Relacionamento estável: 4 dicas para ser uma pessoa estável

Henrique Souza

Você já se perguntou como ter um relacionamento estável, em especial nas relações amorosas?

Se você é uma pessoa inconstante ou instável, e tem problemas de impulsividade que te fazem uma pessoa difícil de conviver – ou até mesmo se convive com alguém assim – este texto vai te dar as melhores dicas da psicologia sobre como ser uma pessoa mais estável e, assim, ter um relacionamento estável também.

Por que ser uma pessoa estável no relacionamento?

A estabilidade é uma das melhores características de uma pessoa. O que torna uma pessoa confiável é o que a torna capaz de dar segurança para o seu parceiro e ajuda na honestidade no namoro.

É muito difícil namorar uma pessoa instável, pelo simples fato de que não se sabe como ela vai estar depois de algumas horas, dias ou semanas.

Assim, se você vive com uma pessoa difícil de prever, acaba vivendo tenso e ansioso. E, assim, o sonho do relacionamento estável fica cada vez mais distante.

Ou seja, viver com uma pessoa muito imprevisível causa tensão nos outros. Quem vive com alguém assim pensa constantemente coisas do tipo: “eu não sei bem como a pessoa vai reagir, então perto dela eu fico tenso e vigilante”, como se estivesse sempre pisando em ovos.

Talvez você já tenha convivido com pessoas instáveis na sua vida e tenha percebido esse efeito. Se aquela pessoa estiver meio estressada naquele dia, ela pode levar algo que você falou para o pessoal e pode explodir.

Ela pode interpretar o que você falou de um jeito diferente e ficar chateada. Ou vocês podem ter marcado alguma coisa ontem, e hoje ela já não está mais afim de ir, então cancela de ultima hora. Em resumo, ser uma pessoa estável te torna uma pessoa confiável, faça chuva ou faça sol.

4 dicas para ser uma pessoa mais estável

Essas quatro dicas são baseadas na experiência da Eurekka, como uma clínica de terapia que hoje faz mais de 3 mil sessões de terapia por mês. Por isso, fica ligado nas dicas que separamos para você:

1. Lembre que a maioria dos estresses do amor vem da impulsividade

Se você é uma pessoa instável, o problema número um que tem que tratar é a impulsividade. Entenda: quando você está discutindo com o seu parceiro, o que te faz falar uma bobagem e depois se arrepender é a impulsividade.

A impulsividade é o agir na emoção, no calor do momento, sem pensar direito nas consequências. Muitas vezes, é também o que faz as pessoas traírem os seus parceiros, além de uma certa falta de princípios.

Podemos chamar isso de miopia emocional: a dificuldade de enxergar de longe, de ver as consequências das ações no futuro. Às vezes, só enxergamos emocionalmente o que está na nossa frente no momento. É por isso que é tão importante desenvolver a inteligência emocional.

Assim, ao invés de enxergar o que está longe: um relacionamento saudável e uma consciência limpa, só veem a tentação e o impulso de reagir. É como se eu estivesse fazendo uma dieta e não conseguisse enxergar o corpo e saúde que eu quero ter, apenas o cupcake ou o croissant recheado.

Mas como tratar a impulsividade? Começando a se vigiar e se observar ao longo do dia como se fosse um cientista observando uma cobaia, com a diferença de que você é o cientista e a cobaia.

Você está convivendo consigo mesmo o tempo todo. Está na hora de não só conviver, mas começar a se observar.

Quando eu estou sendo mais impulsivo? Quando vejo que eu fiz algo que eu me arrependi, em que momento isso aconteceu? Será que eu estava cansado ou irritado?

banner terapia

2. Lembre da sigla CREST

Antes de fazer ou falar qualquer coisa por impulso, dê uma olhada na sigla CREST, que significa cansaço, raiva, estresse, solidão e tédio. Essas são as cinco emoções, ou estados de espírito, em que você tem alta chance de fazer uma bobagem por impulso.

Se você está estressado, sozinho ou meio carente, deve perceber que tem uma chance maior de falar ou fazer bobagem. E, assim, pode focar em resolver só esse problema antes. Se você está cansado, descanse. Se está com raiva, se acalme e espere que as suas emoções sejam reguladas. Já se está estressado, faça um chá ou medite um pouco.

3. Espere um tempo antes de falar algo que te magoou

É muito importante que se discuta, em uma relação, as coisas que te machucam. Mas a ideia dessa dica é que você espere um tempinho antes de ter essa conversa, para que possa deixar as emoções se acalmarem.

É importante que você se sente para conversar e explique o que o seu parceiro fez que você não gostou, como: “eu me senti mal com isso, e acho que é melhor que no futuro você faça de outro jeito”. Porém, é muito perigoso que você faça isso imediatamente depois da atitude, porque é comum que nessa hora você esteja muito bravo ou frustrado.

Dessa forma, você acaba falando de um jeito mais intenso ou mais ríspido do deveria. Ou seja, a ideia aqui não é ignorar o que aconteceu, mas sim observar como você está se sentindo antes de ter uma conversa.

responsabilidade afetiva e relacionamento estável

4. Lembre que você não é transparente para os outros

Toda pessoa madura e adulta tem que entender que não é transparente para os outros. Isso no sentido de que os outros não conseguem adivinhar o que ela está pensando ou sentindo.

Dessa forma, você precisa criar o hábito de dizer para as pessoas que você sente, pensa e quer. Pelo simples motivo de que você gostaria que elas fizessem o mesmo se você estivesse na situação oposta.

Muitas vezes os problemas de relacionamento são falhas na comunicação porque as pessoas não conseguem dizer de forma clara e direta o que sentem. Sem usar de ironia, sarcasmo ou agressividade.

Se a gente fosse mais capaz de falar o que pensa, sente e quer, as brigas nos relacionamentos cairiam pela metade ou em 30%.

Resumo:

  • Você quer ser mais estável.
  • Você olha para sua impulsividade e começa a vigiá-la
  • Começa a falar o que pensa, sente e quer exatamente do jeito que gostaria de ouvir dos outros.

sede da Eurekka

Aprenda mais sobre relacionamento estável com a Eurekka

Se você sente que precisa melhorar seu relacionamento ou quer resolver questões pessoais que te impedem de viver uma relação estável, a Eurekka tem a ajuda que você precisa!

Na Terapia Eurekka você e seu psicólogo, em total sigilo, irão trabalhar questões da mente que estão atrapalhando você a viver tudo de bom que uma relação saudável pode oferecer. Além disso, a sessão de terapia pode ser feita tanto de modo individual, quanto junto com seu cônjuge! Fica a sua escolha!

Então, decida agora mudar seu relacionamento e melhore sua vida! Clique aqui e saiba como marcar sua sessão!

E, para mais conteúdos gratuitos, nos siga nas nossas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.75

Henrique Souza

Henrique é psicólogo pela UFRGS, atuando na clínica com a Abordagem Analítico-Comportamental, apaixonado por criatividade e comunicação e co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer mais de 3000 sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.