Hemograma: GUIA COMPLETO para interpretar os resultados!

Equipe Eurekka

Você já ouviu falar em “glóbulos brancos?” E “glóbulos vermelhos”? “Hemoglobina”? Neste artigo você vai aprender tudo isso! Portanto, o texto de hoje é sobre o hemograma: o que é, para o que ele serve, quando fazer e qual é a sua função.

O que é hemograma?

hemograma teste

O hemograma é um tipo de exame de sangue que analisa as células que compõem o tecido sanguíneo. Também conhecido por hemograma completo, ele avalia informações específicas sobre os tipos de componentes e suas quantidades no sangue. Como, por exemplo, os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

Para que o hemograma é pedido?

O hemograma serve para confirmar ou questionar um diagnóstico. Além disso, pode monitorar um tratamento que a pessoa possa estar fazendo, ou até mesmo para verificar se há alguma alteração no organismo do paciente. Além disso, o exame pode detectar anemia, leucemia, policitemia, infecções virais e bacterianas, alergias e causas de sintomas, como fraqueza, febre e perda de peso.

Como é feito o exame?

Primeiramente, a área onde o sangue será coletado é higienizada com algodão e um pouco de álcool. Com um elástico, o enfermeiro prende a região acima do local de retirada, para que seja possível visualizar a veia de uma melhor forma. Então, uma agulha fina é inserida na veia. Assim, o sangue é coletado em um, ou mais, tubos e as amostras são levadas para análise em laboratório.

Jejum e o hemograma

Para fazer o exame, é necessário fazer um jejum, que pode variar de acordo com as especificações do hemograma pedido pelo médico. Mas, no geral, não pode ingerir bebidas alcoólicas 48 horas antes do exame, deve-se evitar exercícios físicos no dia anterior e não comer nada por, no mínimo, 8 horas antes do horário de coleta. 

Análise dos resultados

hemograma sangue

As amostras de sangue são colocadas em um equipamento chamado citometria de fluxo que, de forma automatizada, conta, avalia e classifica as células sanguíneas de acordo com vários critérios estabelecidos. Contudo, um profissional de análises clínicas faz uma análise microscópica, que é chamada de contagem diferencial em esfregaço sanguíneo.

Além disso, essa contagem diferencia os leucócitos e as estruturas presentes neles e nas hemácias. Ela também permite o diagnóstico da leucemia, pois identifica células imaturas.

Por fim, com o resultado pronto, o médico pode interpretar o hemograma e observar seus resultados para verificar se os valores estão normais, altos ou baixos. Além disso, ele também pode relacionar os números com possíveis sintomas que o paciente apresentou e com o resultado de outros exames que a pessoa tenha feito.

Glóbulos vermelhos ou hematócritos altos

Os glóbulos vermelhos, ou hemácias, são as estruturas celulares que fazem transporte de oxigênio para os tecidos do nosso corpo. Sua estrutura é rica em hemoglobina, que é a responsável pela cor vermelha do sangue e se não está presente em quantidade suficientes, pode causar uma série de anemias.

O hemograma analisa o sangue e indica a quantidade de células sanguíneas. Além disso, informa a qualidade das hemácias, se elas estão do tamanho apropriado e com quantidades adequadas de hemoglobina no seu interior.

Ademais, o hematócrito é um parâmetro utilizado nos laboratórios, que diz respeito ao percentual que as células vermelhas ocupam no volume total de sangue. Esse exame é importante pois a quantidade de hemácias é proporcional a de hemoglobina presente no sangue. Assim, quando o seu nível está muito alto, significa que o volume de líquido sanguíneo está reduzido, o que pode indicar uma desidratação grave.

Glóbulos vermelhos ou hematócritos abaixo do normal

Quando o exame de hematócrito é feito, e verifica-se um valor abaixo do normal, é um indicativo de que as hemácias estão em quantidades reduzidas e, consequentemente, a hemoglobina também, o que pode estar causando uma anemia na pessoa, por exemplo.

Glóbulos brancos abaixo do normal

Os glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, são estruturas celulares que produzem anticorpos. Portanto, os anticorpos realizam a eliminação e neutralização de agentes estranhos que entram no nosso organismo. Assim, vários tipos de leucócitos são produzidos na medula espinhal e eles atacam os agentes invasores em etapas.

Contudo, quando os glóbulos brancos estão presentes em baixas quantidades no sangue, significa que eles não estão sendo produzidos em quantidades suficientes. Por fim, isso deixa a pessoa muito vulnerável a infecções e doenças.

Glóbulos brancos acima do normal

A causa mais comum para o aumento da contagem de glóbulos brancos é a resposta normal do corpo a uma infecção. Mas, outros fatores podem estar envolvidos, como o uso de alguns medicamentos, cânceres na medula óssea, como a leucemia, e alterações na liberação de anticorpos pela medula óssea.

Valores baixos de hemoglobina

Valores baixos de hemoglobina podem indicar casos de anemia, cirrose, linfoma, leucemia, hipotireoidismo, insuficiência renal e hemorragia, por exemplo. Além disso, a hemoglobina baixa também pode acontecer por conta da deficiência de ferro e vitaminas, como também o uso de medicamentos para tratar câncer e AIDS. Portanto, a pouca quantidade de hemoglobina no sangue pode causar sintomas de cansaço frequente, falta de ar e palidez.

Valores de referência

analise hemograma

Os valores de referência usados hoje em dia foram estabelecidos na década de 1960, por meio da observação de várias pessoas sem doenças. Contudo, pequenas variações, para mais ou para menos, podem não indicar uma doença, necessariamente. 

Assim, nesta tabela, você pode conferir os valores de referência para cada componente, para homens e mulheres. Mas, lembre-se: a leitura correta do hemograma só pode ser feita por profissionais da saúde. Além disso, sempre consulte o seu médico.

ParâmetroHomemMulher
Hemoglobina (g/dL)15.7 ± 1.713.8 ± 1.5
Hematócrito (%)46.0 ± 4.040.0 ± 4.0
Hematimetria (milhões/microL)5.2 ± 0.74.6 ± 0.5
Reticulócitos (%)1.6 ± 0.51.4 ± 0.5
Volume Corpuscular Médio (VCM) (fL)88.0 ± 8.0
Hemoglobina Corpuscular Média (HCM)(pg/hemácia)30.4 ± 2.8
Concentração de Hemoglobina Corpuscular Média (CHCM) (g/dL de hemácia)34.4 ± 1.1
Índice de anisocitose (RDW)13.1 ± 1.4
Glóbulos brancos (células/uL de sangue)4.000 – 11.000
Plaquetas (células/uL de sangue)150.000 – 450.000

Fatores que podem afetar o resultado

Você deve informar ao profissional que realizará seu exame se você faz uso de algum remédio, fuma, não fez o jejum corretamente, se ingere bebidas alcoólicas com frequência ou se fez exercício físico pesado na véspera do exame. Pois todos esses fatores podem interferir no resultado do seu hemograma.

Onde encontrar orientação?

Por fim, é essencial que você busque orientações com um profissional da saúde, só ele poderá te dar um diagnóstico completo e verdadeiro, baseado no seu caso e seus resultados.

Materiais gratuitos da Eurekka

sede presencial eurekka

A Eurekka oferece atendimentos com Médicos e psicólogos para que você tenha o melhor resultado em seu tratamento.

Além disso, a Eurekka Med conta com médicos especialistas que estão sempre prontos para te ajudar, saiba mais clicando aqui! Os psicólogos da Eurekka também estão sempre disponíveis para te ajudar, de qualquer lugar do mundo, clique aqui para saber mais!

Por fim, para ter acesso a mais conteúdos gratuitos e informativos sobre saúde e psicologia, basta entrar no nosso aplicativo,  InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Equipe Eurekka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *