Dengue, Zika e Chikungunya: saiba como diferenciar

Laura Almeida

Além de serem muito comuns no Brasil, a dengue, Zika e Chikungunya têm outra semelhança: um vírus do tipo arbovírus as causa, e é o mesmo mosquito que as transmite.

Que tal aprender um pouco mais sobre as semelhanças e diferenças dessas 3 doenças?

mosquito pernilongo aedes aegypti

O que Dengue, Zika e Chikungunya têm em comum?

O mosquito Aedes Aegypti transmite as três doenças. Além disso, se classificam como “arboviroses”, um grupo de vírus transmitidos por insetos. No caso da dengue, zika e chikungunya, a transmissão é por um mosquito.

Transmissão

O mosquito Aedes Aegypti transmite os vírus pela picada da fêmea. Esse mosquito se desenvolve em locais de água parada, muito comuns em vários pontos de quintais de casas brasileiras.

Sintomas

É raro que a pessoa não tenha sintomas. Por isso, os mais comuns são:

Dengue

Caracterizada por febre alta (39 ºC ou mais), dor de cabeça, cansaço, dores musculares, dores nas juntas e dor atrás dos olhos, pontos vermelhos no corpo e coceira. Esses sintomas costumam durar entre 3 a 7 dias, quando começam a regredir.

Na dengue com sinais de alarme, após o 3º dia de sintomas, começam a aparecer hematomas na pele e sangramentos pelo nariz, gengiva e vagina. 

É preciso estar atento para alterações da dengue grave, como alterações neurológicas (delírios, sono excessivo, irritação, psicose, dentre outros), sintomas como falta de ar e palpitações, insuficiência hepática, hemorragia digestiva, pois podem ser sinais de choque.

É importante buscar ajuda médica logo no início dos sintomas para confirmar se é um quadro de dengue, pois é preciso coletar exames para ter um controle da doença.

Zika

Pode ser assintomático em 80% das pessoas. Quando há sintomas, podem se parecer com os da dengue, mas bem menos severos.

Os sintomas típicos são febre (38ºC), aumento dos gânglios linfáticos, dores no corpo e de cabeça, erupções na pele com coceira, conjuntivite, fotofobia, diarreia e cansaço. Costumam desaparecer cerca de 5 a 7 dias. 

febre alta sintoma dengue zika e chikungunya

Chikungunya

Podemos dividir em doença aguda, subaguda e crônica

  • aguda: febre alta com dores de cabeça e musculares, manchas na pele, conjuntivite (olhos vermelhos) e dores nas articulações, com ou sem inchaço da região. Inicia após a incubação do vírus no corpo. É muito comum que as dores apareçam em articulações de forma bilateral. Ou seja, dores em ambos os joelhos, não apenas do lado direito ou esquerdo.
  • subaguda: algumas pessoas podem ter dores articulares por até três meses após a infecção.
  • crônica: ocorre quando as dores articulares permanecem por mais de 3 meses.

Principais diferenças entre outras doenças parecidas

É comum que as pessoas confundam os sintomas de algumas dessas doenças com virose, hepatite, febre amarela e outras. É verdade, elas se parecem demais.

Isso pode ser ruim, pois a pessoa deixa de procurar atendimento médico, se automedica e não fica sabendo o que teve. Sem falar que pode ficar com sequelas ou até mesmo perder a vida,  pois não deu atenção aos sintomas.

Zika e Dengue

Os sintomas da dengue são mais intensos e a tendência a se complicar é maior também. A febre que o zika causa é mais leve do que a febre da dengue.

Chikungunya e Dengue

A chikungunya provoca mais dores articulares, com febre intensa. Assim como a dengue, há dores intensas pelo corpo e febre, mas o quadro da chikungunya tem mais dores nas articulações em ambos os lados do corpo.

Virose e Dengue

A dengue pode se parecer muito com uma virose, exceto pela febre muito alta. Em uma virose, é comum pensarmos em uma situação que levou ao quadro, por exemplo, quando comemos uma comida diferente e temos uma virose. Na dengue não é assim, os sintomas são súbitos.

Febre amarela e Dengue

A febre amarela também é transmitida por um vírus do tipo arbovírus. Na febre amarela, a pele fica amarelada, sintoma conhecido como icterícia, e pode comprometer de outros órgãos. Além disso, quando compromete os rins, a pessoa pode ficar sem urinar.

Sarampo e Dengue

O sarampo tem como principal sintoma manchas avermelhadas pelo corpo. Esse sintoma se parece muito com as manchas da dengue. Contudo, no sarampo, há coceira intensa e não se transmite por mosquitos, mas sim por gotículas de saliva e secreções.

banner divulgação coronavírus med

Hepatite e Dengue

As hepatites podem ou não apresentar sintomas. Assim, quando o indivíduo está sintomático, apresenta febre, dores musculares, mal estar e vômitos.

Além disso, pode apresentar também icterícia (pele amarelada), urina escura como Coca-Cola e fezes esbranquiçadas, sintomas que não estão presentes na infecção por dengue. 

Tratamento

Os tratamentos não são complexos, com exceção da dengue hemorrágica. Contudo, cada uma dessas doenças têm características específicas que você deve notar. Então, fique atento!

Dengue

Não há uma forma de tratar específica. É vital tomar muito líquido, em especial soro caseiro, para evitar que se desidrate.

Quando há suspeita de dengue, é muito importante buscar ajuda médica antes de tomar remédios, pois antitérmicos com ácido acetilsalicílico e remédios anti-inflamatórios pioram muito o quadro.

Esses remédios interferem na coagulação do sangue, que já está prejudicada pela dengue.

Zika

Também não há um tratamento específico. Contudo, remédios para aliviar os sintomas podem ajudar até o quadro melhorar. É vital manter-se hidratado, com alimentação saudável e repouso.

Assim como na dengue, é importante ficar atento para remédios com ácido acetilsalicílico. Na dúvida, pergunte ao médico qual é o melhor remédio.

dengue zika chikungunya mosquito

Chikungunya

O tratamento da fase aguda busca aliviar os sintomas e manter boa hidratação. Todavia, as dores nas articulações podem permanecer, sendo necessário usar anti-inflamatórios e fazer fisioterapia.

Importância de buscar ajuda médica

Mesmo que os tratamentos sejam até que simples e as pessoas se curem em grande parte dos casos, dengue, zika e chikungunya podem levar a quadros graves se você não consultar o médico. A consulta médica é sempre a melhor atitude!

A dengue é uma doença que evolui rápido e, além disso, pode precisar de tratamentos complexos, em especial se for a dengue hemorrágica.

A zika é uma infecção que pode se assemelhar muito a uma virose comum. Contudo, pode levar à microcefalia em bebês cujas mães se contaminaram nos primeiros meses de gestação. 

Ademais, outra complicação que ainda não se tem certeza se está ligada à infecção por zika é a Síndrome de Guillain-Barré. Essa é uma doença autoimune (as células do corpo atacam o próprio corpo), que causa fraqueza dos músculos e tem risco de vida.

A chikungunya é uma doença muito parecida com a dengue, sendo necessário um exame médico para entender melhor qual doença o paciente tem, ou mesmo se está com as duas doenças ao mesmo tempo.

Além disso, até o momento não se conhece sobre complicações graves da chikungunya.

Para acessar mais conteúdos gratuitos como esse sobre psicologia e saúde física, baixe nosso aplicativo ou clique na rede social que preferir: InstagramFacebook e YouTube!

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 0

Laura Almeida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.