Crise de ansiedade coletiva: o que ocorreu na escola estadual de Recife

Equipe Eurekka

Vinte e seis alunos de uma escola estadual de Recife tiveram um surto na sexta-feira passada (08/04). Os sintomas incluíam falta de ar, crise de choro e tremores. Tudo indicava uma crise de ansiedade na escola estadual.

Tanto os profissionais da escola quanto os pais ficaram muito assustados com a situação, e os adolescentes que passaram pelo surto estão com medo de que ocorra de novo. O que pode ter sido isso?

Descubra neste texto o que é uma crise de ansiedade, o que pode causar uma crise de ansiedade e por que tantos alunos tiveram uma crise de ansiedade, ao mesmo tempo, na escola estadual em Recife. Confira!

Crise de ansiedade atinge 26 alunos em uma escola estadual de Recife

Uma aluna da escola perdeu os sentidos durante a estadia na instituição de ensino. Mas não se sabe o motivo do desmaio. Os outros estudantes, por sua vez, pensaram que se tratava de uma situação mais grave. Esta é uma das teorias para o surto coletivo que ocorreu na escola estadual.

Cerca de 16 profissionais, seis ambulâncias e duas motos foram enviadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para atender os estudantes que participaram do surto coletivo.

As aulas foram retomadas normalmente na segunda-feira seguinte (11/04), mas alguns alunos não conseguiram voltar ao colégio por conta do medo que estavam sentindo.

Eles reportaram falta de ar, tremor e crises de choro, além de uma sensação de que iam morrer. Aliás, alguns deles já tomavam remédios para ansiedade antes da situação. Mas por que será que tantas pessoas foram acometidas pelos mesmos sintomas? Isso é comum?

Saiba que alguns fenômenos psicológicos podem ser coletivos, sim. Ou seja, às vezes, uma situação de tensão para uma pessoa pode também afetar os demais que estão no local. Isso faz com que todos eles compartilhem dos mesmos sintomas. 

Vamos entender mais adiante o que é uma crise de ansiedade e por que isso pode ter acontecido justo agora, no retorno das aulas presenciais;

crise de ansiedade

Entendendo o caso: o que é crise de ansiedade?

A crise de ansiedade é um período em que você sente muitos ou todos os sintomas de ansiedade de uma vez só, de forma muito intensa. Este período é curto, costuma durar de 10 a 15 minutos. Contudo, quem está passando pela crise de ansiedade sente como se fosse uma eternidade.

Durante a crise, existem sintomas físicos e mentais. Entre os sintomas físicos, temos:

  • coração acelerado e palpitações;
  • dores no peito (saiba diferenciar de um ataque cardíaco aqui);
  • respiração ofegante e falta de ar;
  • sensação de desmaio;
  • agitação e tontura;
  • diarreia ou prisão de ventre;
  • enjoo e até mesmo vômito.

Agora, dentre os sinais mentais de uma crise de ansiedade, é comum a baixa concentração e não conseguir raciocinar. Além disso, há também uma sensação de que algo ruim vai ocorrer e surge a vontade de fugir.

Na escola em questão, os alunos relataram falta de ar, tremor e crise de choro, que são reações comuns em uma crise.

Existe crise de ansiedade generalizada?

Podemos dar dois sentidos para este termo. O primeiro é a TAG, Transtorno de Ansiedade Generalizada. Este é um distúrbio que causa preocupação em todas as áreas da vida, por isso o nome.

Agora, se a pergunta é sobre uma crise de ansiedade que acomete várias pessoas de uma só vez, a resposta é sim. Podemos chamar isso de crise de ansiedade coletiva. Neste caso, mais de uma pessoa tem sintomas de uma crise, como foi o caso da crise de ansiedade na escola estadual em Recife.

Quem tem ansiedade pode ir para a escola?

Sim, quem tem ansiedade tóxica não deve se privar de ir para a escola. Afinal, é importante para o desenvolvimento fazer amigos, estar em um ambiente social e ter uma rotina fora de casa.

Contudo, alguns cuidados devem ser tomados. Primeiro, é preciso entender se a ansiedade piora quando está na escola e por quê. Por exemplo, por que a criança fica ansiosa ou desiste de ir para a escola só em um dia específico da semana? 

Podemos atribuir isso a um professor rigoroso que ela encontra naquele dia, ou a uma matéria que é muito difícil para ela.

É importante que a criança se sinta segura na escola, sem intimidação de colegas ou professores. Ademais, saber que pode contar com os adultos da instituição de ensino é vital para uma boa saúde mental no ambiente escolar. 

Além disso, em casa, os pais também não devem ser tão rigorosos quanto ao estudo ou às notas baixas. Assim, converse com a criança ou adolescente e tente entender a origem do problema, ao invés de punir pelo resultado ruim.

banner terapia saúde mental com a eurekka

Efeito da pandemia na saúde mental – surto de ansiedade

A pandemia afetou muito a saúde mental das pessoas. Tanto pelo isolamento social quanto pelo medo do que viria a seguir, de modo que todos ficaram desestruturados de alguma forma. 

Durante a pandemia de COVID-19, a ansiedade foi o transtorno mais recorrente entre os brasileiros, e a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirma que foi a pandemia que contribuiu para que os transtornos mentais se agravassem.

Além disso, a volta às aulas depois da pandemia pode ser impactante para os alunos, então é comum que a saúde mental deles piore durante este período de adaptação.

Afinal, além de se preocupar com a lição de casa, provas e trabalhos, há também a preocupação de trocar de máscara a cada 3 horas, não dividir comidas ou bebidas com colegas e ficar atento aos riscos de contágio.

Dessa forma, pode-se considerar que esse retorno às aulas, mais as ocupações da escola, pode ter levado sim à crise de ansiedade na escola estudual de Recife.

Tudo isso gera muita preocupação, medo e tensão, o que, por sua vez, também leva ao estresse e à ansiedade tóxica. Por isso, é importante que as escolas estejam aptas a conversar com os estudantes sobre o que é ansiedade e como manejá-la.

O que fazer quando tem crise de ansiedade na escola? Dicas para reduzir a ansiedade

Não há muita diferença entre cuidar de uma crise de ansiedade na escola ou em qualquer outro lugar. Além disso, é muito raro que a crise ocorra em casa, no quentinho do seu quarto, pois é mais comum que ocorra em situações de muita tensão ou estresse, como na rua, em uma festa, no trabalho, na escola ou na faculdade.

Por isso, é muito importante que você foque em aprender táticas para lidar com a crise de ansiedade antes dela te acometer. Isso porque, durante a crise, o raciocínio fica reduzido. Então, sabendo das práticas antes, então, é mais fácil de fazer acontecer. Então, veja a seguir 3 dicas para reduzir a ansiedade!

1. Respiração diafragmática

Precisamos focar em relaxar. Então, a melhor coisa a se fazer é começar uma respiração consciente, contando em tempos. Assim, regulamos os batimentos cardíacos e criamos um foco.

Esta prática pode ser feita em qualquer lugar. Procure um canto em que ninguém vai te incomodar, como a secretaria, a enfermaria ou o banheiro e foque na sua respiração. Veja aqui como fazer o exercício de respiração diafragmática.

3. Caminhar

Agora que você já conseguiu relaxar e está com a cabeça no lugar, tente caminhar sem rumo. Isso ajuda a oxigenar o cérebro, o que é muito bom para melhorar a crise de ansiedade. 

Além disso, você pode focar em outras coisas, percebendo como são as paredes da escola, o que está escrito nos quadros de aviso, quanta água tem no bebedouro e por aí vai.

Se você já sabe que você ou seu filho sofre de crises de ansiedade, deixe a escola ciente de que estes momentos podem ser necessários para evitar uma crise mais forte. Dessa forma, ninguém vai te mandar voltar para a sala enquanto você foca em ficar bem.

3. Relaxamento progressivo

O exercício de relaxamento progressivo pode ser feito em qualquer lugar, assim como a respiração diafragmática. Se você puder e conseguir tirar os sapatos, vai ser ainda melhor!

Esta prática consiste em exercícios musculares que você deve fazer para focar a sua concentração. Eles também servem para oxigenar o seu corpo, assim como a caminhada, mas são feitos em um mesmo lugar.

Este pode ser o exercício indicado caso você não possa caminhar onde você estiver, ou pode ser uma preparação antes da caminhada.

Você pode acompanhar este vídeo para fazer o relaxamento progressivo ou, ainda, ver neste texto quais são os exercícios, caso você não possa ver o vídeo na hora.

sede da Eurekka

A Eurekka te ajuda com crise de ansiedade

É importante que você saiba que você não está sozinho quando está passando por momentos de ansiedade. A Eurekka tem profissionais prontos para te atender e te ajudar a superar isso. Então, para saber mais, é só clicar aqui.

Além disso, a Eurekka também tem atendimento médico, online e presencial. Para saber mais, clique aqui.

Por fim, você pode conferir mais textos gratuitos aqui no blog. Aproveite também e veja outros conteúdos de Psicologia e bem-estar em nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube.

🥰 Este artigo te ajudou?

0 / 5 5

Equipe Eurekka

Leave a Reply

Your email address will not be published.