Esteroides anabolizantes: efeitos do uso e riscos para a saúde

Ana Caroline de França

Você, com certeza, já ouviu falar em esteroides anabolizantes, ainda mais se já precisou tratar uma atrofia muscular ou se interessa por exercícios físicos. O que você ainda não saiba, talvez, é que os esteroides são formas artificiais de um hormônio, o que significa que é uma substância bastante perigosa.

Para saber como os esteroides anabolizantes agem no corpo humano, se eles causam dependência e muitas outras informações sobre o tema, leia o texto até o final! 

O que são esteroides anabolizantes?

homem musculoso esteroides anabolizantes

Os esteroides anabolizantes são compostos derivados da testosterona, um hormônio com funções que vamos comentar ao longo do texto. Os hormônios são substâncias químicas que atuam como sinalizadores e podem cumprir diferentes papéis dentro do nosso organismo.

Os anabolizantes são muito famosos por aumentar o tamanho dos músculos. No entanto, eles também têm muitos outros efeitos e possuem diferentes tipos, como você verá a seguir.

Para que serve os esteroides anabolizantes?

De modo oficial, se utiliza os anabolizantes no tratamento de doenças que desgastam a musculatura e ossos. Além disso, também se indica para pacientes que ficaram muito tempo internados e perderam massa óssea e muscular.

Tipos de esteroides anabolizantes

A classificação dos esteroides anabolizantes é feita com base na sua forma de administração. Assim, eles se dividem em: injetáveis e pílulas.

Principais marcas de esteroides anabolizantes disponíveis

Alguns anabolizantes mais conhecidos são: Anadrol, Dianabol, Finajet e Parabolan.

É essencial lembrar que os anabolizantes têm o intuito de tratar certas doenças, e que o aumento de massa muscular, muitas vezes, não é o objetivo do tratamento. 

Esteroide anabolizante oral e injetável

esteroides anabolizantes injetáveis

Se utiliza os anabolizantes de forma oral, por meio de comprimidos, ou de maneira injetável.

As pílulas são ingeridas, absorvidas no intestino e processadas no fígado. Enquanto os injetáveis são aplicados de forma direta no sangue.

Como os esteroides anabolizantes agem no corpo?

Quando ingerido, ou injetado, o anabolizante entra nas células que formam os órgãos, músculos e ossos. Depois, os hormônios penetrados incham e o metabolismo celular cresce. Com isso, o tamanho dos músculos também.

Efeitos colaterais

Apesar de seus benefícios, os anabolizantes têm possíveis efeitos colaterais. Os mesmos mudam de acordo com alguns fatores, como a dosagem utilizada e a genética da pessoa

De forma geral, os anabolizantes podem sobrecarregar o fígado, visto que é o local onde se processa o medicamento. Além de “bagunçar” a produção hormonal natural.

Assim, também podem ocorrer outros efeitos como o aumento de acnes, queda de cabelo e impotência sexual.

Por que tomar anabolizantes é prejudicial à saúde?

mulher estressada

Os hormônios são substâncias poderosas. A prova disso é que as alterações hormonais influenciam desde o humor, até a aparência física. Assim, como os anabolizantes são formas sintéticas dessas substâncias tão importantes, alguns prejuízo à saúde podem ocorrer. Em especial se a qualidade do produto é duvidosa.

Muitos anabolizantes são vendidos de forma clandestina, pois as pessoas se aproveitam da pressa que alguns indivíduos têm para ganhar massa muscular. No entanto, essa urgência pode resultar em efeitos indesejados e muito graves

Por isso, é fundamental consultar um médico, ou educador físico qualificado, para te ajudar a alcançar seus objetivos com saúde. 

Efeitos colaterais em homens

Em homens, os efeitos colaterais possíveis dos anabolizantes incluem: alterações no comportamento e no humor, aumento da pressão arterial, atrofia dos testículos e do pênis e redução da produção de esperma.

Efeitos colaterais em mulheres

Além dos efeitos colaterais observados em homens, nas mulheres, os anabolizantes causam aumento da quantidade de pelos (em especial nos braços, pernas e rosto) e alteração no tom de voz

De modo geral, o corpo feminino fica “masculinizado” com o uso de anabolizantes, uma vez que o organismo faz alterações com base no aumento de hormônios masculinos, como a testosterona.

Consequências dos esteroides anabolizantes em adolescentes

Em adolescentes, os anabolizantes comprometem o desenvolvimento, pois interrompem o crescimento dos ossos de forma prematura. Além disso, há um aumento na frequência e duração das ereções, e um desenvolvimento precoce e exagerado das características sexuais, como crescimento dos seios e pelos faciais.

Benefícios dos esteroides anabolizantes

Como todo medicamento, os esteroides anabolizantes são benéficos, desde que utilizados da forma recomendada por um profissional. A seguir, você confere os benefícios dos anabolizantes, se usados de maneira moderada.

Melhora na performance de atletas

atleta esteroides anabolizantes

Os anabolizantes diminuem a fadiga muscular, assim ajudam os atletas a se recuperarem de treinos muito exaustivos e exercícios pesados. Vale lembrar que a necessidade de uso desses medicamentos é individual e a avaliação deve ser feita por um médico.

Aumento da libido

Como a testosterona é um hormônio sexual, o uso de anabolizantes, de forma saudável, ajuda a repor uma eventual falta desse hormônio. Assim, a libido também aumenta

Reposição hormonal

Já falamos sobre como os anabolizantes são versões artificiais de hormônios, certo? É por isso que, caso o organismo esteja precisando de algum dos hormônios contidos na medicação, a reposição hormonal acontece. Ou seja, os níveis dos hormônios (antes muito baixos) atingem o esperado

Prevenção de sarcopenia em idosos

Após os 50 anos de idade, o corpo reduz a quantidade e tamanho das fibras que formam os músculos de maneira natural. Isso significa que muitos idosos têm sarcopenia, que é a diminuição da massa muscular.

Nesses casos, os anabolizantes ajudam a recuperar a massa muscular perdida. Essa recuperação acontece com a junção de exercícios físicos regulares específicos para a condição do paciente.

Aumento da massa magra em pacientes internados

mulher internada

É muito comum que um paciente internado fique muito tempo na mesma posição. Muitas vezes, essa pessoa não pode levantar ou se movimentar durante meses. Com os músculos enfraquecidos, é mais fácil que o paciente tenha complicações.  

É aí que entra a ação dos anabolizantes. Com acompanhamento profissional, o paciente trabalha os músculos parados e tem a ação dos exercícios potencializada.

Consequências comportamentais e dependência

É errado pensar que os anabolizantes têm efeitos só na aparência. Os hormônios naturais atuam em diferentes sistemas do nosso organismo, portanto, suas formas sintéticas também.

Além do aumento da agressividade e outras alterações comportamentais, como insônia por exemplo, o uso dos anabolizantes pode causar dependência. Isso acontece pois é necessária a utilização de doses cada vez maiores, ou até uma combinação de diferentes anabolizantes, para obter efeitos visíveis.

Como comprar anabolizantes no Brasil?

Vender anabolizantes sem receita médica é crime no Brasil. Apesar disso, alguns estabelecimentos disponibilizam esse tipo de medicamento.

As consequências de se comprar anabolizantes sem indicação médica vão desde danos irreversíveis aos músculos, até infertilidade permanente. Por isso, é fundamental consultar um médico antes de cogitar o uso de um esteroide. 

O uso de esteroides anabolizantes é permitido no Brasil?

Anabolizantes são medicamentos controlados e podem ser vendidos em farmácias, desde que haja a retenção da receita médica.

Prescrição médica

A especialidade médica que pode receitar anabolizantes, quando necessário, é o endocrinologista, um profissional especializado em avaliar a atividade hormonal do organismo.

banner eurekka med

Venda ilegal de anabolizantes

A venda de esteroides sem receita médica é um crime com pena de 2 a 5 anos de prisão. Além disso, caso a venda seja feita por um profissional não habilitado, o registro do mesmo é anulado.

Esteroides naturais

Alguns alimentos como a aveia, espinafre, quinoa e aipo, por exemplo, estimulam a produção da testosterona e o equilíbrio hormonal como um todo. 

No entanto, algumas pessoas têm fatores genéticos que dificultam o ganho de massa muscular. Nesse caso, é necessária avaliação médica. Assim, se necessário, será indicado o uso de esteroides sintéticos.

Quanto tempo o esteroide fica no organismo?

Em média, os efeitos dos esteroides duram de 3 a 6 semanas no organismo. No entanto, vale lembrar que as alterações musculares e hormonais podem ser definitivas, ou só desaparecerem depois de anos.

Anabolizantes e dislipidemias

Dislipidemia é, de forma resumida, o aumento do colesterol no sangue. Os anabolizantes alteram a atividade do colesterol no organismo, diminuindo o “colesterol bom” (HDL) e aumentando o “colesterol ruim” (LDL). Como consequência, o risco de infarto e derrame fica muito mais alto, e o fígado fica sobrecarregado.

A Eurekka Med tem profissionais capacitados e com atendimento humazinado para cuidar de você! Marque, hoje mesmo, a sua consulta online com um endocrinologista!

E para ver todos os posts gratuitos da Eurekka é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 2.67

Ana Caroline de França

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.