Distúrbios do sono: o que são, quais são e como evitar

Laura Hoffmann

Você já parou para pensar em como tem dormido nos últimos tempos? Se você nota alguma dificuldade, saiba que não está sozinho: mais de 40% da população possui algum dos distúrbios do sono.

Apesar de comum, essa situação tem um grande impacto na nossa qualidade de vida. Afinal, o sono é uma parte vital da saúde. Quando não temos um bom descanso, sentimos as consequências na energia, no humor e no bem-estar.

Por outro lado, existem algumas medidas simples que podem nos ajudar a dormir melhor! A exemplo disso, você pode cuidar da sua rotina noturna com a higiene do sono.

Ficou interessado em saber mais? Para entender quais são os distúrbios do sono e como evitá-los, continue lendo este texto!

O que são os distúrbios do sono?

Os distúrbios do sono são um grupo de condições que afetam a a duração e a qualidade do sono. Ou seja, eles nos impedem de dormir bem e com regularidade.

Muitas vezes, é difícil definir só uma causa para esses distúrbios. Eles podem ocorrer por causa de fatores psicológicos ou genéticos, ou até mesmo por causa do ambiente. Além disso, algumas doenças e o uso de remédios podem interferir nos distúrbios do sono. 

Por fim, é bom lembrar que essas condições podem surgir em qualquer idade. No entanto, crianças, idosos e pessoas com maiores níveis de estresse os desenvolvem com mais frequência.

O que os distúrbios do sono podem causar?

Um dos primeiros sinais dos distúrbios do sono é o cansaço durante o dia. Afinal, o descanso noturno não é suficiente: mesmo dormindo, a pessoa não se sente recuperada.

Além disso, a falta de sono pode trazer outros sintomas: alterações de humor, dor de cabeça, irritação e dificuldades de concentração, memória ou raciocínio.

Ao longo do tempo, esses distúrbios também podem trazer problemas mais graves na saúde física e mental. Por exemplo: um sono ruim está associado a um risco maior de doenças cardíacas e depressão.

Quais são os tipos de distúrbios do sono?

A seguir, vamos conhecer quais são os distúrbios do sono mais frequentes. Podemos dividi-los em três grupos principais: a insônia, a sonolência excessiva e os comportamentos incomuns durante o sono. 

Síndrome das pernas inquietas

Nessa síndrome, a pessoa sente desconforto e urgência de movimentar as pernas. Em situações mais raras, ela também move os braços. No entanto, todas essas ações são involuntárias.

Esses sintomas podem ocorrer ao longo do dia, porém, são mais intensos à noite. Por isso, a pessoa dorme mal e costuma acordar muito cansada.

jetlag disturbios do sono

Jet lag

Ao contrário da maioria dos casos, o jet lag é um distúrbio temporário. De modo geral, ele acontece após viagens longas, por causa da mudança de fuso horário

Nesses casos, a mudança altera o ciclo do sono. Então, o “relógio interno” não obedece ao horário real: a vontade de dormir surge muito mais cedo ou mais tarde que o normal, por exemplo. 

Por isso, é comum sentir cansaço e dificuldades na concentração. Algumas vezes, a pessoa também pode sentir dores no corpo e náuseas.

Narcolepsia

A narcolepsia se caracteriza por ataques repentinos de sono. Ou seja, a pessoa dorme em qualquer lugar e a qualquer momento. Esse sono costuma durar alguns minutos, e se repete algumas vezes ao dia.

Muitas vezes, a pessoa adormece em situações incomuns, como ao comer ou ao trabalhar. Porém, isso não acontece por vontade própria: a pessoa não consegue regular o seu ciclo do sono.

Terror noturno

O terror noturno é um episódio de medo que acontece durante o sono. De modo geral, é um distúrbio mais comum entre as crianças.

Nesses casos, a criança costuma gritar ou chorar enquanto dorme. Além disso, ela pode apresentar agitação, palidez ou suor excessivo. No entanto, ela não costuma lembrar desse episódio ao acordar.

Apneia obstrutiva do sono

A apneia do sono ocorre por causa do bloqueio das vias aéreas ao dormir, interrompendo a respiração. Quando isso ocorre, a pessoa pode emitir ruídos e roncos. 

Esse evento dura cerca de 20 segundos e pode se repetir várias vezes ao longo da noite. Dessa forma, impede o descanso adequado e também aumenta o risco de doenças cardiovasculares.

Os especialistas estimam que a apneia do sono atinge cerca de um terço da população mundial. Porém, ela é mais comum entre homens de 40 a 50 anos de idade e em pessoas com excesso de peso. 

insônia distúrbios do sono

Insônia

A insônia é o distúrbio do sono mais comum e se manifesta de diferentes formas. Para algumas pessoas, pode ser difícil iniciar ou manter o sono. Além disso, outras podem notar vários despertares ao longo da noite.

Mas por que tudo isso acontece? Existem vários motivos que fazem com que o cérebro fique mais alerta durante a noite. O estresse e a ansiedade são causas comuns: talvez você já tenha perdido o sono antes de uma prova difícil, por exemplo.

Por outro lado, a insônia pode acontecer por causa de alterações hormonais, doenças neurológicas ou do uso de substâncias estimulantes, como a cafeína. 

De qualquer forma, é bom estar atento para a frequência desses episódios. Muitas vezes, eles podem ser pontuais e durar apenas alguns dias. No entanto, existe também a insônia crônica, que se mantém por três meses ou mais.

Existem medicamentos que podem ajudar a melhorar esse problema e te fazer dormir, como os benzodiazepínicos. No entanto, esses medicamentos só devem ser receitados por um médico. Se você acredita que precisa de um medicamento para dormir melhor, agende a sua primeira consulta com um de nossos médicos humanizados! É só clicar no banner abaixo.

banner psiquiatria na Eurekka

Sonambulismo

No sonambulismo, algumas áreas do cérebro ficam ativadas durante o sono. Sendo assim, a pessoa faz atividades complexas enquanto dorme, como caminhar ou conversar. De modo geral, ela não lembra dessas ações ao acordar.

Esse distúrbio pode acontecer em qualquer momento da vida, mas é mais comum em crianças. Nesses casos, o quadro tende a diminuir a partir da adolescência.

Paralisia do sono

Nos casos de paralisia do sono, há um atraso na capacidade de mover os músculos. Por isso, a pessoa acorda sem conseguir se mover ou falar, até recuperar aos poucos o controle de seus movimentos. 

Por mais que esses episódios sejam um pouco assustadores, eles acontecem por um período curto. Então, o melhor é manter a calma e tentar se movimentar aos poucos.

Como evitar os distúrbios do sono?

Agora que você já conhece quais os distúrbios do sono e por que eles acontecem, temos uma boa notícia! Existem algumas medidas simples que podem ajudar a ter um sono melhor, como a higiene do sono.

Não deixe de procurar a ajuda de um profissional, caso você esteja passando por um distúrbio do sono. Dessa forma, você terá as orientações mais adequadas para o seu caso!

Higiene do sono

Você já ouviu falar em higiene do sono? Esse é um conjunto de práticas e rotinas que nos ajudam a preparar o corpo para dormir bem.

Para começar, é importante lembrar que toda a sua rotina interfere no sono. Dessa forma, busque ter bons hábitos ao longo do dia, como se alimentar bem e fazer exercício. Lembre também de ter horários definidos para dormir e acordar!

Durante a noite, procure fazer um jantar leve e evite consumir café ou outras bebidas que contenham cafeína. À medida que a hora de dormir se aproxima, você pode desligar a TV e o celular e diminuir as luzes.

Nesse momento, procure fazer atividades mais tranquilas e relaxantes. Por exemplo, tomar um banho, ler um livro ou fazer alguns minutos de meditação. Além disso, organize seu ambiente para dormir: o ideal é que ele seja silencioso, confortável e escuro.

Tratamento para distúrbios do sono com a Eurekka

Depois dessa leitura sobre os distúrbios do sono, você entendeu como elas afetam seu sono? Não é por acaso que um sono de boa qualidade é algo que jamais pode ser deixado de lado.

Porém, algumas vezes, você pode ter uma higiene do sono regular, ter boas práticas antes de dormir, ter um relógio biológico ajustado… mas não é suficiente.

Se você já segue as regras para dormir bem, talvez você tenha que investigar, com auxílio médico, se tem algum distúrbio do sono.

Por isso, conte com a Eurekka! Nós temos uma clínica de saúde mental completa, com psicólogos e psiquiatras de alta qualidade.

Eles estão esperando para atender e ajudar você a recuperar o seu sono. Clique aqui para agendar a sua primeira sessão com um dos nossos médicos. Se preferir a terapia, pode clicar aqui.

Por fim, nos siga nas redes sociais para receber mais conteúdo gratuito de qualidade: Youtube, Instagram e Facebook!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Laura Hoffmann

Leave a Reply

Your email address will not be published.