Doença Celíaca: como identificar e muito mais

Larissa Kelly

Se você tem ou conhece alguém que tenha doença celíaca, provavelmente sabe o que isso significa. O corpo reage à proteína do glúten encontrada nos grãos de trigo, cevada e centeio. Assim, ataca o revestimento do intestino e causa mal estar.

Neste texto, vamos explicar o que é a Doença Celíaca, quais os seus sintomas e causas. Além disso, falaremos sobre como é feito o tratamento, se essa doença tem cura e como conviver com o diagnóstico dela. 

O que é doença celíaca?

alimentos com glúten

A doença celíaca é uma doença do sistema imune em que os portadores não podem comer glúten. Uma vez que ele danifica o intestino delgado. Assim, um celíaco come alimentos com glúten, o sistema imunológico responde danificando o intestino delgado. 

O glúten é uma proteína encontrada no trigo, centeio e cevada. Mas também pode estar presente em outros produtos, como vitaminas e suplementos, produtos para a pele e cabelo, cremes dentais e protetor labial.

Doença Celíaca Clássica: 

Essa forma da doença aparece na infância até o terceiro ano de vida. Ocorre quando há a introdução de alimentos que contêm glúten na dieta. Ademais, tem uma sintomatologia clássica da doença e é mais fácil de realizar o diagnóstico correto.

Doença Celíaca Assintomática: 

Já essa forma se apresenta sem sintomas perceptíveis. Porém, mesmo que essa condição possa ser totalmente sem sintomas, a atrofia das vilosidades (o dano do revestimento do intestino) ainda pode ocorrer. Isso leva ao desenvolvimento de problemas intestinais graves

Hoje em dia, muito mais pessoas sem sintomas estão sendo diagnosticadas como celíacas somente porque os exames deram positivo. Isso acontece por causa do aumento do conhecimento sobre a doença celíaca. Assim, quando o médico diagnostica alguém próximo da família com doença celíaca, ele recomenda que seja feita a triagem de todos os outros parentes próximos. 

Essa triagem pode detectar casos de doença celíaca assintomática. Entretanto, outras pessoas têm o diagnóstico porque têm alguma outra condição, como doença da tireoide ou anemia, e os médicos encaminham para fazer os exames.

Como saber se tenho doença celíaca?

exame de sangue doença celíaca

Se você sente os sintomas relacionados e têm parentes próximos com essa doença, é importante considerar a possibilidade de ir ver o médico. Assim, poderá marcar alguns exames regulares. 

Se o diagnóstico for feito logo, os danos ao seu corpo podem ser minimizados e as complicações, como osteoporose e desnutrição, evitadas.

Principais Sintomas

A doença celíaca afeta cada pessoa de maneira diferente. Os sintomas atingem o sistema digestivo ou outras partes do corpo. Uma pessoa pode ter diarreia e dor na barriga, enquanto outra se sentir irritada ou deprimida. 

Sintomas que envolvem o sistema digestivo são mais comuns em crianças. Ademais, como vimos, algumas pessoas não apresentam sintomas. 

Sintomas leves

Os sintomas leves são sintomas que diminuem ou até mesmo somem depois do tratamento. São eles: diarreia, dor na barriga, constipação, vômitos, flatulência, cólicas e distensão abdominal. 

Sintomas graves

Os sintomas graves são condições que podem levar a outros problemas. Se persistirem, causam consequências que podem durar uma vida inteira. São elas: anemia, osteoporose ou osteopenia, perda de peso, problemas no crescimento em crianças e adolescentes, infertilidade, TDAH

O que uma pessoas celíaca não pode comer?

alimentos con glúten

É vital que indivíduos com doença celíaca estejam cientes que até a ingestão de pequenas quantidades de glúten pode causar danos ao intestino delgado. Por exemplo, a farinha presente no ar ao sovar um pão ou migalhas de torrada que ficam no prato. 

Pessoas que vivem com o diagnóstico de doença celíaca devem evitar alimentos com trigo, centeio e cevada. A menos que sejam rotulados como “sem glúten”, não é interessante comer alimentos que são normalmente feitos com grãos, como por exemplo:

  • Cerveja; 
  • Pães e, bolos;
  • Cereais;
  • Macarrão;
  • Biscoitos;
  • Empanados;
  • Panquecas;
  • E molhos.

Doença Celíaca x Intolerância ao Glúten

A intolerância ao glúten, que também conhecemos como sensibilidade ao glúten não celíaca. Ela tem sintomas iguais aos da doença celíaca. Embora ambas as condições façam com que o corpo não receba bem o glúten, os sintomas não demoram o mesmo tempo. 

Quando uma pessoa celíaca ingere glúten, o sistema imunológico ataca o próprio corpo e causa sintomas, alguns leves e outros severos. Ao passo que, para uma pessoa intolerante ao glúten, o consumo de glúten causará inchaço e dor de barriga, diarreia, dor nas articulações. Porém, tudo ocorrerá a curto prazo

Assim, ao contrário da doença celíaca, a intolerância ao glúten geralmente não causa danos a longo prazo ao corpo. O tratamento para a doença celíaca e intolerância ao glúten são os mesmos, pois o agente causador é o mesmo.

Diagnóstico

O diagnóstico da doença celíaca pode ser um processo demorado. O diagnóstico será pela presença de sintomas e por exames de sangue prescritos pelo médico. Ele também pode precisar examinar um pequeno pedaço de tecido do intestino delgado, ou seja, uma biópsia.

Gastroenterologista e Nutricionista

O Gastroenterologista e o Nutricionista são os profissionais mais indicados para ajudar no diagnóstico e tratamento da doença celíaca. 

O médico observará os sintomas relatados e passará os exames para diagnosticar a doença. Logo em seguida repassará o caso para o nutricionista que irá acompanhar a alimentação através da dieta.

Exames

Na maioria dos casos, o médico pede exames de sangue primeiro. Em seguida, pede um procedimento conhecido como endoscopia, em que os médicos examinam diretamente o intestino delgado. Na melhor das hipóteses, a resposta sairá dentro de um alguns dias ou em uma semana. Mas também pode levar muito mais tempo do que o esperado. 

Os exames de sangue positivos e resultado da endoscopia do intestino ajudarão a confirmar a doença celíaca. Além disso, vão descartar outras doenças que têm sintomas parecidos.

Tratamento

Nenhum remédio pode ajudar na doença celíaca. Atualmente, o único tratamento para a doença celíaca é a adesão a uma dieta estritamente sem glúten ao longo da vida.

banner nutri eurekka

Dieta com o nutricionista

Um dos melhores jeitos de começar uma dieta sem glúten é conversando com um nutricionista. Assim, ele vai conversar com o médico e fazer uma dieta alimentar baseada nos resultados dos seus exames e no seu estilo de vida.

O acompanhamento de um nutricionista pode ajudar a identificar e prevenir deficiências nutricionais que podem surgir com a perda de glúten na dieta.

Aderir uma dieta sem glúten de repente pode ser um desafio e tanto. Por isso, o nutricionista poderá oferecer substituições de alimentos para facilitar as mudanças. 

A equipe de médicos da Eurekka possui os melhores nutricionistas para te ajudar no seu tratamento. Marque já a sua consulta nutricional!

Suplementos multivitamínicos 

vitaminas

A doença celíaca pode causar deficiência de nutrientes, por isso é importante que haja a suplementação para evitar a deficiência no corpo. 

As vitaminas mais afetadas e que devem ser suplementadas são as vitaminas A, D, E e K e vitaminas do complexo B. Além disso, é muito importante que tome também os antianêmicos como o ácido fólico, a vitamina B12 e o ferro. Isso porque é comum celíacos sofrerem com anemia. Porém antes de suplementar, é essencial ir ao médico para exames de rotina. 

É importante que vitaminas ou suplementos dietéticos que contenham glúten sejam excluídos e tenham o aviso “contém glúten” listado no rótulo. 

O que faço se comi algo com glúten?

Se você comeu algo com glúten, pode sofrer com os sintomas que podem surgir mais cedo ou mais tarde. Comer algo com glúten para quem é celíaco não é nada bom. Entretanto, é uma situação que pode ocorrer até com os que são muito cuidadosos. 

Se isso ocorrer, é importante que você fique calmo, desacelere, para que possa dar um tempo para o seu corpo se recuperar. E assim que puder, retorne com a dieta restrita em glúten. 

Doença Celíaca tem cura?

A doença celíaca não tem cura. Mas podemos viver bem com ela se seguirmos uma dieta sem glúten, o que já vimos em tópicos anteriores.

Convivendo com a doença

Resultados de testes positivos para doença celíaca em sua endoscopia e biópsia significam que você tem a doença. Por isso, deve seguir uma dieta sem glúten pelo resto da vida

Entretanto, cortar o glúten da dieta pode parecer uma tarefa chata e difícil. Ainda bem que existem muitos alimentos saudáveis ​​e deliciosos que são naturalmente sem glúten.

Cuidado com a contaminação cruzada

O controle da doença celíaca vai além de uma simples mudança na dieta. Ela requer uma mudança no estilo de vida e o apoio das pessoas ao seu redor. Isso nem sempre é fácil.

Tentar ter duas dietas separadas em uma mesma família tanto pode demorar, quanto pode expor o celíaco à contaminação cruzada por glúten. 

Por isso é importante conseguir “um joinha” daqueles ao seu redor. Mesmo os parentes ou amigos próximos que carregam em si as melhores das intenções podem não entender bem a doença celíaca e se desligar das palavras “sem glúten”.

Dessa forma, ao educar amigos e familiares, você conseguirá manter um estilo de vida sem glúten e sentir menos resistência das pessoas ao seu redor.

Existem outras dicas para ajudar a evitar a exposição ao glúten em casa ou em restaurantes:

  • Mantenha os alimentos sem e com glúten separados em recipientes fechados e em gavetas ou armários separados;
  • Limpe bem as superfícies de cozimento e áreas onde guarda os alimentos.
  • Lave bem os pratos, utensílios e equipamentos de preparação de alimentos.
  • Evite colheres e tábuas de corte de madeira que podem absorver restos de alimentos e ajudar na contaminação cruzada.
  • Se o seu filho for celíaco, converse com professores e funcionários sobre a merenda dele. Peça que guardem em condições isoladas e especiais para que evitem acidentes.
  • Verifique os cardápios dos restaurantes antes de sair para comer fora para saber se há alimentos que você pode comer.

Marcas com produtos especiais sem glúten

Alimentos preparados sem glúten estão cada vez mais disponíveis nas prateleiras dos supermercados, incluindo pães, produtos pré-cozidos, refeições congeladas e kits de refeições sem glúten. 

Assim, alguns exemplos de marcas que oferecem produtos sem glúten são: Aminna, Jasmine, Vitão, Natural Life.

alimentos permitidos doença celíaca

Alimentos permitidos na dieta sem glúten

Embora possa parecer muito ruim no início, você pode acabar descobrindo que sua saúde melhora muito. Além disso, comer sem glúten se torna apenas mais uma parte do seu estilo de vida. 

Existem muitos alimentos que você pode comer em uma dieta sem glúten, como: todas as frutas e vegetais, carnes em geral. Além disso, a maioria dos produtos lácteos são permitidos, como queijo, manteiga e leite. Algumas farinhas que não tem glúten naturalmente, como farinha de arroz, farinha de milho, farinha de soja, fécula de batata e fécula de mandioca também estão liberadas.

Gostou do texto?!  Para acessar muitos outros é só acessar nosso blog, clicando nesse link. Além disso, aproveite e veja também todos os nossos conteúdos no nosso aplicativo e em nossas redes sociais: Instagram,  Facebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Larissa Kelly

3 replies on “Doença Celíaca: como identificar e muito mais”

Opa consegui achar a informação correta que estava
procurando. Infelizmente tem muita informação errada na
internet. Compartilhei no meu facebook. Obrigado.

Não é simplesmente escrever qualquer coisa e publicar na
internet. Obrigado pela informação. Vou compartilhar o seu
artigo no meu instagram.

Não é simplesmente escrever qualquer coisa e publicar na
internet. Obrigado pela informação. Vou compartilhar o seu
artigo no meu instagram.

Leave a Reply

Your email address will not be published.