Conheça alguns mitos sobre psicologia e terapia

Equipe Eurekka

Muitas pessoas ainda têm o pé atrás com a psicologia, e por isso acabam acreditando em algumas fantasias e mitos que, na verdade, são mentiras. E, hoje, vamos conhecer alguns mitos sobre a psicologia e terapia!

Quem não conhece muito bem a psicologia pode não entender alguns assuntos como transtornos mentais e desenvolvimento. Dessa forma, os mitos se espalham, e você acaba acreditando em coisas que não são verdade.

Então, se você quer entender um pouco mais sobre isso e desmentir esses fatos que você achava que sabia, continue lendo!

7 mitos comuns sobre a psicologia 

Será que o que você sabe é… verdade? 

Saber mais sobre psicologia envolve saber mais sobre como você mesmo funciona! Por isso é tão importante checar os fatos e entender se aquilo que você está lendo é, de fato, verdade.

Vamos conferir alguns mitos sobre a psicologia?

1. Algumas pessoas usam mais o lado direito ou esquerdo do cérebro

Muitas pessoas acreditam nisso, e talvez até você pense que usa mais um lado do que o outro. Mas isso não passa de um mito!  A verdade é que cada lado do cérebro tem diversas funções, e estamos o tempo todo utilizando ambos os lados. 

O hemisfério esquerdo é quem comanda a lógica e a razão. O lado direito, a criatividade e a imaginação. Mas, mesmo que você seja uma pessoa mais racional, você usa os dois lados na mesma medida.

Aliás, sabia que a parte direita do cérebro controla os movimentos do corpo do lado esquerdo? Da mesma forma, a parte esquerda do cérebro controla os movimentos do lado direito do seu corpo.

Então, não! Você não usa mais um lado do que o outro! 

2. Você aprende melhor usando seu tipo de aprendizagem ideal

A aprendizagem ideal é mais um fato sem comprovação científica, que engana muitas pessoas. A fantasia de que cada pessoa aprende de um jeito pode parecer verdade, mas não é!

O que acontece é que temos mais afinidade com algumas áreas, e menos com outras. Mesmo que você goste mais de um assunto e tenha preferência por uma forma de estudar, não há um método ideal de aprender para cada pessoa.

Todas as áreas estão conectadas, e você é capaz de aprender de diversas formas em diferentes situações. Então, por mais que pareça interessante e verdadeiro que cada pessoa aprende de um jeito, a verdade é que, pela ciência, isso não é verdade.

casal feliz se abraçando

3. Os opostos se atraem

Quem gosta de filmes de romance, talvez acredite muito que os opostos se atraiam!

A verdade é que isso, tanto pela química, quanto pela psicologia, é uma fantasia. A realidade é que não temos a tendência de buscar parceiros ou parceiras que sejam o contrário do que somos.

Os opostos não se atraem! E, inclusive, é muito mais comum que você se conecte e busque romanticamente alguém que é mais parecido com você.

Já imaginou se relacionar com uma pessoa que não tem NADA de comum com você? Que odeia tudo que você gosta, e ama tudo que você odeia? Parece difícil, não é?

Portanto, esse é mais um dos mitos sobre psicologia para você deixar de acreditar hoje.

4. Apenas pessoas em depressão grave cometem suicídio

O suicídio não é um problema para quem tem depressão grave, e é muito importante saber disso.

Nem todas pessoas que cometem suicídio ou tentam tirar a própria vida possuem depressão. Muitas vezes, essas pessoas estão descontentes, frustradas e sem propósito de vida: isso não é um sentimento que só quem tem transtornos mentais sente.

O suicídio não é uma ação que somente pessoas deprimidas cometem: qualquer pessoa pode atentar contra a própria vida, por mais que ela aparente estar bem, feliz e saudável.

Por isso, se atente aos sinais, e lembre-se que esse é um mito muito perigoso de se acreditar. 

5. Existe uma epidemia de Autismo/TDAH

Essa é outra grande mentira em que muitas pessoas acreditam. Hoje, existem sim muitas pessoas sendo diagnosticadas com Autismo e TDAH.

Mas, ao contrário do que você pensa, isso não é uma epidemia ou uma chuva de diagnósticos incorretos. O que acontece é que, hoje, mais do que nunca, as pessoas estão buscando tratamento.

Há 10 anos, em comparação, a quantidade de pessoas buscando psicoterapia e tratando seus transtornos era muito menor do que hoje.

Então, não são mais pessoas que têm transtornos mentais, mas sim mais pessoas buscando um diagnóstico e fazendo psicoterapia para tratar os sintomas.

6. Pessoas com transtornos mentais são violentas

Esse é um mito muito antigo sobre os transtornos mentais, e já passou da hora de desmentir essa triste e incorreta fantasia.

Se você parar para analisar, pode perceber que muitas pessoas ao seu redor têm ansiedade ou depressão, por exemplo. Se reparar, inclusive, vai perceber que muitas das pessoas podem parecer que estão bem, mas não temos como saber ao certo.

É muito comum conhecer pessoas e nem imaginar que elas têm um transtorno mental. E por isso, já podemos desmentir e entender que é errado dizer que toda pessoa com um transtorno vai ser violenta, não é?

7. Todo adolescente será instável e revoltado

Por fim, esse é um mito sobre o desenvolvimento. Será que todas as pessoas crescem exatamente da mesma forma? Se você parar para pensar, vai perceber que não.

E o mesmo acontece com jovens e adolescentes em fase de crescimento: não são todos que vão passar pelo mesmo processo. Por isso, é impossível dizer que todos adolescentes serão instáveis ou revoltados.

Sim, essa é uma característica esperada da adolescência, mas cada jovem tem sua personalidade, forma de agir e de pensar. Por isso, nem todo adolescente vai crescer da mesma forma.

psicóloga anotando fala da paciente para falar sobre os mitos da psicologia

5 Mitos sobre terapia

Agora que você já viu alguns mitos sobre a psicologia, vamos ver se você acredita em algum desses mitos sobre a psicoterapia? 

1. Terapia é coisa de doido ou fraco

Cuidar da sua mente significa, por consequência, cuidar do seu corpo. Nossos físico e mental estão interligados, conectados. Por isso é impossível cuidar só de um e esquecer o outro.

Assim, cuidar das suas emoções e da sua saúde mental é de longe algo de “doido” ou de “fraco”: na verdade, bem pelo contrário, é uma prova de força e cuidado com você.

Cuidar da sua mente pode ser trabalhoso e até mesmo doloroso às vezes, mas é essencial para ter uma vida plena e saudável. Então, não, psicoterapia não é coisa de louco — todo mundo tem questões a melhorar e cuidar de si é um motivo de orgulho.

2. Terapia é só uma conversa simples

Muitas pessoas acreditam que terapia pode ser, por exemplo, uma simples conversa com um amigo ou amiga.

Mas isso é uma mentira, e a verdade é que a psicoterapia é muito mais complexa e profunda, e por isso você deve realizá-la com um psicólogo profissional. 

Então, terapia é bem mais do que uma simples e casual conversa: serve para você estabelecer objetivos, se desenvolver e dar passos para melhorar. E, isso, claro, deve ser feito com um psicoterapeuta profissional e preparado.

E se você quer testar a terapia, que tal marcar uma Conversa Inicial com um de nossos Psicólogos? Garantimos um ambiente acolhedor, profissionais experientes e métodos eficazes!

banner terapia

3. Todos os problemas vieram da infância

Será que todos os seus problemas se originaram de quando você era criança? A resposta é que isso é uma grande fantasia, e você não deve acreditar nisso, viu?

Talvez alguns problemas seus possam até vir da sua infância, mas grande parte da sua vida é moldada pelas suas ações do passado mais próximo

Por isso, não culpe a sua infância: é bem provável que seus problemas estejam sendo criados por você mesmo, nos últimos anos, meses e semanas.

4. Todo psicólogo é igual

Todo médico é igual? E todo professor é o mesmo e ensina da mesma forma? Claro que não!

Cada profissional tem sua forma de ser e de agir, e o mesmo acontece com psicólogos. Nenhum psicólogo é igual ao outro, porque cada um vai ter sua forma de agir, de atender, ouvir…

Alguns psicólogos vão ser mais descontraídos, e outros mais sérios. Uns falam mais, outros menos. Cabe a você definir o que prefere, e o principal: qual característica e qual tipo mais contribui para você ter uma boa terapia.

5. Terapia não traz resultados rápidos

Todo mundo já ouviu falar sobre aquela pessoa que passou 10 anos fazendo psicoterapia. Mas, achar que você vai viver por anos indo ao psicólogo é um grande engano.

A Psicologia Cognitivo-Comportamental é uma abordagem de terapia objetiva, que te dá resultados mais rápidos. Assim, você busca auxílio para um problema, e quando se sentir bem para “andar com as próprias pernas”, você se encaminha para alta.

Isso significa que em alguns meses, se você se esforçar e realizar as tarefas propostas pelo terapeuta, já vai estar pronto para finalizar o atendimento. 

sede da Eurekka

Resultados no curto prazo com a Eurekka!

Está cansado de olhar para suas metas, objetivos e não conseguir sair do lugar? Infelizmente, isso é muito comum: mas não significa que não tem como mudar.

A Eurekka é a maior clínica de Psicoterapia do Brasl e realiza mais de 5 mil atendimentos por mês, com psicólogos profissionais e preparados para te ajudar.

Então, se você quer alcançar logo resultados satisfatórios e parar de perder tempo para atingir seus objetivos, não deixe de pedir ajuda: marque aqui sua Conversa Inicial com um de nossos terapeutas!

Garantimos que sua vida irá mudar com os nossos micropassos, e você vai chegar muito mais rápido aos resultados que deseja!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.