Sinais de Relacionamento tóxico: como identificar?

Luise Kohler

Por vezes, os relacionamentos tóxicos se apresentam de forma mascarada, ou seja, surgem fantasiados de “amor”, e quando você menos espera, este “amor” vira algo doentio, fazendo mal para sua saúde mental e até mesmo para a saúde física. Para identificar os sinais de um relacionamento tóxico, basta olhar para o modo de agir do parceiro. Se cruzar a barreira do respeito, tome cuidado.

Não tolere nenhum tipo de abuso, seja físico, verbal, emocional ou financeiro. Tais comportamentos podem surgir de forma sutil, e com o tempo, os sinais podem se tornar confusos. E este texto é para que você saiba como identificar sinais de um relacionamento tóxico.

O que é um relacionamento tóxico?

Um relacionamento tóxico se dá no desejo do parceiro em manipular, chantagear… Ele passa dos limites do respeito, seja físico ou mental, além de agir de forma sutil, envolvendo você em uma relação fantasiosa. Dessa forma, o ciúmes, a manipulação, intrigas e chantagens acabam consumindo sua energia e prazer. 

As relações saudáveis são baseadas em amor, respeito e confiança. Se você está em uma relação que não tem isso, e não se sente amada e respeitada, sugiro que repense o que é melhor para você e sua saúde. Portanto, reunimos 10 características para ajudar você a identificar tais modos de agir.

10 sinais de um relacionamento tóxico

Antes de só sair de uma relação tóxica, é preciso identificar os sinais de um relacionamento tóxico Primeiro, não é fácil sair de um namoro ou casamento. Por isso, focar em seu bem-estar, independência e autocuidado ajudará neste processo.

Seu parceiro não assume responsabilidade

Pessoas tóxicas têm muita dificuldade em assumir a culpa. Então, escolhem culpar o outro por ações suas. Não se comprometem com promessas, ou com a verdade dos fatos. 

Vocês não conversam sobre os problemas do casal

Falar com seu parceiro é difícil? Qualquer conversa leva para uma briga? Ele se fecha para conversar sobre o que te aflige? Preste atenção, pois casais saudáveis têm abertura para a comunicação. 

Se você se sente “engolindo sapos”, ou seja, reprimindo seus sentimentos e pensamentos, com medo de que falar cause outra discussão, você pode estar em uma relação tóxica. 

Você não pratica mais o autocuidado

Fique atento, pois os sinais não são vistos só no outro, mas no seu modo de agir também. Como, por exemplo se tornar negligente no autocuidado. Sente que está deixando sua essência de lado? Claro, a mudança faz parte do ser humano, mas que seja uma mudança positiva.

Se arrumar, sair com os amigos, realizar seus desejos e sonhos, buscar por algo melhor – isso é autocuidado. Reflita se tem deixado suas paixões e seu jeito de ser de lado, por conta de seu parceiro.

sinais de relacionamento tóxico

Vocês se criticam o tempo todo indelicadamente

Críticas e desentendimentos são naturais em uma relação. Afinal, a perfeição não existe, muito menos a relação perfeita. Mas a comunicação, mesmo em forma de crítica, deve ser feita de maneira construtiva, não destrutiva.

Sendo assim, as críticas feitas por seu parceiro devem favorecer o crescimento, sem jamais ferir ou gerar um sentimento de inferioridade.

Sua relação traz à tona suas piores qualidades

Você se culpa o tempo todo nesta relação? Só se enxerga de forma negativa? Acha difícil enxergar suas qualidades e virtudes? Se sim, te digo que a pressão imposta pelo seu parceiro pode estar causando isso. Este é um sentimento que irá sufocar você aos poucos.

Crises de ciúmes

Alguns enxergam o ciúmes como amor e cuidado. Será? Na realidade, o ciúmes não passa de insegurança. Além do mais, há outras formas para demonstrar amor. São formas saudáveis de cuidar, proteger e amar.

Pense em como é difícil manter uma relação se seu parceiro não confia em você. Invadir seu espaço e privacidade não é demonstrar amor, mas sim falta de respeito. Pois uma relação precisa de confiança e espaço para que ambos possam crescer e se desenvolver como sujeitos únicos. 

banner terapia

Não há apoio nas suas escolhas de vida ou metas

Sente que seu parceiro apoia suas escolhas e decisões? Lembre-se de que em uma relação saudável, o parceiro  respeita seu espaço e suas escolhas.

Se o seu parceiro fere você ao saber das suas vitórias, se afaste. A não ser que queira ter por perto um sanguessuga de energia e de boas emoções.

Vocês sempre ameaçam terminar o relacionamento

Você se enxerga ao lado do seu parceiro no futuro? Não digo que você deva planejar cada segundo da sua vida com ele ou ela, mas é comum que os dois criem e planejem um futuro juntos. Se isso não ocorrer na sua relação, pense no motivo que pode estar gerando isso. 

Além do planejamento, a confiança é essencial, pois é preciso se sentir seguro com seu parceiro. Mas se a cada vez que você discorda, ou que debatem sobre questões da relação, seu parceiro ameaça romper, como você poderá se sentir seguro? Lembre-se: relações saudáveis NÃO são baseadas em ameaças.

dependência emocional

Dependência emocional

A dependência pode surgir de forma sutil. Para não cair nesta armadilha, ou até para sair dela, lembre-se de se colocar como prioridade, da mesma forma, estimulando seu parceiro a fazer o mesmo. Ambos devem entender que são completos, não falta nenhuma parte. E se faltar, encontrará em si mesmo, não no outro.

A dependência emocional faz você pensar que as respostas para os problemas e medos estão no outro. Mas não é verdade; elas estão dentro de você. Por isso, corra com suas próprias pernas, pense e escolha de forma livre. Lembre que, antes mesmo de ser um casal, vocês são indivíduos únicos, subjetivos, com gostos e sonhos distintos, não estão grudados, cada um tem suas próprias capacidades e desejos. Portanto, use e abuse da sua singularidade.

Vocês então sempre “pisando em ovos”

Sente necessidade de conversar com seu parceiro sobre algo, mas tem medo? Ele pode explodir e ameaçar você com um rompimento? Se sente pisando em ovos ao falar com ele? Isso não faz parte de uma relação saudável.

Sim, desentendimentos e um certo nível de estresse é normal em qualquer relação. Mas medo, insegurança e receio de falar e agir não é saudável. Na realidade, aponta ainda mais para uma relação tóxica.

Em uma relação saudável, a pessoa sabe que pode falar sobre seus sentimentos, expressar seus medos e anseios, sente que tem apoio para lidar com as dificuldades. E se isso não ocorre, você pode estar em uma relação tóxica.

Como se recuperar e se curar de um relacionamento tóxico?

Estou em um relacionamento tóxico, e agora?

Não se apavore, pois o primeiro passo você já deu: identificou os sinais de um relacionamento tóxico. Leu este texto e se identificou? Enxergou sua relação? Agora é a hora de mudar e pedir ajuda.

Primeiro passo, como já disse, é ser sincero com você mesmo, reconhecendo que está em uma relação tóxica. Isto requer autoconhecimento e amor próprio. Veja a situação na qual está inserida e compreenda que insistir no erro irá  prejudicar, de forma física, mental e emocional. 

autocuidado ajuda quando está confuso em um relacionamento

O segundo passo é pedir ajuda, porque, ao vivenciar uma relação tóxica, você se anulou, não foi ouvida e muito menos compreendida. Existem sintomas de um relacionamento tóxico. Então, se cerque de pessoas confiáveis, que se importem com seu bem-estar físico, mental e emocional. Pedir ajuda é um ato de amor próprio, de reconhecimento e força. 

Identificar e sair de uma relação tóxica não é algo fácil. Por isso, há profissionais que podem e irão te ajudar a reaprender a enxergar a vida, e, em especial, você mesmo.

Por fim, se você gostou desse texto e quer saber mais sobre o assunto, siga a gente nas redes sociais! Estamos no Instagram,  Facebook e YouTube, além de termos um aplicativo lindo para você! E para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link.

Além disso, a Eurekka é a maior clínica de Psicologia do Brasil! Se você quiser saber como funciona para fazer terapia com a gente, clique aqui!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.83

Luise Kohler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *