Como saber se o ficante quer algo sério? Dica de OURO!

Equipe Eurekka

Você é do tipo que passa noites acordadas calculando qual é a chance de o seu ficante estar querendo ou não querendo namorar com você? Então, hoje eu vou te dar a solução definitiva para você descobrir isso e parar de remoer essa situação toda. Você vai ver como é possível descobrir se o seu ficante quer ou não quer algo sério com você.

Mas antes de revelar qual é o jeito eu vou te deixar um aviso: esse é um jeito para adultos usarem.

Então, se você tem menos de 17 anos e está buscando um truque para ver se a menina da sétima série gosta de você ou não, talvez esse texto não possa te ajudar. Mas se você é adulto, a resposta para esse problema é muito simples.

Como saber se o ficante quer algo sério comigo?

Você não está mais na sexto ano da escola. A partir do segundo ou terceiro encontro, você, como uma pessoa madura, pode conversar com esse outro adulto maduro. Ou seja, ter uma conversa sincera sobre o que cada um espera na vida amorosa no geral.

Afinal, ser honesto no namoro ou mesmo no “rolo” leva à confiança. Ou seja, o namoro vai ser a base para que o casal construa uma relação e realize projetos juntos.

Você se imagina se unindo a alguém que é 100% diferente de você? Que mente sobre onde esteve, que se omite na educação dos filhos, ou que depois de algum tempo diz pra você que, na verdade, não gostaria de ser pai ou mãe?

Complicado, não é mesmo? Você pode evitar isso tendo um diálogo honesto.

Diálogos francos, sinceros e sem omissões salvam relações, sejam elas amorosas ou não. Pois o preço que se paga ficando com pessoas mentirosas, sem compromissos com vida e desonestas é muito alto, causando dor e decepção.

meu ficante quer algo sério

O que conversar com o ficante sobre namoro?

Eu vou te dizer algumas coisas que você pode levar para a conversa sobre este assunto. Você pode conversar com a pessoa e dizer algo mais ou menos assim, como eu vou escrever aqui:

Você pode começar dizendo “Olha só, eu sei que esse pode ser um assunto meio tenso, mas eu acho legal comentar com você pois isso é importante para mim“. Depois, explique que está em uma fase da vida amorosa em que está procurando uma pessoa para relacionamento sério.

Deixe claro que o seu interesse agora não é só ter um ficante, nem um rolo casual. Afinal, seu interesse agora é conhecer uma pessoa que, ao longo do tempo, possa se tornar um parceiro. Pergunte se a pessoa entende essa diferença.

Para finalizar, explique que não está com pressa para entrar numa relação ou para achar de uma vez essa pessoa. Assim, não tem como te entender mal nem se assustar. Termine perguntando o que o outro acha. “Mas eu queria saber de você, o que é que você está buscando. Porque se a gente vai buscando coisas muito diferentes então acho que não vale a pena continuar, né?”

Essas dicas te mostram o jeito maduro para deixar clara a sua intenção na vida amorosa. O que você acabou de ler não dá a entender que está louco pra namorar aquela pessoa. Também não significa que você quer namorar agora. Mas significa que eu tenho isso no meu horizonte e eu não vou abrir mão disso.

Dicas para ter uma relação saudável com seu ficante

Vamos ser bem sinceros, agora. Você tem medo que a pessoa se assuste com a sua pergunta? Então, é provável que você já saiba a resposta. Essa pessoa não quer nada com você.

E você estava até agora tentando se convencer de que, se você for muito querida com a pessoa, se você for muito fiel, você convenceria a pessoa a querer algo sério com você. Contudo, a verdade é que isso simplesmente não funciona.

O que funciona mesmo é você assumir a sua posição de adulto. Afinal, se a pessoa não tem maturidade para ter uma conversa assim com você, será mesmo que você quer essa pessoa como parceiro? Uma das piores coisas do mundo é estar preso numa relação indefinida.

No fundo, você suspeita que você está sendo usado por aquela pessoa. É sério: não deixe isso ocorrer com você, pelo bem da sua saúde mental.

Se coloque na sua posição de adulto, puxe essa conversa e vê o que acontece.

término de relacionamento

A responsabilidade afetiva é o segredo

As pessoas dizem que está faltando diálogo na sociedade e eu concordo. E essa é uma das melhores maneiras de você começar a exercitar o diálogo: conversando. Sem meias palavras. Um adulto com outro adulto.

E isso também tem muita ligação com responsabilidade afetiva, tema de outro texto nosso. Em uma relação amorosa, ou mesmo em um rolo, praticar a responsabilidade afetiva tem a ver com definir com clareza tudo que envolve a relação. Ou seja, os sentimentos envolvidos, as expectativas para o futuro e a disponibilidade afetiva para se relacionar com essa outra pessoa.

Já ouviu a expressão “nem tanto ao mar, nem tanto à terra”? Pois é. Aqui, serve o mesmo: não diga que ama se não tem certeza que ama. E não diga que não ama se não sabe ainda se quer ou não namorar aquela pessoa.

Por que planejar a data e o local de encontro se ainda não discerniu o que sente? Afinal, você deve se responsabilizar pelos sentimentos que a sua postura, atitudes e falas geram na outra pessoa.

Cuide dos seus sentimentos com a Eurekka

Para conseguir chegar em tudo isso que conversamos ao longo do texto, o autoconhecimento é vital. Na terapia, você pode se conhecer melhor, saber mais sobre o que sente e entender como lidar com isso. Se você quiser fazer terapia com a Eurekka de qualquer lugar do mundo dê uma olhada nesse link.

Além disso, para ver outros conteúdos gratuitos como este, confira nosso app e também nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *