SOP (Síndrome do Ovário Policístico): GUIA COMPLETO

Equipe Eurekka

Equipe Eurekka

JUNTE-SE A MAIS DE 150.000 PESSOAS
Receba o Momento Eurekka com dicas semanais de Saúde Emocional exclusivas:

Menstruação irregular, acne, pelos no corpo e aumento de peso. Pouco conhecida, a SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos) é uma doença endocrinológica que pode gerar todos esses sintomas, sem você nem desconfiar de que algo está errado.

A doença acomete de 5% a 10% da população feminina em idade fértil e, geralmente, seus sintomas são tratados isoladamente. No entanto, por mais que pareça complexa, a solução para a SOP é simples e você pode reverter completamente suas manifestações.

Aqui, você vai entender como identificar a Síndrome dos Ovários Policísticos, quais os seus principais sintomas e qual o melhor tratamento.

O que é SOP?

ovário policístico metáfora sop

A Síndrome do Ovário Policístico, mais conhecida como SOP, é uma doença hormonal que atinge muitas mulheres na idade fértil. Nela, a mulher costuma ter acne, aumento de pelos e cistos nos ovários. Mas nem todas as mulheres que têm esses sintomas têm SOP, por isso vamos entender melhor sobre essa doença!

Cistos no ovário

Não é raro a mulher fazer um ultrassom de pelve e ver que tem cistos no ovário. Mas isso não significa que ela obrigatoriamente tem SOP! Além disso, durante o ciclo menstrual, ocorre a produção de cistos normais no ovários, que desaparecem após o fim do ciclo. Por isso, nem todo ovário com cistos confirma a SOP.

Sintomas da SOP

sobrepeso relacionado com sop

Os sintomas da SOP são variados, dependendo de cada mulher, mas os mais comuns são: 

  • Anovulação: os ciclos menstruais não apresentam liberação de óvulo;
  • Infertilidade: causada pela falta de ovulação;
  • Irregularidade menstruais: os ciclos podem ter mais de 35 dias (oligomenorreia) ou, inclusive, em alguns meses a menstruação pode não acontecer (amenorréia) devido a um ciclo anovulatório.
  •  Hirsutismo: quando ocorre aumento da quantidade de pelos em regiões onde as mulheres não costumam ter muitos pelos. Por exemplo, na face, linha alba e peito. Esse sintoma está presente em 80% das mulheres com SOP!
  • Acne
  • Alopécia: queda de cabelo excessiva;
  • Sobrepeso e obesidade: são comuns na SOP e aumentam o risco de resistência à insulina, que também é um sintoma frequente;
  • Resistência à insulina: pacientes com resistência a insulina apresentam acantose nigricans. Ou seja, manchas marrons em dobras do corpo como pescoço, axila, virilha;
  • Acúmulo de gordura na cintura;
  • Aumento de sono durante o dia por conta de apneia obstrutiva do sono;
  • Raramente outros sintomas como engrossamento da voz, aumento do clitóris ou da massa muscular podem estar presentes;
  • Depressão também pode ocorrer em mulheres com SOP, principalmente decorrente da obesidade e do hirsutismo, que afetam a qualidade de vida;

Causas da SOP

A real causa de Síndrome do Ovário Policístico ainda é desconhecida, mas sabe-se que diferentes fatores contribuem para a SOP. Confira:

1. Genética

causa genetica da sOP

Estudos mostram que a chance de uma mulher ter SOP é maior quando parentes de primeiro grau tem SOP. 

Além disso, estudos feitos com gêmeos também mostraram que o risco de SOP é maior em gêmeos idênticos (monozigóticos) do que em gêmeos diferentes (dizigóticos).

2. Hormonal

Hormônios como o LH e os hormônios da adrenal também estão relacionados com a SOP. Afinal, o LH, ao ser liberado em pulsos, estimula a produção de androgênios pelos ovários. São os androgênios que causam hirsutismo, acne e alopecia.

Além disso, a adrenal – uma glândula presente acima do rim – também aumenta os androgênios.

3. Obesidade

A obesidade piora a resistência à insulina porque altera a ligação da insulina no seu receptor. Entenda mais sobre a obesidade, seus sintomas e fatores de risco clicando aqui!

Diagnóstico

diagnóstico de SOP

Para o diagnóstico de SOP é essencial consultar um médico especialista. No Brasil, se usa do Critério de Rotterdam para diagnosticar o quadro clínico.

No critério de Rotterdam é preciso que 2 de 3 elementos estejam presentes:

  • irregularidade menstrual: amenorréia ou oligomenorréia;
  • Aumento de androgênios, sendo que esse aumento pode ser laboratorial (ao se dosar os hormônios eles estão aumentados)  ou só clínico, quando a paciente apresenta sintomas como acne e hirsutismo, mas a dosagem dos hormônios está normal;
  • Achados de cistos no ovário no ultrassom.

Contudo, o diagnóstico de SOP é de exclusão. Ou seja, deve-se descartar todas as outras doenças que possam causar esses sintomas antes de dizer que a mulher tem SOP.

Portanto, para dar o diagnóstico é preciso de 2 dos 3 elementos somados à exclusão de outros diagnósticos.

Existe prevenção para SOP?

Como não se sabe exatamente a causa de SOP, não é possível citar atitudes que impeçam que a SOP aconteça. Apesar disso, existem atitudes que podem ser feitas para controlar ou evitar que a SOP piore! Confira:

1. Exames Hormonais

Alguns hormônios com perfil androgênico, TSH e T4 livre podem ser dosados se a mulher apresentar sintomas como os descritos acima.

2. Exames metabólicos

Uma vez que a SOP está ligada à obesidade, é importante medir e controlar triglicérides, colesterol total, HDL e LDL. Pois podem estar alterados com o aumento de peso!

Dúvidas frequentes sobre SOP: posso engravidar?

Dúvidas sobre SOP

Essa é uma grande preocupação de quem sofre com SOP. E de fato, não poder engravidar pode ser uma enorme tristeza na vida de uma mulher. Mas vamos entender melhor como isso funciona:

1. Quem tem SOP ovula?

Como já falado acima, a falta de ovulação pode ser um dos sintomas da Síndrome do Ovário Policístico. Portanto, quem tem SOP pode não ovular. Mas, atenção: isso não significa que todo mundo que tem a síndrome não ovula. Por volta de 30% dos ciclos da mulher com SOP são ovulatórios!

Amenorreia

Por fim, quando a mulher não tem ciclos ovulatórios, ela pode não menstruar. E essa ausência de menstruação se chama amenorreia. Além disso, outros problemas também podem causar amenorréia, como: estresse, anorexia nervosa, perda de peso brusca, aumento de prolactina entre outras.

2. Quem tem SOP pode engravidar?

casal gravidez esperando o bebê nascer

Uma vez que é necessário que haja ovulação para acontecer a gravidez, se a mulher tiver ciclos anovulatórios, pode ser que ela tenha problemas para engravidar.

Portanto, mulheres com SOP podem demorar mais tempo para conseguir engravidar, sendo necessário algum tratamento hormonal para induzir a ovulação. 

Entretanto, mulheres com SOP que têm ciclos ovulatórios engravidam normalmente, sem complicações. Ou seja, ainda que demore mais, mulheres com SOP não perdem totalmente a fertilidade.

Tratamento da SOP

tratamento de SOP

Existem várias formas de tratar SOP e elas vão desde medicamentos hormonais, até dieta e exercício físico para melhorar a resistência à insulina.

Medicamentos

A primeira linha do tratamento medicamentoso é a pílula anticoncepcional combinada. Ela contém dois hormônios – estrogênio e progestagênio -,que diminuem a ação dos androgênios. As pílulas de baixa dose são seguras, pois não pioram os outros sintomas, como a resistência à insulina.

Ainda assim, antes de tomar pílula, é essencial consultar um médico que vai avaliar se ela é indicada para a paciente ou não – de acordo com os critérios de elegibilidade da OMS. Esses critérios e mais informações sobre a pílula você encontra no nosso texto de anticoncepcionais.

Caso a mulher não possa, ou não queira, tomar pílula, pode-se tomar espironolactona, que é um diurético hormonal.

Dieta para SOP

Cuidar da dieta também é uma forma de controlar a síndrome. Dietas com menos carboidratos (low carb ou cetogênica) e gorduras (com menos frituras, industrializados, massas, pães, bolos) ajudam a controlar a resistência insulínica e o perfil lipídico (colesterol e triglicérides).

Para começar uma dieta adequada, busque um profissional capacitado: nutricionista ou nutrólogo. Porque apenas eles poderão avaliar qual dieta é mais indicada para o seu corpo, suas condições de saúde e o seu estilo de vida.

Tratamento da infertilidade

Como já mencionado, mulheres com SOP podem ter dificuldade para engravidar. Uma vez que a infertilidade for diagnosticada por um médico, a melhor opção para o tratamento é o citrato de clomifeno.

Por fim, esse medicamento têm 80% de chance de levar a ovulação e 50% de chance de resultar em gravidez. Ele deve ser tomado do terceiro ao sétimo dia do ciclo menstrual e o casal deve ter relações sexuais em dias intercalados a partir do décimo dia depois do último comprimido.

Vivendo com SOP

exames

Depois do diagnóstico, alguns exames específicos precisam ser feitos para que a mulher tenha uma boa qualidade de vida e para que outras doenças sejam evitadas:

  • Teste de tolerância oral à glicose todo ano;
  • Triglicérides, colesterol total, HDL e LDL a cada 1 ou 5 anos, dependendo se a mulher tem maior tendência a ter esses indicadores aumentados ou não;
  • Pressão arterial, que deve ser medida pelo menos 1 vez por ano;
  • Ultrassom abdominal, transaminases e gama GT se a mulher tiver obesidade.

Além disso, é importante acompanhar os sintomas de depressão, caso eles existam. E, por fim, também acompanhar a apneia obstrutiva do sono, que pode alterar na qualidade do sono da mulher.

Tire as suas dúvidas com uma ginecologista Eurekka!

A Eurekka é uma clínica de psicologia e medicina online, que atende milhares de pessoas todos os meses. Os nossos profissionais são treinados para te ajudar, com empatia e cuidado, em tudo que você precisar. A SOP é uma doença complicada e que pode te trazer muitas consequências ruins!

Por isso, não hesite em marcar uma consulta com uma ginecologista Eurekka para tirar todas as suas dúvidas e começar o melhor tratamento para o seu caso. Aproveite também para acessar nossos outros conteúdos sobre Saúde da Mulher.

E se você quiser aprender mais sobre psicologia, saúde mental e melhorar a sua vida em todos os aspectos, aproveite para entrar no nosso aplicativo ou redes sociais: Instagram,  Facebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados