Sinais de depressão: como identificar e tratamentos possíveis

Equipe Eurekka

Se você chegou até aqui, é possível que esteja aflito com a possibilidade de estar com sinais de depressão ou de conhecer alguém nessa situação. Aliás, essa é uma busca comum, pois é uma das doenças mentais que mais afeta as pessoas hoje em dia. 

Falta de interesse ou prazer nas atividades do dia a dia, insônia, falta de apetite,  perda ou ganho de peso, cansaço, dificuldade em se concentrar. Estes são alguns dos sintomas que podem causar prejuízo na qualidade de vida de uma pessoa com depressão. 

Identificar os sintomas pode ser o primeiro passo para buscar ajuda profissional. Portanto, fique tranquilo. Vamos trazer neste texto os sinais físicos e mentais da depressão, como é feito o seu diagnóstico e as formas de tratamento. 

O que é depressão

Apesar de atingir milhões de pessoas ao redor do mundo, temos muita informação errada sobre o que é essa doença mental: a depressão não é apenas tristeza. Ela é um transtorno psicológico que incapacita a pessoa de reagir às situações ao seu redor.

Como citado acima, ela afeta vários aspectos da mente e do corpo, além de afetar relações, capacidade de estudo e capacidade de trabalho. Contudo, vale dizer que esses sintomas devem ser persistentes, ou seja, devem ocorrer por pelo menos duas semanas

De maneira geral, um fator comum une todos os sintomas citados acima: a falta de conexão. Desse modo, a pessoa com depressão se perde de suas próprias atividades, de seus prazeres, de seus amigos, familiares e de sua rotina. 

Por fim, a depressão não ocorre por conta de um evento único, sua causa pode se dar por diversos fatores, afinal existem vários tipos de depressão. Por essa razão, buscar ajuda profissional é vital para que o diagnóstico seja feito.

sinais de depressão

Quais os sinais da depressão?

De maneira resumida, vimos que essa doença mental se caracteriza por uma alteração no humor. Portanto, a partir de agora, traremos mais detalhes sobre os sinais e sintomas para que você entenda melhor. 

Tristeza persistente 

Todos sentimos tristeza em algum momento. Contudo, a tristeza na depressão é mais intensa, dura pelo menos duas semanas, afeta nosso funcionamento diário (pessoal, profissional e acadêmico) e leva a uma diminuição de prazer nas atividades.

Mudança de apetite

Outro sintoma comum é a mudança de apetite. Pode ocorrer a perda de apetite devido à diminuição do prazer em comer e dificuldade em sentir o gosto da comida. E o contrário também pode acontecer, fazendo com que a pessoa sinta mais fome que o normal. 

Mudança no sono

A alteração de sono pode ocorrer tanto para mais, quanto para menos. Por vezes, a pessoa acorda antes da hora prevista e não consegue mais dormir, pois fica imersa em pensamentos. Da mesma forma, a pessoa pode sentir muito sono e dormir muito, até mesmo durante o dia. 

Perder o interesse no que gostava 

Esse é um dos principais sintomas da depressão. Mesmo atividades consideradas prazerosas como: sair com os amigos, cozinhar, ver um filme são vistas com pouco interesse. Em muitos casos, a pessoa não sabe nem explicar o motivo por se sentir assim, apenas não sente vontade.

Muito cansaço

Outros sintomas comuns são cansaço e fadiga. Em muitos casos, a pessoa não fez nenhuma atividade ou faz algo leve e mesmo assim se sente cansada. Por vezes, em casos mais sérios, atos simples como tomar um banho ou escovar os dentes são difíceis. 

Se sentir irritado, com ansiedade ou com angústia

É comum que a pessoa com depressão tenha sintomas de ansiedade e medo, pois tende a ficar com o humor mais sensível. Além disso, pode ser crítica e pessimista consigo mesma, levando também a esses sentimentos ansiosos. 

Redução do desejo sexual

A diminuição do interesse sexual é um sintoma muito comum, sendo por vezes o motivo pelo qual a pessoa procura ajuda. Como já mencionado, a depressão afeta a mente de várias formas, e a perda de interesse em atividades gerais também reflete no desejo sexual. 

Não conseguir se concentrar 

A pessoa deprimida também pode ter um pensamento mais lento, demorar mais para responder e organizar as ideias. Uma sensação de “neblina” na mente.

O que a depressão causa no corpo? 

A depressão é uma doença que afeta o corpo de maneira geral, pois as áreas (mente e corpo) trabalham juntas. Portanto, os sintomas citados acima também refletem de forma física. 

É possível perceber uma diminuição da energia física, a pessoa fica “para baixo” e tem dificuldade em realizar atividades simples, sente cansaço constante e fica mais sensível à dor por conta do estresse

Além disso, pode ocorrer perda ou ganho de peso através da mudança no apetite, dores de cabeça pela falta de sono e choro constante devido ao aumento da sensibilidade.  

diagnóstico clínico

Como é feito o diagnóstico da depressão?

O diagnóstico da depressão é feito por profissionais da área da saúde – psicólogos ou médicos. Para isso, eles utilizam o Manual Diagnóstico de Transtornos Mentais e o raciocínio clínico para entender os sinais, sintomas e prejuízos causados na vida de cada um.

Como já dito, a depressão não é apenas uma alteração de humor pontual, portanto, será vital buscar um profissional que, através de perguntas, poderá entender como é a vida daquela pessoa e o que ela precisa em específico.

Contudo, é possível entender um pouco mais antes de buscar ajuda para cuidar da sua saúde mental. O teste a seguir foi desenvolvido por psicólogos e psiquiatras e está disponível no site. Ele ajuda você a ter uma ideia se está ou não com depressão. E, para fazer o teste, é só clicar aqui!

O teste se chama PHQ-9 e vai ajudar você, através de nove perguntas em relação aos principais sintomas, a avaliar se está com depressão. Reforçando: ele é apenas uma ferramenta e não substitui o diagnóstico profissional, certo?

Como curar a depressão e seus sinais

Se você chegou até aqui, saiba que é possível viver uma vida sem depressão. 

Muitas vezes, a pessoa não procura ajuda por achar que aquele é seu jeito de ser e sentir. Contudo, se você se identificou ou identificou alguém ao longo do texto, saiba que há formas de tratar a depressão e viver uma vida mais funcional. 

A seguir, vamos falar sobre três formas de tratamento:

1. Terapia

Primeiro, vamos frisar que há diversos modelos de psicoterapia, também chamados de abordagens. Essa questão é útil porque cada abordagem irá lidar com o tratamento de uma forma.

Dito isso, terapias comportamentais ou cognitivo-comportamentais são as que possuem mais estudos e resultados positivos no tratamento da depressão. 

A terapia é vital para ajudar a pessoa a entender como ela afeta sua vida, o seu modo de pensar e agir, e, de maneira geral, criar estratégias para lidar com os sintomas citados no texto acima. 

Se você se identificou com os sinais de depressão, ou conhece alguém que está agindo assim, está na hora de procurar ajuda! Por isso, nós, da Equipe Eurekka, queremos te apresentar a Terapia Eurekka!

Nós somos a maior clínica de saúde mental do Brasil e temos como missão levar saúde mental para todos! E, para isso, nós formamos uma equipe com os melhores psicólogos para ajudar a todos que precisam!

Então, se você quer conhecer como a terapia funciona, clique no banner abaixo e saiba como marcar uma sessão!

banner terapia

2. Remédios para a depressão

Em alguns casos, será necessário o uso de remédios, que serão receitados e vistos de perto por um psiquiatra. Por isso, busque um bom profissional, em que você confie e que possa  ajudá-lo e indicar o que há de melhor.

Em alguns casos, tratar apenas com terapia não é a melhor opção e é preciso fazer uma combinação. Ou seja: o remédio é como uma ponte que ajuda a passar por momentos difíceis e, junto com a terapia, constrói uma vida mais saudável e funcional. 

3. Atividades

Falamos muito sobre a depressão se dar por uma falta de conexão com atividades que geram prazer. Portanto, buscar atividades que tragam a sensação de bem-estar, de estar no controle das emoções, é muito útil no tratamento. 

Um esporte, um instrumento musical, um livro, escrita… cada pessoa terá a sua atividade terapêutica, nem sempre o que deu certo para o outro dará para você! 

sede da Eurekka

Tratamento para os sinais de depressão com a Eurekka 

Por aqui nós acreditamos que é possível, através de micropassos, se conectar com uma rotina, vencer os sintomas físicos, a angústia e o desânimo que vêm com a depressão. 

Por fim, que bom que você chegou até aqui. Buscar saber mais sobre o tema é o primeiro passo para pedir ajuda, e, tenha certeza: você não precisa passar por esse momento sozinho. A Eurekka tem profissionais competentes e qualificados para ajudar você a passar por esse momento. É possível viver uma vida que faça sentido! 

Então, não se esqueça, se você precisa de ajuda é só marcar uma consulta com um de nossos psicólogos e ver sua vida ser transformada através da terapia! Clique aqui e dê um passo importante para combater a depressão!

E, para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.