Entenda o luto antecipatório e como passar por isso da melhor forma

Equipe Eurekka

Talvez você não saiba, mas é possível estar de luto antes que a morte tenha, de fato, acontecido. Este processo se chama luto antecipatório e é muito comum que aconteça em várias famílias. Por isso, hoje queremos que você entenda o luto antecipatório e como passar por ele. 

Não é fácil perder um ente querido, ainda mais quando a morte ocorre de forma gradual. Porém,  vivenciar o luto é essencial e saudável para poder organizar sua vida e seguir em frente.

Por isso, até o final deste texto, você vai entender tudo sobre o luto antecipatório: o que é, como ocorre, sua importância e formas de lidar. Então leia o texto até o final e fique por dentro do assunto!

O que é o luto antecipatório? 

O luto antecipatório é o processo de grande sofrimento emocional diante de uma perda que está próxima, por mais que a morte ainda não tenha acontecido. Neste momento, ainda é uma ameaça de morte iminente, ou seja, que pode ocorrer a qualquer momento. 

A morte se torna a realidade de um futuro próximo, o que gera muitos sentimentos antes da perda em si. Assim, por ter a consciência de que a morte está cada vez mais próxima, os familiares de um paciente em estado terminal passam pelo luto antecipatório.

Quando o luto antecipatório ocorre? 

Imagine que alguém está internado por estar com uma doença terminal. Por existir uma chance muito alta da pessoa falecer, os amigos ou entes queridos sofrem com a internação, de forma antecipada, por mais que a pessoa ainda esteja ali.

Quando a pessoa está internada, em estado grave ou com uma doença terminal, é comum que os familiares estejam em luto. Isto quer dizer que, por mais que o paciente ainda esteja vivo, ele está em sofrimento e já não faz mais as mesmas coisas que costumava fazer. 

O luto antecipatório é importante? 

Será que sentir uma perda antes que ela tenha acontecido é importante? Sim, tem suas vantagens e vamos contar para você quais são elas! 

Quando o paciente está nos estágios finais de uma doença, a equipe médica passa a ser responsável pelos cuidados paliativos. Essas práticas auxiliam na diminuição do sofrimento, buscando dar apoio para manter a dignidade e conforto da pessoa que está doente. 

O luto antecipatório possibilita que você, seus familiares e o paciente possam entender, aceitar a doença e buscar enfrentar o luto juntos, contando com o suporte dos profissionais de saúde. 

Além disso, a chance de saber sobre a doença, ter uma boa comunicação com a equipe médica e manter a rede de apoio são formas de passar pela experiência do luto antecipatório de forma clara e com maior preparo emocional

casal de idosos em luto antecipatório

Como lidar com o luto antecipatório?

Se você está passando por um luto antecipatório, é certo que está em sofrimento. Não se esqueça que é um momento complexo e é natural que alguns sentimentos sejam mais intensos.

Porém, você pode se sentir mais leve. Não existe uma fórmula mágica para que a dor vá embora, porém, existem algumas formas de amenizá-la e vamos mostrar para você! 

1. Faça terapia 

Passar pelo processo de luto pode gerar um mix de sentimentos! Por exemplo, você pode se sentir culpado, abandonado e triste. Mas deixa eu contar uma coisa para você: sabia que a melhor forma de lidar com seus sentimentos é se expressando?!

Claro que não é fácil colocar seus sentimentos em palavras, ainda mais quando a ficha ainda não caiu! Porém, é neste momento que entra o papel do psicólogo. 

Na terapia, o psicólogo auxilia você a dividir e entender medos, dúvidas e frustrações e ensina habilidades para lidar com as emoções de forma saudável. Além disso, ajuda você a tomar decisões e resolver problemas diante do que for necessário nesta situação. 

Assim, ao iniciar um tratamento psicológico para o luto antecipatório, você pode se blindar do luto patológico, uma doença em que a pessoa não aceita a perda, não consegue retomar a vida e passa a ter emoções muito intensas de forma frequente.  

A Eurekka é a maior rede de saúde mental online e tem vários psicólogos de alto nível que podem te ajudar a lidar melhor com o período do luto. Se você precisa de ajuda, não hesite em agendar uma conversa conosco, ter apoio é sempre melhor do que passar por isso sozinho. Para saber mais, clica no banner.

banner terapia saúde mental com a eurekka

2. Fortaleça sua ligação com a família e amigos 

É comum que, ao estar de luto, as pessoas se afastem das tarefas que eram prazerosas e de seu ciclo social. Porém, ao se aproximar dos familiares e amigos, vocês apoiam um ao outro e se compreendem, recebendo amparo e acolhimento nesse momento delicado. 

Quanto mais forte for a sua rede de apoio, mais suporte você terá para passar pelo processo de luto antecipatório. Por isso, se mantenha por perto das pessoas que você ama e não passe por essa fase sozinho! 

3. Tenha uma boa comunicação com a equipe médica 

A equipe médica está disponível para explicar sobre a doença, o tratamento, os cuidados necessários e, além disso, ouvir e dar o suporte para a família. 

pessoa que esteve em luto antecipatório visitando o túmulo de outra pessoa

Ao se manter bem informados, os familiares sentem que fazem parte dos cuidados que o paciente está recebendo e podem se tranquilizar com o serviço prestado. Assim, ao passar segurança, os profissionais da saúde também contribuem com o processo de luto. 

Por isso, não hesite em se comunicar com a equipe médica! Busque entender se o seu familiar recebe um tratamento digno e humanizado. E lembre-se: quanto melhor for a comunicação, maior a chance de você se sentir mais tranquilo e confiante. 

4. Respeite seu tempo e mantenha a calma 

O tempo do luto varia de seis meses a dois anos. Ao passar este período, é possível desenvolver o quadro de luto patológico — ou luto complicado. Porém, o luto é um processo individual, não existindo um período certo para que você o enfrente.  

É importante que você saiba que o sofrimento de cada um varia de acordo com o vínculo que se tinha com o paciente e a forma individual de lidar com os próprios sentimentos. Logo, o tempo de luto é relativo, podendo durar meses ou anos. 

Por isso, mantenha a calma e respeite seu processo de luto, pois, em algum momento, terá um ponto final. Isto não quer dizer que você vai esquecer tudo! Pelo contrário, você irá dar a si mesmo a oportunidade de seguir em frente com as lembranças, porém, sem sofrimento. 

sede eurekka

Receba ajuda da Eurekka para passar pelo luto antecipatório

A morte faz parte do ciclo natural da vida. Porém, saber disso não quer dizer que seja mais fácil lidar com as perdas. Algumas famílias têm maiores dificuldades em enfrentar o luto, de modo que esse sentimento as impede de seguir em frente. 

E é por isso que estamos aqui! Esqueça a ideia de que a terapia tem que durar anos! Aqui, nós prezamos por resultados concretos. A Eurekka conta com uma equipe de psicólogos que seguem a mesma linha de terapia, com foco  total  em manter a qualidade no seu processo! 

Se você está passando pelo luto antecipatório, imagine ter um espaço em que você tenha a liberdade para ser ouvido, receba auxílio para tomar decisões, possa expressar suas emoções sem julgamentos e, ainda por cima, aprenda a lidar com elas! 

Nessa fase da sua vida, você terá um profissional treinado para acompanhar você, mantendo sigilo completo sobre o que for discutido nas sessões. Então, para cuidar da sua saúde mental e lidar com o luto antecipatório de forma saudável, clique no botão e agende sua conversa inicial!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.