Instagram vicia? Psicólogo te explica como o aplicativo funciona

Henrique Souza

A melhor coisa que a gente faz no fim de semana ou depois do almoço é tirar uma soneca. Isso não tem problema nenhum, porque, de certa forma, estamos descansando. Mas a gente não pode viver o fim de semana inteiro ou todo o tempo livre conferindo o que se passa no Instagram, pois faz mal e está longe de ser uma forma de descanso. Afinal, o Instagram vicia?

Isso vale para todas as redes sociais, ou seja, nenhuma rede social pode ser considerada saudável em excesso e muito menos uma forma de descansar o corpo e a mente. Nesse texto, vamos  explicar por que o Instagram faz mal e como você pode resolver isso. Boa leitura!

Por que Instagram vicia?

Vamos começar explicando um princípio importante do marketing: o Instagram não é uma empresa de tecnologia e sim uma empresa de publicidade. Procure no Google e saiba de onde vem a maior parte do dinheiro do Instagram. Ou, então, de onde vem a maior parte do dinheiro do Facebook. Qual é a maior fonte de renda do Facebook? São os anúncios! 

Ou seja, não são as tecnologias que eles estão comprando ou vendendo, ou o fato de uma rede ser mais rápida e eficiente que a outra. Eles vivem de publicidade e, para eles venderem os anúncios, você precisa estar usando o aplicativo. Certo?

Como o Instagram te chama para o app

Assim, eles imprimem os anúncios no seu feed. Toda vez que aparece um anúncio no seu feed e está escrito ”patrocinado”, o que ocorre ali é o que a gente chama de uma impressão. Impresso significa que ele foi impresso em uma área do celular visível para você. Ou seja, você está ali, naquele momento, olhando para aquele anúncio. 

E há empresas que pagam para que você olhe para aqueles anúncios. Ela paga o Instagram, pois o Instagram sabe o que você gosta de usar naquele aplicativo. Ou seja, o patrocinador paga o Instagram para que ele coloque na linha do tempo do usuário um determinado anúncio.

O Instagram vicia porque o produto é você. E você pode até estar se perguntando: “mas o instagram é de graça, está tudo certo.” Na verdade, não é de graça não, porque eles estão alugando os seus olhos e o produto deles é você.

Então, as empresas querem que você fique ali, rolando a tela do Instagram pra ver, durante o maior tempo possível, os anúncios.

É muito insano isso, mas é dos seus olhos, do seu olhar contínuo, que tiram o dinheiro.

Agora, para que você clique nos anúncios e gere dinheiro para as empresas que querem vender para você, algo precisa fazer você clicar nesses anúncios. E o que é esse algo?

As redes sociais te aceleram

O Instagram precisa deixar você acelerado enquanto você usa o aplicativo. Ele precisa fazer com que você se importe com aquilo. Então, ele sabe exatamente de quais postagens você mais gosta. Afinal, são as postagens que você passa mais tempo lendo, ou que você clica para curtir, ou que você envia para alguém. 

Tudo isso ele analisa e, assim, imprime no seu feed  as coisas de que você gosta. Mas qual é o objetivo da ferramenta para que você passe bastante tempo no Instagram? Ele precisa que você esteja sempre empolgado com aquela ferramenta. É aí que está a chave do negócio. Quando você “descansa” mexendo no Instagram ou qualquer aplicativo, especialmente o TikTok, que é ainda mais insano, você não está se desestimulando, você está se estimulando.

A função no Instagram é deixar você estimulado, agitado, porque, agitado, você está buscando pela próxima notificação, pela próxima recompensa, pela próxima postagem. Então, como você vai descansar colocando na sua frente uma rede social feita para deixar você agitado? A relação entre redes sociais e saúde mental é mais próxima do que você imagina.

banner terapia saúde mental com a eurekka

Se o Instagram vicia, ele é o vilão da história?

O ponto aqui não é fazer uma denúncia e uma condenação pública do Instagram, pois é assim que eles ganham dinheiro e as redes sociais foram responsáveis por levar a informação de qualidade para milhões de pessoas, de graça, como está acontecendo agora, enquanto você lê esse texto. 

Então, as redes sociais não podem ser demonizadas, certo? Exceto quando você está expondo as crianças a isso. Nesse caso, você está fazendo uma burrice grande. E o Youtube está incluso nessa.

Qual o tempo saudável de Instagram?

Uma vez, eu estava fazendo uma live sobre descansar do jeito certo e comentei que o Instagram faz mal. Então, alguns comentários surgiram, como “tudo em excesso faz mal” ou “tudo tem que ter um equilíbrio”. E eu concordo, mas existem algumas situações em que o equilíbrio é zero exposição

Esse é o ponto. Nós concordamos que tudo deve ser feito com moderação. Mas olha só esse exemplo: uma pessoa resolve se cortar, o que chamamos de automutilação. E daí a gente pergunta “qual é o equilíbrio do comportamento de se cortar?” Existe se cortar com moderação? Não, né? Porque quando alguém se corta, está se ferindo.

Qual é o comportamento equilibrado com relação ao uso do crack? É ZERO VEZES. Então, existem algumas situações em que o equilíbrio é zero. E eu acho que esse é o caso, por exemplo, de expor crianças a redes sociais. Afinal, o Instagram vicia, sim, e as crianças são mais sensíveis a ele.

Uso saudável da internet para crianças

O intuito é você poder escolher exatamente o que ela vai fazer nas redes sociais. Além disso, dizer a que horas vai fazer, com quem ela vai falar. A exposição de uma criança ao tik tok, por exemplo, é muito ruim. Podemos afirmar que o equilíbrio, nesse caso, é zero, ou seja, a criança não tem que ter acesso nenhum a uma rede como o Tik Tok! “Ah, mas eu vou deixar meu filho só trinta minutos, não tem problema, eu estou por perto.” Nada disso, amigo!  

Então, esse é o ponto que você tem que entender. Cuidado com esses discursos clichês de falar que é tudo com moderação. Algumas vezes, a moderação é zero

celular tira o sono? instagram vicia?

Como descansar sem o Instagram

Se você quer descansar, você precisa segurar o desejo de gastar seu tempo de descanso mexendo no celular. Então, o melhor é planejar o nosso descanso de uma forma que ele seja ativo, certo? 

Descanso ativo significa você descansar fazendo atividades de baixa intensidade, como cozinhar, ler, passear… Dessa forma, você não está estimulando o cérebro, só o corpo. Então, a melhor forma de descansar é fazer atividades que te relaxem, mas que não envolvam mexer no celular.

Me conta, você já se viu por horas no Instagram? Se sentiu mal por isso? Conta aqui embaixo!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Henrique Souza

Henrique é psicólogo pela UFRGS, atuando na clínica com a Abordagem Analítico-Comportamental, apaixonado por criatividade e comunicação e co-fundador da Eurekka, a startup de Psicologia que se tornou a maior rede de psicoterapia do Brasil. Além de fazer mais de 3000 sessões por mês, a Eurekka também oferece telemedicina, um clube de assinatura, franquia para Psicólogos e outros produtos

Leave a Reply

Your email address will not be published.