Fluconazol: para que serve e como age no organismo

Equipe Eurekka

Candidíase vaginal e infecção na vagina são algumas das principais doenças causadas por fungos que são tratadas pelo antifúngico fluconazol. Apesar disso, esse medicamento também pode ser utilizado em outras situações.

O fluconazol pode ser administrado via oral (pela boca, através de comprimidos), via tópica (na pele, como sprays, pomadas, pastilhas, etc.) ou intravenosa (injeção na veia).

Para entender as indicações de uso do fluconazol, como ele age no organismo, as interações com outros medicamentos, os seus efeitos colaterais e onde encontrar profissionais que auxiliarão no tratamento, continue lendo este texto!

Indicações para uso do fluconazol

fluconazol para o que serve

Pertencente à classe dos antifúngicos triazólicos, os médicos indicam o uso de fluconazol principalmente para o tratamento da candidíase vaginal aguda ou recorrente.

Além disso, também se utiliza fluconazol para o tratamento de dermatomicoses (infecções fúngicas na pele e nas unhas), por exemplo: Tinea pedis, Tinea corporis, Tinea cruris, Tinea unguium(onicomicoses).

Pode-se ainda usar no tratamento de balanite por Candida, uma infecção fúngica que atinge homens na região conhecida como “cabeça do pênis”.

Para completar, se usa fluconazol no tratamento de infecção por HIV (profilaxia secundária Criptococose) e no da Meningite ou Meningoencefalite Criptocócica.

Como o fluconazol age no organismo

A ação do fluconazol será a do impedimento (inibição) da sintetização de esteroides, composto necessário para a sobrevivência do fungo. Assim, irá impedir o seu crescimento e sua reprodução. Dessa forma, se elimina o causador da doença e, consequentemente, ocorrerá a melhora do quadro. 

banner eurekka med

Efeitos colaterais do fluconazol

Os efeitos colaterais mais comuns são, principalmente: cefaleia, dor abdominal, diarreia, enjoos, vômitos, aumento da alanina aminotransferase, do aspartato aminotransferase e da fosfatase alcalina, vermelhidão da pele.

Já os efeitos colaterais menos comuns são, principalmente: insônia, sonolência, convulsões, tontura, dormência e formigamento, alteração do sabor, má digestão, flatulência, boca seca, colestase, icterícia, aumento da bilirrubina, coceira, urticária,  aumento da transpiração, aparecimento de lesões na pele devido ao uso do medicamento, dor muscular, cansaço, mal-estar, fraqueza, febre.

Contraindicação de uso: gravidez e amamentação

fluconazol gravidez

ATENÇÃO: Grávidas e lactantes não devem usar fluconazol.

Houve relatos de aborto espontâneo e anormalidades congênitas em lactentes cujas mães ingeriram 150 mg de fluconazol como dose única ou repetida no primeiro trimestre. 

Por isso, se você está grávida ou tentando engravidar, informe o seu médico imediatamente.

 Em relação à amamentação, estudos indicam que é possível encontrar fluconazol no leite materno. Por isso, lactantes só devem utilizá-lo em último caso e sob orientação médica, para tratamentos de infecções fúngicas graves ou potencialmente fatais. 

Interações com outros medicamentos

fluconazol interações

Certamente, todo medicamento deve ser receitado por um médico, e somente ele saberá ajustar e avaliar as interações medicamentosas que causarão prejuízos.

Dessa forma, deve-se analisar atentamente algumas classes de medicamentos, principalmente: anticoagulantes, benzodiazepínicos, cisaprida, astemizol, pimozida, quinidina, eritromicina, terfenadina, celecoxibe, ciclosporina, tacrolimo, amiodarona, hidroclorotiazida, teofilina, tofacitinibe, voriconazol, fenitoína, zidovudina, saquinavir, sirolimo, alcalóides da vinca, metadona, carbamazepina, antidepressivos tricíclicos (amitriptilina), anti-inflamatórios não esteroidais, bloqueadores do canal de cálcio, losartana, fentanila, halofantrina, ciclofosfamida, inibidores da HMG-CoA redutase, inibidores moderados da CYP3A4, prednisona, vitamina A, rifabutina, rifampicina, sulfonilureas.

Onde encontrar profissionais para auxiliar durante o tratamento?

sede presencial eurekka

Por fim, é válido lembrar que para o melhor resultado do tratamento, deve-se ele deve ser feito por profissionais capacitados. No caso do fluconazol, o principal profissional é o médico.

A Eurekka oferece consultas presenciais e online com médicos especialistas. Para ter mais informações, clique aqui

E para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 4.33

Equipe Eurekka

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *