Quanto cobrar pela sessão de terapia? Descubra o seu valor

Equipe Eurekka

Você já se perguntou se estava cobrando demais ou de menos pelas suas sessões? Saiba que “quanto cobrar pela sessão de terapia” é uma pergunta muito comum entre os psicólogos. 

Para descobrir a resposta, leia este artigo, que está cheio de dicas para você saber precificar o seu trabalho. Boa leitura!

psicólogo triste sem saber quanto cobrar pela sessão de terapia

Quanto vale o seu trabalho?

É muito importante que você entenda quanto o seu trabalho vale, para poder repassar isso para os clientes. Se você acabou de se formar, por exemplo, é natural que você tenha “menos valor” a entregar do que um profissional que se especializa e atende há muitos anos.

O melhor a se fazer é continuar estudando e se especializando na área em que você quer atender. Dessa forma, você agrega mais valor à sua experiência.

Preço x Valor

Você sabia que falar de preço é diferente de falar de valor? Pois é! É por isso que dissemos “descubra o seu valor” lá no título, e não “descubra o seu preço”.

O preço é quanto você vai cobrar pela sessão de terapia, na moeda corrente do seu interesse. Você pode cobrar R$100 para uma primeira sessão de terapia, por exemplo. Já o valor se refere a quanto você consegue oferecer para o seu cliente em uma consulta. Então, quanto cobrar pela sessão de terapia?

Se você tem um alto valor, ou seja, se você é muito especializado, fez vários cursos, conhece bem a área em que atua, tem bastante tempo de trabalho ou tem uma agenda bem cheia, você pode ter um preço mais elevado, pois isso condiz com a sua vivência como terapeuta.

Como entregar valor para o cliente de psicoterapia?

Agora que você já entende a diferença entre preço e valor, vamos pensar em como fazer com que o cliente tenha acesso a esse valor.

Quando estamos falando de um produto físico, como uma agenda, por exemplo, é fácil entregar valor. É só fazer um produto bem feito, com um acabamento incrível, que tenha sido impresso em boa qualidade. Pode até entregar alguns “mimos” junto com a agenda, como uma caneta legal ou adesivos.

Na psicoterapia, contudo, entregar valor tem a ver com fornecer uma sessão de terapia que seja ótima para o cliente. No geral, a primeira sessão de terapia é a que tem que ser inesquecível. O cliente tem que sair do consultório pensando “esse psicólogo é um gênio”.

Para fazer isso, o ideal é você refletir bastante sobre o que você acha importante entregar para o paciente. Uma escuta ativa de primeira? Uma sala para sessões que é aconchegante e confortável? Falas de alto impacto para o cliente já sair com grandes reflexões desde a primeira sessão? É você quem vai dizer.

Você é quem sabe o que funciona melhor para a sua abordagem e sua área de atuação. Pense sobre isso, pergunte a si mesmo o que você precisaria fazer para ser o melhor terapeuta do mundo na área em que atua. E, então, faça o possível para chegar o mais perto desse ideal.

como escolher um bom psicólogo

Existe diferença de preço entre consulta online e presencial?

No geral, há diferença de preço quando você consulta online e quanto você consulta presencial. Isso vai depender de muitos fatores, mas, no geral, a conta que se faz é que você, como terapeuta, vai gastar menos recursos para atender alguém online. 

Essa pessoa não vai tomar cafezinho na sala de espera, não vai usar o banheiro da clínica, você não precisa ligar seu ar condicionado para satisfazê-la e, talvez, você até atenda a pessoa da sua própria casa, sem se preocupar com o aluguel do consultório ou com o gasto de energia.

Se este é o caso, você pode cobrar mais barato na psicoterapia online. Se você cobra R$120 no presencial, pode cobrar R$100 na psicoterapia online, por exemplo. Mas, para fazer esse desconto, avalie os gastos que você teria em um atendimento presencial e que não está tendo no atendimento online. Nada de fazer no chute!

Mas quanto cobrar pela minha consulta psicológica?

Bom, vamos ao que mais te interessa. Assim como já falamos no tópico de cima, você precisa avaliar quanto você gasta com a consulta para um cliente e, somado a isso, pensar no seu valor enquanto profissional. Afinal, quando estamos prestando serviços, precisamos receber pela mão de obra, certo? 

Os custos que você tem dependem de onde você mora e, também, em que região você atende. O Pará tem uma das contas de energia mais caras do Brasil, por exemplo. Então, atender lá, seja online ou presencial, vai custar mais caro.

Em São Paulo, a depender do bairro em que você vai atender, os preços de aluguel e utensílios como copos de café têm uma mudança drástica. Então, você precisa pesquisar bem seus gastos, anotar tudo e, depois, ver quanto gasto você teria por cada paciente, em média.

Agora, falando sobre cobrar pela sua mão de obra, pelo seu valor e seu conhecimento agregado, você precisa responder algumas perguntas simples sobre o seu modo de vida. Isso ajuda a ter um parâmetro de quanto cobrar pela sessão de terapia. Vamos ver agora que reflexões você precisa fazer.

Quanto você precisa para viver por mês?

Essa é a pergunta mais importante. Tenha noção das suas necessidades para saber quanto você cobrará pelas sessões. Pense quanto você precisa para:

  • pagar as contas, 
  • cuidar bem de si mesmo e da sua família, e 
  • economizar para dias difíceis

Esse valor é dividido pelo número de sessões que você almeja conseguir em um mês. Então, vamos fazer uma conta hipotética.

Vamos supor que você seja solteiro, more sozinho em São Paulo e não precise bancar ninguém além de si mesmo. Você mora em uma área segura da cidade, mas não em uma área nobre, que seria mais cara. 

Então, você quer três mil reais para pagar as contas, ter uma folguinha boa para cuidar de si mesmo e da família, e quer separar quinhentos reais todos os mês para emergências. Nesse caso, você precisa dividir R$3.500 pelo número de sessões que pretende conseguir. Vamos supor que sejam 20 sessões – quatro sessões por dia, de segunda a sexta. Isso dá R$175 por sessão. 

Contando os gastos com cada paciente, eu diria que é coerente você cobrar de R$180 a R$200 por cada sessão. Contudo, você precisa ver se isso é coerente com o valor que você tem para oferecer e, além disso, analisar se seus parceiros de profissão estão cobrando isso, também.

banner produtividade

Quanto outros profissionais estão cobrando?

A técnica da ancoragem consiste em se basear no preço de outros profissionais. Assim, você vai ter uma ideia de quanto pode cobrar e vai saber se está cobrando muito alto ou muito baixo pelo seu nível como terapeuta.

Pesquise na sua cidade e até mesmo no seu bairro a média dos outros profissionais da área. Afinal, não adianta se basear no preço de São Paulo se você trabalha no interior de Minas Gerais, por exemplo. São mercados diferentes, com valores diferentes.

Média de preços por experiência e autoridade

Profissionais mais famosos ou especializados chegam a cobrar mais de R$300, por exemplo. Já terapeutas iniciantes costumam cobrar entre R$80 a R$120. Ter essas referências ajuda a se encaixar no mercado com mais propriedade.

Quando devo aumentar o preço da sessão de terapia?

O comum é que ocorra um reajuste anual dos serviços como um todo. Afinal, a inflação muda, os nossos gastos também, e precisamos subir o preço para ser condizente com a situação atual do país.

Então, podemos dizer que aumentar o preço anualmente, no começo ou no meio do ano, é o mais comum. Mas não se esqueça de avisar os pacientes com antecedência, para que eles possam se programar.

Além disso, preste atenção a quanto você evoluiu de um ano para o outro e se o aumento condiz com o seu valor. Ainda, se você faz atendimentos sociais ou atende pessoas de baixa renda, pode ser interessante esperar um pouco mais para aumentar o preço das sessões.

E se o cliente não aceitar o meu preço?

Esta é uma questão muito importante. Afinal, muitos psicólogos têm receio de deixar um cliente escapar pelo preço estar salgado demais. Mas a verdade é a seguinte: as pessoas são pão duras. 

Muitas pessoas se recusam a pagar R$150 por uma sessão, que é um preço bem comum, pois encontram psicólogos por R$50 na internet. Mas será que este psicólogo tem o mesmo valor que você?

Provavelmente não. E isso quer dizer que você não precisa mudar seu preço nem as suas estratégias para conseguir aquele cliente, pois este tipo de cliente nunca foi o seu público alvo. O público alvo são pessoas que pagam para receber o valor que o profissional tem para oferecer. 

Além disso, o nosso mercado está em constante expansão. Não precisa ficar aflito de fazer algumas conversas iniciais que não dão em nada. Você, com certeza, consegue achar clientes dispostos a pagar o seu preço se ele for coerente com o que você oferece. 

Ainda mais com a psicoterapia online, encontrar o seu público alvo e fechar sessões têm sido cada vez mais fácil.

psicólogo relaxado pois sabe quanto cobrar pela sessão de terapia

Seja um franqueado da Eurekka e nunca mais se sinta desvalorizado pelo mercado

Depois de aprender tudo isso, tenho certeza que suas dúvidas sobre quanto cobrar pela sessão de terapia sumiram. Contudo, pode ser que as dúvidas deram lugar a um cansaço antecipado: quanta coisa preciso pensar e fazer antes de ganhar dinheiro!

E é verdade, meu amigo. Trabalhar por conta própria sempre exige que a gente seja o terapeuta, o cara das finanças, a secretária, o faxineiro, tudo de uma só vez. Contudo, a gente tem uma solução mais fácil para resolver a sua sobrecarga.

Os franqueados da Eurekka recebem apoio administrativo e financeiro conosco. Dessa forma, você só precisa se preocupar em fazer o que faz de melhor: atender bem. Você foca em entregar o seu valor sempre, e a gente foca em trazer clientes sempre para você.

Além disso, como nossos assistentes da Eurekka ficam com a parte de cobranças e agendamentos, você não precisa se preocupar se está cobrando demais ou se está desvalorizando seu trabalho para conseguir clientes. Sempre vai ter gente disposta a fazer, pelo menos, a conversa inicial com você.

Se você achou interessante esta proposta, clique aqui e conheça mais sobre a Franquia Eurekka. Você também pode conversar com um franqueado para saber como está sendo a experiência para ele!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 3.93

Equipe Eurekka

3 replies on “Quanto cobrar pela sessão de terapia? Descubra o seu valor”

Sou sacerdote católico e gostaria de agregar a terapia. Atender também como terapeuta.

Oi, Haroldo! É importante que você procure algum tipo de terapia que faça sentido pra você. Lembrando que é necessário uma formação para poder atuar como terapeuta. Abraço!

– Pedro, da equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.