O que é Neuropsicologia? Um guia completo para entender o trabalho desse profissional

Equipe Eurekka

Se você quer entender de vez o que é a neuropsicologia, está no lugar certo! Essa é uma área muito interessante da psicologia que é especializada em analisar a interação entre o comportamento humano e o cérebro.

Assim, o profissional que trabalha com isso pode ajudar com problemas de memória, de aprendizagem, de atenção, de fala e com muitas outras questões. 

Para saber mais, leia este texto até o fim, pois ele é um guia completo sobre o assunto! Aqui você vai tirar todas as suas dúvidas, descobrir várias curiosidades e adquirir muito conhecimento!

o que é neuropsicologia?

O que é neuropsicologia?

A neuropsicologia é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Psicologia que se dedica a estudar as relações entre cérebro, cognição, emoção e comportamento. Sua principal função é avaliar quais funções neuropsicológicas estão preservadas e quais estão prejudicadas. 

E o que são funções neuropsicológicas? Esse nome enorme parece ser algo difícil, mas não é. Quer ver?

Aqui estão alguns exemplos de funções neuropsicológicas que é provável que você já ouviu falar: atenção, percepção, capacidade de se orientar no tempo e no espaço, linguagem oral e escrita, memória, aprendizagem, funções motoras e raciocínio.

Ao estudar isso tudo, a neuropsicologia integra conhecimentos de vários campos, como a Psicologia, a Neurologia, a Medicina, a Linguística, a Inteligência Artificial, a Fonoaudiologia, a Farmacologia, a Fisioterapia, a Terapia Ocupacional, a Educação, a Biologia, entre outras.

A junção dessas áreas faz com que o trabalho do neuropsicólogo seja qualificado e de vital importância.

Qual a função do neuropsicólogo?

O neuropsicólogo é quem analisa as relações entre o funcionamento do cérebro com os aspectos cognitivos (atenção, criatividade, memória, planejamento, linguagem…), com nossas emoções, nossa personalidade e com nosso comportamento.

O profissional pode atuar em três grandes áreas:

  • 1- Pesquisa: investigando a estrutura e como o sistema nervoso funciona, os processos psicológicos, o comportamento, as emoções e suas relações.
  • 2- Avaliação: pode desenvolver e aplicar técnicas para construir hipóteses de diagnóstico.
  • 3- Intervenção/Reabilitação: aqui ele organiza e realiza programas de intervenção para melhorar a qualidade de vida do paciente.

Qual a diferença entre o psicólogo e o neuropsicólogo?

Enquanto o psicólogo foca em questões voltadas para a mente, pensamentos, emoções, crenças e valores — como depressão, ansiedade, estresse, autoestima e traumas — o neuropsicólogo trabalha com alterações cerebrais e seus impactos na vida do paciente — como transtornos de aprendizagem, perda de memória, dificuldades na fala, lesões no cérebro, doença de Parkinson, Alzheimer

Mas, como dito antes, a neuropsicologia é uma especialidade dentro da psicologia e, por isso, elas são complementares. 

trabalho da neuropsicologa

Como o neuropsicólogo atua com cada tipo de paciente

Agora que você sabe o que faz um neuropsicólogo, te convido a conhecer um pouco mais sobre as diversas áreas de atuação desse profissional e os diferentes públicos que ele pode atender, como crianças, adultos e idosos.

Vamos lá?

Neuropsicologia infantil

Baixo desempenho escolar, dificuldade em leitura, escrita e/ou matemática, agitação, desatenção e agressividade em sala de aula são queixas que costumam ser trabalhadas pela neuropsicologia infantil. 

Por isso, a avaliação neuropsicológica é recomendada em qualquer caso onde exista suspeita de uma dificuldade que possa estar associada às funções neuropsicológicas

Dessa forma, com a avaliação, é possível que o tratamento de problemas no desenvolvimento infantil e no processo de ensino-aprendizagem sejam mais eficazes.

Neuropsicologia para terceira idade

É na terceira idade que a saúde tende a se tornar mais frágil e algumas habilidades podem se alterar. A perda de memória, por exemplo, é um aspecto que aparece bastante no processo de envelhecimento. Contudo, não é esperado que isso seja tão intenso e nem que gere grandes prejuízos na vida do paciente.

Assim, a neuropsicologia para a terceira idade se compromete a identificar quais funções neuropsicológicas estão causando dificuldades além do esperado para a idade do paciente.

Outro aspecto abordado pelo neuropsicólogo nesse contexto é a reabilitação cognitiva. Esse tratamento tem o objetivo de diminuir o impacto de transtornos neurocognitivos no dia a dia do idoso e de sua família, como no caso da doença de Alzheimer, Parkinson e outras demências.

Neuropsicologia para adultos com prejuízos cognitivos

Embora idosos e crianças sejam as faixas etárias que os neuropsicológicos mais atendem, os adultos também procuram esse profissional quando julgam necessário, em especial ao apresentarem prejuízos cognitivos. 

Alguns prejuízos cognitivos que podem aparecer na vida adulta são:

  • Dificuldade para lembrar de certas coisas;
  • Problemas de compreensão em uma conversa;
  • Dificuldades no raciocínio;
  • Habilidades que antes eram preservadas e agora aparecem prejudicadas;
  • Problemas na execução de tarefas;
  • Mudanças comportamentais e emocionais.

Nesse cenário, a neuropsicologia age com estimulação, treino e reabilitação das habilidades que estão em déficit. Assim, o paciente consegue se manter funcional na sua rotina.

como o neuropsicólogo trabalha

Quando devo procurar um neuropsicólogo?

Se você associou algum ponto citado até aqui com algo que vem ocorrendo na sua vida ou na vida de alguém próximo, é crucial buscar um neuropsicólogo. 

Ao notar prejuízos na memória, na atenção, nas funções motoras, no processo de ensino-aprendizagem, ou suspeitar a presença de “alguma coisa estranha” que vem dificultando sua rotina, fique atento, porque esses são alguns sinais de alerta.

Além disso, se você passar por um episódio que possa provocar danos neurológicos (como AVC), manifestar dificuldades de linguagem e na fala, também é preciso procurar um neuropsicólogo para te ajudar.

Como falamos no texto, cada faixa etária tem suas particularidades. Por isso, é bom não deixar passar!

Como é a consulta com o neuropsicólogo?

No início, acontece uma entrevista para que o neuropsicólogo identifique as queixas e o que está acontecendo com o paciente. Essa entrevista pode ocorrer tanto com a própria pessoa quanto com algum familiar ou acompanhante.

Em seguida, o profissional planeja a avaliação e aplica testes, instrumentos e tarefas que precisam ser feitas. Essa coleta de informações é realizada em mais de uma sessão, sempre respeitando o ritmo de cada um.

Por fim, é dada uma devolutiva para que se explique tudo o que foi feito e investigado na avaliação neuropsicológica. Ainda, é vital discutir os possíveis resultados e diagnósticos a serem considerados e repassar também para os demais profissionais (médico, fonoaudiólogo, psicopedagogo…) que acompanham o caso, quando preciso.

Como são os testes e avaliações neuropsicológicas?

As avaliações e os testes neuropsicológicos analisam o desempenho e as respostas do paciente frente a algumas perguntas e tarefas. Essa é uma ferramenta super útil para ajudar os profissionais a entenderem melhor os indivíduos e suas necessidades.

Muitas pessoas sentem medo ou insegurança para realizar tais testes. Dessa forma, é legal que você saiba que o neuropsicólogo não vai julgar seu desempenho, apenas avaliar.

O objetivo é fazer com que o paciente exerça suas habilidades de memória, atenção, raciocínio, julgamento, velocidade de processamento, resolução de problemas e linguagem na presença e observação do neuropsicólogo.

Mas como são os testes? O que a pessoa precisa fazer?

Vamos lá… agora você vai conhecer um teste que é muito bacana: o Teste dos Cinco Dígitos (Five Digits Test – FDT).

Five Digit Test

Ele é um instrumento que avalia atenção, utilizando informações sobre números e quantidades. Em uma das fases do teste, são apresentadas imagens com dígitos em quantidades que correspondem exatamente a seus valores. Ou seja, quando aparecer 1, a pessoa responde “um”. Quando aparecer 2-2, a pessoa diz “dois”. 

Já na outra tarefa, o indivíduo deve reconhecer quantos números existem naquela imagem, ou seja, quando tiver 2-2-2, a pessoa deve dizer “três” e não “dois” ou quando encontra 1-1-1-1, deve dizer “quatro” e não “um”.

Parece confuso, mas não é taaanto assim. É preciso atenção!

consulta médica online

Conheça o trabalho de outros profissionais da área da medicina

Se você chegou até aqui é porque, de alguma forma, esse texto fez sentido para sua vida. Que bom! A partir de agora, a neuropsicologia já não é mais um mistério. Que tal conhecer também o trabalho de outros profissionais? 

O tratamento em saúde ocorre, na maior parte das vezes, de forma interdisciplinar, ou seja, com a colaboração de diversos campos de estudo. Por conta disso, é bom saber um pouco de cada área. Assim, será mais fácil na hora de procurar por um profissional e de entender como ele pode te ajudar.

Aqui na Eurekka temos a Eurekka MED, uma plataforma de consultas médicas a distância. Isso mesmo! Você não precisa sair de casa e tem um atendimento de alta qualidade, com um tratamento humanizado e gentil

Nela você também tem acesso e possibilidade de contato com Pediatra, Clínico Geral, Psiquiatra, Otorrinolaringologista, Ginecologista, Nutricionista e Neurologista. 

Gostou? Então clique aqui e saiba como marcar seu horário!

Referências:

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Neuropsicologia. Ciência e Profissão. Brasília, 2022. Disponível em: <https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2022/11/cartilha_neuropsicologia_web_2.pdf>

COSTA, Danielle et al. Avaliação neuropsicológica da criança. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Rio Grande do Sul, 2004. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/jped/a/85ZxLGdktF3bWxMtf6vRwgP/?lang=pt>

CAMPOS, Maene Cristina et al. Confiabilidade do Teste dos Cinco Dígitos em adultos brasileiros. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol.65 no.2. Rio de Janeiro abr./jun. 2016. Disponível em:<https://www.sanarmed.com/artigos-cientificos/confiabilidade-do-teste-dos-cinco-digitos-em-adultos-brasileiros>

Este artigo te ajudou?

0 / 3 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *