O que é ideação suicida? Sinais de alerta e como ajudar

Ronald Freitas

O suicídio continua sendo um tabu uma vez que poucos falam sobre o tema. A mídia o transforma numa coisa de outro mundo e assim aqueles que sofrem com pensamentos suicidas, ou ideação suicida, cada vez mais se calam e chegam a um ponto que não há mais volta! 

Mas você sabia que é possível reconhecer sinais de alerta? Que é possível ajudar uma pessoa que esteja com ideação suicida? Você quer saber como? Então esse texto foi feito para você!

O que é ideação suicida

O pensamento suicida infelizmente é mais comum do que você deve imaginar! A média é de que ao menos uma a cada cinco pessoas já tiveram esses pensamentos. O grande problema é que, muitas vezes, não se percebe esses pensamentos. Ou, ainda, as pessoas se calam devido à vergonha. Mas o que é um pensamento suicida?

Você já deve ter ouvido alguma historinha na infância sobre algum monstro que se alimentava de algo e ia crescendo e crescendo e ficava cada vez maior! A ideação suicida é esse monstro e ela se alimenta de momentos difíceis, pensamentos negativos, ansiedade, baixa autoestima e de tudo aquilo que nos fere. E quando o monstro já está alimentado, o desejo de morrer surge!

Sinais de ideação suicida

Agora que você já sabe do que se trata a ideação suicida e de como ela é criada, talvez o que você esteja se perguntando há como reconhecer sinais de ideação suicida ou ainda… se é possível identificar esses pensamentos!

A melhor palavra que cabe aqui é desesperança! Lembra o monstro? Depois de se alimentar das suas feridas, ele costuma criar alguns pensamentos do tipo “não vale a pena viver”, “não há nada que eu possa fazer para mudar”. Em alguns casos ele pode levar você até mesmo a pensar em algum plano para a sua morte.

Neste momento, é importante identificar as causas que te levaram ao pensamento suicida.

ideação suicida

Causas da ideação suicida

Se os pensamentos suicidas estão habitando você, é comum imaginar que há uma conspiração acontecendo devido a muitas coisas ruins que acontecem ao mesmo tempo: demissão, a perda de um ente querido, a descoberta de uma doença, uma crise de identidade e mil outras coisas que fazem você acreditar que nada parece dar certo!

A vida é composta por momentos de felicidade e tristeza, é literalmente como uma montanha russa! Por isso é tão fácil, em uma dessas descidas, termos tantos pensamentos suicidas. No entanto, se o desejo de morrer se fortalecer, é importante refletir sobre o que está criando tanta infelicidade para buscar uma mudança efetiva.

Como ajudar alguém que está com pensamentos suicidas?

Talvez você esteja reconhecendo pensamentos suicidas em alguém que seja próximo e é comum não saber o que fazer nesses momentos, e tudo bem! A verdade é que a sua maior ajuda para uma pessoa que esteja passando por ideação suicida é indicar a procura de ajuda profissional!

A ajuda profissional é a única capaz de ajudar de fato uma pessoa que esteja com pensamentos suicidas. No entanto, você pode sim fazer mais do que só indicar ajuda profissional, mas lembre: todo cuidado é necessário! É importante que você preserve o outro e a você mesmo!

Com risco imediato de suicídio

A ideação suicida pode existir e nunca levar ao suicídio, ou seja, as ideias suicidas acompanham a pessoa por um longo tempo e não quer dizer que ele desistiu da ideia. Quando menos se espera, a pessoa toma a atitude de tirar a própria vida. 

É por isso que você deve oferecer a ajuda profissional se desconfia de um risco imediato de suicídio! 

Mas nesse caso você pode tomar alguns cuidados extras:

  • Utilize o serviço do CVV: o Centro de Valorização da Vida é um serviço de escuta que atua ininterruptamente! Quando não é possível recorrer a um profissional de saúde naquele momento, o ideal é correr e ligar para o 188. Lá será possível receber ajuda profissional;
  • Não deixe a pessoa sozinha: contar com o apoio de alguém pode retirar qualquer pessoa do ciclo de pensamentos negativos que a esteja fazendo pensar no morrer naquele momento;
  • Seja um ouvinte: é importante nesse momento ter um ouvinte para demonstrar que essa crise é passageira e que é possível encontrar uma solução para tudo o que está acontecendo! Lembre-se de que o pensamento suicida se fundamenta na desesperança, então você pode reduzi-lo através da esperança.
banner eurekka med

Sem risco imediato de suicídio

Você também pode se deparar com uma pessoa que esteja com pensamentos suicidas, mas que não apresente um desejo de morrer no momento. Ainda assim, todo cuidado continua sendo necessário. 

A ajuda profissional continua sendo importante para evitar a evolução do quadro, assim como as dicas anteriores. Além disso, você também pode incentivar essa pessoa a cultivar bons hábitos através de exercícios diários, sono de qualidade, alimentação saudável e cuidado com a autoestima.

Como reconhecer o risco de suicídio na ideação suicida?

Você aprendeu sobre ideação suicida, os riscos e envolvidos e até mesmo como ajudar uma pessoa que esteja nessa situação, mas será que é possível reconhecer uma pessoa que esteja pensando de fato em suicídio?

A resposta é sim! Mesmo que não seja possível determinar se uma pessoa vai tentar cometer suicídio ou não, alguns sinais exigem atenção e indicam que a possibilidade é grande. E você pode perceber esses sinais de duas formas: através da fala da pessoa ou através de seu comportamento.

Criou-se um mito de que a pessoa que vai cometer suicídio não fala sobre suicídio. Isso é MENTIRA! É comum ter essa comunicação verbal antes de se cometer suicídio, então ouça isso como verdade! 

Também é importante dar atenção a outros sinais verbais que não sejam tão diretos, como “estou cansado”, “não aguento mais”. Esses pensamentos negativos também precisam ser escutados.

Além da fala, é possível observar que a pessoa que apresenta o desejo de morrer começa a se isolar, ter o seu desinteresse acentuado, há mudança nos hábitos alimentares e no sono e demonstrar muita agressividade. E se você perceber qualquer um desses sinais, converse com essa pessoa e a oriente a buscar ajuda!

Buscando ajuda: ideação suicida é coisa séria!

Quebrou-se o tabu sobre o suicídio nesse texto! Você aprendeu tudo o que precisa saber sobre ideação suicida, mas a lição mais importante é a de buscar ajuda! Não tenha vergonha, não tenha medo! Se todas as pessoas que apresentassem ideação suicida procurassem ajuda psicológica, o número de suicídios cairia drasticamente! 

E se você precisar de ajuda a qualquer hora do dia, lembre-se de que o CVV atua 24h por dia, de forma voluntária e gratuita, através de telefone, e-mail e chat. Você receberá apoio emocional para prevenção ao suicídio! O número de contato do CVV é o 188 e o site é o cvv.org.br.

sede eurekka

A Eurekka pode te ajudar na prevenção ao suicídio

Hoje, a Eurekka não atende casos de urgência. Contudo, na área de saúde, é um fato que prevenir riscos à saúde é melhor do que curar sintomas ou doenças.

Com base nisso, a Eurekka conta com mais de 5000 sessões de terapia todos os meses. Ter um psicólogo humanizado e que saiba acolher o cliente é a melhor forma de evitar que os problemas de saúde mental evoluam para a ideação suicida.

Por isso, se você acha que está em risco e precisa de ajuda, conte conosco. Agende agora uma conversa inicial com a nossa equipe e aprenda comportamentos que irão te ajudar a vencer a ansiedade ou a depressão.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Ronald Freitas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.