Efeitos psicológicos do álcool: quais são e por que acontecem

Equipe Eurekka

Quem não gosta de um “sextou” no bar com os amigos? Contudo, é preciso entender que os efeitos psicológicos do álcool podem tornar esse momento bem menos prazeroso.

Entender por que o álcool pode afetar sua saúde mental e emocional é vital para que você possa beber com consciência, sem medo de passar mal. Afinal, quando você se entende, a diversão se torna mais fácil e menos perigosa.

Então, siga lendo o texto para entender se o álcool é ou não perigoso, que transtornos podem ser causados pelo consumo do álcool e como evitar os abusos. Boa leitura!

Beber afeta o humor e a saúde mental?

Sim, beber causa mudanças no que sentimos e em como absorvemos o mundo. Por isso, algumas pessoas começam a chorar ou entram em brigas depois de beber.

Na verdade, o que ocorre é que a bebida pode trazer à tona o que a pessoa já está sentindo, mas não cuidou antes. Ou seja: não é que você vai começar a chorar do nada, mas você pode se lembrar daquela situação que está entalada na sua garganta a semana toda…

Mas, claro, isso tudo afeta a saúde mental. Alguns estudos indicaram ligação entre beber de forma abusiva e transtornos como depressão, ansiedade, psicose, entre outros. Além disso, beber demais também parece aumentar o risco de suicídio.

Por que o álcool é tão perigoso para a saúde mental?

Como já dissemos antes, o álcool pode fazer com que você vivencie suas experiências de forma mais intensa, e isso pode ser para o bem ou para o mal. 

O que se espera é que o álcool te deixe bem animado, bem feliz e rindo à toa. Mas pode ocorrer de ele dar ênfase às ideias depressivas, ideações suicidas ou nos gatilhos que geram ansiedade

Por isso, o ideal é se permitir beber só quando se sente bem emocionalmente, para que as emoções não acabem te “afogando” nesse processo que era para ser leve e divertido.

O que é demência alcoólica?

Com esse nome autoexplicativo, a demência alcoólica é um subtipo de demência, que ocorre por consumo de álcool em excesso. Essa demência afeta a memória, a aprendizagem e algumas outras funções do nosso cérebro.

Os sintomas podem variar, mas costumam incluir:

  • problemas de equilíbrio,
  • mudança de personalidade,
  • dificuldade em aprender coisas novas,
  • problemas na memória de curto prazo,
  • dificuldade no pensamento lógico e no planejamento.

Além disso, a pessoa com demência alcoólica também acha difícil ter iniciativa. Muitos transtornos e doenças que afetam nosso cérebro causam uma redução de iniciativa.

Qual o efeito do álcool no cérebro? Sintomas

Quando você bebe álcool demais, fica fácil notar os sintomas da “bebedeira”, como a tontura, os reflexos mais lentos e até mesmo a perda de memória recente. Chamamos estes sintomas de efeitos psíquicos.

Além disso, há também outros efeitos psicológicos do álcool, como o julgamento mais precário, problemas de atenção e concentração, fala enrolada e arrastada e sonolência.

partes do cérebro afetadas pelos efeitos psicológicos do álcool

Qual parte do cérebro o álcool afeta?

Quando você ingere álcool, ele está afetando o Sistema Nervoso Central. Como o próprio nome já diz, ele é central, então, é importante que ele não sofra danos.

Atinge também o cerebelo e o sistema vestibular, que são as áreas responsáveis pela fala arrastada e enrolada quando bebemos demais.

Por fim, um fato interessante é que a perda de memória que citamos antes no texto, na verdade, não é uma perda. O que ocorre é que o álcool altera os nossos neurotransmissores. Ou seja, torna mais difícil a formação de memórias. 

Não estamos esquecendo, só não estamos lembrando!

Transtornos psiquiátricos relacionados ao consumo de álcool

O álcool é uma droga lícita que repercute na saúde mental de quem a usa, sendo que muitos desses efeitos psicológicos do álcool trazem muitos prejuízos.

Tanto durante os efeitos da bebida quanto no período de abstinência, o consumo de álcool traz sintomas que podem estar ligados a sintomas de ansiedade, depressão e hipomania ou mania.

Essas doenças podem ser crônicas, e não são sempre causadas só pelo álcool, mas essa droga pode ser o estopim para que os transtornos comecem a se desenvolver no indivíduo. Por isso, é vital ter noção do histórico familiar e seus problemas com álcool ou com transtornos.

Saiba mais: o que é vício e quanto algo se torna um?

Quem tem depressão pode beber álcool?

Assim como qualquer outra pessoa, exagerar é um grande problema, pois pode aumentar os sintomas depressivos. Isso pode estragar sua noite, claro, mas, além disso, é perigoso e pode levar a efeitos colaterais mais fortes, como sonolência e tontura.

Outro ponto importante é que, se você toma qualquer tipo de medicamento de uso contínuo, como os antidepressivos, não pode misturá-los com bebidas. Assim, é melhor não beber enquanto toma esses remédios.

Como saber quanto álcool é muito?

É vital saber o teor alcoólico do que você bebe para saber se é muito ou pouco. Uma long neck de cerveja, por exemplo, tem teor alcoólico menor do que uma long neck de algum destilado.

O ideal, pelas contas que se fazem por aí, é não ultrapassar 12 unidades por semana. E como saber essas unidades? Assim:

Primeiro, pegue o teor alcoólico da bebida. Então, multiplique pela quantidade a ser bebida em mililitros. Por fim, é só dividir por mil. 

Esse valor do resultado é o quanto aquela bebida significa em unidade alcoólica.

sede da Eurekka

Tratamento para o alcoolismo com a Eurekka

A Eurekka é a maior clínica de psicoterapia online de todo o Brasil, trabalhando também com sessões presenciais em algumas regiões do país.

Para chegar a esse mérito, nós procuramos os melhores profissionais da área, fornecemos especializações e trouxemos para o nosso time psicólogos prontos para te ajudar nos mais variados transtornos. Inclusive no abuso de álcool.

Para marcar uma conversa inicial e descobrir formas de tornar o consumo de álcool mais equilibrado e consciente, clique aqui.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

One reply on “Efeitos psicológicos do álcool: quais são e por que acontecem”

Olá, amei o texto e adoraria deixar uma sugestão.

Talvez fique mais visual e interessante colocar um exemplo de quanto a Long Neck representa em unidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.