Entenda o que é a Psicologia Perinatal e qual a sua importância

Equipe Eurekka

A psicologia é uma ciência que busca entender e melhorar todas as áreas da vida pessoal e social. Por isso, um dos seus campos de atuação e estudo é a Psicologia Perinatal, que se dedica a ajudar a mulher e/ou o casal em relação à maternidade. 

Por isso, se você tem o desejo de engravidar, está começando a pensar no assunto ou já começou a gestação, é muito importante que você conheça mais sobre essa área e quais os benefícios que ela pode trazer para você e para sua família. 

E aqui, neste texto, nós vamos explicar tudo sobre o assunto. O que é a psicologia perinatal, em quais questões da gestação ela pode ajudar você, algumas possíveis complicações na gravidez e, por fim, quando procurar um profissional da área. Boa leitura!

O que é psicologia perinatal?

A psicologia perinatal é uma área que busca entender e ajudar a mulher no Período Perinatal. Além de auxiliar também outras pessoas envolvidas, como o cônjuge/companheiro. 

O período Perinatal é aquele que começa com a gravidez, passa pela gestação e o período pós-parto. Sendo que ele só termina quando o corpo da mulher volta ao que era antes da gestação. 

Mas se a mulher desejar, ela pode começar a ter esse acompanhamento até mesmo antes da gravidez. E é sobre isso que vamos falar no próximo tópico!

Conheça outras áreas da psicologia nesse post!

O que faz o psicólogo perinatal?

Como você viu no tópico anterior, o psicólogo perinatal ajuda a mulher e os demais envolvidos no período perinatal. E agora vamos falar de um modo mais específico em quais questões da gravidez esse profissional pode ajudar. 

Confira!

1. Ajuda na decisão de engravidar

Lembra que falamos que o acompanhamento pode começar até mesmo antes da gravidez? Pois é!

Muitos casais têm dúvidas se estão prontos para serem pais ou às vezes apenas um dos dois tem vontade de ter filhos. Além do que, muitas mulheres não têm certeza se querem engravidar, mas sentem uma certa pressão do cônjuge ou da família para que isso aconteça. 

Nesses casos, a ajuda de um profissional perinatal é muito importante! Pois ele pode auxiliar a mulher a entender melhor suas vontades e receios, pode conversar com o casal e perceber se eles estão prontos ou não para ter filhos. 

Assim, o psicólogo perinatal pode, tanto encorajar a gravidez, quanto aconselhar a não engravidar, dependendo da situação emocional da mulher e dos demais envolvidos.

psicologia perinatal mulher mostrando a barriga grávida

2. Auxilia nas inseguranças causadas pela alteração hormonal

Quando a mulher engravida, acontecem muitas alterações hormonais no seu corpo. Assim, o  humor fica diferente, as emoções se embaralham e até mesmo o modo como a mulher enxerga a si mesma pode se alterar nesse período.

Então, a terapia perinatal é essencial para que a mulher tenha um apoio profissional nessa fase tão delicada. Pois, com essa ajuda, ela expõe seus sentimentos e passa pelo período de gestação de um modo bem mais tranquilo. Além de se preparar psicologicamente para as mudanças que virão.

3. Previne e trata patologias 

Como falamos antes, o corpo da mulher passa por muitas mudanças na gravidez. Por isso, mesmo que a chegada do filho seja programada, nada é como os comerciais de fralda mostram. 

Isso acontece porque, com grandes mudanças, a mulher fica mais propensa a desenvolver certas patologias, como ansiedade, depressão e doenças físicas — como diabetes, infecção urinária e anemia. 

Dessa forma, com o acompanhamento de um psicólogo perinatal, a mulher pode prevenir as doenças patológicas da mente ou tratar, caso a mulher já apresente sintomas ansiosos e depressivos.

Lembrando que tudo isso é feito a partir de muita conversa e técnicas terapêuticas. 

Além disso, ao relatar sintomas de doenças físicas, o psicólogo pode encaminhar a mulher para um profissional da área, de modo a ocorrer um tratamento conjunto. 

4. Ajuda no vínculo entre mãe e bebê

A psicologia perinatal ajuda a mãe a formar e a manter o vínculo com o bebê. Além de preparar a mulher para ter uma rotina equilibrada, de forma que ela consiga atender as necessidades do bebê, mas também dela mesma.

Sabia que a Eurekka tem uma academia com muitas lições de saúde mental em diversas áreas importantes da vida? Produtividade, exercícios, sono e muito mais! São centenas de aulas por um valor menor que uma pizza por mês. Para saber mais, acesse o banner abaixo.

banner academia eurekka

5. Prepara os pais para uma nova família

É fato que um bebê muda toda a dinâmica familiar do casal, afinal, a mulher está passando de filha para mãe, e o homem de filho para pai. Então, é preciso que o casal esteja preparado para exercer esses novos papéis.

E a psicologia perinatal ajuda muito a entender essa transição, de modo a preparar os pais para a chegada do filho e para as suas novas funções.

6. Trata casos específicos 

Existem muitos casos com complicações na gravidez. Por exemplo: a mulher descobre a infertilidade, mas quer muito engravidar. Assim, o psicólogo perinatal ajuda a mulher a aceitar e a lidar com esse diagnóstico, além de acompanhar a mulher no processo de fertilização — caso ela opte por esse caminho. 

E em muitos outros casos, a psicologia perinatal se mostra muito necessária, como no caso do Baby Blues, que é uma instabilidade emocional passageira que ocorre, no geral, 3 dias após o parto. 

Em todos esses casos, e em outros que envolvem complicação na gravidez e pós-parto, a psicologia perinatal é um caminho essencial para que a mulher tenha uma vida feliz com seu bebê desde os primeiros estágios até o fim do ciclo perinatal. 

psicologia perinatal

Transtornos mentais em gestantes e a psicologia perinatal

Os transtornos mentais podem atingir tanto mulheres que têm uma gravidez indesejada, quanto aquelas que planejaram isso. E essa situação acontece, porque a gravidez é um período de muitas mudanças no corpo da mulher, na mente, na rotina e na vida no geral.

Sendo assim, muitas mulheres podem desenvolver depressão durante a gravidez, ansiedade, depressão pós-parto, baby blues e muitos outros transtornos.

Por isso, é muito recomendado que, independente do caso da gravidez, a mulher busque o acompanhamento de um psicólogo perinatal. Pois, além dos exames rotineiros para acompanhar a saúde física, também é muito importante cuidar do emocional.

Assim, ao ter o auxílio de um profissional, a mulher pode falar sobre seus medos, ansiedades, desejos e tudo o mais que a cerca no período antes, durante e depois da gravidez. Pois, dessa forma, o psicólogo perinatal irá orientá-la e sempre estar atento a qualquer sintoma preocupante. 

Saiba a diferença entre baby blues e depressão pós-parto aqui!

Quando buscar acompanhamento de psicólogo perinatal?

O psicólogo perinatal é recomendado, principalmente, em casos complicados de gravidez. Por exemplo: a gravidez indesejada, gravidez de risco, histórico de transtornos mentais, infertilização/fertilização, sintomas de  depressão e ansiedade, e tudo o mais que envolve uma gestação complicada.

Mas não é apenas nesses casos em que ele pode ser procurado. Afinal, mesmo em gestações programadas, a mulher pode precisar sim de um apoio para passar pela gestação, entender as mudanças e conseguir se manter bem consigo mesma nesse período.

Além disso, essa terapia também é muito recomendada quando há dúvidas sobre engravidar ou não! Pois, ao conversar com o psicólogo, de modo individual ou com o parceiro, muitas questões serão esclarecidas a partir do autoconhecimento. Chegando, assim, à uma resposta. 

sede eurekka

Terapia na Eurekka

Se você sente muitas dúvidas sobre a maternidade, ou sobre seu futuro de modo geral, saiba que está tudo bem se sentir assim. Mudanças sempre geram um frio na barriga, ainda mais quando se trata de decisões que não dá para voltar atrás.

Mas saiba que você não precisa passar por isso sozinho. Existe sim uma maneira de entender melhor sobre você, a maternidade, planos para o futuro e dúvidas sobre ser mãe, se casar, lidar com traumas, com uma gravidez indesejada e muitos outros assuntos. 

Aqui na Eurekka nós temos um time completo de psicólogos prontos para atender você e auxiliar em questões difíceis e momentos de incerteza.

Então, se você deseja ajuda para lidar com temas delicados, clique aqui e marque uma Conversa Inicial com um de nossos psicólogos. Garantimos que, através de micropassos, você terá muito mais autonomia para tomar decisões e muito mais leveza para viver uma vida mais feliz!

Este artigo te ajudou?

0 / 3 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *