros conteúdos gratuitos como esse que você acabou de ler em nosso blog e em nossas redes sociais: EurekkaMed, FacebookInstagram e Youtube ou através de nosso Aplicativo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Laura Hoffmann

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.